Dilma, que levou país à maior recessão, recebe o prêmio ‘Mulher Economista 2023’
Connect with us

Destaque

Dilma, que levou país à maior recessão, recebe o prêmio ‘Mulher Economista 2023’

Publicado

em

portal plural dilma
Foto: Ricardo Stuckert/PR

Academia PersonaNuveraFAST AÇAÍtopo humbeto plural

A ex-presidente Dilma Rousseff, atual presidente do Novo Banco de Desenvolvimento (NDB, na sigla em inglês), mais conhecido como Banco do Brics, foi eleita “Mulher Economista 2023″, pelo sistema Cofecon/Corecons, que reúne o Conselho Federal de Economia e os Conselhos Regionais de Economia.

De acordo com o comunicado do Cofecon, a escolha de Dilma, anunciada durante reunião plenária das entidades, realizada no sábado, 9, em formato híbrido (presencial e virtual), levou em conta “sua significativa contribuição para o desenvolvimento econômico e social do País ao longo de sua carreira”.

“A premiação marca não apenas a celebração do mérito da economista, mas também destaca a importância de reconhecer e valorizar as mulheres que desempenham papéis relevantes na promoção do desenvolvimento com responsabilidade social”, diz o comunicado do Cofecon.” A escolha de Dilma Rousseff como a Mulher Economista de 2023 reflete o reconhecimento do seu legado e expertise no campo econômico, bem como seu papel fundamental na formulação e implementação de políticas que moldaram a trajetória econômica do Brasil.”

Segundo o comunicado, publicado no site do Cofecon, a eleição de Dilma se deu em quatro fases. Primeiro, houve a indicação dos concorrentes pelos conselheiros federais, Conselhos Regionais de Economia e Comissão Mulher Economista e Diversidade da entidade. Depois, em lista secreta, o Plenário do Cofecon formou lista décupla, a partir da qual os Corecons, por meio de seus plenários, chegaram a uma lista tríplice dos concorrentes. Entre os três nomes mais votados, a ex-presidente saiu vencedora em votação secreta, realizada pelo plenário do Cofecon.

Curiosamente, antes de Dilma, as ganhadoras do prêmio, lançado em 2020, foram as economistas Denise Lobato Gentil e Esther Dweck, ambas professoras associadas do Instituto de Economia da UFRJ, que também são ligadas ao PT. Antes da formalização do prêmio, a economista Tânia Bacelar, que fez parte da equipe de transição de Lula em 2022 e foi secretária de Planejamento e de Fazenda de Pernambuco, recebeu os títulos de “Mulher Economista Destaque” e “Personalidade Econômica de 2018″ da entidade.

A escolha de Dilma como “Economista Mulher de 2023″ chama a atenção pelo seu retrospecto na economia durante sua passagem pelo Palácio do Planalto, entre 2011 e 2016, e como ministra de Minas e Energia e da Casa Civil, nos dois primeiros mandatos de Lula.

Alvo de um processo de impeachment aprovado pelo Congresso e referendado pelo STF (Supremo Tribunal Federal), por causa das chamadas “pedaladas fiscais”, que maquiaram o resultado das contas públicas, Dilma levou o País à maior recessão da história, em 2015 e 2016, com uma queda acumulada de quase 7% do PIB (Produto Interno Bruto) no período. Nem na Grande Depressão de 1929, a queda no PIB foi tão grande. Em 1981 e 1983, a recessão também foi forte, mas a queda do PIB não ocorreu em dois anos seguidos, como no caso de Dilma, e o impacto da retração econômica foi amenizado pelo crescimento de 0,83% do PIB em 1982.

Considerada como autora da frase “gasto é vida”, que se tornou alvo de ironias sem fim por parte de seus críticos, Dilma produziu os dois maiores déficits primários (saldos das receitas e despesas do governo, sem o pagamento dos juros da dívida) de quem se tem notícia pelo menos desde o início do governo Collor. No fim de sua gestão, em 2015 e 2016, os rombos chegaram a 1,9% e 2,5% do PIB, respectivamente. Só em 2020, no auge da pandemia, o déficit primário, de 9,8%, do PIB, conforme os dados da Secretaria do Tesouro Nacional e do Banco Central, foi maior.

Ao longo de seu governo, Dilma emprestou quase R$ 500 bilhões do Tesouro para os bancos públicos, especialmente o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), quitados durante a gestão de Paulo Guedes no extinto Ministério da Economia, no governo Bolsonaro. Com o suposto objetivo de alavancar a atividade econômica, que patinava sem dar sinais de reação, os recursos eram captados pelo Tesouro a juros de mercado e transferidos para os bancos públicos, que emprestavam os recursos para as empresas a taxas subsidiadas.

Em 2012, ao “reorganizar” o setor elétrico, que era considerado como sua “especialidade”, na renovação das concessões das usinas hidrelétricas, acabou promovendo um aumento de custo para as empresas do setor da ordem de R$ 198,4 bilhões, segundo cálculos da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), que foi repassado às tarifas e pago pelos consumidores de energia.

Chamada de “mãe do PAC” (Programa de Aceleração de Crescimento), criado em 2007, no segundo governo Lula, com o alegado objetivo de impulsionar a economia com pesados investimentos estatais e repaginado pelo atual governo, o plano deixou dezenas de obras inacabadas pelo País afora. Por sua atuação como coordenadora do PAC na época, Dilma ganhou o apelido de “gerentona”, que recebeu com satisfação.

 

Fonte: Estadão Conteúdo.

Compartilhe

Destaque

Atletas de Santa Rosa são eleitos campeões de torneio internacional de Futsal

Publicado

em

portal plural santa rosa foi mais uma vez muito bem representada internacionalmente no esporte. sete atletas do município da associação noroeste de futsal asr, disputaram no último final de se
Foto: Divulgação/ ASR
NuveraAcademia PersonaFAST AÇAÍtopo humbeto plural

Santa Rosa foi mais uma vez muito bem representada internacionalmente no esporte. Sete atletas do município da Associação Noroeste de Futsal – ASR, disputaram no último final de semana, o 5° ASB Futsal Internacional, na Espanha. A equipe sub-12 trouxe para casa o título de campeã após 7 jogos invictos. Ao todo, 28 times de escolas de futsal e clubes de diversos países, como: Espanha, Itália, Portugal, Inglaterra, França, Brasil, Irlanda, Holanda e Austrália, participaram da competição.

O torneio foi organizado na região da Catalunha na Espanha, nas cidades de Barcelona, Reus e Salou. Na última terça-feira (18), os atletas retornaram para o Brasil e foram recepcionados pelas famílias e torcedores com direito a desfile pelas ruas de Santa Rosa. O prefeito Anderson Mantei e o vice-prefeito Aldemir Ulrich, participaram das boas-vindas e parabenizaram a ASR Futsal pela conquista, “É uma alegria ver jovens atletas representando tão bem a nossa cidade em outros países. Estamos implementando diversas melhorias no esporte, para oferecer mais infraestrutura para os atletas de Santa Rosa. Fica os nossos parabéns e o incentivo para que mais títulos possam ser alcançados”, destacou Anderson.

Além do time conquistar o primeiro lugar na 5ª edição do ASB Internacional de Futsal, a equipe também teve o atleta Guilherme Hamerski reconhecido como melhor goleiro e Solano Walter como artilheiro.

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Vida & Saúde promove programação de aniversário de 89 anos

Publicado

em

portal plural a sexta fvida & saúde promove programação de aniversário de 89 anos
Foto: Divulgação/ HVS
Academia PersonaFAST AÇAÍtopo humbeto pluralNuvera

O Hospital Vida & Saúde celebra 89 anos de história no dia 27 de junho. Para comemorar a data, o Hospital programou uma série de atividades.

No dia em que celebra o aniversário, o Vida & Saúde inicia com um momento de agradecimento e fé, com uma celebração que reunirá diferentes representantes religiosos. O ato é aberto a comunidade e inicia às 08h, na Praça Julia Lima – pátio interno do hospital. Ao longo do dia, atividades na matriz e na Unidade Dom Bosco, serão destinadas aos profissionais do Hospital, como lanche especial e momentos de relaxamento.

Já na manhã do dia 29, o Hospital celebra com a comunidade de Giruá, com a atividade “Unidade São José em Ação”, onde oferecerá ações de saúde como aferição de pressão e testes de glicose, apresentará serviços e disponibilizará espaço para crianças.

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Clima/Tempo

A sexta-feira deve ser marcada por chuvas em todo o Estado

Publicado

em

portal plural a sexta feira deve ser marcada por chuvas em todo o estado
Foto: Divulgação
FAST AÇAÍtopo humbeto pluralAcademia PersonaNuvera

Hoje (21), o Rio Grande do Sul terá chuvas em quase todas as regiões, conforme a previsão meteorológica. Áreas como as Missões, o Sul, a Região Central, o Noroeste, o Norte, a Região Metropolitana, os Vales e a Serra enfrentarão períodos de chuva intensa. Mesmo com o sol aparecendo entre muitas nuvens, espera-se que ocorram pancadas de chuva na Campanha e na Fronteira Oeste.

No segundo dia de inverno, os maiores volumes de chuva são esperados em Vitória das Missões e Unistalda, com previsão de cerca de 40 milímetros, representando até 31% da média histórica de junho para essas regiões. Em Porto Alegre, o acumulado pode chegar a 20 milímetros, aproximadamente 17% do total esperado para o mês.

As temperaturas no estado variarão pouco. As mínimas estão previstas para 10°C em São José dos Ausentes, na Serra, e em Pedras Altas, no Sul. As máximas, por outro lado, alcançarão 28°C em Vicente Dutra e Novo Tiradentes, localizadas no norte do estado. Em Porto Alegre, as temperaturas oscilarão entre 17°C e 21°C.

Os moradores de diversas regiões devem se preparar para um dia de chuva generalizada e monitorar as condições climáticas para quaisquer desdobramentos.

Fonte: O Bairrista

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Compartilhe

[DISPLAY_ULTIMATE_SOCIAL_ICONS]

Trending

×

Entre em contato

×