Isadora Heinrich é localizada viva em cativeiro – Portal Plural
Connect with us

Uncategorized

Isadora Heinrich é localizada viva em cativeiro

Reporter Cidades

Publicado

em



A jovem selbachense Isadora Heinrich, 19 anos, foi encontrada no município de Erval Grande, no norte do estado, fronteira com Santa Catarina. A cidade é pequena, tem pouco mais de 5 mil habitantes, e faz divisa com o Rio Uruguai.

Em áudio, a Delegada Diná Rosa Aroldi agradeceu a confiança no trabalho da Polícia. Ela falou que o local é de difícil acesso, por isso mais informações serão divulgadas em breve.

Polícia Civil já tem três presos pelo sequestro.

Plantão de Jornalismo da Rádio Cidade FM e Jornal O Alto Jacuí de Ibirubá

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Uncategorized

Brasil recebe hoje 1,02 milhão de vacinas do consórcio Covax-Facility

Covax-Facility é uma aliança internacional da OMS

Pável Bauken

Publicado

em

© Reuters/Michael Weber/Imago Imagens/Direitos reservados

O Brasil recebe hoje (21) o primeiro lote de vacinas contra covid-19 provenientes do consórcio Covax-Facility. Serão 1.022.400 doses da da vacina Oxford/AstraZeneca contra a covid-19 que chegarão ao país às 18h. A chegada das vacinas foi confirmada pela representante da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) no Brasil, Socorro Galiano.

Galiano enviou na sexta-feira (19) uma carta endereçada ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. “É com satisfação que informamos que o primeiro embarque, referente a 1.022.400 doses da vacina contra Covid-19, adquiridas através do mecanismo Covax, chegará ao Brasil no dia 21 de março de 2021”, disse ela, na carta.

Na carta ao ministro, a representante da Opas/OMS no Brasil também acrescentou que 90% das doses têm vencimento em 31 de maio de 2021 e as demais 10% em 30 abril de 2021. A Covax-Facility é uma aliança internacional da Organização Mundial de Saúde (OMS) que tem como principal objetivo acelerar o desenvolvimento e a fabricação de vacinas contra a covid-19. Trata-se de um consórcio internacional com o objetivo de garantir acesso igualitário à imunização.

O carregamento integra a primeira remessa da Covax-Facility ao Brasil, que totalizará 9,1 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca, a serem entregues até maio de 2021. De acordo com o contrato de adesão do Brasil à iniciativa, firmado em 25 de setembro de 2020, o país terá acesso a 42,5 milhões de doses de vacinas contra a covid-19.

De acordo com o comunicado do consórcio, a projeção é que sejam enviadas 330 milhões de doses das vacinas da Pfizer/BioNTech e Oxford/AstraZeneca na primeira metade de 2021 para 145 países integrantes da aliança, que reúne mais de 150 nações.

ebc

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Uncategorized

Israel vacina mais de metade da população e retoma economia

Reporter Global

Publicado

em



 

 

Em Israel, o país que mais vacina no mundo – mais de 5 milhões de israelenses vacinados, dos 9 milhões de habitantes – a economia volta a funcionar. Há mais de 15 dias funcionam restaurantes, bares e cafés para portadores do chamado “passe-verde”.

 

Os passes são dados àqueles que já foram vacinados, mais de 50 por cento da população totalmente inoculada contra o coronavírus, ou seja, que receberam as duas doses da vacina.

“Estamos voltando à vida”, declarou o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, enquanto cortava um bolo em um café em Jerusalém, num vídeo postado no Facebook.
A ideia é que economia seja quase totalmente reaberta até o feriado da Páscoa, que começa em 27 de março.

“Só temos que conseguir mais algumas centenas de milhares de pessoas … especialmente os maiores de 50 anos, e terminaremos”, disse Netanyahu num café de Jerusalém.

Israel, que lançou sua campanha de vacinação em dezembro, deu as duas doses recomendadas da vacina Pfizer BioNTech.

Passe-livre

O país lançou o programa de passe verde no mês passado, permitindo que um número controlado de pessoas com vacinação completa e aqueles que se recuperaram da Covid-19 entrem em academias, piscinas e outras instalações.

Os restaurantes retomaram 75 por cento da capacidade, em torno de 100 pessoas e com mesas a dois metros de distância.

Os portadores do passe verde agora também podem tomar uma bebida em um bar – mas ainda não podem bater um papo com um estranho sentado no banquinho ao lado deles. Permanece a regra que exige uma cadeira vazia entre os clientes, a menos que estejam juntos.

Grande parte dos alunos retornou às aulas esta semana, enquanto salas de eventos de hotéis, instalações esportivas e locais de culto também reabriram para portadores do passe verde.

Os israelenses presos no exterior, em meio ao fechamento do aeroporto que durou semanas, estão voltando para casa em números cada vez maiores, nas últimas semanas.

Campanha

Netanyahu que concorre à reeleição, realizou uma campanha de vacinação de peso em Israel.

Enquanto muitos países lutam para garantir o fornecimento de vacinas, o governo de Netanyahu se manteve abastecido graças a um acordo feito com a Pfizer no ano passado para compartilhar dados médicos sobre o impacto do produto.

O primeiro-ministro, no poder desde 2009, disse que deseja que toda a população maior de 16 anos de Israel seja vacinada em breve.

Palestinos

Embora o ritmo de vacinação de Israel permaneça entre os mais rápidos do mundo, o Estado judeu tem enfrentado apelos generalizados, inclusive das Nações Unidas, para garantir vacinas também para palestinos que vivem sob ocupação na Cisjordânia e daqueles em Gaza, bloqueada por Israel.

Em resposta, o governo de Netanyahu anunciou planos para vacinar 100 mil palestinos que trabalham em Israel.

 

FONTE: Só Noticia Boa

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Uncategorized

Bolsonaro anuncia Marcelo Queiroga como novo ministro da Saúde

Médico cardiologista substituirá o general Eduardo Pazuello

Pável Bauken

Publicado

em

© Geraldo Magela/Agência Senado Política

O presidente Jair Bolsonaro anunciou na noite desta segunda-feira (15), nas redes sociais, ter acertado a nomeação do médico Marcelo Queiroga como ministro da Saúde. Os dois se reuniram ao longo da tarde no Palácio do Planalto para discutir a troca no comando da pasta. O anúncio também foi feito pelo presidente durante conversa com apoiadores na porta do Palácio do Alvorada. 

“Foi decidido agora a tarde a indicação do médico Marcelo Queiroga para o Ministério da Saúde. Ele é presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia. A conversa foi excelente, já o conhecia há alguns anos então não é uma pessoa que tomei conhecimento há poucos dias, e tem, no meu entender, tudo para fazer um bom trabalho dando prosseguimento em tudo que Pazuello fez até hoje”, afirmou Bolsonaro na conversa transmitida pelo site Foco do Brasil, mantido por apoiadores do presidente.

– Nesta segunda-feira convidei o atual presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), Marcelo Queiroga, para…

Publicado por Jair Messias Bolsonaro em Segunda-feira, 15 de março de 2021

 

Mais cedo, o ministro Eduardo Pazuello deu uma coletiva de imprensa para atualizar informações sobre o combate à pandemia de covid-19 e confirmou que o presidente mantinha tratativas para a sua substituição na pasta .

A nomeação de Queiroga será publicada na edição de amanhã (16) do Diário Oficial da União e o processo de transição no ministério deve durar entre uma e duas semanas, disse o presidente.

Nas redes sociais, o ministro das Comunicações, Fábio Faria, também comentou a indicação de Queiroga, classificando o Ministério da Saúde como “uma das pastas mais desafiadoras e relevantes” do governo.

Perfil
Marcelo Queiroga é natural de João Pessoal e se formou em medicina pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Ele fez especialização em cardiologia no Hospital Adventista Silvestre, no Rio de Janeiro. Sua área de atuação é em hemodinâmica e cardiologia intervencionista e atualmente Queiroga é presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia.

Com a indicação, Queiroga será o quarto ministro da Saúde desde o começo da pandemia de Covid, há exatamente um ano. Passaram pela pasta, neste período, os médicos Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich, seguido depois pelo general Eduardo Pazuello, do Exército.

O principal desafio do novo ministro será acelerar o processo de vacinação em massa da população. Até agora, o país vacinou cerca de 4,59% da população com a primeira dose de imunizantes, percentual que corresponde a 9,7 milhões de pessoas. O Brasil acumula, até o momento, mais de 279 mil mortes por covid-19.

ebc

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


error: Conteúdo protegido, para ter acesso seja nosso parceiro entre em contato no whats (55) 984161736
×