Acesse aqui
Rádio Web Portal Plural
Violência contra a mulher teve retração pelo terceiro mês consecutivo revertendo o acumulado do ano no RS. – Portal Plural
Connect with us

Segurança

Violência contra a mulher teve retração pelo terceiro mês consecutivo revertendo o acumulado do ano no RS.

Os índices de Feminicídios caem 86% em julho

Reporter Cidades

Publicado

em

Feminicídios caem 86% em julho e revertem acumulado do ano no RS - Foto: SSP / RS


Os índices de Feminicídios caem 86% em julho e reverte o acumulado do ano no Rio Grande do Sul contemplando o terceiro mês consecutivo com a redução no índice. Enquanto julho de 2019 teve 14 mulheres assassinadas por razões de gênero no Estado, o total de vítimas no mês passado caiu 86%, para duas vítimas – o menor número para o mês em toda a série histórica, iniciada em 2012. Com essa retração profunda, a soma de feminicídios em 2020 chegou a 53, dois a menos (-4%) do que os 55 registrados no mesmo período do ano passado, interrompendo a tendência de alta que se verificou no primeiro semestre. Todos os demais indicadores de violência contra a mulher fecharam em baixa, tanto no recorte mensal quanto no acumulado. Os estupros, por exemplo, caíram 33,6% na comparação de julho deste ano, com 95 casos, contra os 143 registrados no mesmo mês em 2019. Em igual leitura, as lesões corporais reduziram de 1.364 para 1.155 (-15,3%), as ameaças, de 2.739 para 2.295 (-16,2%), e as tentativas de feminicídio ficaram estáveis, com 22 casos.

Em comparação com os dados acumulados nos primeiros sete meses em 2019, 2020 mostra que já são quase 3 mil ocorrências de ameaça a menos, passando de 21.952 para 19.200 (-12,5%). Nas lesões corporais, a redução supera 1 mil casos, de 12.056 para 10.876 (-9,8%). A soma de tentativas de feminicídio caiu de 205 para 188 (-8,3%) e o estupros, de 929 para 920 (-1%). Todos os indicadores apresentaram redução justamente no período em que o isolamento passou a ser necessário, ao contrário das expectativas sobre um possível aumento da violência contra a mulher em razão do distanciamento social imposto pela pandemia do Covid-19

Os dados integram os indicadores criminais apresentados na manhã desta quinta-feira (13/8) pelo governador Eduardo Leite e o vice-governador e secretário da Segurança Pública, delegado Ranolfo Vieira Júnior, em videoconferência com as chefias de vinculadas da pasta e jornalistas.

Comitê Interinstitucional de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher

Na última sexta-feira (7/8), quando se completaram 14 anos da Lei Maria da Penha (Lei nº 11.340/2006) foi lançado o Comitê Interinstitucional de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher como principal política pública de proteção às mulheres, integrando um conjunto mais amplo de medidas voltadas ao tema. O Comitê foi instituído por decreto assinado pelo governador Eduardo Leite.

A iniciativa, inserido nas estratégias do Programa RS Seguro, já nasce com uma tarefa estruturada, o Projeto Agregador, que reúne o trabalho dos três Poderes, 16 instituições das esferas municipal e estadual, além de nove secretarias de Estado. O objetivo central é fortalecer a rede de apoio às vítimas e promover entre os gaúchos uma mudança de cultura, que valorize a proteção da mulher na sociedade em todas as suas formas, tendo como premissa a atuação integrada, desde planejamento à execução de ações concretas.

O Projeto Agregador identificou os desafios a serem enfrentados e já propôs o desenvolvimento de 11 subprojetos. Destes, cinco foram priorizados para início imediato. O primeiro foi concretizado com a instituição do Comitê Interinstitucional. Os outros quatro estão voltados para:

1 – Monitoramento do Agressor;

2 – Ações nas Escolas;

3 – Informar, Prevenir e Proteger;

4 – Grupos Reflexivos de Gênero.

Essa nova política de enfrentamento à violência contra mulher assume um compromisso com a efetividade dos objetivos propostos ao estabelecer, desde seu início, um cronograma para preparação e implantação das entregas pactuadas. A maior parte se dará no prazo de um ano, até julho de 2021.

No site da SSP (www.ssp.rs.gov.br) há mais detalhes sobre cada uma das linhas de ação do Projeto Agregador.

Fonte: Ascom SSP/RS

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Plantão 24H

PRF apreende carga de quase 2 milhões de reais de cigarros e prende casal

PRF apreende carga de quase 2 milhões de reais de cigarros e prende casal em Gravataí

Reporter Cidades

Publicado

em



A Polícia Rodoviária Federal apreendeu cerca de 350 mil maços de cigarros paraguaios e prendeu um casal em Gravataí. A ação ocorreu na manhã desta sexta-feira (25), na BR 290 (Freeway).

Durante operação de enfrentamento à criminalidade, agentes da PRF receberam informação do serviço de inteligência para abordar uma carreta emplacada em Caxias do Sul que se dirigia à capital. Na vistoria preliminar da carga, os policiais constataram que o caminhão transportava fardos de feno. Contudo, como a quantidade declarada na nota fiscal não era compatível com o volume transportado, realizaram busca minuciosa no veículo, localizando as caixas de cigarros escondidos na carga de feno.

O motorista, de 51 anos, e a sua companheira, de 24, foram presos. O homem informou aos agentes federais que seria pago para levar a mercadoria até Novo Hamburgo. Eles foram encaminhados para a polícia judiciária federal em Porto Alegre, assim como o veículo e a carga.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Segurança

MPF denuncia cinco investigados na Operação Esquema S

Segundo procuradores, ao menos R$ 151 milhões teriam sido desviados

Reporter Cidades

Publicado

em



O Ministério Público Federal (MPF) no Rio de Janeiro denunciou hoje (25) à Justiça o ex-presidente da Fecomércio Orlando Diniz e mais quatro pessoas pelo crime de lavagem de dinheiro e peculato pelo suposto desvio de recursos de órgãos do Sistema S fluminense. Os fatos são investigados na Operação Esquema S, um desdobramento da Lava Jato no Rio. 

Além de Diniz, delator do suposto esquema, foram denunciados as advogadas Luiza Nagib Eluf, Marcia Zampiron e o advogado Frederick Wassef, além do empresário Marcelo Cazzo. Segundo o MPF, os desvios ocorriam por meio de pagamentos de serviços advocatícios. De acordo com a acusação, R$ 4,6 milhões teriam sido desviados do Sesc, Senac e da Fecomércio. Os fatos teriam ocorrido entre dezembro de 2016 a maio de 2017.

Para os procuradores envolvidos nas investigações, dos R$ 355 milhões gastos a pretexto de serviços advocatícios supostamente prestados à Fecomércio, ao menos R$ 151 milhões teriam sido desviados em esquema que envolveria Diniz e várias bancas de advocacia.

Defesas

A defesa da advogada Luiza Eluf disse que a profissional sempre trabalhou de forma correta e transparente e que recebeu com “absoluta perplexidade” a denúncia feita pelo MPF.

Frederico Wassef disse que não prestou serviços diretos para a Fecomércio e que foi contratado por um renomado escritório de advocacia de São Paulo. Segundo Wassef, “estão criminalizando a advocacia no Brasil”.

“Eu não tenho e nunca tive qualquer relação comercial com a Fecomercio, não fui contratado por eles, não recebi um único centavo desta entidade e jamais negociei com eles”, declarou.

Agência Brasil entrou em contato com os outros denunciados e aguarda retorno.

ebc

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Plantão 24H

4º BPAF Operação Hórus apreensão de drogas em Alecrim

Reporter Cidades

Publicado

em



Na noite de sexta-feira (25/09) Policiais Militares do 4º Batalhão de Polícia de Área de Fronteira da Brigada Militar, atuando juntamente com o BOPE na Operação Hórus, realizaram a apreensão de drogas na localidade de Lageado Tigre, interior de Alecrim.

>>> PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP <<<

Após informações de que um indivíduo estava realizando uma negociação de drogas, em um porto clandestino ás margens do rio Uruguai, os policiais tentaram fazer a abordagem, mas o homem fugiu para a mata.

No local o indivíduo abandonou um saco com 10 tabletes de maconha total de 10 Kg. O material foi apreendido e encaminhado a Delegacia de Polícia para o registro.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

© 2020 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×