Vinho tinto: o vilão das dores de cabeça?
Connect with us

Curiosidades

Vinho tinto: o vilão das dores de cabeça?

Publicado

em

portal plural vinho tinto


Estudo mostra que a quercetina, substância presente na bebida, pode interferir no metabolismo adequado do álcool; mais testes serão necessários para comprovar hipótese

 

Algumas pessoas que bebem vinho tinto, mesmo em pequenas quantidades, sentem uma dor de cabeça, que aparece entre meia hora e três horas depois de consumir uma taça. Durante décadas, a ciência tenta descobrir o motivo. Agora, segundo estudo publicado nesta segunda-feira, 20, na revista Scientific Reports, liderados por cientistas da Universidade de Califórnia (EUA) em Davis, uma substância natural do próprio vinho vermelho pode ser a culpada.

Os pesquisadores fizeram um estudo, inclusive com participação de voluntários que não têm dor de cabeça ao ingerir pequenas quantidades de outras bebidas alcoólicas. A conclusão foi de que a quercetina, um flavonoide presente no vinho tinto, podia interferir no metabolismo adequado do álcool e causar dor de cabeça.

A quercetina, encontrada em todos os tipos de frutas e vegetais, incluindo uvas, é um antioxidante saudável. A quantidade da substância nas uvas depende da exposição dessas frutas ao sol. A quercetina também pode ser vendida como suplemento. Mas quando metabolizado com o álcool, pode causar problemas.

“Quando entra na corrente sanguínea, o corpo o converte em uma forma diferente, chamada glicuronídeo de quercetina”, diz o químico Andrew Waterhouse, um dos autores e professor emérito da Universidade da Califórnia em Davis.

Como resultado, as pessoas podem acumular acetaldeído, uma toxina irritante e inflamatória que, “em níveis elevados, pode causar rubor facial, dor de cabeça e náusea”, explica a autora principal Apramita Devi, pesquisadora pós-doutorado na UC Davis.

O medicamento dissulfiram, prescrito para dependentes de álcool para impedi-los de beber,causa os mesmos sintomas porque, segundo Waterhouse. A droga também faz com que a toxina se acumule no organismo quando normalmente uma enzima no corpo seria responsável por decompô-lo.

Cerca de 40% da população do Leste Asiático também possui uma enzima que não funciona muito bem, prejudicando o metabolismo da substância.

Acreditamos que quando pessoas suscetíveis consomem vinho, mesmo com quantidades modestas de quercetina, sofrem de dores de cabeça, especialmente se sofrem de enxaquecas ou outras condições de saúde primárias”, diz o co-autor Morris Levin, do Universidade da Califórnia, São Francisco.

“Acreditamos que finalmente estamos no caminho certo para explicar isso mistério antigo. O próximo passo será testá-lo cientificamente em pessoas que desenvolve essas dores de cabeça”, conclui.

 

Fonte: Estadão

Compartilhe

Curiosidades

Com valor de mercado de R$ 2,7 milhões, égua é leiloada em Uruguaiana

Publicado

em

portal plural Égua 2,7 milhões
Foto: JG Martini/Divulgação

Mais um recorde foi quebrado pela raça crioula neste final de semana. Foi no chamado leilão GAP – Remate dos Sonhos, ocorrido no sábado (2), na Estância São Pedro, em Uruguaiana, na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul.

Entre os 63 lotes de animais negociados, o destaque da comercialização ficou por conta da venda de 50% da potranca GAP Quebra Luz pelo valor de R$ 1,35 milhão.

Segundo a empresa de leilões Trajano Silva, a venda ultrapassa o recorde anterior do maior preço de uma fêmea da raça vendida em recinto, que havia sido no início do ano com a Divindad 42 Nombrado, negociada a R$ 1,25 milhão.

Assim, a égua passa a ter um valor de mercado estimado em R$ 2,7 milhões.

 

Fonte: Giovani Grizotti/RBS TV.

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Curiosidades

Mulher é demitida após usar cartão de empresa para pagar viagem em MG

Publicado

em

portal plural empregada demitida


A Justiça do Trabalho manteve a demissão por justa causa de uma trabalhadora que usou o cartão da empresa para custear uma viagem pessoal. O processo aponta que a mulher teria reservado a suíte master de um hotel em Varginha, no Sul de Minas, em fevereiro de 2022. A decisão da 20ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte foi publicada nesta terça-feira (28 de novembro).

Conforme a Justiça, a ex-empregada entrou com processo contra a empresa alegando que foi injustamente dispensada e pediu a reversão da justa causa, além do pagamento das verbas rescisórias decorrentes e indenização por danos morais.

Durante a ação foi identificado que a trabalhadora era a responsável pelo agendamento de reserva em hotéis para os demais empregados da empregadora, que é uma empresa do ramo de distribuição de materiais cirúrgicos hospitalares. No entanto, ela realizou o agendamento e hospedou-se em um hotel, no município de Varginha, com outro ex-funcionário, “sem que estivesse, no momento, em qualquer atividade profissional”.

Para a juíza Circe Oliveira Almeida Bretz, as conversas extraídas do celular corporativo fornecido à autora provaram a conduta reprovável. Segundo a julgadora, e-mails também confirmaram que, no dia 26 de fevereiro de 2022, a mulher fez a reserva de uma suíte máster para os dias 2 e 3 de março daquele ano.

Já o extrato do cartão corporativo do colega de trabalho apontou que as despesas com hospedagem e consumo, no total de R$ 634,50, conforme notas fiscais, foram quitadas pela empresa. “Ela solicitou a emissão de nota fiscal em benefício da empresa, tendo ainda requerido que os nomes dos hóspedes não constassem da nota”. Segundo a magistrada, em resposta à notificação extrajudicial, o hotel confirmou que a nota emitida se refere à hospedagem de duas pessoas, com uma delas registrada no documento.

Para a juíza, ficou evidente que a ex-empregada utilizou a confiança inerente às funções desempenhadas para realizar a viagem custeada pela empresa, sem qualquer razão profissional. A magistrada considerou válida a dispensa por justa causa, ficando repelidas todas as alegações da ex-empregada em sentido contrário.

Por maioria de votos, os julgadores da Oitava Turma do TRT-MG confirmaram a sentença. Não cabe mais recurso da decisão. Os depósitos referentes aos créditos remanescentes da trabalhadora já foram liberados.

 

Fonte: Direito News.

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Curiosidades

Oportunidade única: Empresa procura casal para cuidar de ilha no Caribe com salário de R$ 82 mil por mês

Publicado

em

Empresa busca casal para tomar conta de ilha no caribe por r$ 82 mil ao mês; veja requisitos


Nas encantadoras Ilhas Virgens Britânicas, uma oportunidade única surge, prometendo transformar o sonho de habitar uma ilha caribenha quase desabitada em realidade.

Um misterioso bilionário, proprietário de uma ilha privativa exclusiva, está em busca de um casal para assumir a responsabilidade pelo meticuloso cuidado desse pequeno paraíso. A identidade do novo dono permaneça envolta em mistério, alimentando especulações acaloradas

Um anúncio divulgado pela agência especializada em recrutamento de pessoal doméstico privado, Fairfax e Kensington, revela que o cargo oferece uma remuneração atraente de 160 mil libras esterlinas por ano (equivalente a R$ 987 mil, ou mais de R$ 82 mil mensais), indo além das responsabilidades convencionais de cuidado. O trabalho abrange desde a manutenção rigorosa da propriedade até a promoção ativa, visando atrair turismo de luxo exclusivo.

Os requisitos para os aspirantes ao cargo incluem uma sólida experiência, preferencialmente na área de hotelaria de luxo, habilidades de gerenciamento de equipe, conhecimento detalhado de atendimento ao hóspede e administração doméstica, capacidade de apresentação diante das câmeras com excelentes habilidades de comunicação, e experiência anterior de trabalho na região do Caribe.

O processo de candidatura requer não apenas a apresentação do currículo, mas também a criação de um vídeo de TikTok com duração máxima de dois minutos, utilizando as hashtags específicas mencionadas na oferta de emprego.

A convocação pode ser encontrada na conta do Instagram @fairfaxandkensington ou no site da empresa. Além do salário atrativo, o contratante se compromete a cobrir despesas de ida e volta ao local, bem como despesas com alimentação e hospedagem.

Fonte: O Globo

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Compartilhe

[DISPLAY_ULTIMATE_SOCIAL_ICONS]

Trending

×

Entre em contato

×