Vereadores denunciam à Comissão de Educação fechamento de escolas e remanejamento de alunos – Portal Plural
Connect with us

Destaque

Vereadores denunciam à Comissão de Educação fechamento de escolas e remanejamento de alunos

Pável Bauken

Publicado

em



 

O presidente da Comissão de Segurança e Serviços Públicos do Legislativo (CSSP), deputado estadual Jeferson Fernandes (PT) acompanhou os vereadores Dado Silva (PT), Márcia Carvalho (PT) e Sônia Conti (PCdoB), de Santa Rosa, em reunião com a presidente da Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia, deputada Sofia Cavedon (PT). O encontro, que ocorreu na manhã desta quarta-feira (16), foi articulado por Jeferson para denunciar o fechamento e o remanejamento de alunos de escolas de comunidades distantes naquele município, sem consulta à comunidade e sem preservar os interesses das crianças envolvidas. O parlamentar já havia feito a denúncia via redes sociais na semana passada, com grande repercussão. “É um absurdo o governo do estado fazer economia prejudicando a vida das pessoas. São crianças, muitas de baixa renda, que iam a pé para a escola e passarão a usar transporte coletivo para ir para uma comunidade mais distante. Isso gera uma série de problemas, inclusive risco de violência”, adiantou Jeferson.

Os vereadores narraram o caso da Escola Estadual de Ensino Fundamental Mercedes Motta, no centro do município, da qual a Coordenadoria Regional de Educação pretende retirar alunos do 6º ao 9º ano do ensino fundamental para inseri-los na Escola Estadual de Ensino Fundamental Tiradentes, no bairro Planalto. De lá, então, estudantes do 1º ao 5º ano do ensino fundamental seriam remanejados para a Escola Mercedes Motta. “A escola Mercedes Motta oferece turno integral para crianças de várias partes de Santa Rosa, inclusive muitos filhos de apenados. Vamos tirar crianças pequenas do bairro e deslocar para o centro e tirar crianças do centro e deslocar para o bairro sem entender as necessidades deles e de suas famílias”, alertou Dado.

Sônia Conti lembrou da situação da Escola Estadual de Educação Básica Cruzeiro, que fica no bairro de mesmo nome. À comunidade escolar local, a coordenadoria regional teria determinado escolher entre manter o Ensino de Jovens e Adultos (EJA) noturno ou o Ensino Médio. “O argumento do governo é de que há muita reprovação. Mas o fato é que tem demanda de alunos para ambos. É um bairro de trabalhadores. São 20 mil pessoas no bairro Cruzeiro”, destacou a vereadora Sônia. Além disso, como lembrou a vereadora Márcia, há o impacto nas escolas que terão de receber os estudantes remanejados. “Muitas já estão com turmas lotadas, algumas até com filas de espera. Como irão absorver esta demanda? Isso desorganiza não só a vida destas famílias, a rotina dos alunos, mas a organização pedagógica”, reforçou.

Jeferson chegou a entrar em contato com a promotoria de Justiça responsável pelo setor educacional na região. “Conversei por mensagens com o promotor, que atua em Santo Ângelo. Ele se mostrou surpreso com o remanejo de crianças e se ofereceu para ir a Santa Rosa acompanhar a situação”, contou o deputado.

A presidente da Comissão de Educação disse acompanhar situações semelhantes na região das Missões. Ela contou que a CECDCT, inclusive, irá promover audiência pública sobre o tema em São Luiz Gonzaga. “Penso que, na sequência de São Luiz, podemos fazer diligência ou mesmo uma audiência em Santa Rosa para tratar desta questão. É um absurdo o que está acontecendo”, assinalou a deputada Sofia. ‘’

Por fim, o grupo entregou à deputada documentos contendo informações das escolas relacionadas e das providências determinadas pelas Coordenadoria.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Frio extremo traz forte geada ao RS nesta quarta-feira

Portal Plural News HZ

Publicado

em



 A geada que já apareceu em pontos da Serra na semana passada, deve se repetir em todo o Estado nesta quarta-feta

No amanhecer desta quarta-feira, o frio atingirá  seu máximo de intensidade no inverno de 2020 até o momento no Estado. A grande maioria das cidades deverá registrar suas menores marcas no ano, com forte geada esperada em boa parte do território gaúcho.

De acordo com a MetSul Meteorologia, áreas de baixada nos Aparados da Serra podem ter mínimas de até -8°C. No início do dia, quase todo o Estado deve ter mínimas negativas.

Em Porto Alegre, sol predomina. No entanto, a mínima deve ser de 0°C, e a máxima não deve ultrapassar os 15°C.

Mínimas e máximas no RS

São José dos Ausentes -7°C / 14°C
Vacaria -6°C / 16°C
Santa Rosa – 4°C / 20°C
Passo Fundo -2°C / 18°C
Santa Cruz -1°C / 16°C
Torres 1°C / 15°C

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Brigada Militar de Horizontina Apreende 14 pedras de crack após abordagem

Portal Plural News HZ

Publicado

em



Durante patrulhamento ostensivo na Avenida Engenheiro Jorge A D Logemann Horizontina, por volta de 20:30 horas, uma Guarnição da Brigada Militar visualizou um homem em via publica, em atitude suspeita. Diante da suspeita a guarnição efetuou a abordagem e identificação do Homem e localizou com o mesmo 14 pedras de Crack, escondidas no bolso do casaco e na boca. Diante do fato foi dado voz de prisão ao indivíduo. Logo após a ocorrência foi registrada e a droga apreendida.
BRIGADA MILITAR – Proteger a sociedade, contribuindo para a qualidade de vida e desenvolvimento no Rio Grande do Sul.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Brigada Militar de Horizontina faz apreensão de vinhos argentinos sem procedência

Portal Plural News HZ

Publicado

em



No início da tarde desta terça-feira (14/07/2020) uma guarnição da Brigada Militar de Horizontina abordou um veículo emplacado na cidade de Porto Alegre, e após inspeção no veículo localizaram em seu interior 105 unidades de vinhos de origem estrangeira, que estavam sendo transportados, sem nota fiscal de importação em um automóvel que era conduzido por um homem e um caroneiro. A abordagem ocorreu no centro da cidade de Horizontina, após o veículo sair da área de fronteira com a República da Argentina tendo carregado as mercadorias no interior da cidade de Tiradentes do Sul. Os produtos tinham destino a Capital do Estado. O condutor respondera ao crime de descaminho, ficando a mercadoria e o veículo apreendidos conforme procedimentos da Receita Federal do Brasil.
BRIGADA MILITAR – Proteger a sociedade, contribuindo para a qualidade de vida e desenvolvimento no Rio Grande do Sul.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

×