Vereador de Roca Sales cobra ''serviço de gente branca'' em sessão da Câmara e depois pede desculpas
Connect with us

Geral

Vereador de Roca Sales cobra ”serviço de gente branca” em sessão da Câmara e depois pede desculpas

Publicado

em

portal plural copa cabana assaltos (1)
Foto: Reprodução.

15 topo humberto pluralFAST AÇAÍAcademia PersonaNuverabanner plano0 gold

O vereador Antônio Valesan (PTB), durante sessão da Câmara de Roca Sales, na noite de segunda-feira (4), acabou se valendo uma expressão de cunho racista ao cobrar uma empresa terceirizada por problemas decorrentes das enchentes que atingiram a cidade entre setembro e novembro. “Pegari” como é conhecido no município, apontou o descaso no recolhimento de entulhos e afirmou que iria embargar as atividades da empresa responsável pelo serviço “se isso continuar e não tiver um trabalho de gente branca”.

— Temos que respeitar a natureza e não podemos ficar fazendo essas coisas. Então, eu gostaria muito de pedir a atenção dos secretários de Roca Sales para não prejudicar o meio ambiente. A parte dessa documentação está na promotoria do município e se isso continuar, e não tiver um trabalho de gente branca, que sabe fazer esses trabalhos, com técnicos, nós vamos embargar aquilo lá — disse o vereador.

Procurado pela Rádio Gaúcha, Valesan disse que reconhece o erro e pediu desculpa pelo discurso de cunho racista, que chamou de insensato. Ele alegou ser contra racismo e ainda apontou que votou no atual presidente da Câmara de Vereadores, Paulo Gonçalves (MDB), que é negro, para presidir o legislativo.

— Eu sou totalmente contra o racismo e inclusive eu votei no primeiro presidente negro da Câmara de Roca Sales. Estava de cabeça quente, por conta da quantidade de escândalos que estão fazendo com o meio ambiente aqui de Roca Sales. Gastaram R$ 400 mil nas obras e eu fui cobrar, mas não quis atacar as classes. O pessoal só dizia mentiras e agi com insensatez — afirmou.

Antônio Valesan já foi prefeito de Roca Sales, em 2011. A reportagem tenta contato com o atual presidente do Legislativo do município para saber se há possibilidade de a Câmara avançar em um eventual processo de cassação do parlamentar.

 

Confira a nota do vereador

CARTA ABERTA À COMUNIDADE

Palavras ditas não podem ser apagadas, mas quando equivocadas, precisam ser retratadas publicamente e urgentemente, com humildade em reconhecimento ao erro.

Em respeito à comunidade de Roca Sales e a reputação da minha vida, peço perdão em virtude do discurso insensato dito na tribuna da Câmara de Vereadores. Não há nenhuma justificativa que isente esse absurdo.

Que todo ato de preconceito se transforme em letramento para que erros dessa natureza jamais se repitam. Esse é o meu desejo e também passa a ser a minha luta na Casa do Povo.

Publicamente, perdão.

Vereador Pegari

 

Fonte: GZH

Compartilhe

Esportes

Ex-segurança de Schumacher exigia R$ 81 milhões para não divulgar fotos e histórico médico

Publicado

em

portal plural ex segurança de schumacher exigia r$ 81 milhões para não divulgar fotos e histórico médico
Crédito: Alexander Hassenstein/Bongarts/Getty Images
FAST AÇAÍbanner plano0 goldAcademia PersonaNuvera15 topo humberto plural

Um ex-segurança de Michael Schumacher tentou extorquir a família do heptacampeão de Fórmula 1, ameaçando vazar fotos e o histórico médico do ex-piloto, que não é visto em público desde dezembro de 2013, após sofrer uma grave lesão cerebral em um acidente de esqui nos Alpes Franceses.

Segundo o diário alemão Bild, um homem identificado como Markus F., de 52 anos, exigiu 15 milhões de euros (cerca de R$ 81 milhões) da família de Schumacher para não divulgar o material. De acordo com documentos da investigação acessados pelo jornal, Markus tinha aproximadamente 1.500 arquivos da vida privada do ex-piloto. Ele trabalhou como segurança da família por pelo menos cinco anos e foi dispensado em 2021.

Markus F., dono de uma empresa de consultoria em TI (Tecnologia da Informação), estava endividado e buscava se recuperar financeiramente aplicando o golpe na família de Michael Schumacher. Para isso, ele contratou um colega segurança, Yilmaz T., de 53 anos, que foi responsável por contatar a família com a ameaça.

Yilmaz foi preso pela polícia alemã junto com seu filho Daniel, de 30 anos. Durante o depoimento, Yilmaz revelou o envolvimento de Markus F., o mentor do golpe. Daniel foi liberado na última segunda-feira (8) após pagar uma fiança de 10 mil euros (aproximadamente R$ 59 mil). Markus e Yilmaz permanecem sob custódia das autoridades alemãs.

Fonte: CNN Brasil
Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Câmara analisa projeto para conceder meia-entrada a alunos de cursinhos e escolas de idiomas

Publicado

em

portal plural alunos de cursinhos e de escolas de idiomas também poderão ter meia entrada; câmara analisa
Foto:Getty Images
15 topo humberto pluralAcademia PersonaFAST AÇAÍNuverabanner plano0 gold

Na Câmara dos Deputados, está em análise um projeto de lei que propõe modificações no Estatuto da Juventude, visando ampliar o benefício da meia-entrada para inscritos em cursos de idiomas e cursos preparatórios para concursos públicos, Enem e outros vestibulares. Atualmente, o desconto em eventos culturais e esportivos é concedido a estudantes, idosos, pessoas com deficiência e jovens carentes entre 15 e 29 anos.

O deputado Túlio Gadêlha (Rede-PE), autor da proposta, destacou nas redes sociais que mais de 5 milhões de pessoas se inscreveram para o Enem 2024, ressaltando a necessidade de garantir o acesso à cultura para essa categoria de estudantes, que abre mão de diversas atividades durante os estudos.

O projeto seguirá em tramitação em caráter conclusivo, passando pelas comissões de Educação, Cultura e Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, antes de ser avaliado pelo Senado.

Fonte: CNN Brasil

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Conselho Nacional veta internação de menores em comunidades terapêuticas

Publicado

em

portal plural o conselho nacional dos direitos da criança e do adolescente divulgou uma resolução nesta sexta feira (12), proibindo a internação de crianças e adolescentes em comunidades terapêu
Foto: Divulgação
15 topo humberto pluralbanner plano0 goldFAST AÇAÍAcademia PersonaNuvera

O Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente divulgou uma resolução nesta sexta-feira (12), proibindo a internação de crianças e adolescentes em comunidades terapêuticas. Este conselho, vinculado ao Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania, tomou essa medida considerando denúncias de violações graves nessas instituições, como trabalho forçado, uso de contenções físicas e casos de intolerância.

A partir de agora, apenas adultos poderão ser admitidos nessas entidades privadas sem fins lucrativos, que historicamente acolheram pessoas com transtornos decorrentes do uso ou dependência de drogas. A resolução destaca que a internação de menores em comunidades terapêuticas constitui uma privação de liberdade, infringindo seus direitos fundamentais à liberdade, participação e convivência familiar, além de violar as proteções previstas na Constituição.

O conselho recomendou que, em situações de atendimento de urgência e emergência, o acolhimento seja preferencialmente realizado em Centros de Atenção Psicossocial (Caps), hospitais ou em Unidades de Acolhimento Infanto-juvenil de Saúde (Uais). O Executivo deverá identificar todas as crianças e adolescentes atualmente internados nessas comunidades terapêuticas e elaborar um plano para encaminhá-los a serviços adequados de atendimento.

Fonte: G1

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Compartilhe

[DISPLAY_ULTIMATE_SOCIAL_ICONS]

Trending

×

Entre em contato

×