Veja as dicas da OMS para se proteger do novo coronavírus – Portal Plural
Connect with us

Destaque

Veja as dicas da OMS para se proteger do novo coronavírus

Publicado

em

© Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil


A Organização Mundial da Saúde (OMS) está trabalhando com especialistas para expandir o conhecimento médico sobre o novo coronavírus. Dados sobre a transmissão, recuperações e óbitos são importantes para conhecer melhor a doença e a proporção da epidemia.

Com a confirmação do primeiro caso de coronavírus no Brasil, a Agência Brasil preparou um guia de medidas básicas para evitar o contágio e a disseminação dos vírus que atacam o sistema respiratório, em especial o coronavírus. As informações são da OMS.

Confira:

Higienize as mãos

Lave suas mãos frequentemente com água e sabão ou com uma solução de álcool em gel.

Por quê?  Esfregar as mãos ajuda a eliminar traços do vírus que podem estar presentes em lugares de uso comum.

Mantenha distância social

Mantenha pelo menos um metro de distância de pessoas que apresentam tosse ou espirros constantes.

Por quê? A tosse e o espirro propagam pequenas gotas de secreção e saliva que podem conter vírus. Com a proximidade, a chance de respirar ou ter contato essas gotículas aumenta.

Evite tocar os olhos, o nariz e a boca

Evite coçar, esfregar ou ter qualquer tipo de contato com as mucosas. Essas áreas têm contato direto com a corrente sanguínea e são mais sensíveis à presença de agentes de contaminação

Por quê? As mãos estão em contato constante com superfícies que podem ser vetores de transmissão de vírus e bactérias. Mantê-las longe das mucosas diminui a chance de ficar doente.

Pratique higiene respiratória

Tenha boas práticas de higiene respiratória. Isso significa cobrir a boca e o nariz com o braço curvado ou com um lenço de tecido ou papel ao tossir e espirrar. Descarte ou higienize o material usado imediatamente.

Por quê? Gotículas de saliva e secreção são vetores do Covid-19. Evitar que outras pessoas entrem em contato com saliva contaminada evita não apenas o coronavírus, mas uma série de doenças respiratórias.

Em caso de febre ou dificuldade respiratória, busque ajuda médica rapidamente

Não saia de casa se estiver com febre. Se os sintomas persistirem e caso haja dificuldade respiratória, busque atenção especializada imediatamente.

Por quê? Apesar de serem sintomas comuns, uma ação rápida pode evitar problemas mais sérios e o desenvolvimento de sintomas mais graves de infecções respiratórias.

Uso de máscaras

Pessoas saudáveis, sem sintomas como febre, tosse ou espirros não precisam usar máscaras

Por quê? Apenas profissionais de saúde e pessoas que apresentem sintomas parecidos com os do novo coronavírus precisam usar máscaras. A função das máscaras é conter a propagação do vírus em quem já está infectado. A OMS recomenda o uso racional das máscaras.

Fique bem informado e siga os procedimentos do Ministério da Saúde

Por quê? Autoridades nacionais e locais têm a informação mais atualizada sobre a situação de saúde na sua área. Tomar atitudes preventivamente ajuda o sistema de saúde a distribuir e compreender de maneira ágil a disseminação de qualquer doença.

ebc

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Sindicato dos Servidores impetra mandado de segurança para garantir recomposição salarial

Publicado

em



por Gerson Rodrigues

A direção do Sindicato dos Servidores Municipais de Santa Rosa não se conformou com o fato do governo municipal não recompor o salário do funcionalismo neste ano de 2021.

No último dia 06 de julho, impetrou mandado de segurança e pedido de antecipação de tutela contra a decisão do governo municipal. A alegação considera que a revisão anual representa a recomposição das perdas inflacionárias ocorrida em razão da desvalorização do poder aquisitivo do funcionalismo. Destaca ainda, que não se trata de aumento ou reajuste de salários, e sim, recomposição.

A administração municipal por sua vez, justifica a decisão baseada na Lei Complementar 173/2020, que criou o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus que vedou até o fim de 2021 a concessão de vantagem, aumento, reajuste ou adequação de remuneração a membros de poder ou órgão, servidores e empregados públicos e militares. A exceção é para casos de sentença judicial transitada em julgado ou de determinação legal anterior à calamidade pública.

O Sindicato aponta que diversos municípios concederam a recomposição salarial, entre eles destacam-se as administrações de Santo Ângelo, Santo Cristo, Campina das Missões, Erechim e Passo Fundo, que demonstraram respeito e sensibilidade aos anseios do funcionalismo público e suas respectivas famílias. A recomposição pleiteada é de 5,94%, índice baseado no INPC de abril/2020 até março/2021. Além disso, a lei municipal que regulamenta a reposição da inflação é anterior à edição da Lei 173/2020.

Em 12 meses ‐ comparando o custo em abril de 2020 e abril deste ano ‐, o preço do conjunto de alimentos básicos subiu em quase todas as capitais. As maiores taxas foram observadas em Brasília (24,65%), Florianópolis (21,14%), Porto Alegre (18,80%) e em Campo Grande (18,27%).

O DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) estimou que o salário mínimo necessário deveria ser equivalente a R$ 5.330,69, valor que corresponde a 4,85 vezes o piso nacional vigente, de R$ 1.100,00. O cálculo é feito levando em consideração uma família de quatro pessoas, com dois adultos e duas crianças.

Jonas Fusiger, presidente da entidade, ressalta que ocorreram reuniões entre o sindicato e a administração municipal sem que houvesse convergência sobre o tema.

– Nos restou ir à Justiça buscar os nossos direitos em uma situação de extrema pressão inflacionária, com os preços dos alimentos nas alturas e os salários defasados. Acreditamos no Poder Judiciário – concluiu.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Luciano Hang visita obras da Havan em Santa Rosa

Empreendimento deverá estar pronto antes do Natal e vai gerar 150 empregos diretos na cidade.

Publicado

em



Nessa quarta-feira o empresário Luciano Hang esteve em Santa Rosa, visitando as obras na Havan na cidade, o empreendimento deverá estar pronto antes do Natal e vai gerar 150 empregos diretos na cidade.

A loja em Santa Rosa o consumidor regional encontrará mais de 300 mil itens à disposição, com os mesmos preços das demais lojas da rede espalhadas pelo país. A réplica da estátua da Liberdade, símbolo da Havan, com cerca de 35 metros de altura, deverá ser instalada na loja de Santa Rosa em 2022.

Atualmente são 11 obras em andamento no país, e que a previsão é de que as cinco em solo gaúcho sejam inauguradas em 2021, marcando assim os 35 anos de fundação da Havan, criada por seu irmão, Luciano Hang, em Brusque (SC). Na época, a loja estava estabelecida em um espaço de 45m², focada na confecção de tecidos. Hoje são 160 lojas em 18 estados e no Distrito Federal, gerando 21 mil empregos diretos.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Goleiro Danilo sorteia camisa da Seleção Brasileira em benefício ao Vida & Saúde

Publicado

em



Uma história de títulos e conquistas ganhou um novo capítulo na última semana, quando o goleiro Danilo Kruger esteve no Hospital Vida & Saúde. Com uma vida dedicada ao esporte, passando pela Seleção Brasileira, o Goleiro promoveu uma ação voltada a solidariedade e carinho com o Hospital.

Recentemente, Danilo promoveu o sorteio de uma camisa oficial e autografada da Seleção Brasileira através de uma rifa, com renda revertida ao Vida & Saúde. “Conversando com minha esposa, pensamos de que forma poderíamos ajudar o Hospital, e então surgiu a ideia da rifa”, contou. A proposta rapidamente se espalhou, arrecadando mais de R$ 7 mil.

A médica Débora Tomazoni foi a ganhadora e recebeu o prêmio das mãos do goleiro, na Praça Júlia Lima – localizado no pátio da Instituição, acompanhada pela Direção do Hospital. Emocionado, o Goleiro fez menção ao simbolismo e importância da iniciativa, tratada como um ato de carinho ao Hospital em que nasceu, e de demonstração de amor, já que a camisa representa o seu momento de maior sucesso na carreira.

“Nós agradecemos imensamente o carinho com a nossa Instituição. O Hospital Vida & Saúde é de todos e ver este gesto de amor nos emociona. Saiba que ações voluntárias são sempre muito bem-vindas e tenha a certeza que o valor arrecadado fará sim a diferença”, ressaltou a diretora-geral Vanderli de Barros ao Goleiro.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Powered by WhatsApp Chat

×