Um beijo após cinco tiros: por que uma vítima de agressão perdoou o homem que tentou matá-la – Portal Plural
Connect with us

Destaque

Um beijo após cinco tiros: por que uma vítima de agressão perdoou o homem que tentou matá-la

Ciclo da violência e cultura que ensina mulheres a sonharem com casamento e homens a serem agressivos colaboram para relações abusivas

Publicado

em

Mulher pediu para beijar o namorado durante julgamento por tentativa de feminicídio | Divulgação / Álvaro Pegoraro


Sem contexto, a fotografia parece retratar o final feliz de um filme clichê norte-americano, no qual um casal se beija apaixonadamente. Mas a guarda sentada ao fundo, com uniforme da Polícia Penal, denuncia a realidade: no Tribunal do Júri de Venâncio Aires, uma mulher beija o homem que acaba de ser condenado a cinco anos de prisão por tentativa de feminicídio, após disparar sete tiros contra a então namorada e acertar cinco. A imagem, publicada na segunda-feira (29) em GaúchaZH, subverte as expectativas.

Apesar de soar absurda, a história do casal é comum em tribunais e delegacias, afirmam especialistas consultados por GZH. Desta vez, o casal discutiu em uma praça, na presença de amigos. Após sair do local e buscar um revólver, o namorado voltou e disparou sete vezes contra a companheira, que foi para o hospital. Enquanto ele estava preso, a mulher solicitou medida protetiva – depois, voltou atrás e pediu autorização para visitá-lo na prisão, porém a Justiça negou.

A volta da vítima a seu algoz não ocorre por mera ignorância ou gosto por apanhar: é fruto de um histórico de agressões do dia a dia em que o homem culpa a companheira por “perder a paciência” e a mulher naturaliza a violência. Ambos ficam presos em um looping do qual é difícil sair. Na psicologia, isso recebe o nome de “ciclo da violência” e é dividido em três fases: aumento da tensão (quando o homem apresenta comportamento instável), explosão (agressão de fato) e lua de mel (quando ele se arrepende e passa a se comportar bem por um tempo). Após o período estável, o ciclo volta à primeira etapa.

— Não há violência física sem antes ter havido violência psicológica. Quanto mais grave a violência física, mais antiga é a violência psicológica instalada. Isso prepara um terreno e despedaça a vítima, transforma ela em um nada a ponto de fazê-la acreditar que não vale nada sem o homem e que é preciso fazer tudo para tê-lo a seu lado — explica a promotora Ivana Battaglin, acostumada a lidar com esse tipo de caso na Promotoria de Justiça Especializada de Combate à Violência Doméstica de Porto Alegre.

A mulher tem dificuldades em libertar-se também porque nossa cultura ensina que é preciso sempre manter a família unida ou que mulheres têm mais valor se forem casadas, destaca a psicóloga Júlia Zamora, doutoranda na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) e integrante do grupo de pesquisa Violência, Vulnerabilidade e Intervenções Clínicas.

— Em atendimentos de mulheres que sofreram violência, é comum elas relatarem ter ouvido que não seriam ninguém se fossem divorciadas, ou que os filhos serão prejudicados. E estamos em 2020. Quando o parceiro muda para melhor, é uma mudança temporária e, quando o ciclo da violência recomeça, é mais violento. Temos que considerar que a pessoa que foi violenta é importante para a mulher. Pode ter raiva e ódio, mas também amor, o que dificulta ver a situação de dentro — pontua.

Para o psicanalista e escritor Mario Corso, a fotografia ilustra a crença exagerada na força do amor, visto como potente o bastante para vencer qualquer barreira.

— Muitas mulheres não saem de relacionamentos abusivos e agressivos porque acreditam que o amor resolve todos os problemas, inclusive a loucura. Mas não: às vezes, as diferenças são intransponíveis. Que ferida narcísica ele levou a ponto de se sentir autorizado a tirar a vida de outra pessoa? Ele acertou cinco tiros, não é assassino por um detalhe. E ela acha que vai curar essa pessoa. Isso é esperar demais do amor — reflete Corso.

O psicanalista destaca, também, a indignação que a imagem causa: ao ver a mulher agredida trocando afeto com o agressor, nós, espectadores, nos sentimos usados.

— As pessoas se sentem palhaças ao ver Chapeuzinho Vermelho dando um beijo no lobo mau. A Justiça gastou dinheiro, a polícia gastou dinheiro, o hospital gastou dinheiro, a família e os amigos se dedicaram… Todo mundo investe em cuidar dela e ela não se cuida. Essa é a nossa revolta. Ela vai cuidar do agressor, que bagunçou a vida dela e de todo mundo.

Ele, o agressor, também diz muito de nossa cultura: em uma sociedade na qual homens aprendem que não podem ser sensíveis, a indignação não consegue ser comunicada em palavras e se dá, portanto, pela violência, reflete Maria Ângela Bulhões, psicóloga do ambulatório Melanie Klein, do Hospital Psiquiátrico de São Pedro, e membro da Associação Psicanalítica de Porto Alegre (Appoa).

— Viver em civilização é controlar impulsos, e é a palavra que civiliza. Mas nossa cultura gaúcha considera a palavra como algo feminino. O homem não está acostumado a falar de sentimentos e não sabe se defender com palavras. Ele fica possuído pela raiva e ela fica culpada porque entende que o possuiu. A Eva que é responsável pelo pecado e leva Adão ao inferno — destaca.

O que fazer ao presenciar uma mulher sendo agredida?

  1. Ligue para o 180
  2. Se você ouve gritos de socorro, chame a polícia, mesmo que não seja a primeira agressão. A mulher tem mais chances de libertar-se quando há uma rede de amparo.

O que fazer se você souber que uma mulher tem sido vítima de agressão?

  1. Não julgue
  2. A vítima nunca sofre abuso e agressão de um desconhecido, mas de uma pessoa que ela ama muito. Mulheres não apanham porque gostam, e sim porque não veem força para viver fora da relação.
  3. Incentive a fazer denúncia: é o primeiro passo para a vítima receber aconselhamento técnico. Assim, a situação fica às claras e a agressão ganha nome.

Gaúcha/ZH

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Página do Portal Plural News é bloqueada no Brasil

Publicado

em



Muitos internautas tem se perguntado o que aconteceu com a Página do Portal Plural no Facebook, que simplesmente acabou sumindo no facebook, vamos explicar a situação que acabou ocorrendo na quarta-feira, que acabou deixando a página sem acessos no Brasil,  confira nos áudios abaixo, do nosso Diretor Lucian Zorzan Andreola.

.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Anderson Mantei faz parte da diretoria da Famurs

Publicado

em



A Famurs realizou nesta quinta-feira (8/7) a Cerimônia de Posse do Conselho de Administração para gestão 2021/2022. Na oportunidade, o atual presidente e ex-prefeito de Taquari, Maneco Hassen, passará o comando da entidade para o prefeito de São Borja, Eduardo Bonotto. O Prefeito Anderson Mantei foi convidado para fazer parte da nova diretoria.

A solenidade foi realizada de forma híbrida, no Hotel Plaza São Rafael. Participam presencialmente os prefeitos eleitos para os Conselhos de Administração e Fiscal, o qual Anderson passou a fazer parte, “Foi uma honra o convite para representar a região nessa nova diretoria”. Entre as bandeiras da gestão, Bonotto quer construir um plano de desenvolvimento para diferentes regiões do estado, em parceria com as 27 Associações de Municípios, trabalhando as potencialidades de cada região. Na entidade, o novo presidente quer trabalhar para a criação de um banco de informações e soluções para agilizar as respostas às demandas dos municípios. Para o fortalecimento da Escola Famurs, o objetivo será desenvolver cursos que busquem a qualificação de gestores e servidores das prefeituras gaúchas.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Cinema / Séries

Programação Cine Globo de 08/07 à 14/07

Ao vir no cinema, pedimos: USO OBRIGATÓRIO DE MÁSCARA

Publicado

em



VELOZES & FURIOSOS 9 (145 min.)
Em Velozes e Furiosos 9 – Dominic Toretto (Vin Diesel) e Letty (Michelle Rodriguez) vivem uma vida pacata ao lado de seu filho Brian. Mas eles logo são ameaçados pelo passado de Dom: seu irmão desaparecido Jakob (John Cena). Trata-se de um assassino habilidoso e motorista excelente, que está trabalhando ao lado de Cipher (Charlize Theron), vilã de Velozes & Furiosos 8. Para enfrentá-los, Toretto vai precisar reunir sua equipe novamente, inclusive Han (Sung Kang), que todos acreditavam estar morto.
Genero: Ação
Classificação: Não recomendado para menores de catorze anos
08/07 QUI – 21H00 | 2D | DUB
09/07 SEX – 21H00 | 2D | DUB
10/07 SAB – 18H20 | 2D | DUB
10/07 SAB – 21H20 | 2D | DUB
11/07 DOM – 18H20 | 2D | DUB
11/07 DOM – 21H20 | 2D | DUB
13/07 TER – 21H00 | 2D | DUB
14/07 QUA – 21H00 | 2D | DUB

OS CROODS 2 – UMA NOVA ERA (96 min.)
Os Croods 2: Uma Nova Era é uma aventura sobre uma família pré-histórica que descobre as transformações no mundo enquanto tenta permanecer unida.
Genero: Animação
Classificação: Não recomendado para menores de seis anos
08/07 QUI – 16H00 | 2D | DUB
08/07 QUI – 18H45 | 2D | DUB
09/07 SEX – 16H00 | 2D | DUB
10/07 SAB – 16H20 | 2D | DUB
11/07 DOM – 16H20 | 2D | DUB
13/07 TER – 18H45 | 2D | DUB
14/07 QUA – 16H00 | 2D | DUB

SPIRIT – O INDOMÁVEL (88 min.)
Em Spirit – O Indomável, acompanhamos a vida da pequena Lucky Prescott. Quando ela se muda para uma pequena cidade fronteiriça, junto com o seu pai, Lucky acaba fazendo amizade com um cavalo selvagem chamado Spirit. Com o objetivo de levá-lo até a sua família, ela embarca em altas aventuras.
Genero: Animação
Classificação: Não recomendado para menores de seis anos
09/07 SEX – 18H45 | 2D | DUB
10/07 SAB – 14H30 | 2D | DUB
11/07 DOM – 14H30 | 2D | DUB
14/07 QUA – 18H45 | 2D | DUB


Ao vir no cinema, pedimos:
USO OBRIGATÓRIO DE MÁSCARA
 
Todas as orientações dos órgãos competentes serão tomadas para garantir a segurança e bem-estar de todos.
 
Obs: Dias não anunciados é porque o cinema está fechado.
Obrigatório todas as pessoas portarem documento de identificação.

Compra online de ingressos no aplicativo do cinema.
Baixe agora gratuitamente para versão Android e IOS:
http://goo.gl/szyMnF

PROMOÇÃO DO TROCO*
TRAGA R$10,00 EM NOTAS DE R$2,00 E/OU MOEDAS DE R$1,00 E/OU DE R$0,50 E PAGUE O VALOR DO MEIO INGRESSO.
*PROMOÇÃO VÁLIDA SOMENTE NA TERÇA-FEIRA, 13/07.
 
PROMOÇÃO MEIO INGRESSO PARA TODOS
VÁLIDO SOMENTE NA QUARTA-FEIRA, 14/07.
—————-
INGRESSOS:
Inteiro: R$ 20,00
Meio: R$ 10,00*
*acesse nosso site www.cineglobocinemas.com.br e confira todas as regras do benefício do meio ingresso.

Obrigatório todas as pessoas portarem documento de identificação.

Aceitamos Vale-Cultura Banrisul, Vale-Cultura Sodexo, Vale Cultura Ticket, Banri-Compras, Visa, Master, ELO, Hipercard, Hiper, American Express, Cabal, Diner’s.

———-

HORÁRIO DE ATENDIMENTO DA BOMBONIERE E VENDA ANTECIPADA NA BILHETERIA:
Somente quando for anunciado o dia da semana na programação:

-> Segunda à sexta: 16h00 às 21h00.
-> Sábado, domingo e Feriados: 14h00 às 21h00.
 
Para clientes que não moram em Santa Rosa, a compra online deverá ser feita no aplicativo do Cine Globo Cinemas

 
Tendo problemas ou dúvidas por favor ligar no telefone / Whats: (55) 9 8423 3660 ou fale direito pelo link: http://bit.ly/35xKi6d.
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Powered by WhatsApp Chat

×