Talk Show da Fenadi Virtual tem como tema “ Legados e tradições” e “A Cultura como agente transformador da sociedade” – Portal Plural
Connect with us

Geral

Talk Show da Fenadi Virtual tem como tema “ Legados e tradições” e “A Cultura como agente transformador da sociedade”

Publicado

em



Como parte da programação da Fenadi Virtual desta sexta-feira (17), ocorreu o Talk-Show com duas temáticas, o primeiro debate foi sobre “Legados e Tradições” como convidados da noite esteve presente Malvina El Ammar – Centro Cultural Árabe de Ijuí e Eloi Samrsla – Centro Cultural Austríaco de Ijuí, já de forma remota o evento contou com a participação de Gerta Reimann de Morais – Centro Cultural 25 de Julho de Ijuí, Paula Simon – Comissão Gaúcha de Folclore e Fundação Santos Herrmann, Octávio Capuano – Comissão Gaúcha de Folclore.

Representando o Centro Cultural Austríaco de Ijuí, Eloi Samrsla iniciou a discussão ressaltando a importância do legado “é de tradição do povo Austriaco a preocupação de transmitir a tradição e cultura para seus filhos, educação, conhecimento e família é muito importante para esta comunidade. Para quem iniciou o movimento é muito gratificante ver o resultado de hoje e saber que está abrindo as portas para os mundo”, finaliza.

Para o representante da Comissão Gaúcha de Folclore Octávio Capuano, a tradição é algo que os pais passam aos seus filhos “a união, honestidade, companheirismo o amor pela família e o conhecimento de nossa culinária típica foi o que eu aprendi e passo aos meus filhos, esse interesse para conhecer a culinária veio através de minha mãe muita coisa aprendi com ela, já participei de vários festivais de gastronomia levando o legado”

Paula Simon destacou a mensagem deste ano da Fenadi Virtual “Somos Todos, Somos Um” – eu sou uma mistura de culturas, com muitas raízes e personalidade diferenciada, um pouco de cada etnia está dentro de nós brasileiros”.

Já no segundo debate da noite de sexta-feira, a temática foi: “A Cultura como agente transformador da sociedade”, como convidados esteve presente o Vice- Reitor de Pós-Graduação Pesquisa e Extensão da Unijuí, professor Fernando González , e no telão a Secretária de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul Beatriz Araújo.

Iniciando o debate Beatriz Araújo comenta a importância de se reinventar “o evento Fenadi se reinventou devido a pandemia, e estamos entusiasmados, vemos que a presença de ijuí é tão forte na cultura, este festival é uma explosão de cores, músicas e danças o resultado do que é vivenciado durante o ano todo. Fico extremamente satisfeita quando vejo que o investimento do estado resulta em algo tão positivo para a sociedade ijuiense, Ijuí serve de exemplo para outras cidades, o estado está satisfeito com todo o investimento que tem feito nesta feira” ressaltou.

Para o Vice-Reitor de Pós-Graduação Pesquisa e Extensão da Unijuí Fernando Gonzáles a Fenadi é um movimento educativo comunitário muito amplo “a integração de treze etnias diferentes engajadas permite que os indivíduos saiam de suas bolhas, e tenham contato com outras culturas e povos”.

Dando seguimento à noite, a Secretária de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul Beatriz Araújo falou sobre a importância de trabalhar a educação e a cultura juntas para melhorar a vida dos cidadãos, “ políticas voltada às culturas geralmente são fracas, não podemos pensar apenas na parte simbólica, mesmo com a pandemia onde tudo está sendo afetado estamos conseguimos mostrar para o que viemos. Ampliamos o investimento na cultura e conseguimos alterar a legislação, atualmente o acesso é mais facilitado para empreendedores a economia criativa resulta em mais 4% do PIB do Rio Grande do Sul, a empresa da cultura emprega mais que a empresa mobilística e calçadista sendo que estes setor paga mais, estamos vendo os resultados”, finaliza.

Segundo o vice- reitor, professor Fernando, um dos grandes problemas de acesso a cultura é a desigualdade “a sociedade Latino Americana precisa ter como elemento central a inclusão, de grandes setores da população que gerarão acesso e melhor condição de vida aos indivíduos. No município de Ijuí temos este costume de cultuar as tradições, mas o município tem uma das melhores educações, as pessoas têm acesso a educação então está tudo envolvido” explicou.

Finalizando a noite o Talk Show teve como atração especial o Show “A Sbornia Kontr’Atracka.

Apoio da Unijuí e Prefeitura Municipal de Ijuí e IOV – Organização Internacional de Folclore;
PARCEIRO: CIOFF – International Council of Organizations of Folklore e Artes Populares e Comissão Gaúcha de Folclore;
Planejamento e Direção: Impacto Desenvolvimento Cultural;
Financiamento da PRÓ-CULTURA RS – GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL;
Realização do GOVERNO FEDERAL, PÁTRIA AMADA BRASIL.
Patrocínio:COMPANHIA RIOGRANDENSE DE SANEAMENTO – CORSAN GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. NOVAS FAÇANHAS.

Por Evelin Ramos, acadêmica do curso de jornalismo da Unijuí.

 

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Sofrendo pela estiagem, Tuparendi decreta situação de emergência

Publicado

em



Devido as perdas causadas pela estiagem, o prefeito de Tuparendi, Leonel Petry, decretou Situação de Emergência no município.

Segundo informações apresentadas pelo município, as perdas já somam a quantia de R$ 40 milhões.

“Todos estes problemas acarretam numa redução de impostos gerados e repassados a gestão”, disse o prefeito

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Facebook pode levar multa pesada por explorar dados de usuários

Publicado

em



A rede social Facebook vai encarar mais um processo por domínio de mercado. Desta vez, a acusação parte de uma autoridade regulatória do Reino Unido e pode levar a empresa a pagar até US$ 3,2 bilhões em multa — cerca de R$ 17,7 bilhões em conversão direta de moeda.

A ação judicial é encabeçada por Liza Lovdahl Gormsen, conselheira do órgão antimonopolista Financial Conduct Authority (FCA). Segundo a Reuters, o documento representa “todos os britânicos que usaram o Facebook entre 2015 e 2019”.

Liza argumenta que o Facebook lucrou ao impor termos de uso injustos e condições que “demandavam aos consumidores entregar dados pessoais para acessar a rede”. Graças a mecanismos de visualização e análise de informações, como o Facebook Pixel, essas informações acabavam nas mãos de anunciantes ao virarem perfis de consumidores para criação de material direcionado.

O que diz o Facebook

A ação judicial agora será analisada pelo tribunal de apelações de mercado em Londres antes de um eventual julgamento. Para a Meta, dona do Facebook, os usuários têm pleno conhecimento das informações compartilhadas na plataforma.

Além desse possível processo, a companhia ainda deve ser julgada por práticas anticompetitivas de mercado e aquisições predatórias por autoridades norte-americanas.

FONTE:TECMUNDO

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Bancada gaúcha na Câmara gasta R$ 10,5 milhões de cota

Publicado

em



A bancada federal gaúcha gastou R$ 10,5 milhões da cota de gabinete em 2021, ano pré-eleitoral. O valor total leva em consideração os custos totais de 34 parlamentares (sendo que três suplentes ocuparam ou ainda ocupam as vagas). Os dados foram obtidos no Portal Transparência da Câmara Federal. Assim como ocorreu na média da Casa, o principal gasto foi com a chamada divulgação da atividade parlamentar, que somou R$ 2,8 milhões, o que representa 27% do total. O gasto com esse tipo de despesa tem crescido na atual legislatura. Por exemplo, em 2019 foram gastos R$ 2,1 milhões e, em 2020, R$ 2,5 milhões. A categoria envolve custos com anúncios na internet, publicações nas redes sociais, impressões, entre outros.

Segundo os dados, o deputado federal Giovani Cherini (PL) foi o que mais utilizou a cota, totalizando R$ 488 mil, sendo seguido por Nereu Crispim (PSL), com R$ 480 mil. Líder da bancada gaúcha, Cherini justifica os gastos pela atuação do gabinete, da vice-liderança do governo e da liderança da bancada. “Faço todos os trabalhos de vice-líder do governo e de líder da bancada gaúcha com a minha cota. Vice-líder não tem cota especial. E a liderança da bancada gaúcha funciona no meu gabinete. É muito trabalho”, enfatizou o deputado. Na mesma linha, Nereu Crispim também justificou os custos: “muito trabalho”.

Na outra ponta, o deputado que está no mandato e gastou menos foi Marcel Van Hattem (Novo), que utilizou R$ 98,9 mil. “Comecei cortando na própria carne, reduzindo o número de assessores, gastando apenas o mínimo necessário com a cota parlamentar, renunciando a auxílio-moradia, apartamento funcional e aposentadoria especial. A economia total do mandato já é de mais de R$ 4 milhões mostrando que é possível ser um parlamentar econômico e eficiente em respeito ao pagador de impostos gaúcho”, alegou.

Entre os com menores gastos está o deputado licenciado e ministro do Trabalho, Onyx Lorenzoni (Dem), que usou apenas R$ 701 da cota com telefonia, quando retornou temporariamente para o cargo em fevereiro de 2021. Assim como Onyx, Danrlei de Deus está licenciado desde abril do ano passado, quando assumiu o cargo de secretário estadual de Esportes. Já Santini exerceu o mandato até março do ano passado, quando deixou a suplência com o retorno do deputado Covatti Filho (PP).

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

PLURAL AGÊNCIA DE PUBLICIDADE LTDA
ME 33.399.955/0001-12

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Entre em contato

×