Sugestões para rótulos de alimentos podem ser feitas até dezembro – Portal Plural
Connect with us

Geral

Sugestões para rótulos de alimentos podem ser feitas até dezembro

Pável Bauken

Publicado

em



 

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) prorrogou até 9 de dezembro o prazo para o envio de comentários e sugestões a duas consultas públicas abrangendo a rotulagem nutricional de alimentos (CPs 707 e 708).

Por meio dessas consultas, a Anvisa pretende facilitar a compreensão das informações nutricionais deixando “mais visíveis e legíveis” os dados nutricionais nos rótulos. E, dessa forma, dar ao consumidor melhores condições para comparar produtos; reduzir situações que geram engano; bem como ampliar a abrangência de informações nutricionais e aprimorar a precisão dos valores declarados pela indústria.

Segundo a Anvisa, “a CP [consulta pública] 707 trata da proposta de Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) que contém uma série de novidades para ajudar os consumidores na hora da escolha de alimentos embalados. Já a CP 708 traz o texto da Instrução Normativa (IN) com os requisitos técnicos para declaração da rotulagem nutricional nesses alimentos pelas indústrias”.

Para participar das consultas públicas é importante, antes, conhecer as propostas de RDC e de instrução normativa já disponibilizadas na área de consulta pública do site da Anvisa, assim como as CPs 707 e 708.

O envio das sugestões é feito por meio eletrônico, após o preenchimento de um formulário quando será disponibilizado o número de protocolo do registro de participação. A Anvisa informa que as contribuições recebidas são consideradas públicas e estarão disponíveis a qualquer interessado, por meio de ferramentas contidas no menu “resultado” do formulário eletrônico, inclusive, durante o processo de consulta.

Quem quer contribuir, mas não tem acesso à internet também podem participar, enviando sugestões e comentários por escrito, para o endereço: Agência Nacional de Vigilância Sanitária/Gerência Geral de Alimentos – GGALI – SIA, Trecho 5, Área Especial 57, Brasília-DF, CEP 71.205-050.

AGB

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

“É normal pegar fogo?” Conheça o inusitado cotidiano da oficina de Porto Alegre especializada em Kombis

Reporter Global

Publicado

em

Edilene, também ela uma fã das Kombis, aponta o perfil multiuso como o segredo do sucesso do veículo que saiu de linha em 2013 Isadora Neumann / Agencia RBS

 

 

Empresária que tinha locadora de peruas da Volkswagen percebeu que a demanda por mecânicos aumentaria, vendeu a frota e apostou no conserto dos veículos

 

 

Prestes a completar três anos à frente da Oficina das Kombis, exclusiva para o conserto das peruas da Volkswagen na zona norte de Porto Alegre, Edilene Bueno Scherer atende a dois tipos opostos de clientes: os que cuidam das suas Kombis como um tesouro e os que maltratam as pobrezinhas até o limite.

Enérgica, Edilene frequentemente se irrita com os dois. Com os do primeiro grupo, por buscarem sempre um projeto inatingível de carro que muda o tempo todo dentro da cabeça. Com os do segundo, por reforçarem o estereótipo de que os veículos, por serem resistentes, não necessitam de manutenção.

Tenho vontade de jogar uma ferramenta em quem diz, por exemplo, que Kombi sem vazamento não é Kombi. Chegam a me perguntar se é normal pegar fogo. Ora, normal! Pode acontecer mesmo se não tiver manutenção, mas normal é que não é – conta, um pouco séria, um pouco rindo.

O estalo de que investir em uma oficina exclusiva para um veículo fora de linha desde 2013 seria um bom negócio veio do empreendimento anterior, de 2009: uma locadora de Kombis. Reparou que as oficinas ou colocavam os veículos para o final da fila ou consertavam de má vontade, muitas vezes para não desagradar um cliente que também tinha uma frota de carros.

Tive que contratar meus próprios mecânicos. Quando a Kombi saiu de linha e eu logo mais não poderia alugar carros novos ou seminovos, me caiu a ficha. Vendi a frota e abri uma oficina. E percebi que estava correta. Até hoje, cerca de 70% da minha demanda é retrabalho do conserto das outras – conta a empreendedora.

No estabelecimento no bairro Sarandi trabalham ela, o marido e outros três mecânicos. Segundo ela, especialistas a ponto de diagnosticar o problema de uma perua só de ouvi-la no trânsito. Além disso, só trabalha com peças originais. Não raro, recusa serviço por não concordar com as gambiarras que os donos de Kombi desejam fazer nos veículos.

Tem quem queira instalar direção hidráulica de Monza na Kombi. E a bichinha aceita tudo, coitada. Não dá, pô! Kombi é muito boleadeira (balança demais para os lados). Com uma direção leve, o cara joga o volante para o lado e se foi. E, convenhamos, o cara que quer direção hidráulica não pode querer dirigir Kombi – declara Edilene.

Segundo a empresária, embora as Kombis se destaquem pela durabilidade, o segredo do sucesso são os múltiplos usos do veículo. Funcionam para o transporte de funcionários, de materiais de construção e equipamentos, para fazer entregas e vêm sendo cada vez mais transformados em motorhomes, foodtrucks, choperias ambulantes e por aí vai.

O nome Kombi, diga-se, vem justamente disso. É uma redução de Kombinationsfahrzeug, alemão para “veículo de múltiplos usos”. A perua saiu de linha em razão da obrigatoriedade, que passou a valer em 2014, de freios ABS e airbags para fabricação no Brasil. Jamais encontrou um substituto à altura em versatilidade e custo-benefício. Em 2022, a Volkswagen alemã deve retomar a produção em versão elétrica. Eliane não bota muita fé.

Acho bonita, mas eu olho para as fotos e penso: não é uma Kombi. Você visualiza um carro assim levando tijolo para dentro de uma construção?

O ganha-pão de Edilene, portanto, seguirá sendo os donos das boas e velhas peruas das décadas passadas. Para estreitar o contato com eles, fundou o grupo Apaixonados por Kombi no Facebook e mantém atualizadas as redes sociais da oficina. Na última postagem, por exemplo, convocou os seguidores a mandar o nome dos seus veículos.

O barato é esse, mexer com o afeto das pessoas. Não existe Kombi sem nome e não existe Kombi sem história – conclui a dona de uma perua carburada que vem sendo cuidadosamente transformada em motorhome, batizada de Cheirosa.

 

 

FONTE: ClicRBS

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Inscrições abertas para Concurso e Processo Seletivo Públicos da Prefeitura de Tuparendi

Certames realizado pela Fundatec oferecem vagas e cadastro reserva para diferentes níveis com salários de até R$ 9.937,35

Pável Bauken

Publicado

em



Entre 19 de janeiro e 17 de fevereiro de 2021, estão abertas as inscrições para o Concurso e Processo Seletivo Públicos da Prefeitura Municipal de Tuparendi/RS. Os certames, realizados pela Fundação Universidade Empresa de Tecnologia e Ciências –Fundatec, oferecem vagas e formação de cadastro reserva para os níveis Fundamental, Médio, Técnico e Superior Completos, com salários de R$ 1.361,81 até R$ 9.937,35, para carga horária de 20h a 44h semanais (veja abaixo).

As inscrições devem ser feitas pelo site concursos.fundatec.org.br, sendo que as taxas são de R$ 80,00 a R$ 150,00, de acordo com o nível. As provas teórico-objetivas estão previstas para serem aplicadas no dia 28 de março de 2021. As informações completas devem ser consultadas no Edital de Abertura, no mesmo site. Dúvidas podem ser esclarecidas pelo link contato.fundatec.org.br ou pelos telefones (51) 33201043, para Porto Alegre e DDD 51 e pelo 0800 035 2000, para interior e outros Estados.

CONCURSO PÚBLICO PREFEITURA MUNICIPAL DE TUPARENDI/RS

NÍVEL SUPERIOR COMPLETO

Cargos (vagas): Agente de Controle Interno (CR), Agente de Fiscalização (CR), Assistente Social (CR), Cirurgião-Dentista (CR), Contador (CR), Enfermeiro (CR), Engenheiro Agrônomo (CR), Engenheiro Civil (CR), Farmacêutico (CR), Fisioterapeuta (CR), Médico Veterinário (CR), Médico/ESF (3+CR), Nutricionista (CR), Procurador Jurídico (CR) e Psicólogo (CR).

NÍVEL TÉCNICO COMPLETO

Cargos (vagas): Técnico Agrícola (CR) e Técnico em Enfermagem (CR).

NÍVEL MÉDIO COMPLETO

Cargos (vagas): Atendente da Educação (5+CR), Atendente de Farmácia (1+CR), Auxiliar em Saúde Bucal (1+CR), Monitor Social (CR), Oficial Administrativo (5+CR), Secretário de Escola (4+CR) e Tesoureiro (CR).

NÍVEL FUNDAMENTAL COMPLETO

Cargos (vagas): Agente de Obras e Serviços Públicos (5+CR), Eletricista (CR), Mecânico (CR), Merendeira/Servente (CR), Motorista (1+CR) e Operador de Máquinas (2+CR).

PROCESSO SELETIVO PÚBLICO PREFEITURA MUNICIPAL DE TUPARENDI/RS

NÍVEL MÉDIO COMPLETO

Cargos (vagas): Agente Comunitário de Saúde – Microárea 01 (CR), Agente Comunitário de Saúde – Microárea 02 (CR), Agente Comunitário de Saúde – Microárea 03 (CR), Agente Comunitário de Saúde – Microárea 04 (CR), Agente Comunitário de Saúde – Microárea 05 (CR), Agente Comunitário de Saúde – Microárea 06 (CR), Agente Comunitário de Saúde – Microárea 07 (CR), Agente Comunitário de Saúde – Microárea 08 (CR) Agente Comunitário de Saúde – Microárea 09 (CR), Agente Comunitário de Saúde – Microárea 10 (CR), Agente Comunitário de Saúde – Microárea 11 (CR), Agente Comunitário de Saúde – Área 12 (CR), Agente Comunitário de Saúde – Área 13 (CR), Agente Comunitário de Saúde – Área 14 (CR), Agente Comunitário de Saúde – Área 15 (CR), Agente Comunitário de Saúde – Área 16 (CR) e Agente de Combate a Endemias (CR).

INFORMAÇÕES GERAIS

Total de Vagas: 27 + CR. 

Carga Horária Semanal: de 20h até 44h.

Salário: de R$ 1.361,81 até R$ 9.937,35.

Inscrições: de 19/01/2021 a 17/02/2021 pelo site concursos.fundatec.org.br.

Valor das Inscrições: R$ 80,00 a R$ 150,00.

Data provável de realização das provas: 28/03/2021.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Luciano Hang testa positivo para Covid-19 e está internado.

Reporter Regional

Publicado

em



Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, testou positivo para a Covid-19 e está internado em um hospital da Prevent Senior em São Paulo. As informações foram divulgadas pela Folha de S. Paulo.

O empresário de Santa Catarina é um dos principais seguidores do presidente Jair Bolsonaro, seguindo à risca as pautas defendidas por ele.

Em meio a pandemia do novo coronavirus, Hang vem propagando o uso da hidroxicloroquina e da ivermectina como ‘tratamento precoce’ à Covid-19. Os dois medicamentos não possuem eficácia comprovada, segundo uma série de estudos científicos.

Fonte: ISTOÉ.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

ENQUETE

Trending

© 2020 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


error: Conteúdo protegido, para ter acesso seja nosso parceiro entre em contato no whats (55) 984161736
×