Socorro não atendido! – Portal Plural
Connect with us

Estrada Iluminada

Socorro não atendido!

Publicado

em



Quando as dificuldades se acercam de nós é comum nos lembrarmos de que Deus existe, que Jesus é o governador do nosso planeta e se pedirmos socorro vamos ter nossas ansiedades resolvidas.

De fato tudo emana do Criador e as consequências ruins que acontecem em nossa vida são permitidas por Deus para que na dor possamos crescer principalmente no sentido moral. Não podemos esquecer que somos os causadores do mal que somos acometidos, afinal nada acontece ao acaso e se sofremos é porque praticamos algum erro anteriormente.

Mas o veículo mais utilizado para o pedido de socorro é a prece, e não poderia ser diferente, pois foi o próprio Jesus que se utilizou desse recurso em várias ocasiões quando esteve encarnado entre nós.

No nosso grupo de caridade também não é diferente, pois as pessoas em dificuldade ou desespero nos procuram para que seja procedida irradiação no sentido de minimizarem seus sofrimentos ou o sofrimento de pessoa por elas querida, pois muitas vezes quem passa a dificuldade não está presente na casa de oração.

Mas os espíritos amigos nos dizem que é normal irem até a residência daqueles sofredores pelos quais suplicamos a intercessão e são impedidos de fazer o socorro necessário, isto porque encontram o local em completa desarmonização, às vezes com algazarras, ingestão de bebidas alcoólicas ou drogas, sendo, portanto impossível manter conexão intuitiva com quem necessita da ajuda.

É normal mães pedirem pelos filhos, esposas pelos maridos e vice versa e outras situações, e nestes casos mesmo que a pessoa a ser ajudada esteja inacessível por razões já mencionadas, os benfeitores não deixam de pelo menos aplicar energias com imposição de mãos, restauradoras e/ou dissipadoras, possibilitando livrar a mente daquele que está em desvio moral, de entidades perversas que se acercam ali do sofredor, que muitas vezes nem quer ser ajudado.

É por motivos como estes que muitas vezes não vemos surtir efeito prático nas súplicas que procedemos a Deus no sentido de ajudar determinada pessoa que queremos bem.

Mas quando o sofredor está convicto de que precisa ser ajudado e tem predisposição para receber qualquer amparo, fica bem mais fácil para os benfeitores o visitarem e ali procederem ao trabalho fraterno suplicado a Deus por quem lhes quer bem, e podemos ter a certeza de que algo acontecerá, pois o Pai não deixa ninguém desamparado de socorro.

É comum acontecer de que o socorro pode não vir nos parâmetros que desejaríamos, pois tudo depende das consequências que nossos pedidos vão ensejar, mas acontecerá uma ajuda extra para que nosso fardo momentâneo se torne menos pesado de carregar.

Certo é que muitas vezes não movemos esforço para nos melhorarmos, e dai o sofrimento acontece. É a lei de causa e efeito.

Procuremos estar sempre receptivos ao socorro que pedimos, ou que pedem para nós.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estrada Iluminada

Pensamento é tudo

Publicado

em



Muitas perguntas surgem no sentido de onde viemos o que viemos fazer aqui no Planeta Terra, e também para onde vamos. É verdade que os cientistas buscam incansavelmente respostas para esses questionamentos e cada vez que se aprofundam nas pesquisas novos conceitos surgem. Também é verdade que as religiões de um modo geral contribuem para o esclarecimento das questões relacionadas a Criação e objetivos, mas está acertado quem afirma que estamos em evolução, basta que olhemos gerações passadas em comparação com a atual.

As crianças, por exemplo, nos dias de hoje são mais desenvolvidas intelectualmente, procuram respostas através de meios tecnológicos, respostas estas que muitas vezes os próprios adultos não tiveram oportunidade de esclarecimento. Sabem manejar um aparelho celular sem grandes dificuldades. Os equipamentos de informática estão cada vez mais compactos e com capacidades de armazenamento maior, e a alta definição em imagens não para de evoluir, exigindo um preparo e regular capacitação dos educadores, cujos currículos têm de ser revistos e atualizados periodicamente.

Sem dúvida o espaço que nos envolve está sendo alvo de uma gama de ondas eletromagnéticas como nunca se viu, que trafega por toda parte obedecendo suas respectivas frequências, chegando às vezes confundirem-se umas com as outras, dependendo das rotas e potências que atuam.

Nosso pensamento já foi dito também vibra numa determinada frequência, “vivemos num mundo de ondas” disse um filósofo, mas o homem dotado de corpo físico ainda não conseguiu utilizar com plenitude esta aptidão, embora a medida que vai evoluindo e se questionando no âmbito religioso, filosófico e com a ciência avançando, certamente conseguirá vibrar a mente numa frequência que poderá comunicar-se e sentir a essência que o outro pensa.

Como já disse o sensitivo americano Edgar Cayse “nós somos aquilo que pensamos”, uma das maneiras mais antigas de comunicação pelo pensamento é a prece, a reza, a oração, a meditação, a vibração como queiram dizer. Essa modalidade que faz nosso pensamento viajar pelo universo e chegar ao nosso Criador é a prova maior de que somos capazes da comunicação pela mente.

Quanto mais evolução tiver o ser humano, mais capacidade de emissão e recepção na troca de pensamentos terá, pois tal aptidão é inerente ao espírito que somos. Portanto devemos exercitar cada vez mais nossa mente no sentido de entrar em contato com nossos semelhantes, bastando para isso que encontremos serenidade.

Busquemos no recolhimento metal auscultar nosso interior astral, e certamente obteremos as respostas aos nossos anseios, emanados da Criação.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Estrada Iluminada

Vários mundos habitados

Publicado

em



Certa ocasião um Homem disse: “na casa de meu Pai existem muitas moradas”.

Posteriormente através de estudos das palavras proferidas há quase 2000 anos por Ele, e com informações complementares da Espiritualidade, compreendemos que a casa é o universo e as moradas são todos os mundos espalhados e que são habitados, pois se existe casa tem de existir habitante.

Quem nos garante que existem vários mundos habitados é Jesus. E mesmo nosso raciocínio racional nos diz que Deus não criaria Astros apenas para recriar nossos olhos.

Essas moradas são de várias categorias, ou seja, umas mais evoluídas que outras, e no caso a Terra é uma que precisa evoluir muito ainda, pois é um Planeta onde ainda predomina o mal.

Por outro lado esclarecemos que as moradas referidas, no que a Terra se inclui, estão disponibilizadas em mundos superiores e inferiores ao nosso, e na mesma categoria do nosso existem vários.

Nos mundos superiores não tem doenças, desconhecendo-se os ódios, os mesquinhos ciúmes, não existindo o mal, sendo os sentidos mais apurados. A morte de modo algum acarreta os horrores da decomposição; longe de causar pavor, é considerada uma transformação feliz.

É evidente que não somos capacitados a enxergar com os olhos físico os habitantes de tais orbes, pois que neles habitam espíritos que possuem corpos adaptáveis a cada ambiente planetário!

O homem busca incessantemente descobrir vida fora da Terra, e certamente conseguirá deparar-se no momento oportuno, pois que ainda não estamos preparados para este encontro. Falta em nós evolução de sentimentos perseverados no bem para que possamos ter a revelação de mundos habitados, pois até hoje a Terra vive em conflito numa disputa de poder o que certamente seguiria acontecendo se tivéssemos o contato.

Mesmo agora quando foi necessária uma pandemia para apressar a depuração no Planeta, e mudar o comportamento de muitos no entendimento da necessidade do amor ao próximo e disciplina, ainda existe uma grande quantidade de mentes que continua refrataria em perseverar no bem. Nada na Criação foi sem objetivo. Deus é perfeito, e no momento certo os contatos acontecerão e isso possibilitará que o mundo passe a ter uma visão diferente da vida. Levará tempo, mas vivenciaremos.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Estrada Iluminada

Comunicar-se com espíritos

Publicado

em



Pode parecer estranho para algumas pessoas o ato de comunicar-se com espíritos, mas nesta vida tem coisas que embora achemos estranhas acontecem e são consideradas corriqueiras por muitos conhecedores.

Primeiro devemos levar em consideração que um espírito não está morto e que nós que dizemos estarmos no mundo dos vivos, aqui estamos temporariamente enquanto nosso corpo material tiver vitalidade, pois após retornaremos a espiritualidade a qual é a vida real.

Mas a comunicabilidade acontece normalmente todos os dias quando dormimos! Deixamos o corpo material em repouso e enveredamos espiritualidade adentro. Sabe-se lá onde vamos. Mantemos diálogos dos mais diversos visitando lugares e pessoas de interesse e até resolvemos situações conflitantes de nossa existência.

Esta comunicação é comum e na maioria das vezes não temos um amplo controle do que vamos vivenciar, pois tem mais relação com a vida do espírito que somos do que com a vida que estamos vivendo no momento com o corpo denso.

Mas existem outras modalidades de comunicação e uma delas é a vidência, onde entramos em concentração e passamos a ver o plano espiritual, e ai acontece a conexão com toda plenitude, onde há uma projeção do corpo astral, ficando o corpo carnal inerte. É muito comum para quem tem este tipo de mediunidade desenvolvida.

Outro tipo também de comunicação e que é bem comum é quando recebemos mensagens via psicografia. Basta para isso se estar vinculado a uma casa de oração espiritual e aguardarmos o momento oportuno de recebermos a comunicação, que nos é possibilitada através de um medianeiro que tenha a faculdade da psicografia, o que acontece por meio da escrita física.

Já na comunicação tipo psicofonia, situação que a mensagem nos chega pela voz do médium, é necessária uma preparação específica, que abrange desde alimentação condizente até pureza de pensamentos e desejo da prática no bem, possibilitando assim que o medianeiro receba boas mensagens.

Existem muitos outros tipos de intercâmbio que podem acontecer à revelia nossa, como movimento de objetos, quebra de objetos, pancadas, ruídos, sons. Também o médium sensitivo é capaz de sentir arrepios, euforias, náuseas, tristezas com vontade chorar, dor física, sonolência, chegando até dormir por ocasião de ouvir palestras, preces. Tudo é considerado normal e depende do aprofundamento nos conhecimentos doutrinários para entender.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Powered by WhatsApp Chat

×