Secagem e armazenagem de grãos na propriedade avançam em Guarani das Missões – Portal Plural
Connect with us

Agro

Secagem e armazenagem de grãos na propriedade avançam em Guarani das Missões

Pável Bauken

Publicado

em



Diante da crescente demanda relacionada às vantagens da armazenagem de grãos na propriedade, garantindo maior autonomia ao produtor rural sobre os grãos produzidos, a Emater/RS-Ascar, parceira da Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), tem fomentado e atendido os produtores na implantação de silos secadores e armazenadores de grãos. No município de Guarani das Missões, por exemplo, são 50 silos de alvenaria já implantados em propriedades da agricultura familiar, com capacidade estática total para armazenar 20.047 sacas de grãos, ou seja, mais de 1,2 toneladas de grãos. Destes, seis são de uso coletivo, beneficiando três comunidades rurais, e outros 44 silos secadores foram construídos em 28 propriedades para utilização por 31 famílias.

O extensionista do Escritório Municipal da Emater/RS-Ascar, Adilson Lucas Weber, relata que o trabalho é resultado de planejamento entre as famílias assistidas e a Assistência Técnica e Extensão Rural e Social (Aters), utilizando-se a ferramenta de cálculo e projeto civil denominado Armazenater, da Emater/RS-Ascar.

Neste ano, mais cinco projetos estão em andamento, que devem culminar na construção de outros oito silos secadores em cinco propriedades rurais, com capacidade de volume estático total para armazenagem de 4.413 sacas, o equivalente a 264,78 toneladas de grãos. “Com isso, devemos finalizar o ano com 58 silos de alvenaria em propriedades do município, com capacidade total de armazenagem de 24.460 sacas, ou seja, 1.467,6 toneladas de grãos armazenados nas propriedades dos agricultores familiares guaranienses”, avalia Webler.

O extensionista destaca que a Aters procura viabilizar a ampliação da prática da secagem e armazenagem de grãos nas pequenas propriedades rurais, contribuindo com a diversificação e a sustentabilidade dos agricultores e pecuaristas familiares. Além disso, “a infraestrutura de armazenamento e pré-processamento dos principais grãos agrícolas produzidos nas propriedades rurais visa à preservação da sua qualidade e ao aumento da renda do produtor, diminuindo a dependência externa e, por consequente, reduzindo a perda de grãos e os custos com transportes, taxas e descontos”, acrescenta.

As famílias interessadas em obter informações complementares sobre a secagem e armazenagem de grãos em silos de alvenaria podem procurar o Escritório da Emater/RS-Ascar de seu município.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agro

Jovens rurais têm encontro marcado para próxima quarta-feira

Pável Bauken

Publicado

em



Acontece na quarta-feira (15/07), às 14h, o 3º Seminário Regional de Juventude Rural, neste ano em edição virtual, em função da pandemia da Covid-19. O evento é promovido pela Emater/RS-Ascar, em parceria com a Secretaria Estadual da Agricultura Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), e tem por objetivo valorizar, dar espaço e voz aos jovens do meio rural e promover a troca de experiências entre eles. A transmissão será feita por meio das redes sociais da Instituição. As inscrições podem ser feitas antecipadamente pelo link https://cutt.ly/loMroXL. O evento é gratuito e aberto a todos os públicos.

Na programação do Seminário será exibido um vídeo com depoimentos de jovens da região de Passo Fundo, que já estão inseridos no processo produtivo, mostrando o lado positivo de viver e trabalhar no meio rural. O jovem Diego Terlan Baldissera e seu pai Adelir Paulino Baldissera, do município de Machadinho, relatam suas experiências sobre a importância das políticas públicas na sucessão rural familiar. Já a jovem Janaíne Strello, que junto com seus pais e irmãos trabalha com viveiro no interior de Passo Fundo, falará sobre oportunidades diante dos desafios.

Durante o evento, os jovens terão contato com o presidente da Emater/RS, Geraldo Sandri, e com o secretário da Seapdr, Covatti Filho, que abordarão, de forma respectiva, os temas “Assistência Técnica e a Extensão Rural para jovens e suas famílias” e “Jovem Rural – a força que vem do campo”.

Serviço:
O quê: 3º Seminário Regional de Juventude Rural – edição virtual
Quando: 15 de julho de 2020
Horário: 14h às 16h
Inscrições: https://cutt.ly/loMroXL
Transmissão: youtube.com/Rio Grande Rural e facebook.com/EmaterRS

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Agro

Capacitação em Crédito Rural é realizada em oito regiões do RS

Pável Bauken

Publicado

em



Para qualificar o trabalho desenvolvido pelos extensionistas rurais da Emater/RS-Ascar na área de Crédito Rural, capacitações estão sendo realizadas nas regiões de Santa Maria, Ijuí, Frederico Westphalen, Passo Fundo, Pelotas, Bagé, Porto Alegre e Santa Rosa. A atividade, realizada de forma virtual, é coordenada pela Gerência Técnica (GET) com apoio dos extensionistas rurais responsáveis pela área de Crédito Rural dessas regiões.

Na manhã desta quinta-feira (09/07), a atividade foi realizada com as regiões de Santa Maria e Ijuí. À tarde, a capacitação contempla as regiões de Frederico Westphalen e Passo Fundo. Nesta sexta-feira (10/07), as regiões de Pelos e Bagé participarão da atividade, pela manhã, e Porto Alegre e Santa Rosa, à tarde.

A pauta das reuniões virtuais iniciou com a participação do diretor técnico da Emater/RS, Alencar Rugeri, seguida da explanação do extensionista rural Roblein Coelho Filho, da Emater/RS-Ascar da região de Santa Maria, sobre Plano Safra e Proagro. Sistemas dos agentes financeiros, entre outros temas, foram abordados pelo coordenador estadual da área de Crédito Rural, Célio Colle. Os extensionistas rurais responsáveis por esta área nas oito regiões contempladas pela capacitação participaram destacando a qualificação de projetos e laudos. Por fim, com orientações técnica regionais e assuntos gerais, a atividade é encerrada.

O objetivo da capacitação é nivelar e atualizar as informações em relação à safra 2020/2021. Na safra anterior, 2019/2020, de 1ª de julho de 2019 a 30 de junho deste ano, foram realizados mais de 34 mil projetos de crédito de custeio do Pronaf, ultrapassando o R$ 1,5 bi de investimento.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Agro

Emater/RS-Ascar realiza reunião virtual com Associação de Produtores de Leite de Santo Antônio das Missões

Pável Bauken

Publicado

em



A Assistência Técnica e Extensão Rural e Social (Aters) prestada a pecuaristas e produtores de leite é uma atividade tradicional desenvolvida pela equipe municipal da Emater/RS-Ascar, parceira da Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), que orienta sobre temas como manejo de forrageiras, sanidade animal, acesso ao crédito rural, aspectos de bem-estar da família, bem como fomenta o associativismo de produtores. Para dar sequência às atividades coletivas, de reuniões entre grupos de produtores, uma nova estratégia foi adotada frente à pandemia da Covid-19: a realização de encontros virtuais, sendo que a primeira reunião nesta modalidade ocorreu na última terça-feira (07/07), com a participação de 23 pessoas.

Reuniram-se em videoconferência agricultores que desenvolvem a atividade leiteira no município e que recentemente formalizaram a Associação de Produtores de Leite de Santo Antônio das Missões. Inicialmente, o chefe do Escritório Municipal da Emater/RS-Ascar, André de Oliveira, deu as boas-vindas ao grupo e às parcerias, concedendo a palavra para manifestações. Entre os participantes estiveram o técnico da Coopatrigo e representante da CCGL, Paulo Paim, o representante da empresa Lactalis, Calisto Miguel Pauli, o secretário municipal de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, Vagner Silva, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Valdemari Belchor, o presidente da Associação de Produtores de Leite de Santo Antônio das Missões, Jorge Luiz Ávila dos Santos, e o tesoureiro estadual da Fetag, Agnaldo Barcelos.

Na oportunidade, o extensionista rural da Emater/RS-Ascar, Flavio Augusto Bonato, abordou o tema pandemia e sistemas produtivos. A importância de realizar a gestão e administrar as atividades em uma propriedade rural foi destacada pela extensionista social Marieli Bremm.

Na sequência, Oliveira relembrou a trajetória da formalização da Associação, bem como os passos para efetivar a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) jurídica. Vários agricultores também se manifestaram, destacando a situação das estradas de acesso às propriedades, a busca de recursos para aquisição de equipamentos de uso coletivo, oportunidades de acesso ao crédito, através do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento dos Pequenos Estabelecimentos Rurais (Feaper), da Seapdr, e sugestões de assuntos técnicos para as próximas reuniões.

Ao final, foi avaliado o novo formato de realização da reunião, aprovado pelos participantes. Nos próximos dias deve ser agendada uma nova reunião com pauta voltada a assuntos técnicos.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

×