Sargento gay consegue licença-paternidade inédita de 6 meses em PE - Portal Plural
Connect with us

Mundo

Sargento gay consegue licença-paternidade inédita de 6 meses em PE

Publicado

em

download

  • FAST AÇAÍ
  • Academia Persona

Após um requerimento negado e cinco meses de espera na justiça, o sargento gay da Polícia Militar de Pernambuco, Valdi Barbosa, de 40 anos, conseguiu aproveitar a licença-paternidade com a filha Sofia e o marido, Rafael Moreira, de 41 anos. Foi a primeira decisão desse tipo na PM do estado.

O pedido foi feito na justiça após o oficial ter o benefício negado administrativamente. Valdi e Rafael tiveram Sofia em junho de 2022 e, na época, o PM teve direito apenas a 20 dias de licença. Vendo a necessidade da família, ele buscou seu direito na justiça.

“Mostrei que minha família existe e preferi não me esconder, porque minha felicidade vale muito mais”, disse o sargento, comemorando a vitória. Valdi e Rafael também mostram a rotina da família nas redes sociais.

Barriga solidária

Sofia é fruto de uma fertilização in vitro com barriga solidária. Foram utilizados óvulos de uma doadora anônima e o sêmen coletado do sargento. A gestação voluntária foi feita pela Rosilene, que é irmã de Valdi. Cogitar a licença-paternidade além dos 20 dias já oferecidos pela corporação, surgiu quando a ‘barriga solidária’ chegou ao terceiro mês de gestação. Valdi notou que ele e Rafael – que é professor de inglês online – precisariam de mais tempo em casa para cuidar da bebê.

A busca pela licença-paternidade

Valdi disse que começou todos os trâmites para a solicitação, mas encontrou algumas barreiras pelo caminho.

“Falei com meu superior e ele falou que eu ia ter que entrar com um requerimento administrativo, mas que provavelmente o pedido seria negado, porque não havia nenhum precedente no estado e não havia embasamento jurídico”, explicou o sargento.

Sem desanimar, o pai fez uma longa pesquisa e montou um pedido muito bem argumentado. “Eu fiz o requerimento e inseri vários casos de pais solo que encontrei, inclusive um do Recife. Mas não encontrei nenhum caso de policial militar”, afirmou Valdi. Mesmo com tanto esforço, Valdi teve um ‘não’, como resposta. O requerimento passou por diversas secretarias da Polícia Militar, seguiu para a Secretaria de Defesa Social e, por fim, foi parar na Procuradoria Geral do Estado, última instância a negar a licença de seis meses.

“Foi aí que eu decidi entrar na Justiça. Primeiro, o estado me concedeu a licença padrão, de 20 dias. Cheguei a trabalhar por dois serviços e depois saiu a sentença. Juntando com férias, fiquei quase oito meses com minha filha”, contou o policial.

Pela família 

Valdi é sempre muito enfático quando fala do direito que obteve com a justiça pernambucana. Ele explicou que, desde o início da batalha judicial, a intenção era buscar o conforto da família.

“O direito não é meu, é da minha filha. Algumas pessoas podem pensar que eu quis um direito que é das mães, mas na verdade o direito é da criança, de ter alguém se dedicando integralmente a ela por seis meses”, afirmou.

Por ser policial, Valdi trabalha num plantão de 24 horas de serviço por 72 horas de folga. Já Rafael, que dá aulas online, tem horários mais irregulares. Eles precisaram criar uma rotina para que Sofia tivesse toda assistência que precisa. Nos momentos em que folga, Valdi fica responsável pela menina. Rafael assume nos intervalos das aulas. Nos plantões do policial, uma amiga de infância dele fica com Sofia de dia, até que, de noite, Rafael largue.

Sonho de paternidade

Valdir e Rafael estão juntos há 11 anos. O policial sempre comentou com o parceiro a ideia de ter filhos. Já o professor contou que a ideia não foi tão natural.

“Quando eu tinha 20 e poucos anos, tinha muita vontade de ser pai. Depois, as coisas foram mudando e eu desisti, por causa da condição da gente, com medo que a criança sofresse, e por causa de processos meus”, contou Rafael.

“Quando conheci Valdi, ele expressou o desejo e eu esperava que ele desistisse. Parecia algo distante da nossa realidade. Mas ele insistiu, eu embarquei e logo incorporei a ideia e a vontade novamente”, completou.

Rafael conta que todo o processo de ter Sofia foi, para eles, um ato de coragem.

Compartilhe

Curiosidades

Peru reivindica título de homem mais velho do mundo, nascido em 1900

Publicado

em

portal plural peru reivindica título de homem mais velho do mundo, nascido em 1900
Foto: Pension65/Reuters
  • FAST AÇAÍ
  • Academia Persona

As majestosas montanhas dos Andes peruanos podem guardar o segredo da longevidade, e o homem mais velho do mundo pode residir nessa região, segundo uma nova reivindicação das autoridades peruanas sobre um homem nascido em 1900.

O governo do Peru anunciou que Marcelino Abad, residente da área de Huanuco, no centro do país, tem 124 anos, o que o colocaria como a pessoa mais longeva do mundo, superando todos os registros anteriores de longevidade já verificados de forma independente.

“Em meio à serenidade da natureza exuberante de Huanuco, Marcelino Abad Tolentino, também conhecido como ‘Mashico’, cultivou um estilo de vida saudável e uma paz interior, refletidos em sua excelente saúde e personalidade afável”, declarou o governo em um comunicado.

“E essa serenidade e habilidade o ajudaram a atravessar 12 décadas de vida, culminando no seu aniversário de 124 anos, celebrado em 5 de abril, quando ele apagou as velas.”

As autoridades peruanas afirmaram que estão auxiliando Abad em seu processo de candidatura ao Guinness World Records (GWR), o famoso livro dos recordes, para obtenção de uma verificação independente.

Fonte: Forbes
Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Primeira estação de telefonia móvel é inaugurada na Antártida

Publicado

em

portal plural 4g na antartida

  • Academia Persona
  • FAST AÇAÍ

A Telenor, empresa norueguesa, anunciou nesta segunda-feira (5) a inauguração da estação base de telefonia móvel mais ao sul do mundo, localizada na Antártida. Essa iniciativa marca a introdução dos primeiros serviços regulares de telefonia em uma região isolada do continente gelado.

O novo serviço 4G abrange a distante estação de pesquisa Troll e seus arredores, proporcionando maior segurança para cientistas e equipe. Além disso, viabiliza o uso de dispositivos capazes de coletar e transmitir informações em tempo real, de acordo com informações divulgadas pelo grupo.

A estação Troll, vinculada ao Instituto Polar Norueguês, mantém uma equipe ao longo do ano, dedicando-se a pesquisas que abrangem desde o estudo de geleiras e geologia até análises meteorológicas, climáticas e de radiação.

O serviço recém-implementado complementa a recente instalação, também pela Telenor, das torres de telefonia móvel mais ao norte do planeta, localizadas no assentamento Ny-Aalesund, no arquipélago ártico de Svalbard. Christian Skottun, executivo da Telenor, responsável pela construção de ambas as instalações, destacou que essa iniciativa “abre novas possibilidades para a coleta de dados de sensores em um ambiente de clima severo”. Mesmo utilizando a mesma tecnologia de telefonia móvel empregada em outros lugares, foram implementadas medidas especiais para proteger o equipamento contra ventos de alta velocidade e temperaturas extremamente baixas.

Fonte: G1

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Mundo

Mulher fica presa em teleférico por 15 horas a -5ºC

Publicado

em

portal plural mulher fica presa em teleférico por 15 horas a 5ºc

  • FAST AÇAÍ
  • Academia Persona

Uma mulher, Monica Laso, de 30 anos, ficou presa em um teleférico em um resort em Lake Tahoe, nos Estados Unidos, na quinta-feira, 26 de janeiro, enfrentando uma provação que durou mais de 15 horas em temperaturas que atingiram -5ºC.

Monica embarcou no teleférico por volta das 17h, com o intuito de descer a montanha, já que estava fatigada. No entanto, o teleférico parou pouco tempo depois, deixando-a em uma situação delicada. A mulher clamou por socorro, mas seus apelos não foram ouvidos, e ela passou toda a noite no teleférico, privada de comida e água. Adicionalmente, Monica não possuía um telefone celular, o que complicou ainda mais a sua situação.

Os amigos de Monica entraram em contato com a polícia, que iniciou as buscas. Contudo, a mulher só foi encontrada na manhã de sexta-feira, quando o teleférico retomou as operações. Bombeiros foram chamados ao local para prestar socorro à vítima. Embora tenha recusado ser levada ao hospital, o caso surpreendeu os bombeiros, um dos quais afirmou nunca ter testemunhado algo semelhante.

A estação de esqui está investigando o incidente e enfatizou que a segurança dos hóspedes é sua principal preocupação.

Fonte: Noticias ao minuto

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Compartilhe

[DISPLAY_ULTIMATE_SOCIAL_ICONS]

Trending

×

Entre em contato

×