Saiba o que deve mudar na embalagem da erva-mate vendida no RS

O objetivo da lei é que o consumidor tenha à disposição informação explícita da presença ou da ausência do ingrediente Jefferson Botega / Agencia RBS
Apoiadores:

 

Projeto de lei aprovado na Assembleia Legislativa prevê mudança na embalagem da erva-mate. Pelo texto, passará a ser obrigatória a especificação, por meio de tarja, se há ou não adição de açúcar no produto.

O texto, de autoria dos deputados Frederico Antunes (PP) e Elton Weber (PSB), vai agora para sanção do governador Eduardo Leite.

— Fica definido que tem de constar, de forma clara, que contém ou não esse ingrediente — reforça Antunes sobre a legislação.

O parlamentar conta que a ideia surgiu a partir de observação feita por um médico do Interior sobre os riscos à saúde de pacientes diabéticos, por exemplo, pela falta de informação explícita da presença ou ausência do ingrediente.

Até agora, a obrigatoriedade era de indicação quando havia adição. Segundo Tiago Antonio Fick, analista agropecuário e florestal da Secretaria da Agricultura, algumas marcas colocavam a informação “sem açúcar” por conta, mas isso configurava irregularidade segundo as normas vigentes e fiscalizadas pela Secretaria Estadual da Saúde.

Gisele Loeblein – Gaúcha/ZH

Apoiadores:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui