RS registra pelo menos seis mortes por afogamentos no fim de semana – Portal Plural
Connect with us

Uncategorized

RS registra pelo menos seis mortes por afogamentos no fim de semana

Publicado

em



 

Pelo menos seis pessoas morreram devido a afogamentos no Rio Grande do Sul no fim de semana. No domingo (13), foram confirmadas quatro mortes no Estado.

Em Alegrete, na Fronteira Oeste, o corpo de Juliano Jardim, 18 anos, foi encontrado por volta das 11h no Rio Ibirapuitã. O jovem e outros dois amigos estavam jogando futebol quando decidiram atravessar o rio a nado, e Juliano desapareceu.

A busca, iniciada na tarde de sexta-feira (11), contou com o apoio dos bombeiros mergulhadores de Santa Maria e Santiago. Neste ponto, o rio tem profundidade de dois a três metros. Não há monitoramento por salva-vidas. O sargento Luís Antônio Melo Rodrigues, que atua há mais de 30 anos no Corpo de Bombeiros, alerta para o perigo de se banhar em um local como este:

— As pessoas devem evitar locais não recomendados para banho e ficar sempre perto dos salva-vidas. Quando forem se banhar em qualquer local, também é importante levar boias. Quem não sabe nadar não deve entrar na água.

Em Candelária, no Vale do Rio Pardo, as buscas por Anderson Belotti da Silva, 20 anos, eram feitas desde a tarde de sábado (12) no Rio Pardo. O jovem estava nadando com amigos em um local conhecido como Prainha quando desapareceu na água. O corpo foi localizado pouco depois das 11h deste domingo.

Ainda no sábado, um caso de afogamento também havia sido registrado em Gravataí, na Região Metropolitana. Um homem identificado como José Luiz da Silva Borba, 42 anos, desapareceu após entrar no Rio Gravataí com um amigo, no Distrito Industrial. O corpo do homem foi retirado pelo amigo, que tentou socorrê-lo. Conforme a Brigada Militar, o rio é profundo em toda a sua extensão e não é recomendado para banho em nenhum ponto.

Litoral Norte
Na praia de Rainha do Mar, em Xangri-lá, no Litoral Norte, um homem de 33 anos morreu afogado na tarde de domingo. O incidente ocorreu nas imediações da guarita 104. A vítima foi identificada como Renan Marzarotto.

Conforme relato de familiares, ele estava com a namorada aproveitando a tarde e decidiu entrar sozinho no mar por volta das 13h30min e não voltou mais. O corpo foi encontrado boiando, cerca de três horas depois, próximo à guarita 103.

Na tarde de sexta-feira (11), um adolescente de 14 anos morreu afogado em Maquiné, também no Litoral Norte. Jonatan Fabiano da Rosa Silva de Souza estava junto com amigos tomando banho no rio Maquiné. Segundo o Corpo de Bombeiros, ele mergulhou e desapareceu. Os bombeiros foram acionados e retiraram o adolescente do rio sem vida.

Piscina
Além destes, um outro caso de afogamento foi registrado neste fim de semana: um menino de quatro anos, identificado como Davi Luís Barbosa Santos, morreu após cair em uma piscina durante uma festa de Dia das Crianças em Santa Maria, na Região Central. Ele foi encontrado ainda com vida, mas não resistiu.

Gaúcha/ZH

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

DRACO SANTA ROSA com novidades

Publicado

em



Uma novidade foi lançada em Santa Rosa/RS a DRACO agora conta com um número de whats próprio para denúncias e informações, 24hrs, 7 dias por semana.

”A idéia é proporcionar um canal para a comunidade se comunicar com a Polícia Civil de forma fácil e sigilosa.” destacou o delegado Tiago Tescke.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Ensino

O CRA/RS promove a interiorização e discute a sua inserção nas comemoração dos 100 anos da Setrem

Publicado

em



Capitaneados pelo Delegado Regional do CRA, o Administrador Carlos Norberto Filipin, a Setrem sediou reunião de interiorização do Conselho Regional de Administração do RS, e discutiram junto com a Amufron ações para comemoração dos 100 anos da instituição.

No último dia 01 de outubro de 2021, as 14 horas, realizou-se uma reunião de interiorização do Conselho Regional de Administração do Rio Grande do Sul – CRA/RS na cidade de Três de Maio, capitaneados pelo Delegado Regional do CRA/RS, o administrador Carlos Norberto Filipi, tendo como local o Campus da Setrem, e teve a representação da Direção da instituição, citando a presença dos administradores, Sandro Ergang, Mauro Alberto Nuske e Alexandre Chapoval Neto, e ainda contou com a presença de toda a Diretoria do Conselho Regional de Administração do Rio Grande do Sul – CRA/RS, liderados pela presidente do CRA-RS, Adm. Claudia Abreu, na oportunidade este participando o prefeito de Boa Vista do Buricá e Presidente da Amufron, Joãozinho Sehnem, onde se discutiu a inserção do CRA/RS nos 100 anos da Setrem, reafirmando a importância do trabalho da representação do Conselho, que registra um marco importante para a profissão.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Uncategorized

Câmara aprova repasse adicional a municípios; impacto em 2022 é de R$ 1,6 bilhão

Publicado

em



Porcentual vai se elevando ano a ano até atingir 1% em 2025, quando o repasse será o equivalente a R$ 4,6 bilhões

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou na noite desta quarta-feira (6) um repasse adicional de 1% das receitas com Imposto de Renda e IPI aos municípios. Como a proposta de emenda à Constituição (PEC) foi votada em segundo turno e já foi aprovada pelos senadores, o texto vai à promulgação. Não cabe possibilidade de veto do presidente da República.

A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) celebrou a aprovação da proposta, que significará um incremento de R$ 1,6 bilhão no caixa das prefeituras em setembro de 2022, o equivalente a 0,25% das receitas com IR e IPI. O porcentual vai se elevando ano a ano até atingir 1% em 2025, quando o repasse será o equivalente a R$ 4,6 bilhões (em valores de hoje).

A proposta teve apoio massivo no plenário da Câmara, inclusive da base governista. O texto foi aprovado por 456 votos a três. O resultado da votação, porém, foi considerado ruim pela área econômica, pois resulta em menos receitas para a União.
Os municípios já recebem hoje um repasse de 22,5% das receitas com IR e IPI por meio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Além disso, nos últimos anos foram aprovados 1% adicional nos meses de dezembro e mais 1% nos meses de julho.

As investidas das prefeituras para abocanhar mais 1% de FPM nos meses de setembro vêm desde 2015. O texto foi aprovado no Senado em 2017 e recebeu aval dos deputados em primeiro turno no fim de 2019.
Em dezembro do ano passado, a proposta foi pautada para o segundo turno de votação a pedido da própria base do governo, o que levou a uma mobilização no Ministério da Economia para barrar a medida.

Fonte : estadão

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

PLURAL AGÊNCIA DE PUBLICIDADE LTDA
ME 33.399.955/0001-12

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Entre em contato

×