Riquelme, ídolo do Boca Juniors, é eleito presidente
Connect with us

Esportes

Riquelme, ídolo do Boca Juniors, é eleito presidente

Publicado

em

portal plural riquelme

Academia PersonaFAST AÇAÍtopo humbeto pluralNuvera

Eleição contabilizou mais de 46 mil votos, a maior na história do futebol argentino

 

O ex-jogador Riquelme foi eleito presidente do Boca Juniors, neste domingo (17). A votação foi histórica, porque o ídolo superou Andrés Ibarra em eleição com 46,4 mil votos, a maior soma em um pleito para um presidente de um clube de futebol argentino.

Juan Román Riquelme foi eleito ao cargo máximo com 68% dos votos e terá mandato até 2027. Ao disputar a atual eleição, ele obteve 30.318 mil votos contra 15.949 de Ibarra.
Vices e xingamentos

A eleição no clube popular argentino teve curiosidades. Riquelme foi o vice-presidente do clube durante a gestão de Jorge Ameal. No novo pleito, eles trocaram de posição e Ameal foi eleito vice na chapa. Pela oposição, Ibarra tinha como seu vice Maurício Macri, o ex-presidente da Argentina e do Boca Juniors.

O presidente da Argentina, Javier Milei, foi hostilizado por torcedores ao ir votar em La Bombonera. Milei é sócio do clube.

A campanha foi marcada por denúncias de corrupção entre os candidatos e interferência judicial a ponto de remarcar a data da eleição, antes prevista para o dia 3 de dezembro.

Riquelme foi tricampeão da Libertadores pelo Boca. Como vice, ele geriu o clube durante o vice-campeonato da Libertadores 2023, contra o Fluminense. Em 2024, o time argentino não disputará o principal torneio do futebol sul-americano.

Jogador / Presidente também no Brasil

Aqui no Brasil e em episódios recentes, ex-jogadores também se tornaram presidentes de clubes de futebol. Pedrinho foi eleito presidente do Vasco da Gama e, também no RIo, Romário chegou ao cargo máximo no America Football Club.

 

Fonte: CNN

Compartilhe

Esportes

Inter receberá doações para vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul em jogo contra o São Paulo, nesta quinta-feira, pelo Brasileirão

Publicado

em

portal plural inter receberá doações para vítimas das enchentes no rio grande do sul em jogo contra o são paulo, nesta quinta feira, pelo brasileirão

Nuveratopo humbeto pluralAcademia PersonaFAST AÇAÍ

Após vencer o Delfín-EQU na Copa Sul-Americana no último sábado (08), o Inter enfrentará o São Paulo nesta quinta-feira (13), às 20h, no estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC). A partida é válida pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O clube espera lotar o estádio e, aproveitando a grande circulação de torcedores, o Inter também organizará uma arrecadação de doações para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul.

Segundo o comunicado do clube, “a Cruz Vermelha e a Equipe Multi-Institucional estarão recebendo doações nos principais acessos do estádio, a partir das 18h”. O Inter ressaltou que as principais contribuições devem ser alimentos ou materiais de higiene e limpeza.

O último treino da equipe de Eduardo Coudet ocorreu na tarde desta quarta-feira (12), no CT Morada dos Quero-Queros, em Alvorada (RS). O elenco colorado e a delegação viajarão para Criciúma por volta das 19h.

Fonte: Jornal o Sul

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Esportes

Fifa divulga calendário detalhado e itinerário dos anfitriões para a Copa do Mundo de 2026

Publicado

em

portal plural fifa divulga calendário detalhado e itinerário dos anfitriões para a copa do mundo de 2026
Hector Vivas/Getty Images
topo humbeto pluralFAST AÇAÍNuveraAcademia Persona

A Fifa divulgou o calendário detalhado da Copa do Mundo de 2026, que será realizada nos Estados Unidos, México e Canadá.

O jogo de abertura do Mundial ocorrerá em 11 de junho no Estádio Azteca, na Cidade do México, tornando-se o primeiro estádio a sediar três aberturas do torneio, após ter sido palco das partidas inaugurais em 1970 e 1986. A final da Copa do Mundo está marcada para 19 de julho, no Metlife Stadium em Nova Jersey.

Segundo o calendário da Fifa, os Estados Unidos disputarão as oitavas de final em solo americano, independentemente de sua classificação na fase de grupos. O México, que estará no Grupo A, jogará as oitavas na Cidade do México se ficar em primeiro lugar, e em Los Angeles se ficar em segundo.

O Canadá, no Grupo B, fará suas oitavas em Vancouver se terminar como líder do grupo, e em Los Angeles se ficar em segundo lugar. Os Estados Unidos, por sua vez, jogarão as oitavas de final em São Francisco se vencerem o Grupo D, e em Dallas se avançarem em segundo lugar.

Fonte: CNN Brasil
Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Esportes

Brasil empata em 1 a 1 com os Estados Unidos no último amistoso antes da Copa América

Publicado

em

portal plural brasil empata em 1 a 1 com os estados unidos no último amistoso antes da copa américa
Foto: Rafael Ribeiro/CBF
Academia Personatopo humbeto pluralNuveraFAST AÇAÍ

Em um amistoso realizado nesta quarta-feira (12) no Camping World Stadium, na Flórida, a Seleção Brasileira empatou com os Estados Unidos por 1 a 1. O gol brasileiro foi marcado por Rodrygo. Esse foi o último jogo preparatório da equipe comandada por Dorival Júnior antes da Copa América. A estreia do Brasil na competição será contra a Costa Rica, no dia 24, em Los Angeles. Paraguai e Colômbia completam o grupo.

Diferente da vitória contra o México, Dorival Júnior escalou a equipe com força máxima desde o início, contando com jogadores como Lucas Paqueta, Raphinha, Vinícius Júnior e Rodrygo, que haviam sido poupados no último sábado (8).

O Jogo

A partida começou movimentada, com ambas as equipes criando chances perigosas. Os Estados Unidos chegaram primeiro, com Musah acertando o travessão e Alisson fazendo uma boa defesa após jogada de Pulisic.

Após os sustos iniciais, o Brasil passou a dominar e criar oportunidades. Rodrygo, em duas tentativas, foi parado pelo goleiro Matt Turner, mas na terceira, após jogada de Raphinha, ele marcou para o Brasil com um chute forte.

O Brasil continuou pressionando com Raphinha e Rodrygo, mas não conseguiu ampliar. Pulisic empatou para os Estados Unidos com uma cobrança de falta rasteira, surpreendendo Alisson.

O primeiro tempo terminou com poucas chances adicionais de gol para ambas as equipes.

No segundo tempo, o Brasil aumentou a intensidade, criando boas chances nos primeiros 15 minutos, mas sem sucesso. Endrick, que entrou no lugar de Bruno Guimarães, quase marcou em sua primeira jogada, mas Turner defendeu.

Os Estados Unidos responderam com contra-ataques rápidos, obrigando Alisson a fazer boas defesas e quase marcando em chutes que passaram perto da trave.

Nos minutos finais, o Brasil pressionou em busca do segundo gol, mas não conseguiu alterar o placar.

Ficha Técnica

Estados Unidos: Turner; Scally (Moore), Chris Richards, Ream e Antonee Robinson; McKennie, Musah (Adams) e Reyna (Johnny); Weah (Aaronson), Pepi (Balogun) e Pulisic. Técnico: Gregg Berhalter.

Brasil: Alisson; Danilo, Marquinhos, Beraldo e Wendell; Bruno Guimarães (Andreas Pereira), João Gomes (Douglas Luiz) e Lucas Paquetá (Endrick); Raphinha (Savinho), Rodrygo (Gabriel Martinelli) e Vinícius Júnior. Técnico: Dorival Júnior.

Arbitragem: Said Martinez (Honduras-Fifa). Assistentes: Walter Lopes e Christin Ramirez (ambos de Honduras-Fifa). VAR: Oscar Romo (México-Fifa).

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

×

Entre em contato

×