Acesse aqui
Rádio Web Portal Plural
Rio Grande do Sul tem quase 800 profissionais de saúde afastados por coronavírus – Portal Plural
Connect with us

Destaque

Rio Grande do Sul tem quase 800 profissionais de saúde afastados por coronavírus

Pável Bauken

Publicado

em

Afastamento de profissionais no RS chega a quase 800 | Foto: Sebastien Bozon / AFP / CP


O número de profissionais da Saúde afastados por conta do novo coronavírus no Estado chega a pelo menos 789. Entre estes profissionais estão médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, além de funcionários de instituições de saúde. O total de afastamentos é inferior ao verificado no dia 9 de abril, quando o número chegou a 1.449 profissionais. Os números foram repassados pelas secretarias municipais de Saúde de 12 cidades pesquisadas: Porto Alegre; Novo Hamburgo; Sapucaia do Sul; Santa Cruz do Sul; Bagé; Esteio; Alvorada; Bento Gonçalves; Pelotas; Cachoeirinha; Farroupilha e Canguçu.

No primeiro levantamento, dados de outras sete cidades também foram contabilizados mas, desta vez, as prefeituras das cidades Canoas, Caxias do Sul, Rio Grande, Viamão, Guaíba, Gravataí e São Leopoldo, não repassaram informações sobre os afastamentos. Entre as cidades pesquisadas, a maioria apresentou redução no número de profissionais fora dos locais de trabalho. Os números aumentaram em Pelotas, de 28 para 65, Canguçu, de 7 para 23 e em Cachoeirinha, de 22 para 58. O município com maior número de profissionais da saúde afastados, atualmente, é Porto Alegre, com pelo menos 412, espalhados entre rede municipal, Hospital de Clínicas e Grupo Hospitalar Conceição (GHC). No GHC foi registrado o maior número de afastamentos, chegando a 341, o que representa 82,76% do total pesquisado na Capital.

A maior redução ocorreu nas cidades de Porto Alegre e Sapucaia do Sul, passando de 524 para 412 e de 98 para 16, respectivamente. De acordo com o Conselho Regional de Enfermagem do Rio Grande do Sul (Coren-RS), pelo menos 433 profissionais de enfermagem estão em quarentena, portanto afastados dos postos de trabalho, por suspeita da Covid-19. Destes, pelo menos 64 que também estão em isolamento tiveram o diagnóstico da doença confirmado. Pelo menos 11 profissionais estão internados com suspeitas da Covid-19 e, até o momento, uma profissional faleceu em decorrência da doença.

O Rio Grande do Sul é o 5º estado com maior número de afastamentos de profissionais da enfermagem, conforme levantamento realizado pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), ficando atrás dos estados de São Paulo (2.732), Rio de Janeiro (2.522), Santa Catarina (740) e Ceará (687). Conforme o presidente do Coren-RS, Daniel Menezes de Souza, muitas queixas chegam ao Coren-RS por conta da falta de Equipamento de Proteção Individual (EPI) ou pela baixa qualidade dos EPIs fornecidos. Sobre o número de afastamentos, Souza diz que os profissionais da enfermagem acabam sendo bastante afetados justamente por estarem na linha de frente do atendimento de pacientes com a Covid-19.

“Já existe essa exposição natural, então com falta de EPI ou com EPI de baixa qualidade, o risco de transmissão é aumentado, a deficiência dos EPIs está nos preocupando muito. Não dá só para reclamarmos que não dá para importar, temos o insumo aqui, todos eles são derivados do petróleo”, reitera. Segundo Souza, é preciso estimular a fabricação de EPIs para os profissionais da saúde em território nacional, para que seja possível garantir uma boa distribuição. Além disso, Souza destaca que existe uma outra situação, que é a falta de capacitação para os profissionais. “Falta treinamento para essas equipes, para utilizar os EPIs de maneira adequada, assim como é de responsabilidade do empregador é a aquisição do EPI, ele também é responsável pela capacitação dessas equipes. Não tendo esse cuidado, o número dos afastamentos vai continuar crescendo a cada dia”, enfatiza.

Souza explica que o canal da ouvidoria do Coren-RS recebe as denúncias e a entidade desloca fiscalização para que seja feita uma inspeção nos locais para averiguar os problemas. “No momento em que verificamos alguma irregularidade, já notificamos os coordenadores da enfermagem ou o responsável técnico pelo setor, se for necessário, em algum caso, também vamos judicializar. É preciso que a gente consiga garantir a segurança dos profissionais e a proteção dos pacientes também”, diz. Ele ainda enfatiza que é preciso ampliar a realização de testes nos profissionais da saúde. “Pelo menos 80% dos colegas que têm testado positivo, muitos deles não têm sintomas, então pode acontecer uma transmissão dentro da instituição hospitalar, é importante testar para não espalhar o vírus”.

Confira a lista de afastamentos dos profissionais de saúde em cada cidade:

Porto Alegre – 412 (não contabilizado Hospital Moinhos de Vento)
Novo Hamburgo – 119
Sapucaia do Sul – 16
Santa Cruz do Sul – 71
Bagé – 1
Esteio – 6
Alvorada – 3
Bento Gonçalves – 14
Pelotas – 65
Cachoeirinha- 58
Farroupilha – 1
Canguçu – 23
TOTAL: 789

Correio do Povo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Presidente da Emater/RS acompanha resultados do trabalho na região de Santa Rosa

Pável Bauken

Publicado

em



Com o objetivo de dar atenção às demandas locais, em uma aproximação com a Diretoria da Instituição, o presidente da Emater/RS, Geraldo Sandri, esteve nesta quinta-feira (26/11) na região de Santa Rosa. Além de apresentar à comunidade, por meio da imprensa, o trabalho realizado pela Assistência Técnica e Extensão Rural e Social (Aters) junto a mais de 200 mil famílias gaúchas, o presidente e o gerente regional adjunto, José Vanderlei Waschburger, se reuniram de forma virtual com todos os empregados da região a fim de discutir ações de gestão interna e o atendimento ao Plano de Trabalho pactuado com a Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr).

Acompanhado pelas equipes municipais da Instituição, Sandri conferiu in loco o resultado de alguns programas que vêm sendo executados pela Emater/RS-Ascar, a exemplo dos programas estaduais de Agroindústria Familiar (Peaf) e de Apoio à Ampliação da Infraestrutura Rural.

Pela manhã, o presidente participou de visita técnica à Agroindústria de Embutidos Sulina, do produtor Blasio Kunst, onde foi assinado o termo de inclusão ao Peaf. Logo após, foi recebido no gabinete da Prefeitura de Santa Rosa pelo vice-prefeito Luís Antônio Benvegnú.

Em visita a São José do Inhacorá, no turno da tarde, acompanhou o início da construção de açude na propriedade de Tenésio Balz. A obra faz parte do Programa Estadual de Apoio à Ampliação da Infraestrutural Rural, da Seapdr, que viabilizará a construção de 90 açudes na região de Santa Rosa, com projetos técnicos elaborados pela Emater/RS-Ascar.

 

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Natal Encantado terá máquina de neve artificial

Pável Bauken

Publicado

em

Odaylson Eder, Presidente da ACISAP; Douglas Rafael Marques, Vice-Presidente Administrativo da ACISAP; Paulo Roberto Coelho, Diretor de Turismo da ACISAP e os representantes da Prefeitura Elenir Vicini, Primeira Dama; Beto Almeida, Secretário de Cultura, Eula Lubenov Moscon, Diretora de Cultura.

Durante as programações de Natal deste ano, a Casa do Papai Noel instalada na Praça da Bandeira terá uma iniciativa inovadora: a máquina de neve artificial, que estará encantando adultos e crianças.

ACISAP atendendo pedido do Gabinete da Primeira Dama adquiriu a máquina e realizou na data de hoje (26/11), a entrega e assinado o contrato de comodato da máquina.

Presidente da ACISAP Odaylson Eder colocou que a ideia da máquina de neve é inovadora e diferenciada e a entidade através do Vice-Presidente de Comércio Cássio Feltes, do Vice-Presidente Administrativo Douglas Rafael Marques e do Diretor de Turismo Paulo Roberto Coelho, está colaborando nos eventos do Natal, onde também estão coordenando o Tannenbaumfest, preparando Santa Rosa para receber a comunidade e visitantes de outros municípios.

A Primeira Dama, Elenir Vicini, agradeceu o empenho e a parceria da direção da Acisap, na doação da máquina, que sem dúvida será um atrativo a mais, além de toda a ornamentação na Praça da Bandeira.

 

 

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Um Musicanto com ecletismo de canções, diz Fernando Keiber

Pável Bauken

Publicado

em

Fernando Keiber realizou passagem de som ao lado se sua esposa, Patrícia Prestes ( apresentadora do Festival). (Foto: Imprensa Fenasoja/Musicanto)

O coordenador do Musicanto 2020, Fernando Kieber não esconde a alegria horas antes da abertura de mais um festival.  Durante sua passagem de som na manhã desta quinta-feira, 26, “Nando”, como é conhecido pelos amigos, ao lado se sua esposa Patrícia Prestes (apresentadora do Festival) destacou que este ano o evento está com um pé no passado e outro no futuro.

Questiona sobre o que marcará esta edição, ele diz que será o resgate e a inovação. “O Musicanto volta a ser realizado em novembro, como era uma marca registrada dele, e retoma também retoma a marca dos primeiros festivais que é o ecletismo e a qualidade das canções. Uma retomada da tradição do festival que também será marcado pelas canções que são maravilhosas”, afirmou.

Nando ainda reiterou que o Musicanto vem se reinventando, e do jeito que está neste momento mostra também a resiliência da Comissão Organizadora que está trabalhando arduamente concentrada na realização do evento. “Outro ponto importante será a transmissão de forma on line, vai ter uma abrangência sem estimativa ainda, devido a sua grandeza. Um exemplo disso é que as famílias dos músicos que vêm de longe poderão acompanhar como se tivessem no Centro Cívico com altíssima qualidade de som e imagem. É um pé no passado e um pé no futuro”, reiterou Fernando.

O festival traz na primeira noite o Musicanto Local, com 10 canções de artistas regionais. Segue na sexta com apresentação de 24 canções latino-americanas e a final no sábado, quando será conhecida a grande campeã deste ano. Outra novidade deste ano é o show principal, que acontecerá no sábado, antes da premiação do festival. O Grupo Mas Bah estará no palco apresentando o melhor da música regional.

O festival também é atrativo devido sua premiação, pois só nesta edição serão distribuídos R$ 39 mil em prêmios. A Música Mais Popular que será escolhida através da votação on line no site da FENASOJA receberá R$ 2.500,00 (dois mil e quinhentos reais).

O Musicanto 2020 é realizado pela FENASOJA, com o apoio da Prefeitura de Santa Rosa, com o patrocínio da Companhia Riograndense de Saneamento-CORSAN, Governo do Estado do Rio Grande do Sul- Novas façanhas, além das Lojas Hoje e do Super Cotrirosa, com o financiamento do Pró-Cultura-RS.

 

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

© 2020 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×