Refrigerante aumenta em até 31% as chances de morte prematura, diz nova pesquisa – Portal Plural
Connect with us

Medicina & Saúde

Refrigerante aumenta em até 31% as chances de morte prematura, diz nova pesquisa

Grupo de Harvard analisou as dietas de mais de 100 mil pessoas por 34 anos e constatou que o consumo constante das bebidas açucaradas leva a mais mortes por doenças cardíacas e dois tipos de câncer

Publicado

em

Refrigerantes açucarados são ameaça séria à saúde e aumentam chance de morte prematura, segundo novo estudo de cientistas de Harvard (Foto: Pexels)


Um novo estudo da Escola de Saúde Pública de Harvard confirmou algo que as comunidades médica e nutricional já dizem há tempos: o consumo de refrigerante aumenta as chances de morte prematura – sobretudo por doenças cardíacas e alguns tipos de câncer.

A pesquisa, publicada ontem (18/3), é uma das mais amplas já publicadas sobre o assunto. Os cientistas acompanharam 37 mil homens e 80 mil mulheres durante um período de 34 anos (de 1980 a 2014) e foram informados pelos próprios participantes sobre seu consumo diário de refrigerantes – também foram considerados outros tipos de bebidas gaseificadas e não gaseificadas, mas cuja recorrência na dieta comum das pessoas é bem menor.

Eles documentaram, nesse período, mais de 20 mil mortes por problemas relacionados ao consumo de bebidas açucaradas, num universo de 36 mil óbitos por problemas diversos.

Foi constatado que pessoas que bebem refrigerantes açucarados duas ou mais vezes por dia têm um risco 21% maior de morrer prematuramente do que aquelas que bebem uma vez por mês ou menos. Mesmo quem toma apenas um copo por dia já tem um risco 14% maior em relação àqueles que não tomam refrigerante ou tomam eventualmente.

O risco é ainda maior se consideradas apenas as mortes por doenças cardíaca. Nesse caso, os fissurados por refrigerante (que tomam dois ou mais copos diariamente) têm 31% mais chances de morrer prematuramente por uma falha no coração. Em média, cada copo de refrigerante consumido diariamente representa um risco 10% maior, dizem os pesquisadores.

Em um patamar menor, também foi identificada uma relação entre o consumo de refrigerantes com açúcar e a ocorrência de dois tipos específicos de câncer: de mama e colorretal.

Embora a pesquisa se baseie em depoimentos dos próprios participantes – o que pode acarretar em imprecisões ou dados falsos –, os responsáveis pela nova pesquisa estão seguros da sua confiabilidade como referência para questões de saúde envolvendo os refrigerantes. “Não é aleatório. Há uma grande consistência nas informações que encontramos”, diz um dos autores, Vasanti Malik.

Refrigerante diet ajuda, mas não resolve

A pesquisa também avaliou o consumo de refrigerantes adoçados artificialmente – os famosos refris diet. A situação melhora um pouco: trocar um copo de refrigerante comum por um com adoçante diminui em 4% o risco de morte prematura de forma geral, e de 5% o de morte relacionada a problemas cardíacos.

Isso não quer dizer que eles sejam benéficos à saúde ou não tragam nenhum tipo de problema. O consumo de quatro ou mais copos de refrigerantes diet aumenta, particularmente entre as mulheres, o risco de morte prematura, em especial por problemas cardíacos, segundo os autores.

Segundo o professor de epidemiologia e nutrição de Harvard, Walter Willett, os resultados são consistentes com os já obtidos anteriormente em relação aos malefícios do açúcar, como a relação dele com o desenvolvimento de diabetes tipo 2 – outra causa comum de morte prematura. Para ele, tantas evidências já conhecidas deveriam servir para embasar políticas públicas que coíbam o consumo excessivo de açúcar.

“Os resultados dão suporte a políticas como a limitação do marketing de bebidas doces para crianças e adolescentes e a implementação de impostos para esses produtos, uma vez que o preço cobrado atualmente não considera os custos do tratamento de suas consequências para a saúde”, afirma.

Os refrigerantes são hoje a maior fonte de adição de açúcar na dieta diária dos americanos. No Brasil, o consumo da bebida é grande, mas está em queda. A Euromonitor projeta que, em 2022, o consumo no país será 22% menor em relação a 2012.

Época Negócios

Compartilhe
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Destaque

Comissões iniciam a construção de mais um Hortigranjeiros

Publicado

em



Em clima de integração e inovação, as comissões que preparam o 34º Encontro Estadual de Hortigranjeiros, que acontece de 9 a 13 de agosto de 2023, reuniram-se nesta quinta-feira (23/06), no Parque Municipal de Exposições Alfredo Leandro Carlson, em Santa Rosa.
O presidente da edição, Marcos Eduardo Servat, recepcionou integrantes de comissões e familiares, oportunidade em que foram realizadas dinâmicas de apresentação e com vistas à criação de vínculos afetivos e de parceria entre os participantes. O encontro contou também com a participação do prefeito Anderson Mantei, do vice-prefeito Aldemir Ulrich e do presidente da Fenasoja 2024, Dário Germano Jr, que manifestaram seu apoio. “Vamos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para apoiar nossas três grandes feiras e contribuir para o desenvolvimento econômico e social do nosso município”, destacou Mantei.
Numa retrospectiva da feira que completa 40 anos em 2023, quando ocorre a próxima edição, Servat lembrou e destacou a importância de valorizar o legado daqueles que construíram a história, resgatando a essência do evento, ao mesmo tempo que se busca inovar com a diversidade de ideias e talentos que compõem as comissões do Hortigranjeiros.
Na última edição o evento – promovido pela Prefeitura de Santa Rosa, Emater/RS-Ascar e Associação dos Produtores de Hortigranjeiros de Santa Rosa (Aphrorosa), com a participação de diversos parceiros – alcançou um público de 120 mil visitantes e envolveu mais de 500 expositores que movimentaram 9 milhões de negócios no total.
Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Vida & Saúde recebe doação da campanha Troco Amigo

Publicado

em



O Hospital Vida & Saúde recebeu na última sexta-feira (18), a doação do valor arrecadado na campanha Troco Amigo da Panvel Farmácias. Neste ano, foram arrecadados R$ 11.253,06.

A entrega do valor foi realizada pela gerente geral, Roseli de Liss e por Eonice Tozi, funcionária que representou a Unidade Panvel da Avenida Expedicionário Weber. Recebida pelo presidente Rubens Zamberlan e pela equipe do Programa Voluntariado do Hospital, a doação representou um gesto importante de apoio, carinho e confiança da comunidade.

“A nossa casa valoriza muito o voluntariado e todas as ações realizadas em torno deste importante projeto. Ficamos muito felizes com a lembrança e com o carinho da comunidade que destina esses valores, demonstrando a confiança no trabalho de nossa Instituição”, destacou o presidente Rubens Zamberlan.

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Trabalho da Odontologia Hospitalar integra apoio importante na recuperação do paciente

Publicado

em



No dia 20 de Março é celebrado o Dia Internacional da Saúde Bucal. Aproveitando esta data, o Hospital Vida & Saúde apresenta um segmento pouco citado entre as especialidades, a Odontologia Hospitalar. No HVS, a odontóloga Ana Regina Martins é a responsável pelo serviço, atuando no cuidado ao paciente junto a equipe multidisciplinar.A Odontologia Hospitalar tem por objetivo prestar ações odontológicas preventivas, diagnósticas, terapêuticas e paliativas em saúde bucal, executadas em ambiente hospitalar junto com as demais áreas na atuação multiprofissional. “O cirurgião dentista atuante no Serviço de Odontologia Hospitalar está focado no cuidado ao paciente cuja doença sistêmica possa ser fator de risco para agravamento e ou instalação de doença bucal, ou cuja doença bucal possa ser fator de risco para agravamento e ou instalação de complicação sistêmica”, explica a odontóloga.A atuação do profissional se dá nos mais variados setores do âmbito Hospitalar, com mais ênfase na Oncologia, UTI Adulto e Maternidade. Em conjunto com a fonoaudióloga é realizado também a frenectomia, já na maternidade, propiciando a melhor sucção do bebê durante a amamentação. O profissional também realiza avaliações, orientações e tratamento em pacientes internados nos demais setores hospitalares quando necessário.“A presença do dentista no hospital favorece a realização de procedimentos de pacientes com maior segurança, além de permitir a solicitação de exames específicos e mais detalhados, facilitar o atendimento do paciente com impossibilidade de frequentar o consultório odontológico e de oferecer a possibilidade de acompanhamento clínico e tratamento específico e relacionamento integral entre equipe, paciente e instituição”, destaca a gerente assistencial, enfermeira Rosa Zorzan.
Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

PORTAL PLURAL LTDA
ME 33.399.955/0001-12

© 2022 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Entre em contato

×