Projeto Flores para Todos colhe resultados na Fronteira Noroeste – Portal Plural
Connect with us

Destaque

Projeto Flores para Todos colhe resultados na Fronteira Noroeste

Pável Bauken

Publicado

em



 

Com o intuito de divulgar a floricultura como alternativa de renda e de diversificação de culturas, além de contribuir com a autoestima dos produtores, os resultados do projeto “Flores para Todos”, na Fronteira Noroeste, foram conferidos a campo na última sexta-feira (13/12). Um dia de campo em Giruá reuniu lideranças, produtores e estudantes, que participaram de visitas técnicas a propriedades de Santa Rosa e Porto Vera Cruz, onde as flores serão comercializadas na Festa das Frutas, no próximo domingo (22/12).

A quarta fase do projeto de extensão contemplou 19 municípios do Rio Grande do Sul, em uma parceria entre a equipe PhenoGlad da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e a Emater/RS-Ascar, conveniada com a Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr). Nesta etapa, a produção de 13,2 mil hastes de gladíolos envolve 23 agricultores familiares e oito escolas da rede pública de ensino. “Com a produção local, encurta-se a cadeia, diminui-se o custo e se tem a possibilidade de conectar as pessoas na comunidade”, avalia o coordenador da Equipe PhenoGlad da UFSM, professor Nereu Augusto Streck.

Na região de Santa Rosa, o pontapé inicial foi no dia 23/06, com a capacitação de professores e alunos da Escola Estadual Técnica Fronteira Noroeste, bem como técnicos da Emater/RS-Ascar e produtores, com o objetivo de aprender mais sobre a floricultura na prática e produzir as flores para a decoração da formatura do 3º ano.

Na ocasião também foi acertado que a iniciativa iria contemplar produtores de outros municípios na região de Santa Rosa, fazendo com que agricultores familiares locais produzam hastes de gladíolos para fornecimento ao mercado local. Assim, as iniciativas foram para além da escola, abrangendo também produtores de Santa Rosa e de Porto Vera Cruz, bem como a Escola Municipal de Ensino Fundamental Agrícola de Tempo Integral São Miguel Arcanjo, de Giruá, e com Assistência Técnica da Emater/RS-Ascar.

A extensionista rural social da Emater/RS-Ascar, em Giruá, Helena Sandri Zaltron, relata que o projeto chegou ao município em uma demanda da produtora Simone Kronbauer, que sugeriu a implantação do projeto. Em contato com o Escritório Regional da Emater/RS-Ascar e com a equipe PhenoGlad, da UFSM, o projeto foi apresentado e passou a ser executado na região. “Em um primeiro momento foram implantados 40 bulbos e, depois, mais 360, somente em Giruá”, relata.

Escola e comunidade conectadas em Giruá
Em uma parceria entre a Emater/RS-Ascar, a equipe PhenoGlad da UFSM, Escola São Miguel Arcanjo e Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Giruá, foi realizado na sexta-feira (13/12) o dia de campo, que apresentou os resultados do Projeto, ao mesmo tempo em que foram abordadas temáticas importantes para a diversificação da fonte de renda, embelezamento de arredores e promoção do bem-estar social.

Na abertura do evento, realizado na Escola da localidade de Mato Grande, estiveram presentes o prefeito de Giruá, Ruben Weimer, o vice-prefeito, Antônio Carlos Dalla Costa, o vice-diretor da Escola, Alberto Spies Klein, a secretária Municipal de Educação e Cultura, Denise Weber, o chefe do Escritório Municipal da Emater/RS-Ascar, José Cláudio Lourega Reis, e o coordenador da Equipe PhenoGlad da UFSM, professor Nereu Augusto Streck.

Em uma das estações temáticas, o público pode acompanhar informações sobre o manejo para produção de hastes e bulbos de gladíolos, ministrada pelo professor da Escola São Miguel Arcanjo, Lucas Palmeira, e Verônica Fuzer Guarienti e Paola Ana Buffon, integrantes da Equipe PhenoGlad da UFSM, com participação da aluna do 5º ano, Danieli Mendonça Macht, que representou os estudantes que cultivaram as flores na escola.

O horto medicinal, seguindo o relógio do corpo humano, implantado pela Emater/RS-Ascar em parceria com a Escola, também foi abordado no dia de campo. Orientações sobre o uso de plantas medicinais foram apresentadas pelos extensionistas rurais do Escritório Regional da Emater/RS-Ascar, Lisete Primaz e Jorge João Lunardi, e pelo professor da Escola São Miguel Arcanjo, Milton Cézar Almeida. A criação de abelhas sem ferrão foi orientada em outra estação, pelo extensionista rural do Escritório Regional, Joney Braun.

O dia de campo foi acompanhado também por alunos da Escola Estadual Duque de Caxias, interessada em ingressar na quinta fase do Projeto Flores Para Todos, em 2020.

Visitas Técnicas em Santa Rosa e Porto Vera Cruz
Em Santa Rosa, os gladíolos foram cultivados na propriedade de Lisete Bergmann, no Rincão dos Souza, e de Haidi Ivete Schmidt, de Esquina Louro. Ambas propriedades receberam visita técnica da Equipe PhenoGlad e dos extensionistas rurais do Escritório Municipal da Emater/RS-Ascar, Claudemir Gilberto Ames e Diogo Danda.

A intenção das feirantes, que estão iniciando a colheita, é que as hastes de gladíolo sejam comercializadas para as festas de final do ano, no Mercado Público Eclair Moraginski. Parte inferior do formulário

Parte inferior do formulário
Nas propriedades de Santa Rosa foi feito o tutoramento das plantas do canteiro e apresentadas orientações sobre a colheita das hastes e dos bulbos, sob a supervisão da equipe técnica do PhenoGlad com acompanhamento dos extensionistas do Escritório Municipal da Emater/RS-Ascar.

Em Porto Vera Cruz, foram implantadas quatro variedades, totalizando 200 bulbos, na propriedade de Diva Maria Ludwig Neis e José Silfredo Neis, localidade de Linha São José. Foram implantados as variedades Jester, Red Beauty, T 704 e White. As flores serão comercializadas na Festa das Frutas, que acontece no próximo domingo (22/12), no município, e na feira municipal de Porto Vera Cruz e Porto Lucena.

Os extensionistas rurais da Emater/RS-Ascar Gilberto Barbaro e Neiva Bencke, acompanhados da equipe do projeto PhenoGald orientaram sobre a colheita e armazenamento das hastes e dos bulbos. Na visita também foi recomendada a implantação de sombrites para evitar danos em função do calor e do sol forte, ideia que já foi colocada em prática no sábado (14/12), um dia após a visita.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Brigada Militar de Horizontina Inaugura novo refeitório

Portal Plural News HZ

Publicado

em



Na sexta-feira 15/01 foi inaugurado novo refeitório da Brigada Militar de Horizontina. Através do Projeto Segurança Suplementar do Banco do Brasil, a Brigada Militar recebeu aporte de R$ 4.990,00 para a reforma.
O espaço foi reformado com a colocação de cerâmicas, pintura, instalações elétrica e hidráulica e móveis sob medida.
A reforma foi cuidadosamente planejada para que os policiais militares possam ter um momento de conforto e bem estar durante suas refeições, sejam elas durante o dia ou madrugada, uma vez que se deslocam de várias cidades para trabalhar em Horizontina.
Esteve presente na inauguração o Gerente do Banco do Brasil de Horizontina Sr. Alexandre Schuller.
A Brigada Militar de Horizontina agradece ao Banco do Brasil pelo apoio.

Foto/Fonte: Brigada Militar

 

 

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

ACORDO INÉDITO ENTRE ESTADO E INICIATIVA PRIVADA VAI GARANTIR OBRA VIÁRIA DE R$ 40 MILHÕES EM HORIZONTINA

Portal Plural News HZ

Publicado

em



Um acordo inédito entre o governo do Estado, Município e a iniciativa privada vai tirar do papel uma obra aguardada há mais de duas décadas. Assinado nesta quarta-feira (27/1) pelo governador Eduardo Leite, prefeito Jones Cunha e representante da John Deere, Paulo Hermann o termo vai possibilitar que a empresa arque com o investimento de R$ 40 milhões mediante abatimento do ICMS. “É um dia histórico”, resumiu Leite.
“Um ato como este é revestido de um simbolismo não apenas para Horizontina, mas para todo o Estado, uma vez que estamos abrindo caminho para a viabilização de obras de infraestrutura significantes e relevantes para o desenvolvimento do Rio Grande do Sul. Afinal, melhorar a logística significa redução de custo de produção e aumentar a competitividade”, acrescentou o governador.
Graças à mobilização das lideranças de Horizontina, durante os últimos dois anos diversas secretarias e deputados estaduais, entre eles Aloísio Classmann, Ernani Pollo e Eduardo Loureiro discutiram intensamente o tema até chegar na proposta finalizada nesta quarta. Como comparação, Leite destacou que o valor da construção do contorno viário de Horizontina representa cerca de um quarto do orçamento anual para investimento em manutenção de estradas em todo o RS.
“Isso só está sendo possível hoje devido ao nosso esforço em promover as reformas que nos permitiram reduzir as despesas da máquina pública, de forma a abrir espaço para mais investimentos, e das reformas para manter as receitas, que nos permitem abrir mão de parte dos impostos para viabilizar essa obra. É a primeira empresa e a primeira obra de muitas que deverão acontecer, porque é um tipo de parceria que atende aos interesses de todas as partes, públicos e privados e, principalmente, que promoverá melhorias para a população”, reforçou o governador.
Com estimativa de conclusão em 18 meses, o contorno viário de Horizontina envolve a construção de uma intersecção de quase oito quilômetros entre a ERS-305 e a RS-E342, retirando do centro da cidade 200 caminhões de grande porte que passam todos os dias transportando colheitadeiras e plantadeiras ou levando matéria-prima para a fábrica.
“Muito mais do que melhorar a mobilidade urbana e favorecer o fluxo de veículos, esta é obra que vai salvar vidas, porque vai dar mais segurança aos moradores para andarem pelas ruas. Com isso, impactará diretamente no desenvolvimento da cidade e região, porque beneficiará outras empresas que poderão ter interesse de investir lá”, afirmou o secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella.
A partir da construção do anel viário, a John Deere também se comprometeu a dar início ao projeto de modernização e de ampliação da fábrica, investimento estimado em R$ 200 milhões.
O acordo firmado, que contou com a colaboração da Procuradoria-geral do Estado e da Secretaria da Fazenda, prevê que a fiscalização da obra seja feita pelo Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), com parceria da prefeitura de Horizontina, que ajudou a viabilizar o terreno indenizando os proprietários onde a obra será feita. A ideia é que esse modelo de convênio seja replicado para futuras obras de infraestrutura.
“Que essa nova façanha sirva de modelo para outras quebras de paradigma no nosso Estado”, definiu o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ernani Polo.
O prefeito Jones Cunha, definiu a data como histórica para o desenvolvimento local e regional. Emocionado, e ao lado dos ex-prefeitos Eduardo Horst e Antônio Lajús, que muito fizeram em suas administrações para que a obra saísse do projeto para a prática, Cunha diz que o governo municipal faz a sua parte, preparando os acessos do entorno com a ampliação da Avenida Dahne de Abreu, da avenida Leonel Brizola no Distrito II e da legalização fundiária e ambiental do Distrito I onde está a fábrica da John Deere e algumas de suas fornecedoras. “Nossa administração na gestão do prefeito Lajús, deu o pontapé inicial a Parceria Público Privada, nós iniciamos a abertura do traçado, destravamos o convênio que estava suspenso junto ao DAER e a John Deere Brasil nos aportou os primeiros R$ 2 milhões em máquinas. Essa iniciativa local, certamente foi o vertedouro dessa PPP intergovernamental e empresarial.
Os vereadores Alessandro Rafael dos Santos, presidente da Câmara de Vereadores, Lucas Stoll e Diogo Weiss participaram da solenidade de assinatura.
Fonte: Impresa HZ
FOTOS: GUSTAVO MANSUR – PALÁCIO PIRATINÍ
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Acordo inédito entre Estado e iniciativa privada garante obra viária de R$ 40 milhões em Horizontina

Lideranças de Horizontina, secretários e deputados discutiram intensamente o tema até chegar na proposta finalizada no Piratini

Pável Bauken

Publicado

em

- Foto: Gustavo Mansur / Palácio Piratini

Um acordo inédito entre o governo do Estado e a iniciativa privada vai tirar do papel uma obra aguardada há mais de duas décadas. Assinado nesta quarta-feira (27/1) pelo governador Eduardo Leite e representantes da John Deere, o termo vai possibilitar que a empresa arque com o investimento de R$ 40 milhões mediante abatimento do ICMS.

“É um dia histórico”, resumiu Leite.

“Um ato como este é revestido de um simbolismo não apenas para Horizontina, mas para todo o Estado, uma vez que estamos abrindo caminho para a viabilização de obras de infraestrutura significantes e relevantes para o desenvolvimento do Rio Grande do Sul. Afinal, melhorar a logística significa redução de custo de produção e aumentar a competitividade”, acrescentou o governador.

Graças à mobilização das lideranças de Horizontina, durante os últimos dois anos diversas secretarias e deputados estaduais discutiram intensamente o tema até chegar na proposta finalizada nesta quarta.

Como comparação, Leite destacou que o valor da construção do contorno viário de Horizontina representa cerca de um quarto do orçamento anual para investimento em manutenção de estradas em todo o RS.

“Isso só está sendo possível hoje devido ao nosso esforço em promover as reformas que nos permitiram reduzir as despesas da maquina pública, de forma a abrir espaço para mais investimentos, e das reformas para manter as receitas, que nos permitem abrir mão de parte dos impostos para viabilizar essa obra. É a primeira empresa e a primeira obra de muitas que deverão acontecer, porque é um tipo de parceria que atende aos interesses de todas as partes, públicos e privados e, principalmente, que promoverá melhorias para a população”, reforçou o governador.

Com estimativa de conclusão em 18 meses, o contorno viário de Horizontina envolve a construção de uma intersecção de quase oito quilômetros entre a ERS-305 e a RS-E342, retirando do centro da cidade 200 caminhões de grande porte que passam todos os dias transportando colheitadeiras e plantadeiras ou levando matéria-prima para a fábrica.

“Muito mais do que melhorar a mobilidade urbana e favorecer o fluxo de veículos, esta é obra que vai salvar vidas, porque vai dar mais segurança aos moradores para andarem pelas ruas. Com isso, impactará diretamente no desenvolvimento da cidade e região, porque beneficiará outras empresas que poderão ter interesse de investir lá”, afirmou o secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella.

A partir da construção do anel viário, a John Deere também se comprometeu a dar início ao projeto de modernização e de ampliação da fábrica, investimento estimado em R$ 200 milhões.

O acordo firmado, que contou com a colaboração da Procuradoria-geral do Estado e da Secretaria da Fazenda, prevê que a fiscalização da obra seja feita pelo Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), com parceria da prefeitura de Horizontina, que ajudou a viabilizar o terreno onde a obra será feita. A ideia é que esse modelo de convênio seja replicado para futuras obras de infraestrutura.

“Que essa nova façanhas sirva de modelo para outras quebras de paradigma no nosso Estado”, definiu o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ernani Polo.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

ENQUETE

Trending

© 2020 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


error: Conteúdo protegido, para ter acesso seja nosso parceiro entre em contato no whats (55) 984161736
×