Projeto de Lei prevê punição a motorista que exibe infração gravíssima na internet – Portal Plural
Connect with us

Uncategorized

Projeto de Lei prevê punição a motorista que exibe infração gravíssima na internet

Publicado

em



Com informações do Portal Estradas

Uma proposta protocolada nesta quarta-feira (5), quer punir os condutores que praticam infrações gravíssimas e divulgam as imagens na internet. De acordo com a autora, a deputada federal Christiane Yared (PL-PR), muitos motoristas registram em imagens situações de risco como trafegando em altas velocidades ou disputando rachas. Esses vídeos são postados em plataformas de divulgação com o objetivo de aumentar o número de seguidos, e consequentemente, obter ganho financeiro com a prática.

A iniciativa da parlamentar foi consequência do levantamento feito pelo SOS Estradas e a entidade de vítimas TRANSITOAMIGO.

De acordo com o texto, o condutor que pratique infrações de natureza gravíssima e as divulgue em meios eletrônicos ou impressos fica impedido de dirigir por um ano, e, no caso de reincidência, terá a habilitação cassada pelo prazo de dois anos.

Atualmente, a infração só é punida quando flagrada no ato por um agente de trânsito. “O que ocorre, atualmente, é o que chamamos de fábrica de infratores que premia quem comete o crime, o divulga e promove. Os jovens estão sendo remunerados para cometer um crime”, disse Yared.

O projeto foi apresentado pela deputada ao Ministro da Justiça Sérgio Moro. A expectativa é que o Ministério possa contribuir para o aperfeiçoamento do projeto, ja que a Policia Rodoviária Federal é a ele subordinada.

Ainda segundo o PL, caso o infrator não tenha a CNH, ficará proibido de obtê-la pelo mesmo período de sua punição. A proposta prevê ainda que as penalizações serão aumentadas de um terço à metade, caso o condutor do veículo tenha divulgado seus vídeos na internet, independente da aplicação de outras sanções.

As punições também se estendem às empresas e plataformas que hospedem ou divulguem os conteúdos. Ao serem notificados pela autoridade competente, devem bloquear o usuário e retirar o conteúdo do ar imediatamente.

Segundo a autora do PL as infrações de alta velocidade e a disputa de rachas têm sido muito divulgadas na internet, atingindo milhares de pessoas, “numa verdadeira prática de estímulo à violência e à prática de crimes, sem que isso sofra qualquer tipo de restrição ou de controle de conteúdo. Não estamos falando de infratores eventuais, mas de casos quase patológicos, de jovens que filmam literalmente e com detalhes espantosos milhares de infrações que cometem ao longo do ano, muitos deles tipificados como crimes de trânsito”.

O coordenador do SOS Estradas, Rodolfo Rizzotto, frisou que muito se fala na ‘indústria de multas’, mas na verdade o que se tem é uma ‘fábrica de infratores’, estimulada pela impunidade.

“Assistimos a essas infrações cometidas, principalmente por jovens – alguns deles com centenas de milhares de seguidores – que postam isso e estimulam outros jovens a fazer o mesmo. Até porque, além de praticar crimes de trânsito, como participar de rachas, andarem em excesso de velocidade – que pode superar 300 km/h -, andar no acostamento, ultrapassar pela direita e falar ao celular, além de todos esses ingredientes, esses jovens ainda são remunerados pelo YouTube. É inaceitável que o YouTube dê placas como prêmio para quem atingiu, por exemplo, cem mil seguidores”, explica.

Já o presidente da TRÂNSITOAMIGO!, Fernando Diniz, endossou a importância do projeto: “Nós precisamos de educação, mas nós também precisamos de punição.”

Fonte: ITTS

Compartilhe
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Geral

Exportação do RS à China despenca a menos da metade

Publicado

em



Explodiram nos números da exportação gaúcha os efeitos da estiagem e dos lockdowns na China. Os embarques para o país asiático acumulam um tombo de 54,2% em 2022. Isso representa uma queda de US$ 1,37 bilhão no faturamento das exportações do Rio Grande do Sul. O que efetivamente foi embarcado, US$ 1,15 bilhão, representa menos da metade do que no mesmo período do ano passado. Os dados foram consultados pela coluna no sistema do governo federal.

Apesar de as compras terem despencado, a China continua como o principal destino das exportações gaúchas. Porém, sua participação passou de mais de 40% para 13,9%. Cada vez mais perto, estão os Estados Unidos, comprando 10,1% do que os gaúchos exportam em produtos. Aliás, os norte-americanos também estão com dificuldades de importar da China e substituem diversos itens asiáticos por brasileiros, como calçados.

Só em maio sobre o mesmo mês do ano passado, a queda foi de 25% no faturamento dos embarques gaúchos ao Exterior como um todo. No acumulado do ano, porém, ainda consegue sustentar um crescimento de 15%, mas muito menor do que vinha sendo apresentado.

Pelo sistema do Panorama Comercial Brasileiro, da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs), o gerente de Relações Internacionais e Comércio Exterior da entidade, Luciano D’Andrea, identificou que, só no mês passado, as exportações gaúchas à China caíram 78,98%. Soja e carne lideraram as perdas.

– Da pauta gaúcha em maio, os dois itens representam quase 65%. Qualquer efeito sobre eles gera uma variação significativa na balança comercial – completa D’Andrea.

No caso do grão, o recuo foi de 89,77% e também sofre o impacto forte da estiagem sobre a safra de verão. Segundo o economista-chefe da Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul), Antônio da Luz, as perdas na soja giram em torno de 10 milhões de toneladas. 

– As quedas começam a aparecer a partir de abril para o Brasil e de forma mais expressiva para o Rio Grande do Sul. A retomada vai depender da normalidade logística e de consumo chinês – contextualiza o executivo da Fiergs, lembrando que o gargalo de transporte mundial continua e foi agravado pelos fechamentos de portos chineses e, claro, pela guerra no leste europeu. A política de covid zero na China também provocou confinamentos que pararam indústrias e fecharam o comércio nos últimos meses. A flexibilização teve início agora em junho.

 

GZH
Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

2.373 casos confirmados em Santa Rosa

Publicado

em



Segundo Boletim divulgado pela Fundação Municipal de Saúde de Santa Rosa , o município atingiu na sexta-feira(17) a marca de 2.373 casos de dengue confirmados. A cidade ainda tem 198 casos suspeitos. Desde janeiro já foram registrados 2.615 notificações, além de uma morte.

Nesta manhã Santa Rosa não registrava internações em decorrência da dengue.

A FUMSSAR orienta a população para que faça uso do repelente e realize as medidas de prevenção. Caso sejam observados sintomas da doença, o cidadão deve manter a hidratação e procurar a Unidade Básica de Saúde de referência. Se houver algum sintoma grave, a orientação é para procurar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Uncategorized

Santa Rosa Futsal e Giruá Futsal neste sábado no Moroni

Publicado

em



A partida deste sábado, às 20h, entre Santa Rosa Futsal e Giruá Futsal, poderá ter a presença dos torcedores no ginásio João Batista Moroni.

O clube entrou com um pedido de efeito suspensivo no Tribunal de Justiça Desportiva da Liga Gaúcha, com relação às punições sofridas esta semana. Além disso, as suspensões do técnico Raphael Melo, do preparador físico Alexandre Chitolina e do goleiro Danilo, por conta de uma confusão em jogo da Taça Farroupilha, também aguardam novo julgamento. O Santa Rosa busca reverter as punições.

Os ingressos antecipados estão à venda na Arena Pool Beach e custam R$ 10,00. Vale lembrar que sócios tem lugar garantido no ginásio.

 

jn digital

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

PORTAL PLURAL LTDA
ME 33.399.955/0001-12

© 2022 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Entre em contato

×