Primeira mulher é promovida a coronel na 3ª Divisão de Exército – Portal Plural
Connect with us

Destaque

Primeira mulher é promovida a coronel na 3ª Divisão de Exército

Publicado

em



Patrícia Wisniewsky, 49 anos, ingressou no Exército em 1995 e atua na comunicação da 6ª Brigada de Infantaria Blindada em Santa Maria.

Há quem ainda pense que a carreira militar é restrita apenas aos homens, mas não é bem assim. Conforme dados de 2020, 3,2% do efetivo do Exército Brasileiro é composto por mulheres. A participação feminina ainda é pequena, porém, as mulheres vêm galgando seu espaço e começam a alcançar os postos mais altos do serviço militar. Neste ano, pela primeira vez, uma mulher foi promovida ao posto de coronel na 3ª Divisão do Exército (3ªDE), que tem a sua sede em Santa Maria.

Patrícia Wisniewsky, 49 anos, é formada em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Atualmente, é chefe da seção de comunicação da 6ª Brigada de Infantaria Blindada. A atuação de Patrícia em 26 anos de serviço militar é reconhecida por todos que trabalham com ela, e é uma inspiração especialmente para as meninas. A 3ªDE tem 112 anos de história e engloba, além de Santa Maria, organizações militares de municípios como Uruguaiana, Cruz Alta e Cachoeira do Sul.

– Eu fiquei muito feliz com a promoção, que foi por merecimento. A participação feminina do Exército ainda é recente, não tem nem 30 anos. Muita gente ainda pensa que só homem pode entrar. Acho importante essa função de dialogar e mostrar para as meninas que elas podem entrar no Exército. Agora, com a minha promoção, muitas conhecidas vieram pedir como faz para entrar. Ao mesmo tempo, chegar a coronel também traz uma responsabilidade grande – conta a coronel, que chegou ao posto mais alto possível na carreira.


Foto: Pedro Piegas (Diário)

No Exército, o primeiro grupo de formação envolvendo mulheres foi aberta em 1992. Patrícia ingressou em 1994, na quarta turma. Assim que começou a servir, no ano seguinte, atuou na área de inspeção de alimentos. Hoje, ela divide as tarefas como veterinária, cuidando dos cães da 6ª Brigada, com o trabalho de divulgação do órgão.

– Foi um desafio muito grande começar a trabalhar na comunicação, porque eu não sou especializada na área. Fiz cursos e estágios desde então para me aprimorar. Acho a área incrível. É uma forma de aproximar o Exército das pessoas, mostrar o que fazemos aqui – destaca.

Entre as funções da coronel está chefiar a equipe de comunicação, organizar formaturas e cerimoniais, fazer cobertura em texto, foto e vídeo das ações militares e divulgá-las para a imprensa e comunidade.

A CARREIRA
A coronel Patrícia Wisniewsky nasceu em Santa Rosa, na Região Noroeste, e ingressou no Exército no ano de 1995, após ter realizado o concurso para a Escola de Administração do Exército, atualmente Escola de Formação Complementar do Exército, em Salvador, na Bahia, onde passou um ano. Antes de chegar a Santa Maria, ela serviu em Curitiba, no Paraná, e em Boa Vista, Roraima.

Entre as experiências mais significativas da carreira, ela destaca o período em que esteve no Haiti, em Missão de Paz entre os anos de 2014 e 2015.

– Me inscrevi e fui aceita para ir. O que vivi lá mudou a minha vida. Foram apenas seis meses, mas conhecer a realidade do Haiti me fez ver o mundo de outra forma – lembra.

Patrícia é a primeira coronel da 3ªDE, mas, em Santa Maria, já houve outra mulher promovida a coronel. A dentista Rosaina Stegliche, hoje na reserva, chegou ao posto de coronel e atuou no Hospital Geral de Santa Maria. O hospital, no entanto, não é subordinado à 3ªDE, mas à 3ª Região Militar, com sede em Porto Alegre.

Fonte: BET365

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Vereadora Márcia volta a cobrar calçadas para a Unidade de Saúde da Vila Cruzeiro

Publicado

em



Preocupada com a situação do passeio público localizado na frente e nas laterais da Unidade Básica de Saúde da Vila Cruzeiro do Sul que ainda não foi feito, a vereadora Márcia Carvalho (PT) voltou a protocolar pedido de informações sobre o caso à Fundação Municipal de Saúde de Santa Rosa.

Em junho do ano passado, a vereadora já havia solicitado informações sobre a obra à Prefeitura. Na oportunidade, obteve como resposta a notícia de que havia sido aberto um processo administrativo sob nº 2005/2020, o qual seria licitado e executado com recursos do Orçamento 2021. No entanto, há poucos meses do final deste ano sem nenhum progresso neste sentido, Márcia quer saber qual o andamento do processo, o valor reservado, a previsão de execução, além de obter cópia da licitação para a obra.

A preocupação da vereadora se deve ao fato de que a má situação do local, em dias de chuva, obriga as pessoas a utilizarem a rua para poder ter acesso à Unidade de Saúde “Aquela área fica coberta de água e barro, impossibilitando o trânsito de pessoas. Isso põe em risco a segurança dos pedestres, que ficam expostos aos carros que passam na rua”, detalha Márcia. Ela lembra ainda que a ausência do passeio impossibilita o direito à acessibilidade das pessoas com deficiência. “Não há como essas pessoas com deficiência chegarem a esta Unidade de Saúde em condições dignas”, frisou.

Desde 2017, Márcia vem cobrando da Prefeitura a construção do passeio na Unidade de Saúde da Vila Cruzeiro. No ano seguinte, ela chegou a protocolar dois requerimentos neste sentido. Até 2021, quando obteve a resposta do Executivo. “Não é mais possível que se empurre com a barriga a realização desta obra quando a Prefeitura nos responde que há uma licitação. Se existe de fato, queremos saber quanto, quando e de que forma esta obra será feita. É pelo bem da população. Vamos seguir cobrando até que seja realizada”, concluiu a vereadora.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Audiência Pública debate Feminicídio e Violência Doméstica em Santa Rosa

Publicado

em



Sexta-feira, 22, 18h30m, Câmara de Vereadores

Será realizada nesta sexta-feira, dia 22 de outubro, a partir das 18h30min, na Câmara de Vereadores de Santa Rosa, uma Audiência Pública da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul para discutir o Feminicídio e a Violência Doméstica no Município de Santa Rosa.

As pessoas também poderão acompanhar o evento de forma virtual pelo canal da Assembleia Legislativa no YouTube.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Caminhada Outubro Rosa

Publicado

em



Evento se realizará sexta-feira, 22, às 16h

Nesta sexta-feira, dia 22 de outubro, , às 16 horas, o Grupo Mama Viva e a FUMSSAR realizarão a tradicional CAMINHADA OUTUBRO ROSA.
O ponto de encontro inicial da caminhada será na Praça da Bandeira, em frente ao Centro Cultural (antiga Prefeitura).

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

PLURAL AGÊNCIA DE PUBLICIDADE LTDA
ME 33.399.955/0001-12

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Entre em contato

×