Preso escondido no banheiro em Giruá – VÍDEO – Portal Plural
Connect with us

Segurança

Preso escondido no banheiro em Giruá – VÍDEO

Reporter Cidades

Publicado

em



 

Na madrugada de sábado (14/12), por volta das 3h55 um criminoso invadiu o Posto Cotrirosa em Giruá.

Segundo as informações divulgadas o criminoso entrou por uma janela lateral disparando o alarme do local, sem ter para onde fugir tentou se esconder no banheiro do estabelecimento.

Em uma ação rápida das forças de segurança o criminoso foi encontrado pela Polícia Civil e Brigada Militar escondido no banheiro. O homem tentou furtar uma quantia em dinheiro e maços de cigarros, material recuperado e o homem preso em flagrante.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Segurança

Operação Hórus grande quantidade de vinhos apreendidos em Santa Rosa

Reporter Cidades

Publicado

em



Na manhã desta sexta-feira (14/08) Policiais Militares do 4º Batalhão de Polícia de Área de Fronteira (4º BPAF), durante a Operação Hórus, efetuaram a abordagem a dois veículos na RS 344 , em Santa Rosa. Em revista nos veículos foram localizadas 540 garrafas de vinho CLOS de CHACRAS, de procedência da Argentina. Na ação duas mulheres foram presas, o material e os veículos apreendidos e encaminhados a Receita Federal de Santo Ângelo.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Segurança

Criminosos invadem link de evento educacional e exibem pornografias em Ijuí

Reporter Cidades

Publicado

em



 

Um ataque de ódio foi registrado na manhã desta quinta-feira (13) no Museu Antropológico Diretor Pestana (MADP), em Ijuí, durante um evento referente à programação especial do Dia Estadual do Patrimônio Cultural, promovido pela Secretaria da Cultura do Estado do RS.

Conforme comunicado da Fidene, do Museu e da Efa, ocorria um webnar para estudantes de escolas da região, em plataformas da internet, com o tema “Povos indígenas e colonialidade: entre velamento e reminiscências”, quando um grupo de ódio invadiu o link da sala de transmissão e começou a exibir vídeos pornográficos, xingamentos de cunho racial e mensagens misóginas. Os criminosos, inclusive, gritavam ofensas contra o índio que era tema do evento.

O administrador da sala de vídeo teve o acesso bloqueado e não conseguiu intervir, segundo o registro de ocorrência. A organização do evento agiu tentando barrar esse grupo, que, em ataque coordenado, impossibilitou a realização. Dessa forma, o webinar foi encerrado para evitar danos aos participantes que, em boa parte eram alunos adolescentes.

Em comunicado, a Instituição afirma que lamenta profundamente o episódio e informa que registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil, entregando a gravação do evento para as autoridades policiais. Também informa que está tomando todas as medidas jurídicas necessárias para resguardar o direito de expressão e de realização dos eventos institucionais.

Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Segurança

Grupo criminoso que traficava na região Norte do RS é alvo da Polícia Civil

Operação foi deflagrada contra quadrilha que também roubava veículos e planejou até ataques a bancos

Reporter Cidades

Publicado

em

Além de 15 presos, a ação resultou na apreensão de armas, munições, drogas, veículos, dinheiro e celulares | Foto: Polícia Civil / Divulgação / CP

A Polícia Civil deflagrou ao amanhecer desta sexta-feira a segunda fase da operação Rajada com o objetivo de desarticular uma organização criminosa que comandava o tráfico de entorpecentes na região Norte do Rio Grande do Sul a partir da cidade de Getúlio Vargas. O grupo já planejou inclusive cometer três roubos a banco, sendo evitados os ataques durante as investigações entre maio e junho deste ano pela equipe do delegado Jorge Fracaro Pierezan, titular da DP de Getúlio Vargas. A quadrilha também atuava no roubo e furto de veículos.

A ação mobilizou 139 agentes em 45 viaturas, sendo cumpridos 19 mandados de busca e apreensão e outros 13 mandados de prisões preventivas. Houve a apreensão de quatro revólveres, três espingardas, farta munição de vários calibres, porções de maconha e cocaína, duas balanças de precisão, duas lunetas, uma touca ninja, um boné, um par de placas automotivas, dois notebooks e cinco pequenos pés de maconha, além de 28 aparelhos celulares, entre outros objetos. Cerca de R$ 7,2 mil em dinheiro foram também recolhidos juntos com uma Volkswagen Parati e um Renault Logan. No total, 15 criminosos foram presos, incluindo o líder da quadrilha. A ação ocorreu em Getúlio Vargas, Sertão, São Gabriel e Erechim.

A equipe do delegado Jorge Fracaro Pierezan apurou que a organização criminosa financiava o tráfico de drogas através da receptação de veículos furtados e roubados que posteriormente eram enviados para fornecedores de entorpecentes de outros estados e até mesmo para outros países.

As investigações duraram quatro meses, sendo iniciadas no dia 26 de maio deste ano com a detenção de dois indivíduos. Um deles era um conhecido assaltante de bancos que encontrava-se foragido do sistema prisional. Novos suspeitos passaram a ser monitorados até que o desencadeamento da primeira fase da operação Rajada, ocorrida no dia 4 de junho deste ano, quando foi apreendido armamento, incluindo uma submetralhadora. Na ocasião foi verificada a existência de uma rede de criminosos que possuíam como um vínculo comum com o narcotráfico.

Os policiais civis apuraram que o grupo seria o responsável pela maior parte da venda de drogas em Getúlio Vargas, porém atuava em toda a região Norte do Estado. Diante da ofensiva da equipe da DP de Getúlio Vargas, as lideranças da organização criminosa fugiram para Erechim e São Gabriel, onde foram localizadas e acabaram presas nesta segunda fase da operação Rajada.

Correio do Povo

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

×