Polícia investiga igreja que teria prometido imunizar fiéis do coronavírus em Porto Alegre – Portal Plural
Connect with us

Uncategorized

Polícia investiga igreja que teria prometido imunizar fiéis do coronavírus em Porto Alegre

Reporter Cidades

Publicado

em



A 4ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre abriu, nesta segunda-feira (2), um inquérito para investigar a possibilidade de charlatanismo na divulgação de um culto da igreja Catedral Global do Espírito Santo, na Capital, que, supostamente, prometeu a imunização de doenças, citando o coronavírus.

G1 entrou em contato com a igreja e com o pastor Sílvio Ribeiro. Ele disse à reportagem que se manifestará na terça-feira (3).

O culto foi realizado no último domingo (1º). No panfleto de divulgação, a igreja anuncia: “O poder de Jesus contra o coronavírus: venha porque haverá unção com óleo consagrado no jejum para imunizar contra qualquer epidemia, vírus ou doença”.

Conforme a delegada Laura Lopes, o inquérito foi instaurado para apurar a possibilidade de crime de charlatanismo, que, conforme o Código Penal, seria “inculcar ou anunciar cura por meio secreto ou infalível”. Nos próximos dias, ela deve começar a ouvir pessoas ligadas à igreja.

Pela veiculação do folder, a delegacia instaurou a investigação, que tem 30 dias de prazo para conclusão. Até o momento, a Polícia Civil afirmou que só tem conhecimento deste caso.

“A gente tem o folder que foi nos encaminhado, que diz que imunizaria o coronavírus. Uma equipe de policiais foi até o culto, era um serviço discreto, mas tinha gente que conhecia eles e não foi tão discreto”, afirma.“Eles [policiais] perguntaram, falaram com pastor e fiéis, e em princípio nada de ilegal ali foi constatado”, detalha a delegada.

O culto foi filmado e está disponível na internet. Nas imagens, o pastor Sílvio Ribeiro diz que “se você tem o Espírito Santo, a doença vai cair quando chegar em você. O Brasil vai pegar esse demônio aí pelo sangue de Jesus. Não vai ser casa de demônio.”

Em outro momento, exclama: “o coronavírus é a trombeta de Deus proclamando arrependei-vos (repete). O que é o coronavírus? Não é pra ti (repete), eu vou profetizar, ninguém que é lavado, remido, redimido, perdoado, justificado, inspirado, ungido, lavado, salvado pelo sangue de Jesus, vai morrer”, afirma.

Até a tarde de segunda, o Ministério Público do Rio Grande do Sul havia recebido 10 denúncias sobre a suposta promessa de curar ou proteger do coronavírus pela igreja. O anúncio foi encaminhado para as Promotorias de Justiça Criminais, de Proteção à Saúde e às Promotorias de Justiça Cíveis, para a verificação do tipo de conduta e eventuais consequências legais, afirma o órgão.

“A incolumidade pública e em especial a saúde da coletividade é devidamente tutelada”, diz a coordenadora do Centro de Apoio Operacional de Defesa dos Direitos Humanos, Angela Salton Rotunno.Para a procuradora, a conduta dessas pessoas pode se enquadrar nos crimes de charlatanismo ou de curandeirismo.

Ela frisa, ainda, que se houver comprovação de vantagem remuneratória, também essa falsa promessa pode caracterizar estelionato. Durante o culto gravado, os pastores mencionam a possibilidade de doações de valores, inclusive disponibilizando máquinas de cartão aos fiéis.

Por fim, é possível que as pessoas que se sentirem prejudicadas busquem a devida indenização remuneratória por eventual custo com deslocamento ou pagamento de dízimo.

“Diante da doença e da possibilidade de morte, é comum o ser humano se sentir desesperado e desamparado. Essa fragilidade emocional afasta a racionalidade e traz, como consequência, a facilidade em acreditar em qualquer promessa de proteção ou cura. É o que está acontecendo no momento. Pessoas inescrupulosas tentam obter vantagem desse desalento”, disse Angela Rotunno.

Já o presidente do Conselho Regional de Medicina do RS (Cremers), Eduardo Neubarth Trindade, afirmou ter “extrema preocupação” com manifestações como as da igreja.

“Algumas religiões utilizam da crendice da população para falar em tratamentos que substituem o tratamento convencional. Sabemos da importância da religiosidade como tratamento complementar. O que nos preocupa é que falam de um óleo que protegeria. As pessoas não fazem a prevenção adequada e não procuram o atendimento adequado quando apresentam os sintomas. Esse é o grande perigo. Isso já acontece há mais tempo com tratamentos substitutivos. Como é uma doença infecto contagiosa, pode ajudar a disseminar”, analisa.Ele reforça que todos os cuidados devem ser tomados em caso de aparecimento de sintomas do coronavírus.

“Sigam todas as orientações, mantenham higiene das mãos, distância de pacientes com sintomas virais e, se apresentar sintomas, procurar atendimento médico em tempo hábil. Siga sua fé, mas não substitua o tratamento convencional por religião. São duas coisas distintas. Vamos separar a religião da questão da saúde. O mais importante é disseminar a informação”, finaliza.

Fonte: G1

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Uncategorized

Campanha do DetranRS estimula empatia e alerta sobre comportamentos de risco no trânsito

Pável Bauken

Publicado

em



Ultrapassagens perigosas, excesso de velocidade, manuseio do celular, falta do uso do cinto de segurança. Esses são alguns dos comportamentos de risco abordados pelo DetranRS na campanha de verão 2021, veiculada em televisão aberta, rádios, internet e outdoors.

A campanha faz parte do Movimento Empatia no Trânsito, lançado em 2019 para despertar no Estado o reconhecimento do trânsito como espaço de convivência harmônica. Para a diretora institucional do DetranRS, Diza Gonzaga, “a ideia é inspirar motoristas, pedestres, ciclistas motociclistas e todos que se locomovem nas nossas ruas e estradas a se reconhecerem como iguais no trânsito, motivando atitudes positivas e seguras”.

“Todos nós passamos o ano de 2020 nos cuidando por causa da pandemia. Não é hora de relaxar e deixar de lado esses cuidados, com atitudes temerárias no transito que colocam em risco a vida. Para quem vai pegar a estrada ou mesmo ficar na sua cidade neste verão, nosso recado é: tenha cuidado redobrado, pois a vida é o nosso bem maior”, acrescenta Diza.

Flagras do bem

Uma novidade da campanha são vídeos curtos que simulam um cinegrafista amador fazendo “flagras” que levam a crer que os motoristas terão uma atitude negativa nas cenas. Contudo, o observador é surpreendido com ações positivas – um pai que coloca o filho na cadeirinha, um motorista que larga o celular antes de arrancar com o carro, um jovem que está bebendo e entrega a chave do carro para outra condutora e um carro “tunado” que age com gentileza para um ciclista que está passando.

A ideia é estimular que as pessoas façam seus próprios “flagras do bem” e compartilhem em suas redes sociais marcando o DetranRS, proporcionando uma corrente de viralização que estimule atitudes positivas para o trânsito dos gaúchos.

A campanha foi desenvolvida pela agência Global, com supervisão do DetranRS e da Secretaria de Comunicação.

PEÇAS DA CAMPANHA

• Filme principal – verão 2021
• Flagra – álcool e direção
• Flagra – celular
• Flagra – cadeirinha
• Flagra – carro tunado

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Uncategorized

Gisele Bündchen é homenageada em novo selo dos Correios

Pável Bauken

Publicado

em



Um selo com o rosto de Gisele Bündchen foi lançado nesta terça-feira, 29, pelos Correios. Ele faz parte da última emissão de 2020 e integra o Bloco Especial Série Mercosul: Moda.

Além do selo de Gisele Bündchen, inspirado em foto da modelo feita por Nino Muñoz, também há uma estampa em homenagem ao ilustrador Filipe Jardim e a o fotógrafo Bob Wolfenson.

“A arte da emissão foi finalizada em quadricromia e impressão offset, com tiragem de 30 mil blocos, e cada um dos três selos tem valor de 1º Porte da Carta (R$ 2,05)”, informa o comunicado, que ainda destaca os 25 anos da São Paulo Fashion Week em 2020.

Os selos em homenagem a Gisele Bündchen e ao mundo da moda podem ser adquiridos na loja virtual dos Correios e também nas principais agências do País a partir de janeiro de 2021.

Por Redação, O Estado de S. Paulo

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Uncategorized

Cotrirosa investe na estrutura de recebimento de grãos

Pável Bauken

Publicado

em



Iniciaram nessa terça-feira, 29, as obras para instalação da nova balança junto aos armazéns da antiga Cesa, adquiridos pela Cotrirosa em 2018, e da ampliação da balança rodoviária localizada no Centro Administrativo da Cooperativa, em Santa Rosa.

O objetivo das obras é agilizar o fluxo de pesagem e, consequentemente, o recebimento de grãos. Com os investimentos, as duas balanças ficam habilitadas também para receber cargas de rodotrem, e ambas têm capacidade de pesagem de até 100 toneladas cada. A nova balança será de 25 metros e a que está sendo ampliada passará de 21 para 27 metros. As obras estão previstas para serem concluídas até o final de janeiro de 2021, junto com a aferição do Inmetro.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

ENQUETE

Trending

© 2020 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


error: Conteúdo protegido, para ter acesso seja nosso parceiro entre em contato no whats (55) 984161736
×