Pela primeira vez, Estado tem regiões em bandeira preta no mapa preliminar – Portal Plural
Connect with us

Destaque

Pela primeira vez, Estado tem regiões em bandeira preta no mapa preliminar

Publicado

em



A constante redução de leitos de UTI livres e o aumento de casos de contágio e de internação por coronavírus resultaram na primeira identificação de risco epidemiológico altíssimo desde que o modelo do Distanciamento Controlado foi implementado, em maio. As regiões de Bagé e de Pelotas foram classificadas, nesta sexta-feira (11/12), na bandeira final preta no mapa preliminar da 32ª rodada.

Das outras 19 regiões, apenas Cruz Alta recebeu classificação final de bandeira laranja (risco epidemiológico médio). As outras 18 estão na bandeira vermelha (risco epidemiológico alto).

A bandeira preta é a restrição máxima prevista pelo modelo de Distanciamento Controlado, e significa que tanto a capacidade hospitalar como o contágio por coronavírus alcançaram níveis críticos na região.

Caso a classificação para risco altíssimo se mantenha no mapa definitivo, a ser divulgado na segunda-feira (14/12), as restrições mais rígidas serão aplicadas nas regiões de Bagé e de Pelotas a partir da terça-feira (15/12).

• Clique aqui e acesse os protocolos de bandeira preta.

Veja a classificação prévia da 32ª rodada em https://distanciamentocontrolado.rs.gov.br

O momento é de extremo alerta: o Rio Grande do Sul observou aumento em quase todos os indicadores monitorados pela equipe do Distanciamento Controlado. Houve elevação, nos últimos sete dias, de 14% nas hospitalizações por Covid-19 (de 1.174 para 1.338 casos), que alcançou o maior número desde o início do monitoramento.

Também é o número mais elevado de pacientes em UTI, em leitos clínicos e de óbitos. As mortes cresceram 15% nesta semana, chegando a 409 registros. Como resultado, há o menor número de leitos livres (407) no Estado, bem como a menor razão de leitos livres para cada ocupado (0,44), que baixou de 0,5 também pela primeira vez. Por isso, o governo do Estado reforça a necessidade de a população seguir os protocolos e as regras sanitárias estabelecidas pelo modelo.

Até as 6h de domingo (13/12), municípios e associações podem enviar pedidos de reconsideração ao mapa preliminar para o governo por meio do formulário https://forms.gle/amfsky7ZjRLDdk1G8. Depois de analisados pelo Gabinete de Crise na segunda-feira (14/12), o governo do Estado divulgará as bandeiras definitivas, vigentes de 15 a 21 de dezembro.

MUDANÇA DE BANDEIRAS

Macrorregião Sul: de vermelha para preta

Em bandeira preta no mapa preliminar desta 32ª rodada, as regiões de Bagé e Pelotas (Macrorregião Sul), que compreendem 28 municípios com 9,3% da população gaúcha, foram classificadas em risco altíssimo devido ao agravamento de importantes indicadores do Distanciamento Controlado.

Em relação ao número de óbitos, Pelotas é a mais expressiva, registrando 41 mortes confirmadas por Covid-19 nesta semana, quase o dobro se comparado com a semana passada (23 óbitos). Bagé registrou mais 10 mortes nesta semana, o mesmo indicador da rodada anterior, contudo, quintuplicou os registros na comparação com a semana retrasada, quando houve duas mortes.

Desde a 26ª semana do Distanciamento Controlado, a região de Pelotas apresenta aumento nas hospitalizações de confirmados da doença. Enquanto na 26ª rodada foram 22 registros, na atual, são 87. De forma similar, Bagé apresenta aumento desde a 28ª semana, quando houve cinco hospitalizações – nesta, foram 23.

A macrorregião Sul registrou também aumento em termos de ocupação de leitos de UTI, tanto para casos de Covid-19 (de 38 para 50) como por síndrome respiratória aguda grave (SRAG), de 54 para 74.

Com isso, houve redução de 50% na oferta de leitos livres para tratamento intensivo na região, que agora está com 15 unidades – na semana anterior eram 30 e, na retrasada, 35. Contabilizou avanço também no acumulado de sete dias em termos de internações em leitos clínicos: foram 102 ante 75.

Ainda para a macrorregião Sul, o indicador relacionado à capacidade de atendimento piorou no comparativo entre as semanas. O percentual de pacientes confirmados para Covid-19 em leitos de UTI, com relação aos leitos livres, aumentou novamente. Enquanto na semana passada havia 0,79 leito de UTI livre para cada leito de UTI ocupado por paciente Covid-19, nesta semana o indicador passou para 0,30 – número mais baixo entre todas as macrorregiões e da série histórica de todo o modelo.

• Clique aqui e acesse a nota técnica com as justificativas de classificações das regiões.

Regra 0-0

De acordo com o mapa preliminar da 32ª rodada, 456 municípios (do total de 497) estão classificados em bandeira vermelha, somando 10,1 milhões de habitantes, o que corresponde a 89,3% da população gaúcha (total de 11,3 milhões de habitantes).

Desses, 162 municípios (726,2 mil habitantes, 6,4% da população gaúcha) podem adotar protocolos de bandeira laranja, porque cumprem os critérios da Regra 0-0, ou seja, não têm registro de óbito ou hospitalização de moradores nos últimos 14 dias, desde que a prefeitura crie um regulamento local.

Vale lembrar que a regra 0-0 é válida apenas para municípios em regiões de bandeira vermelha, para que possam adotar protocolos de bandeira laranja. Ou seja, a regra não se aplica a municípios de regiões em bandeira preta e laranja.

Dos 28 municípios em bandeira preta (1,05 milhão de habitantes, 9,3% do RS), oito não registraram óbitos ou hospitalizações (65.181 habitantes, 0,6%).

• Clique aqui e acesse a lista de municípios que se encaixam na Regra 0-0

RESUMO DA 32ª RODADA

Regiões que apresentaram piora (3)

VERMELHA > PRETA
Bagé
Pelotas

LARANJA > VERMELHA
Taquara

Regiões que continuaram iguais (17)

VERMELHA
Guaíba
Cachoeira do Sul
Canoas
Capão da Canoa
Caxias do Sul
Erechim
Ijuí
Lajeado
Novo Hamburgo
Palmeira das Missões
Passo Fundo
Porto Alegre
Santa Cruz do Sul
Santa Maria
Santa Rosa
Santo ngelo
Uruguaiana

Região que apresentou melhora (1)

VERMELHA > LARANJA
Cruz Alta

• Clique aqui e acesse o levantamento completo da 32ª rodada do Distanciamento Controlado.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Começou a obra da Havan

Publicado

em



Nesta terça-feira(22), foi dado o início de obra da Havan em Santa Rosa. A empresa tem perspectiva de estar em funcionamento ainda este ano. O Diretor de Expansão esteve na cidade para o ato realizado junto com o Secretário de Desenvolvimento, Odaylson Eder.

Milton Hang esteve na cidade para uma breve visita no terreno onde será a loja da Havan(ao lado do Stok Center). Na oportunidade, acompanhado com uma equipe de profissionais da empresa foram verificados os projetos e oficialmente dado o início da obra, “Queremos estar com a Havan em funcionamento em Santa Rosa para o Natal deste ano”. Serão 9 mil metros quadrados de loja e perspectiva de 100 empregos diretos.

O Secretário Odaylson Eder recorda que o movimento para trazer a Havan começou em 2017 quando Luciano Hang divulgou que estaria com lojas no Rio Grande do Sul. Na época, o prefeito Vicini, Odaylson Eder(ACISAP), Anderson Mantei e o Deputado Osmar Terra realizaram uma visita ao empresário em Brusque. A partir disso, várias reuniões e encontros foram realizados para esse grande projeto, “Esse é mais um retorno de um movimento das nossas lideranças para o desenvolvimento. Temos certeza que o cenário em Santa Rosa já começou a mudar e a população já está sentindo esse clima de crescimento e desenvolvimento”.

No fim do ano passado, Luciano Hang esteve em Santa Rosa com o prefeito Anderson que acompanhou todo o processo para trazer a Havan para Santa Rosa. Nesta semana então, com a finalização do projeto, uma equipe de 6 profissionais da empresa esteve na cidade para iniciar a obra.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Vereadores entregam homenagem à Delegacia da Mulher

Publicado

em



Uma Moção de Congratulações foi entregue à Delegacia Especializada da Mulher (DEAM) na tarde desta segunda-feira (21) pelos vereadores Régis Bonmann e Dado Silva (PT). Proposta pelo vereador Régis, a homenagem é um reconhecimento pelos 10 anos de instalação e atuação da delegacia no município.

Criada pelo governo Tarso Genro em março de 2011, a inauguração ocorreu em 17 de junho daquele ano, com fundamental apoio da prefeitura, através do gabinete da vice-prefeita Sandra Padilha e do Consepro, na época presidido por Romilda Fronza. Era a 14ª DEAM no estado, que hoje já soma 23 Delegacias Especializadas, realizando ações de prevenção, apuração, investigação e repressão, além de atividades de Polícia Judiciária nos crimes de lesões corporais contra a liberdade pessoal e a dignidade sexual, exercido contra mulheres.

A atual titular, delegada Josiane Froehlich, que comanda a DEAM desde maio de 2017, recebeu a placa em nome das 5 policiais civis que compõem a equipe. Na ocasião, Josiane manifestou gratidão pelo reconhecimento, ressaltando a importância deste ato diante da intensidade do trabalho realizado constantemente na delegacia.

 

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Seguem atividades no interior de Santa Rosa

Publicado

em



Dentro do Planejamento Estratégico da Prefeitura está o plano de ações de cada secretaria. Esse modelo de gestão do Governo Municipal visa uma padronização e desburocratização. Nesse grande programa, a Secretaria de Agricultura lançou no mês de junho a Divisão Operacional Municipal. Com ela, foi possível mapear toda área do interior e organizar um cronograma de atividades.

Com o clima mais chuvoso desse período foi necessário fazer algumas adaptações no cronograma, mas as atividades estão sendo realizadas nas comunidades do interior. Está sendo respeitado o Plano de Ação que otimiza e qualifica os serviços. Segundo o Secretário Paulo Roberto dos Santos, “Com a organização do nosso trabalho, através da divisão operacional, estamos conseguindo dar uma atenção mais detalhada para cada localidade”.

No momento, a Secretaria está atuando na divisão 1 que contempla: Capoeira Baixa, Nova Brasília, Lajeado Capoeira, Candeia Baixa, Esquina Candeia e Guabiroba. As próximas localidades que fazem parte do cronograma são: Lajeado Assombrado, Lajeado Capim e Lajeado Reginaldo. Santa Rosa conta com 53 comunidades divididas em 13 lotes. A separação dos lotes foi feita com critérios técnicos e de logística.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×