Pais revelam a primeira foto do bebê que nasceu sem rosto – Portal Plural
Connect with us

Uncategorized

Pais revelam a primeira foto do bebê que nasceu sem rosto

Publicado

em



 

Os pais do bebê que nasceu sem rosto em Portugal divulgaram uma foto do pequeno nas redes sociais

Os pais do bebê Rodrigo divulgaram sua primeira foto nas redes sociais. O pequeno ficou conhecido no mundo todo por ter nascido “sem rosto”. Isto porque ele nasceu sem olhos, sem nariz e sem parte do crânio.

O nascimento ocorreu em Setúbal, Portugal, no Hospital de São Bernardo no dia 7 de outubro. Os pais da criança, Marlene Simão e David Ribeiro, não sabiam que ela teria qualquer má formação e descobriram apenas na hora da cesárea de emergência ao qual a mãe foi submetida.

Má formação como a de Rodrigo deveria ter sido detectada com 12 semanas de gestação. Contudo, o médico responsável, Dr. Arthur Carvalho, não diagnosticou a má formação. E ao longo de todos os exames que o médico realizou em Marlene na gestação, ele a assegurou que estava tudo bem com a criança.

Marlene chegou a realizar um ultrassom em outra clínica na qual o profissional a alertou sobre a possibilidade de uma má formação. Mas quando ela falou com o Dr. Arthur Carvalho sobre o assunto, ele insistiu que não era o caso e que o pequeno Rodrigo estava bem.

Após o nascimento e a constatação da má formação o Dr. Arthur Carvalho, que não realizou o parto, mas estava presente no hospital por coincidência, foi chamado para a sala de parto. De acordo com a madrinha de Rodrigo, em entrevista para a imprensa portuguesa, o Dr. Arthur Carvalho apenas pediu desculpas para os pais e disse que havia cometido um erro de diagnóstico.

Agora, o médico foi suspenso por seis meses devido ao seu erro. Este não é o primeiro erro que ele comete. O profissional já havia sido submetido a investigações relacionadas a quatro casos, sendo que um deles era similar ao de Rodrigo. Em 2011, ele havia dito a uma gestante que a filha dela era saudável. Contudo, a pequena nasceu sem queixo, com as pernas invertidas, os dedos do pé fundidos e danos cerebrais severos.

O pequeno Rodrigo segue superando as expectativas apesar de sua má formação. Os médicos haviam dito que ele não iria sobreviver mais do que algumas horas. Porém, duas semanas depois, ele ainda está vivo, respirando sem a ajuda de aparelhos e é capaz de se alimentar.

Os pais de Rodrigo postaram nas redes sociais uma foto em que aparecem com ele no hospital. Na imagem preto e branca, eles aparecem de mãos dadas com o pequeno.

Bebe Mamãe

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

DRACO SANTA ROSA com novidades

Publicado

em



Uma novidade foi lançada em Santa Rosa/RS a DRACO agora conta com um número de whats próprio para denúncias e informações, 24hrs, 7 dias por semana.

”A idéia é proporcionar um canal para a comunidade se comunicar com a Polícia Civil de forma fácil e sigilosa.” destacou o delegado Tiago Tescke.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Ensino

O CRA/RS promove a interiorização e discute a sua inserção nas comemoração dos 100 anos da Setrem

Publicado

em



Capitaneados pelo Delegado Regional do CRA, o Administrador Carlos Norberto Filipin, a Setrem sediou reunião de interiorização do Conselho Regional de Administração do RS, e discutiram junto com a Amufron ações para comemoração dos 100 anos da instituição.

No último dia 01 de outubro de 2021, as 14 horas, realizou-se uma reunião de interiorização do Conselho Regional de Administração do Rio Grande do Sul – CRA/RS na cidade de Três de Maio, capitaneados pelo Delegado Regional do CRA/RS, o administrador Carlos Norberto Filipi, tendo como local o Campus da Setrem, e teve a representação da Direção da instituição, citando a presença dos administradores, Sandro Ergang, Mauro Alberto Nuske e Alexandre Chapoval Neto, e ainda contou com a presença de toda a Diretoria do Conselho Regional de Administração do Rio Grande do Sul – CRA/RS, liderados pela presidente do CRA-RS, Adm. Claudia Abreu, na oportunidade este participando o prefeito de Boa Vista do Buricá e Presidente da Amufron, Joãozinho Sehnem, onde se discutiu a inserção do CRA/RS nos 100 anos da Setrem, reafirmando a importância do trabalho da representação do Conselho, que registra um marco importante para a profissão.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Uncategorized

Câmara aprova repasse adicional a municípios; impacto em 2022 é de R$ 1,6 bilhão

Publicado

em



Porcentual vai se elevando ano a ano até atingir 1% em 2025, quando o repasse será o equivalente a R$ 4,6 bilhões

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou na noite desta quarta-feira (6) um repasse adicional de 1% das receitas com Imposto de Renda e IPI aos municípios. Como a proposta de emenda à Constituição (PEC) foi votada em segundo turno e já foi aprovada pelos senadores, o texto vai à promulgação. Não cabe possibilidade de veto do presidente da República.

A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) celebrou a aprovação da proposta, que significará um incremento de R$ 1,6 bilhão no caixa das prefeituras em setembro de 2022, o equivalente a 0,25% das receitas com IR e IPI. O porcentual vai se elevando ano a ano até atingir 1% em 2025, quando o repasse será o equivalente a R$ 4,6 bilhões (em valores de hoje).

A proposta teve apoio massivo no plenário da Câmara, inclusive da base governista. O texto foi aprovado por 456 votos a três. O resultado da votação, porém, foi considerado ruim pela área econômica, pois resulta em menos receitas para a União.
Os municípios já recebem hoje um repasse de 22,5% das receitas com IR e IPI por meio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Além disso, nos últimos anos foram aprovados 1% adicional nos meses de dezembro e mais 1% nos meses de julho.

As investidas das prefeituras para abocanhar mais 1% de FPM nos meses de setembro vêm desde 2015. O texto foi aprovado no Senado em 2017 e recebeu aval dos deputados em primeiro turno no fim de 2019.
Em dezembro do ano passado, a proposta foi pautada para o segundo turno de votação a pedido da própria base do governo, o que levou a uma mobilização no Ministério da Economia para barrar a medida.

Fonte : estadão

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

PLURAL AGÊNCIA DE PUBLICIDADE LTDA
ME 33.399.955/0001-12

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Entre em contato

×