Pai dopa filha e a estupra por 6 dias até que vizinho escuta grito de socorro e age – Portal Plural
Connect with us

Uncategorized

Pai dopa filha e a estupra por 6 dias até que vizinho escuta grito de socorro e age

Publicado

em



O pai de uma adolescente de 17 anos, de Cuiabá, é suspeito de dopá-la, com medicamento, para depois estuprá-la. O caso veio à tona nesta segunda (27). A vítima começou a gritar por socorro e foi socorrida por um vizinho e pelo vigilante do condomínio Residencial Paiaguás, onde os envolvidos moram.

Quando a testemunha entrou no apartamento, o pai estava abraçando a filha por trás, impedindo que ela fugisse.

A vítima relatou que há uma semana estava sendo abusada sexualmente pelo pai e que os estupros chegavam a acontecer pelo menos cinco vezes ao dia, sem preservativo.

De acordo com relato da garota, na quarta (22), o pai, 43, lhe deu um remédio. Ela não soube explicar que medicamento era esse. Depois disso, perdeu os sentidos por um período e, quando acordou de madrugada, estava sem roupas e o pai fazia sexo oral nela. Percebeu que estava sentindo fortes dores na vagina.

A menina relata que, após esse primeiro abuso, iniciou-se uma série de estupros diários, de quarta até ontem.

Quando foi nesta segunda, o vizinho ouviu os gritos de socorro. A menina estava tentando fugir de mais um estupro do pai. Ela correu para o banheiro e gritou pedindo ajuda.

O suspeito conseguiu entrar no banheiro e agarrar a filha. Foi neste momento que a testemunha entrou e presenciou a cena. A vítima chorava muito. Quando notou que o vizinho estava dentro da casa, vendo toda a situação, o estuprador tentou fugir, mas foi impedido pelo porteiro do condomínio.

Eles chamaram a Polícia Militar, que prendeu o pai e o levou algemado à Central de Flagrantes. Na tarde desta terça, em audiência de custódia, o Judiciário vai definir se ele responderá pelo crime preso ou não.

Fonte e foto RDNews

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Uncategorized

Menino de 2 anos é encontrado sozinho em mata depois de ficar mais de 35 horas desaparecido

Publicado

em



 

Participe dos nossos grupos de WhatsApp de Plantão Policial, CLIQUE AQUI e não perca nenhuma notícia!

 

A família percebeu que o pequeno, que mora com os pais em uma área rural de Proença-a-Velha, Portugal, não estava em casa na manhã de quarta-feira (16)

 

Um menino de dois anos foi encontrado em uma mata próxima a região de Proença-a-Velha, Portugal, na noite desta quinta-feira (17) depois de ficar mais de 35 horas desaparecido. O pequeno Noah estava consciente, sem roupas e tinha apenas alguns arranhões, além de desidratação e hipotermia leves. Ele foi levado a um hospital da região e passa bem.

O menino mora com a família em uma propriedade rural que fica a quatro quilômetros de distância, em linha reta, do local em que foi encontrado. A polícia acredita que o menino se perdeu na manhã de quarta-feira (16), ao sair de casa sozinho para procurar o pai, que estava trabalhando em uma plantação da família desde às 5h.

Noah divide o quarto com a irmã de 6 anos, mas ela não percebeu que o pequeno havia levantado. Quando a mãe acordou, por volta das 8h, notou que nem o menino, nem a cadela da família, Melina, estavam em casa. As galochas do pequeno também haviam desaparecido e a família supôs que Noah as calçou. Depois de procurá-lo nos arredores da residência e descobrir que ele não estava com o pai, a mulher chamou a polícia.

De acordo com os investigadores, os pais afirmaram que Noah era uma criança esperta, que com frequência ia sozinho encontrar o pai no campo e que a cadela costumava acompanhá-lo nessas situações. A mata em que Noah se perdeu é densa e tem vários poços e um rio, o que dificultou as buscas. Na quarta-feira (16) à tarde, a cadela foi encontrada na mata sozinha. Não muito longe dela, as equipes encontraram a camiseta e pegadas do menino.

Além de policiais, bombeiros e voluntários, mergulhadores se juntaram às equipes e procuraram pelo menino no rio. Felizmente, Noah foi encontrado com vida e sem ferimentos graves por voluntários por volta das 20h desta quinta-feira (17). De acordo com o jornal português O Público, a hipótese mais provável é de que o menino tenha se perdido no caminho para encontrar o pai e tenha vagado sozinho pela mata a procura do caminho de casa. Os investigadores estimam que ele possa ter caminhado mais de 10 quilômetros até ser encontrado.

 

FONTE: G1

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Uncategorized

ACISAP representa as ACIs no Comitê de Crise para COVID-19

Publicado

em



Para garantir a manutenção das atividades econômicas e preservar empregos, conscientização é a palavra de ordem. Nesta semana foi confirmado o ingresso da ACISAP no Comitê de Crise para COVID-19. Desta forma, a entidade irá representar as ACIs da região e o Setor Produtivo, defendendo suas pautas.

A iniciativa da ACISAP tem em vista à situação da saúde, que demanda extrema atenção e cuidado. Os casos de COVID-19 em nossa região estão aumentando significativamente. São mais de 35,5% apenas na última semana. Sendo assim, reforçamos que conscientização e comprometimento são as palavras de ordem se quisermos controlar e estabilizar esta curva de crescimento. Não queremos fechar nossas empresas e escolas novamente.

Por isso, a ACISAP lança um alerta para o aumento do contágio e promove a conscientização. A entidade está ativamente envolvida com outras entidades, escolas e com a comunidade promovendo conteúdos, orientações e campanhas de prevenção. Diretoria, equipe e voluntários continuam atuando em muitas frentes, para promover em Santa Rosa uma conciliação entre a saúde e as atividades econômicas.

“Não descuide de você, de seus colaboradores e clientes. Precisamos contar com a consciência e medidas preventivas de todos. E agora de forma ainda mais intensa”, comenta Lídia Linck Lagemann, presidente da ACISAP.

Sim para a saúde, sim para o trabalho. Acreditamos ser possível conciliar.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Uncategorized

Vacinação dos professores avança em Santa

Publicado

em



A Fundação Municipal de Saúde deu início, na última semana, na vacinação dos professores e servidores que atuam na Educação Infantil. A Secretaria Municipal de Educação e Cultura tem mediado esse processo, acompanhando e fornecendo a lista dos profissionais que devem ser imunizados. Outra boa notícia é que a vacinação começa a ser ampliada aos professores e servidores que atuam no Ensino Fundamental da rede municipal, “É uma conquista a ser comemorada pela comunidade porque protege também os filhos e as famílias”, observou a secretária de Educação e Cultura Lires Zimmermann. Assim que o ensino Fundamental encerrar, na próxima semana, deve avançar a vacinação com os professores do Ensino Médio, Técnico, Profissionalizante e Superior. A aplicação das doses é feita em todas as Unidades Básicas de Saúde. O atendimento se dá mediante agendamento prévio.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Powered by WhatsApp Chat

×