Acesse aqui
Rádio Web Portal Plural
Operação prende traficantes que expulsaram e usaram residências de 40 moradores de condomínio em Viamão – Portal Plural
Connect with us

Operação prende traficantes que expulsaram e usaram residências de 40 moradores de condomínio em Viamão

Reporter Plural

Publicado

em

Ronaldo Bernardi / Divulgação RBS


Mais de 180 policiais civis e militares, além de guardas municipais, cumprem 27 mandados de prisão e 33 de busca

 

Uma operação foi desencadeada na manhã desta sexta-feira (23) no bairro Vila Augusta, em Viamão, na Região Metropolitana. O objetivo é combater o tráfico de drogas, mas também coibir uma prática criminosa que já resultou na expulsão de moradores e na ocupação de cerca de 40 residências no condomínio popular Viver Augusta.

Parte dos apartamentos, construídos pelo município com recursos federais para moradia de pessoas que viviam à beira do Arroio Feijó, no mesmo bairro, foi usada como pontos de venda de drogas ou para armazenar entorpecentes e armas. Cerca de 180 agentes cumprem 27 mandados de prisão e 33 de busca e apreensão.

Até as 8h15min, 18 pessoas haviam sido presas. A Polícia Civil não está divulgando nomes, mas entre os investigados há uma assessora parlamentar da Assembleia Legislativa.

Desde 2019, cerca de 240 famílias começaram a ser transferidas pelo Executivo para o condomínio construído com cerca de R$ 50 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), da União. Já no início do ano, a Brigada Militar (BM) havia  feito uma ação no local com a vigilância do próprio município pelo fato de que traficantes estavam disputando território na área, ameaçando e amedrontando moradores.

Após este pedido de ajuda feito pelas pessoas que residem nos imóveis, houve uma ação pontual e iniciou-se uma investigação que resultou na operação desta sexta-feira. Conforme o titular da 1ª Delegacia Regional Metropolitana, delegado Juliano Ferreira, o trabalho é da 2ª Delegacia de Polícia da cidade com apoio de demais distritos da regional, do 18º Batalhão da BM e Guarda Municipal.

Ferreira diz que foram vários relatos durante quatro meses de investigação, mas todos de forma informal devido ao medo dos moradores. Segundo ele, 40 ainda é um número mínimo — que a polícia conseguiu fazer um levantamento — de pessoas que foram expulsas ou obrigadas, sempre mediante mediante violência e grave ameaça, a deixar que traficantes guardassem drogas ou armas em suas residências. Foi feito um levantamento e toda uma apuração policial para identificar e mapear as ações dos investigados.

— Impera no local uma verdadeira “lei do silêncio” e, por isso, foi necessário um trabalho minucioso para confirmar os crimes, obter as identificações dos suspeitos e conseguir a autorização judicial. Entendo que os traficantes literalmente lotearam o condomínio — ressalta Ferreira.

Ronaldo Bernardi / Divulgação
Desde 2019, cerca de 240 famílias começaram a ser transferidas para o condomínio Ronaldo Bernardi / Divulgação

Facções dividiram condomínio

O titular da 2ª Delegacia de Viamão, Júlio Fernandes Neto, identificou quatro células criminosas do município que pertencem a quatro facções que atuam no Estado. Os grupos situados no bairro Vila Augusta, mesmo do condomínio, firmaram um “acordo de paz” para evitar homicídios e chamar a atenção da polícia.

Por isso, Neto ressalta que o local foi dividido em quatro para fins de armazenamento, distribuição e venda de drogas e armas. Mas, aos poucos, os integrantes da facção começaram a agir de forma violenta contra alguns moradores com o objetivo de obter alguns imóveis para uso próprio.

— O objetivo da operação também é fazer valer o direito fundamental à moradia digna, que foi tolhido dos moradores do bairro pelo crime organizado. Também queremos restabelecer o domínio das forças de segurança — explica Neto.

A investigação identificou vários pontos de venda dentro e nas imediações do condomínio, bem como os respectivos gerentes, responsáveis por guardar e vender entorpecentes, além dos chamados “executores” das quatro facções. Neto diz que foi montado um organograma por parte das células criminosas. Ele ainda complementa que a operação coíbe outros delitos vinculados ao tráfico, como roubos de veículos, a estabelecimentos comerciais e de cargas, receptação, porte ilegal e tráfico de armas, além de homicídios.

FONTE   GHZ

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A temporada recorde de furacões em uma única imagem

Reporter Global

Publicado

em



 

2020 supera o recorde de 2005 de 28 tempestades nomeadas com 30 ciclones tropicais

 

 

A temporada hiperativa de furacões no Atlântico Norte de 2020 chegou oficialmente ao fim no dia de ontem com um recorde de 30 tempestades nomeadas. Mesmo que a temporada oficial tenha se encerrado em 30 de novembro, existe a possibilidade de um sistema ou outro ainda ser nomeado até 31 de dezembro, aumentando o tamanho do recorde.

As NOAA antecipava uma alta probabilidade de uma temporada acima do normal, com uma forte possibilidade de ser extremamente ativa. No total, a temporada de 2020 produziu 30 tempestades nomeadas, das quais 13 se tornaram furacões, incluindo seis intensos (categoria 3 ou superior). Este é o maior número de tempestades já registrado, ultrapassando as 28 de 2005, e o segundo maior número de furacões já registrado. A NOAA publicou pela sua divisão de satélites um mosaico com imagens das 30 tempestades nomeadas neste ano.

 

 

A temporada já começou muito ativa com um recorde de nove tempestades nomeadas de maio a julho, e então esgotou rapidamente a lista de 21 nomes do Atlântico quando a tempestade tropical Wilfred se formou em 18 de setembro. Pela segunda vez na história, o alfabeto grego foi usado pelo restante da temporada, estendendo-se até o nono nome da lista, Iota.

Este é o quinto ano consecutivo com uma temporada de furacões no Atlântico acima do normal, com 18 temporadas acima do normal nos últimos 26 anos. Este aumento da atividade é atribuído à fase quente da Oscilação Multi-Decadal do Atlântico (AMO) que começou em 1995 e tem favorecido tempestades mais fortes e mais duradouras desde então. Essas eras ativas de furacões no Atlântico duraram, historicamente, cerca de 25 a 40 anos. Uma temporada média tem 12 tempestades nomeadas, seis furacões e três grandes furacões.

“Como previmos corretamente, um conjunto de condições atmosféricas e oceânicas ligadas à oscilação na sua fase quente esteve novamente presente este ano. Estes incluíram temperaturas da superfície do Atlântico mais altas do que a média e uma monção mais forte do Oeste africano, junto com cisalhamento vertical do vento muito mais fraco e padrões de vento vindos da África que eram mais favoráveis ​​para o desenvolvimento de tempestades. Essas condições, combinadas com o La Niña, ajudaram a tornar possível essa temporada de furacões recorde e extremamente ativa ”, disse Gerry Bell, Ph.D, responsável pela previsão de furacões sazonais do Centro de Previsão do Clima da NOAA.

A temporada teve recorde de tempestade nomeadas que tocaram terra na área continental dos Estados Unidos. Foram 12. Isso superou o antigo recorde de 9 estabelecido em 1916. As tempestades a alcançar os Estados Unidos em d2020 foram Bertha, Cristobal, Fay, Hanna, Isaias, Laura , Marco, Sally, Beta, Delta, Zeta e Eta.

 

PlanetaClima

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Reconhecimento aos 60 anos da Lorentz Construções

Reporter Global

Publicado

em



 

A vereadora Lires Zimmermann Führ propôs e a Câmara, com aval de todos os vereadores, entregará Moção de Congratulações à empresa Lorentz Construções Ltda pela passagem dos 60 anos de atividades transcorridos em novembro.

 

A marca Lorentz está presente em inúmeros prédios, residências e empreendimentos de Santa Rosa, bem como na região e até mesmo em outras regiões do Estado. Fundada pelo saudoso Willy Lorentz, falecido em junho deste ano, aos 90 anos, a empresa agora é conduzida pelos filhos Artur (engenheiro civil e administrador), Heinz (arquiteto) e Walter e Willy Toni (engenheiros civis).

“A Moção de Congratulações também destaca o relevante papel social da empresa mediante a geração de empregos, bem como alude à atuação de seus gestores em entidades que promovem o desenvolvimento de Santa Rosa, como Acisap, Fenasoja, CREA, Sinduscom, Conselhos Municipais e outras”, mencionou Lires em sua fala na tribuna.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Dupla de Marau vence a 3ª etapa do Circuito Sesc de Pesca Esportiva

Reporter Global

Publicado

em



 

Evento foi realizado no dia 22 de novembro, em Tenente Portela

 

 

Com 41,6 kg de peixes capturados, a dupla Jonatas e Maikon, da cidade de Marau, foi a vencedora da 3ª etapa do Circuito Sesc de Pesca Esportiva. Realizado no dia 22 de novembro, no pesqueiro Alba Pesca e Lazer, o evento teve a participação de 30 duplas que, no total, pescaram 143 exemplares, completando 417 kg de peixes. Também subiram ao pódio nesta etapa as duplas Os Airton, de Carazinho (2º lugar), Fofo Pesca, de Tenente Portela (3º lugar), Isis e Marcelo, de Passo Fundo (4º lugar) e Pesqueiro Chinazzo, de Nicolau Vergueiro (5º lugar). Duas duplas não conseguiram pescar nenhum exemplar e disputaram o prêmio “Pé Frio” que ficou com a dupla Pesca com Alessandro (Débora Sonaglio e Alessandro Marques), de Carazinho. A etapa ainda premiou a Soltefish (Maicon e Milton Jr), de Sarandi, como a dupla mais rápida, e a Casal na Pesca (Edson e Bety), de Farroupilha, com o reconhecimento pelo maior exemplar – uma carpa cabeçuda de quase 8kg.

A disputa final do Circuito será realizada no dia 13 de dezembro, no Parque dos Peixes, em Nova Pádua. Após a etapa, serão conhecidos os campeões estaduais da competição. As 10 primeiras duplas do ranking estadual e o pescador do exemplar mais pesado ganharão troféus e premiação em dinheiro. Já o pescador mais rápido, o mais experiente e o mais jovem receberão troféus. Mais informações podem ser obtidas no site www.sesc-rs.com.br/esporte/pescaesportiva.

O Sistema Fecomércio-RS/Sesc/Senac segue atendendo as recomendações de evitar aglomerações e com cuidado redobrado com a saúde das equipes e clientes. Por isso, a recomendação é que o público siga cumprindo as orientações dos órgãos de saúde. A programação on-line e gratuita segue sendo atualizada nas redes sociais e no site www.pertodevc.com.br.

Circuito Sesc de Pesca Esportiva
Classificação da 3ª Etapa – Tenente Portela
1º lugar: Jonatas e Maikon (Marau)
2º lugar: Os Airton (Carazinho)
3º lugar: Fofo Pesca (Tenente Portela)
4º lugar: Isis e Marcelo (Passo Fundo)
5º lugar: Pesqueiro Chinazzo (Nicolau Vergueiro)

Classificação geral
1º lugar: Wafferpega (Capão Bonito do Sul / Casca)
2º lugar: Jonatas e Maikon (Marau)
3º lugar: Fofo Pesca (Tenente Portela)
4º lugar: Os Airton (Carazinho)
5º lugar: Cassiano e Néio (Marau)

Próxima etapa
13/12: em Nova Pádua, no Parque dos Peixes

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

© 2020 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×