Acesse aqui
Rádio Web Portal Plural
Operação Hórus realizou apreensões estimadas em mais de meio milhão de reais – Portal Plural
Connect with us

Segurança

Operação Hórus realizou apreensões estimadas em mais de meio milhão de reais

Balanço do 1º período da Operação Hórus na Área de Fronteira do 4º BPAF

Reporter Cidades

Publicado

em



Através da Operação Hórus, o Programa VIGIA objetiva blindar as fronteiras do país para evitar a entrada de armas, drogas e produtos contrabandeados. O Programa Vigia é um dos projetos estratégicos do Ministério da Justiça e Segurança Pública para combater o crime organizado nos cerca de 16 mil quilômetros de fronteiras do Brasil.

O efetivo do Batalhão de Polícia de Área de Fronteira (4º BPAF) juntamente com guarnição dos Bombeiros Militares e apoio de diversos órgãos e da comunidade, vem adotando medidas efetivas de prevenção e combate aos crimes transfronteiriços, visando à redução da criminalidade no Estado, bem como ações que visam coibir os crimes rurais, especialmente o Abigeato.

A 1º fase da Operação Hórus, juntamente com a Operação Hórus Sentinela, na área do 4º BPAF, teve duração de 20 de julho a 08 de agosto de 2020, com os seguintes resultados:

116 tijolos de maconha, totalizando 96 Kg, 5.000 maços de cigarro, grande quantidade de bebidas, 14 cabeças de gado, 34 tonelada de soja, 07 veículos apreendidos e 09 pessoas foram presas em flagrante. Realizadas 34 barreiras de trânsito, 174 veículos vistoriados, 292 pessoas abordadas e identificadas, além de fiscalização em vários portos clandestinos às margens do rio Uruguai. Valor estimado das apreensões: R$ 513.060,34.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Plantão 24H

PRF apreende carga de quase 2 milhões de reais de cigarros e prende casal

PRF apreende carga de quase 2 milhões de reais de cigarros e prende casal em Gravataí

Reporter Cidades

Publicado

em



A Polícia Rodoviária Federal apreendeu cerca de 350 mil maços de cigarros paraguaios e prendeu um casal em Gravataí. A ação ocorreu na manhã desta sexta-feira (25), na BR 290 (Freeway).

Durante operação de enfrentamento à criminalidade, agentes da PRF receberam informação do serviço de inteligência para abordar uma carreta emplacada em Caxias do Sul que se dirigia à capital. Na vistoria preliminar da carga, os policiais constataram que o caminhão transportava fardos de feno. Contudo, como a quantidade declarada na nota fiscal não era compatível com o volume transportado, realizaram busca minuciosa no veículo, localizando as caixas de cigarros escondidos na carga de feno.

O motorista, de 51 anos, e a sua companheira, de 24, foram presos. O homem informou aos agentes federais que seria pago para levar a mercadoria até Novo Hamburgo. Eles foram encaminhados para a polícia judiciária federal em Porto Alegre, assim como o veículo e a carga.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Segurança

MPF denuncia cinco investigados na Operação Esquema S

Segundo procuradores, ao menos R$ 151 milhões teriam sido desviados

Reporter Cidades

Publicado

em



O Ministério Público Federal (MPF) no Rio de Janeiro denunciou hoje (25) à Justiça o ex-presidente da Fecomércio Orlando Diniz e mais quatro pessoas pelo crime de lavagem de dinheiro e peculato pelo suposto desvio de recursos de órgãos do Sistema S fluminense. Os fatos são investigados na Operação Esquema S, um desdobramento da Lava Jato no Rio. 

Além de Diniz, delator do suposto esquema, foram denunciados as advogadas Luiza Nagib Eluf, Marcia Zampiron e o advogado Frederick Wassef, além do empresário Marcelo Cazzo. Segundo o MPF, os desvios ocorriam por meio de pagamentos de serviços advocatícios. De acordo com a acusação, R$ 4,6 milhões teriam sido desviados do Sesc, Senac e da Fecomércio. Os fatos teriam ocorrido entre dezembro de 2016 a maio de 2017.

Para os procuradores envolvidos nas investigações, dos R$ 355 milhões gastos a pretexto de serviços advocatícios supostamente prestados à Fecomércio, ao menos R$ 151 milhões teriam sido desviados em esquema que envolveria Diniz e várias bancas de advocacia.

Defesas

A defesa da advogada Luiza Eluf disse que a profissional sempre trabalhou de forma correta e transparente e que recebeu com “absoluta perplexidade” a denúncia feita pelo MPF.

Frederico Wassef disse que não prestou serviços diretos para a Fecomércio e que foi contratado por um renomado escritório de advocacia de São Paulo. Segundo Wassef, “estão criminalizando a advocacia no Brasil”.

“Eu não tenho e nunca tive qualquer relação comercial com a Fecomercio, não fui contratado por eles, não recebi um único centavo desta entidade e jamais negociei com eles”, declarou.

Agência Brasil entrou em contato com os outros denunciados e aguarda retorno.

ebc

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Plantão 24H

4º BPAF Operação Hórus apreensão de drogas em Alecrim

Reporter Cidades

Publicado

em



Na noite de sexta-feira (25/09) Policiais Militares do 4º Batalhão de Polícia de Área de Fronteira da Brigada Militar, atuando juntamente com o BOPE na Operação Hórus, realizaram a apreensão de drogas na localidade de Lageado Tigre, interior de Alecrim.

>>> PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP <<<

Após informações de que um indivíduo estava realizando uma negociação de drogas, em um porto clandestino ás margens do rio Uruguai, os policiais tentaram fazer a abordagem, mas o homem fugiu para a mata.

No local o indivíduo abandonou um saco com 10 tabletes de maconha total de 10 Kg. O material foi apreendido e encaminhado a Delegacia de Polícia para o registro.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

© 2020 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×