Operação Hater é deflagrada no combate a crimes de homofobia e preconceito em redes sociais em Santa Rosa
Connect with us

Destaque

Operação Hater é deflagrada no combate a crimes de homofobia e preconceito em redes sociais em Santa Rosa

Publicado

em

portal plural operação hater é deflagrada no combate a crimes de homofobia e preconceito em redes sociais em santa rosa

banner plano0 goldAcademia PersonaNuvera15 topo humberto pluralFAST AÇAÍ

Na manhã desta quarta-feira (10/07), a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia de Combate à Intolerância (DPCI/DPGV) com apoio da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) e policiais da 10ª Delegacia de Polícia Regional do Interior, cumpriram quatro mandados de busca e apreensão em diversos locais no município de Santa Rosa. O objetivo da ação é combater os crimes de homofobia e preconceito produzidas por um indivíduo, via redes sociais.

Segundo a Delegada Tatiana Bastos, a investigação iniciou a partir da publicação de ofensas homofóbicas e discurso de ódio contra membros do poder Executivo.

Após a análise de vários “prints” com as agressões postadas nas redes sociais e oitiva de testemunhas, foram representados e deferidos pelo Poder Judiciário por mandados de busca e apreensão, em endereços do investigado, inclusive seu escritório profissional, onde hoje foram apreendidos celulares, computadores e periféricos de informática.

O Diretor do Departamento Estadual de Proteção a Grupos Vulneráveis, Delegado Christian Nedel, acrescenta que as investigações visam cessar ou impedir qualquer ato criminoso contra a população gaúcha, assim como responsabilizar qualquer pessoa que vise propagar discursos de ódio nas redes sociais.

Compartilhe

Destaque

Morador de Porto Mauá se surpreende com cachos de banana gigantes lado a lado

Publicado

em

portal plural morador de porto mauá se surpreende com cachos de banana gigantes lado a lado

FAST AÇAÍbanner plano0 gold15 topo humberto pluralAcademia PersonaNuvera

O Sr. Altair Marques (60 anos), residente no centro de Porto Mauá, ficou surpreso ao ver no seu bananal que havia dois cachos gigantes de banana, da espécie “Caturra”, com distância em torno de um metro um do outro.

Primeiramente começou a amadurecer o cacho menor, colheu e repartiu o mesmo com os vizinhos. Poucos dias depois colheu o outro, no dia 13 de julho de 2024, e precisou da ajuda do seu irmão, devido o peso do mesmo. Seu Altair explica que  não se lembrou de pesar, mas fez a medição do tamanho e contou o número de frutos, sendo que mediu 1,25 metros, com 16 pencas e 312 dedos (frutos).

Na sua propriedade ele cultiva três variedades de bananas: caturra, maçã e petiça, sendo que foi a primeira vez que colheu  cachos gigantes.

Outros produtores porto-mauenses que já colheram cachos gigantes:

– Egon Kohler: 1,6 metros e 43 kg;

– Agenor dos Santos: 1,3 metros, 51 kg e 510 frutas;

– Venildo Lodi: 1,28 metros, 49 kg;

– Delvir Gnata: 1,24 metros e 46 kg;

– Alcide Bin: 1,1 metros e 33 kg

 

 

Fonte: Guia Tuparendi.

Texto: Vilson Winkler

Foto: Thiago Marques

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Patrulha Ambiental flagra atividade de pesca ilegal em barragem de Santa Rosa

Publicado

em

portal plural patrulha ambiental flagra atividade de pesca ilegal em barragem de santa rosa

Academia PersonaFAST AÇAÍbanner plano0 gold15 topo humberto pluralNuvera

Um indivíduo foi flagrado enquanto usava redes e uma embarcação de alumínio para pesca, sem autorização e registro necessários. A ação da Patrulha Ambiental ocorreu no domingo (22), na Barragem PCH Santo Antônio, em Santa Rosa.

Foram apreendidas três redes de pesca com malhas diversas, cada uma com cerca de 50 metros de comprimento, além de um barco de alumínio não registrado na Marinha do Brasil. Doze peixes vivos foram resgatados das redes e devolvidos ao rio.

Com informações do Comando Ambiental

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Programa Habitacional Santa Rosa Verde Amarelo beneficia 450 famílias e libera R$ 8,1 milhões em subsídios

Publicado

em

portal plural programa habitacional santa rosa verde amarelo beneficia 450 famílias e libera r$ 8,1 milhões em subsídios

FAST AÇAÍ15 topo humberto pluralNuverabanner plano0 goldAcademia Persona

O Programa Habitacional Santa Rosa Verde Amarelo já possibilitou que 450 famílias, ou seja R$8,1 milhões destinados para a realização do sonho da casa própria. A iniciativa concede um subsídio de R$ 18 mil, a fundo perdido, para ser utilizado como entrada em financiamentos habitacionais.

Para participar do programa, os interessados devem atender aos seguintes critérios: não possuir imóvel em seu nome, ter renda familiar mensal inferior a R$ 7 mil e não ter sido beneficiado anteriormente por outros programas habitacionais. O primeiro passo é procurar uma instituição bancária que trabalhe com crédito habitacional para iniciar o processo.

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Compartilhe

[DISPLAY_ULTIMATE_SOCIAL_ICONS]

Trending

×

Entre em contato

×