OMS desaconselha máscaras com válvulas para proteção contra Covid-19 – Portal Plural
Connect with us

Saúde

OMS desaconselha máscaras com válvulas para proteção contra Covid-19

Reporter Global

Publicado

em



 

A entidade também publicou recomendações sobre uso do acessório em crianças de diferentes faixas etárias e apontou como devem ser as máscaras para o público em geral

 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) emitiu novas recomendações sobre o uso de máscaras durante a pandemia de coronavírus nesta quarta-feira, 2. O documento desaconselha o uso daquelas que possuem válvulas, já que existe o risco do usuário exalar um ar que não foi suficientemente filtrado pelas mesmas. A entidade indica que médicos, enfermeiros e outros profissionais da saúde, além das pessoas que pertencem ao grupo de risco, utilizem máscaras N95, FFP2 e FFP3, por exemplo, que possuem maior capacidade de proteção contra o contágio aéreo. O público em geral, por sua vez, é aconselhado a usar máscaras não médicas, como as de pano. Idealmente, elas devem ser feitas com três camadas: uma exterior impermeável, uma interior que permita a passagem de umidade e uma camada filtrante intermediária.

 

Uso de máscara em crianças

A OMS apontou, ainda, que o uso de máscaras não é recomendado para crianças menores de cinco anos de idade. Para aquelas entre seis e onze anos, a decisão deve ser tomada considerando diferentes fatores, como a transmissão do vírus na comunidade, a capacidade das crianças de usar o aparato e o ambiente social e cultural. Acima de 12 anos, as recomendações passam a ser as mesmas que as dos adultos.

 

 

Jovem Pan

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Veja quantas doses da Coronavac cada Estado vai receber

Reporter Global

Publicado

em



 

 

Começou hoje cedo a distribuição de vacinas no Brasil, após a Anvisa aprovar a Coronavac para uso emergencial neste domingo, 17.

 

 

As 6 milhões de doses da vacina, feita em parceria entre o Instituto Butantan de São Paulo e a farmacêutica chinesa Sinovac, serão divididas entre todos os Estados e o Distrito Federal e serão usadas para imunizar profissionais de saúde da linha de frente.

Os primeiros lotes de estão sendo despachados pelo Ministério da Saúde, que divulgou no início da madrugada uma tabela com a divisão das doses por unidade federativa. (veja abaixo)

Os imunizantes partem de São Paulo, do Departamento de Logística da Saúde (DLOG) em aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) e caminhões refrigerados.

As empresas aéreas privadas Azul, Gol, Latam e Voepass também estão ajudando gratuitamente no esforço de entrega das doses pelo país.

Os primeiros voos partiram de Guarulhos, e devem se dirigir ao Distrito Federal e às capitais de 10 estados: Acre, Amapá, Amazonas, Ceará, Goiás, Mato Grosso do Sul, Piauí, Rondônia, Roraima e Santa Catarina.

Depois que as vacinas chegarem aos estados e ao DF, caberá às autoridades locais o envio aos municípios.

 

 

Começa hoje

O ministro da Saúde antecipou a vacinação para hoje.

O Ministro Pazuello afirmou que a vacinação nacional contra a Covid-19 começará às 17h desta segunda-feira em todos os Estados após a distribuição de doses da CoronaVac, que deverá ser concluída nesta tarde.

Oficialmente, a campanha de vacinação havia sido marcada para começar apenas na quarta-feira, dia 20.

Veja quantas doses da Coronavac cada unidade federativa terá direito:

 

Região Centro-Oeste

Distrito Federal – 105.960
Goiás – 182.400
Mato Grosso – 65.760
Mato Grosso do Sul – 61.760

Total – 415.880

 

Região Nordeste

Alagoas – 71.080
Bahia – 319.520
Ceará – 186.720
Maranhão – 123.040
Paraíba – 92.960
Pernambuco – 215.280
Piauí – 61.160
Rio Grande do Norte – 82.440
Sergipe – 48.360

Total – 1.200.560

 

Região Norte

Acre – 13.840
Amapá – 15.000
Amazonas – 69.880
Pará – 124.560
Rondônia – 33.040
Roraima – 10.360
Tocantins – 29.840

Total – 296.520

 

Região Sudeste

Espírito Santo – 95.440
Minas Gerais – 561.120
Rio de Janeiro – 487.520
São Paulo – 1.349.200

Total – 2.493.280

 

Região Sul

Paraná – 242.880
Rio Grande do Sul – 311.680
Santa Catarina – 126.560

Total – 681.120

 

 

FONTE: Só Noticia Boa

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Com problema de logística, lote de vacina atrasa e deve chegar no RS às 20h25min desta segunda-feira

Reporter Global

Publicado

em

RS receberá 341 mil doses Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini / Divulgação

 

 

Primeira dose deve ser aplicada ainda hoje, em cerimônia no Hospital de Clínicas de Porto Alegre

 

As primeiras 341 mil doses da vacina contra covid-19 devem chegar no Rio Grande do Sul às 20h25min desta segunda-feira (18). A previsão era de que o lote chegasse ao Estado às 16h, transportado por caminhão. No entanto, com problema de logística, a carga, que deveria ter saído no domingo de São Paulo, deve sair apenas às 18h desta segunda-feira.

Tínhamos a informação de que as vacinas chegariam às 16h. Mas não se confirmou esse transporte terrestre e a informação que tivemos agora de que as vacinas do RS (341,8 mil doses) saem de SP às 18h e chegam às 20h25min — disse a secretária estadual da Saúde, Arita Bergamann, em entrevista à Rádio Gaúcha.

As vacinas virão em um avião fretado. A Secretaria Estadual de Saúde não está divulgando o local da entrega das doses por questões de segurança.

A previsão é de que a primeira dose seja aplicada, no Estado, ainda nesta segunda-feira. Uma solenidade será realizada no Hospital de Clínicas de Porto Alegre.

A primeira pessoa a ser vacinada no Estado será uma profissional da saúde do Clínicas. Segundo o governo do RS, é uma mulher, técnica em enfermagem. O nome dela não foi divulgado.

 

 

FONTE: ClicRBS

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Saúde

Especialista em nutrição fala sobre os benefícios dos chás

Reporter Global

Publicado

em



 

 

Existem chás para uma infinidade que nos ajudam em diversos problemas de saúde. Isso aprendemos desde cedo, geralmente com nossas avós, que sempre possuem um deles para gripe, dor de cabeça ou problemas no estômago.

 

 

Mas engana-se quem pensa que isso é apenas cultura das vovós e não possui de fato propriedades imprescindíveis para o nosso dia a dia.

Os chás são comprovadamente um remédio natural.

Segundo Ermelinda Vela Bertoldi, especialista em nutrição, isso ocorre por eles serem fitoterápicos, ou seja, apresentam funções que auxiliam o nosso organismo. Existem chás de ervas, de flores, e cada um possui uma propriedade específica. Ermelinda exemplifica, os mais comuns que são chás como os de camomila, de hortelã e de maracujá que ajudam na ansiedade. ‘Também há os chazinhos emagrecedores, que são termogênicos, como um chá de hibisco, ou de canela com gengibre e hortelã.

Eles são excelentes para serem tomados durante o dia, por auxiliarem na questão de retenção de líquidos e também promovem mais energia para atividades físicas.’

Além disso, essa bebida tão tradicional entre os ingleses, e há muito tempo adotada pelos brasileiros, é capaz de auxiliar no aperfeiçoamento das funções cognitivas, devido a presença de cafeína em algumas composições. Esse item também ajuda na concentração e na capacidade de aprendizado. E para quem sofre com problemas de tensão pré-menstrual (TPM), a especialista afirma que chás de ervas e sálvia tem o poder de diminuir a irritação e a ansiedade características do período Completando os inúmeros benefícios apresentados por essa bebida, seguidamente a ciência tem feito novas descobertas sobre o assunto.

Assim, chegou-se à conclusão que ingerir três xícaras de chá por dia proporcionam a quebra da gordura no fígado, facilitando no combate da cirrose, doenças hepáticas crônicas. ‘Além de reduzir o desenvolvimento de doenças arteriais coronárias, como as do coração, morte cardíaca, infarto cerebral e até mesmo hemorragia intracerebral’, destaca a especialista. E para preparar um chá que mantenha todas as propriedades adequadas, é muito simples.

Primeiro de tudo, Ermelinda ressalta que não se deve ferver a água com as ervas ou as flores junto, pois elas podem tornarem-se tóxicas.

O correto, é a preparação através da infusão. Deixa-se que a água ferva, e depois, faça-se uma infusão com os ingredientes desejados. Abafa-se o recipiente, e deixe agir entre 5 e 8 minutos. Estará pronto para o consumo, podendo ser bebido quente ou frio. Mas antes de tudo, a especialista aconselha: ‘O ideal é consultar um nutricionista fitoterápico, que é conhecedor da área, e com essa indicação estar fazendo o chá correto, pois existem ervas que acabam sendo tóxicas e não são indicadas para chá.’

 

 

FONTE: Estadão

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

ENQUETE

Trending

© 2020 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


error: Conteúdo protegido, para ter acesso seja nosso parceiro entre em contato no whats (55) 984161736
×