O que esperar dos preços da soja para a próxima semana? – Portal Plural
Connect with us

Agro

O que esperar dos preços da soja para a próxima semana?

As condições climáticas seguem com atenção do mercado e podem interferir nos preços negociados na Bolsa de Chicago

Publicado

em

Foto: Pixabay


O mercado de soja deve ficar atento a uma série de fatores que devem impactar nas cotações para a próxima semana. Entre eles está as condições do clima na América do Sul. Os últimos dias foram de fortes quedas na Bolsa de Chicago, que foram impulsionados pelo retorno das chuvas no Brasil e na Argentina

Acompanhe abaixo os fatos que deverão merecer a atenção do mercado de soja na semana que vem. As dicas são do analista da Safras Consultoria, Luiz Fernando Roque.

– O mercado de soja mantém as atenções divididas entre o clima para o desenvolvimento da nova safra da América do Sul e movimentos da demanda chinesa no mercado internacional. Os players também avaliam notícias de que uma nova variante da Peste Suína Africana está circulando em rebanhos na China. No lado financeiro, o avanço da vacinação e o aumento de casos da Covid-19 ao redor do mundo dividem atenções com os primeiros passos do novo governo dos Estados Unidos;

– Os últimos dias foram de um clima mais favorável ao desenvolvimento das lavouras na América do Sul diante do retorno de uma umidade relevante para a maior parte do Brasil e para as principais províncias produtoras da Argentina. Além disso, as previsões climáticas apontam para a manutenção da umidade sobre a região Sul no Brasil e sobre a “zona núcleo” na Argentina nos próximos 14 dias. Tais fatos pesam sobre o mercado em Chicago, trazendo correções negativas sobre as valorizações acumuladas desde o início de dezembro;

– A grande questão é que o mercado estava antecipando grandes perdas produtivas devido à problemas climáticos, principalmente na Argentina, fato que pode não se concretizar se o clima for favorável nas próximas semanas/meses;

– Além disso, o mercado teve correções acentuadas por notícias que indicam que uma nova variante da Peste Suína Africana está circulando em algumas fazendas de porcos na China. Tal fato traz incertezas relacionadas à demanda chinesa para 2021, visto que um novo avanço da doença pode voltar a reduzir de forma significativa o rebanho suíno chinês;

– No lado financeiro, o mercado volta a demonstrar certo nervosismo diante do aumento de novos casos de Covid-19 ao redor do mundo. Tal fato supera, neste momento, o otimismo com o avanço da vacinação nas principais economias, colocando em xeque a recuperação econômica mundial. Em paralelo, os players avaliam os primeiros passos do novo presidente dos EUA, aguardando pela confirmação de um novo pacote de estímulos para a economia norte-americana.

Canal Rural

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agro

Programa de incentivo a produção leiteira em Santa Rosa

Publicado

em



Realizado o cadastro de produtores de leite no município de Santa Rosa. Os registros foram feitos em função do Programa LEITEC 2021 – SENAR-RS. O objetivo é o incentivo a produção leiteira. O diagnóstico das propriedades rurais foi feito por equipes da Secretaria de Agricultura e equipes do SENAR.

A intenção com o programa é avaliar as diferentes práticas utilizadas pela extensão rural. A partir disso, fazer a contextualização sobre os potenciais e limitantes encontrados na aplicação de ferramentas metodológicas no trabalho realizado nas propriedades rurais de cunho familiar. O programa conta com 11 módulos, ministrados por diferentes profissionais da área, como médicos veterinários e zootecnistas. De acordo com o Gerente de Políticas Rurais do Município Daniel Oliveira, o acompanhamento é de um ano, e visa auxiliar os produtores a desenvolverem novas técnicas de manejo e produção, além de capitalizar a propriedade rural, “A intenção da nova administração é fazer essa ponte com as comunidades, levando qualidade de vida, além de ações que auxiliem nossos produtores no dia a dia. Ficamos surpresos com o engajamento dos produtores em relação ao programa e estamos articulando mais duas turmas para incluir no LEITEC, o qual é gratuito”.

A Secretaria Municipal de Agricultura, contou com a parceria do Sindicato Rural na realização deste projeto, e busca nos próximos dias trazer diferentes programas para o interior, como operação de Drones na Agricultura, produção de Hortaliças em Estufa, Inseminação Artificial de Ovinos e Bovinos de Leite, entre outros.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Agro

Mais de 716 reses são apreendidas em operação contra maior golpe do agronegócio no RS

Publicado

em



Mais de 716 reses oriundas de negociações fraudulentas foram apreendidas durante a Operação Reculuta, deflagrada nesta sexta-feira (09) pela Polícia Civil em sete cidades do estado. Outros animais bovinos, também envolvidos no crime de estelionato, foram bloqueados.

Já em Formigueiro e Santa Maria foram presos, preventivamente, dois homens – de 41 e 27 anos, respectivamente -, investigados por participação nas fraudes. A dupla já tem antecedentes por estelionato. Segundo investigações, cerca de 100 vítimas foram lesionadas em mais de R$ 30 milhões – esse já é considerado o maior golpe do agronegócio no estado e um dos maiores do país.

A ação teve o apoio da 3ª Delegacia de Polícia Regional do Interior (DPRI) de Santa Maria e Delegacias de Polícia de Caçapava do Sul, Santana da Boa Vista, São Sepé, Júlio de Castilhos, Entre Ijuís, Tupanciretã, São Francisco de Assis e Manoel Viana. Também prestaram apoio os fiscais agropecuários do Departamento de Defesa Agropecuária da Secretaria da Agricultura.

Mais informações com o delegado Antônio Firmino de Freitas Neto, titular da Delegacia de Polícia de Formigueiro, e responsável pela Operação Reculuta. Aliás, o termo “reculuta” significa buscar, recuperar um animal que se perdeu da tropa.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Agro

Banrisul anuncia Plano Safra 2021/2022 com R$ 5,2 bilhões, o maior da história do banco

Publicado

em



 

O Banrisul lançou, nesta quinta-feira (08), o maior Plano Safra da sua história.

 

No ciclo 2021/2022, serão disponibilizados R$ 5,2 bilhões em crédito, 27% a mais do que na safra anterior.

Do total disponível nesta safra, R$ 4,5 bilhões serão destinados a custeio, comercialização e industrialização, enquanto R$ 700 milhões ficarão direcionados a investimentos.

O lançamento do Plano Safra ocorreu no evento on-line AgroShow Banrisul 2021, com a participação da diretoria da instituição e de autoridades, como o governador Eduardo Leite, a secretária estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Silvana Covatti, e líderes do agronegócio.

De acordo com o presidente do Banrisul, Cláudio Coutinho, a expectativa é beneficiar mais de 50 mil produtores rurais. “Para isso, nosso time de gerentes de agronegócio mais do que dobrou para coordenar as ações técnicas e comerciais em todas as regiões do Estado, ampliando o número de produtores rurais atendidos de forma personalizada por esses especialistas”, afirmou.

O dirigente ressaltou que o Banrisul tem 350 agências com atuação especializada em agro. “Vamos inaugurar, entre julho e agosto deste ano, três espaços exclusivos para atender os produtores rurais, nos municípios de Cruz Alta, Santo Ângelo e Passo Fundo”, anunciou.

“Nós estamos muito felizes em ver o nosso banco do Estado entrar em 2021 expandindo, como nós demandamos, o seu portfólio de produtos no agronegócio, que é um dos responsáveis pelo crescimento expressivo do PIB do Rio Grande do Sul no primeiro trimestre, a partir do crescimento da produção e da produtividade das lavouras gaúchas”, destacou o governador Eduardo Leite.

“Muito obrigado, presidente Coutinho e todo time do Banrisul, pela grande parceria do banco com nossos produtores rurais”, completou Leite.

 

FONTE: O SUL 

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Powered by WhatsApp Chat

×