Novo decreto de benefício do programa Volta Por Cima é publicado
Connect with us

Clima/Tempo

Novo decreto de benefício do programa Volta Por Cima é publicado

Publicado

em

portal plural novo decreto de benefício do programa volta por cima é publicado

Nuveratopo humbeto pluralAcademia PersonaFAST AÇAÍ

Foi oficializado no Diário Oficial do Estado (DOE), o Decreto Nº 57.418 referente ao programa “Volta Por Cima”. Esse documento estabelece um auxílio financeiro destinado à população que foi vítima das intensas chuvas no Rio Grande do Sul no período entre 28 de outubro e 31 de dezembro de 2023.

Os municípios beneficiados por essas novas diretrizes têm até o dia 11 de janeiro para cadastrar as famílias que foram desabrigadas, desalojadas ou afetadas pelos eventos ocorridos dentro do período especificado.

O secretário da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), Beto Fantinel, destaca que “o novo decreto abrange todos os municípios afetados por eventos climáticos em 2023. Nossa equipe técnica está dedicada no apoio, acompanhamento e orientação para aqueles que ainda precisam, especialmente os que mantêm abrigos públicos abertos.”

Os requisitos para acesso aos recursos incluem estar no Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal (CadÚnico) na faixa de renda de pobres e extremamente pobres, o município ter sido incluído nos decretos estaduais que declararam calamidade pública ou ter emitido decreto próprio homologado pelo Estado, e a família ter sido cadastrada pelas equipes municipais de Assistência Social e incluída no sistema do programa Volta por Cima.

Uma vez cumpridos esses requisitos, as famílias afetadas podem ser cadastradas pelas equipes de Assistência Social municipais e incluídas no portal dos beneficiários validados, por meio de senha de acesso fornecida pela Sedes. O valor do benefício será creditado no Cartão Cidadão da pessoa de referência de cada núcleo, sendo que o município e os cadastradores designados deverão firmar termo de responsabilidade para o correto uso da ferramenta e das informações.

Detalhes sobre os repasses de recursos, consulta pelo número de CPF e outras informações relativas ao auxílio financeiro serão disponibilizados no site do Volta por Cima para acompanhamento dos beneficiários.

O programa Volta por Cima foi lançado em junho pelo governo estadual com o objetivo de assistir vítimas de situações de calamidade ou emergência. Apesar de ter sido inicialmente lançado em resposta a um ciclone extratropical ocorrido naquele mês, a norma permite que o auxílio seja aplicado em outros casos de eventos climáticos adversos, como as enchentes mais recentes.

Fonte: Secom/ Governo do RS

Compartilhe

Clima/Tempo

Defesa Civil emite alertas para chuva no fim de semana; municípios podem ter em quatro dias volume esperado para junho

Publicado

em

portal plural defesa civil emite alertas para chuva no fim de semana; municípios podem ter em quatro dias volume esperado para junho
Foto: Divulgação
Nuveratopo humbeto pluralFAST AÇAÍAcademia Persona

Após algumas semanas de tempo firme em grande parte do Estado, a chuva retornará ao Rio Grande do Sul na sexta-feira (14). A Defesa Civil do RS emitiu um alerta indicando que, até terça-feira (18), alguns municípios podem registrar volumes de chuva próximos a 150 milímetros. Esse cenário deve persistir até quarta-feira (19), afetando várias regiões. Meteorologistas indicam que a situação pode ser semelhante à de maio, porém com menor intensidade.

Prevista para começar na tarde de sexta-feira, a chuva chegará primeiro à Região Sul. Inicialmente de baixa intensidade, Pelotas deve registrar 10mm. A condição é causada por uma área de baixa pressão que se desloca do Paraguai em direção ao oceano, juntamente com uma frente fria formada na Argentina. A baixa pressão deve avançar pelo Rio Grande do Sul ao longo do sábado (15), atingindo outras regiões.

— Uma combinação de sistemas meteorológicos forçará a entrada de chuva no Rio Grande do Sul a partir de sexta. No sábado, a chuva aumentará, podendo ser fraca na maioria das regiões, com a Metade Sul sendo mais afetada — explica o meteorologista Guilherme Borges.

No Sul, Campanha, Fronteira Oeste, Região dos Vales e Centro, os volumes podem variar entre 30mm e 50mm no sábado. Em Pelotas, a previsão é de 40mm ao longo do dia, representando quase 40% da média de chuva para junho. Em Estrela, no Vale do Taquari, e Santa Maria, no Centro, a previsão é de 30mm e 25mm, respectivamente. Na Serra, Região Metropolitana, Norte e Noroeste, não deve passar dos 20mm.

De acordo com o alerta da Defesa Civil, há risco de queda de granizo e rajadas de vento de até 70 km/h na Campanha, Sul, Missões e Centro. Na Metade Norte, as rajadas podem chegar a 55 km/h.

Para Borges, domingo (16) será o dia mais preocupante. O sistema avançará mais, tornando a chuva mais significativa na Metade Norte. No Centro, Região Metropolitana, Região dos Vales e Serra, os volumes podem variar entre 70mm e 110mm, considerados muito altos. Porto Alegre e Estrela devem ter 80mm de chuva ao longo do dia, o que corresponde a 61% da média de junho na Capital, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Em Passo Fundo, no Norte, e em Caxias do Sul, na Serra, a previsão é de 50mm e 70mm de chuva no domingo, quase metade da média de junho. No Sul, Fronteira Oeste, parte da Região das Missões e algumas áreas da Região Central, a chuva não deve passar dos 30mm.

A chuva vai até segunda, diminui, e na terça-feira retorna. Na Metade Norte, a intensidade não deve diminuir. Esses sistemas devem ficar estacionados na Metade Norte na segunda-feira, retroceder na terça-feira e avançar novamente na quarta-feira. A perspectiva é de que, na próxima quinta-feira (20), eles já estejam no Paraná — prevê Lopes.

Fonte: GZH

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Clima/Tempo

Calor persiste em Santa Rosa, mas a chuva se aproxima

Publicado

em

portal plural calor persiste em santa rosa, mas chuva se aproxima

NuveraAcademia Personatopo humbeto pluralFAST AÇAÍ

A Região da Fronteira Noroeste segue com altas temperaturas nesta quarta-feira (12). Em Santa Rosa, a previsão é de sol e tempo firme, com a máxima chegando aos 31ºC.

No entanto, a MetSul alerta para a chegada de uma frente fria no fim de semana, que trará instabilidade e chuva a partir de sábado. Essa mudança no tempo é resultado da formação de um canal de umidade e do bloqueio atmosférico no Centro do Brasil.

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Clima/Tempo

Massa de ar seco prolonga veranico no Brasil

Publicado

em

portal plural grande e forte massa de ar seco mantém veranico no brasil
Foto: Getty Images
Academia PersonaFAST AÇAÍNuveratopo humbeto plural

Uma vasta e robusta massa de ar seco continua dominando o território brasileiro. O epicentro desse sistema encontra-se sobre a região Sudeste, mas todos os cantos do país estão sendo influenciados por essa massa de ar seco. A baixa umidade do ar está dificultando a formação de nuvens e a ocorrência de chuvas na maior parte do território nacional. É essa extensa massa de ar seco que está mantendo as condições para o veranico observado nos últimos dias e que persistirá até o dia 20 de junho.

Devido a esse veranico, muitas áreas do país estão experimentando temperaturas muito acima do normal para o mês de junho, inclusive no Sul do país. Por enquanto, essa massa de ar seco ainda está vigorosa e está afastando as frentes frias para longe, impedindo que avancem sobre a região Sul para alcançar o Sudeste ou o Centro-Oeste.

Nesta terça-feira, uma nova frente fria está se movendo pelo oceano em direção à costa paulista, porém, sem causar alterações significativas no clima. As nuvens de chuva estão se formando no extremo norte do Brasil e em áreas próximas ao litoral do Nordeste, onde o ar úmido está concentrado.

Região Sul:

O ar seco continua predominante sobre o Sul do Brasil, e a maior parte da região terá um dia de terça-feira ensolarado, sem condições para chuva. O ar úmido proveniente do mar ingressa sobre o Rio Grande do Sul, resultando na formação de muitas nuvens sobre o estado.

Durante a madrugada e pela manhã, pode ocorrer chuvisco em áreas do sul, centro, leste e nordeste gaúcho, incluindo a região metropolitana de Porto Alegre, além de chuva leve no litoral sul. Contudo, todas essas áreas terão períodos de sol ao longo da tarde.

Na serra, sul e litoral de Santa Catarina, a umidade aumenta durante a tarde, culminando em um final de dia com predominância de muitas nuvens.

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Compartilhe

[DISPLAY_ULTIMATE_SOCIAL_ICONS]

Trending

×

Entre em contato

×