Neymar ainda tem lugar na seleção brasileira após quase um ano fora?
Connect with us

Esportes

Neymar ainda tem lugar na seleção brasileira após quase um ano fora?

Publicado

em

portal plural neymar ainda tem lugar na seleção brasileira após quase um ano fora
Foto: Wilton Junior/Estadão

Nuverabanner plano0 goldFAST AÇAÍAcademia Persona15 topo humberto plural

Neymar, após quase um ano afastado, acompanhou a estreia do Brasil na Copa América no SoFi Stadium, onde viu o time empatar sem gols com a Costa Rica. Apesar da posse de bola dominante de 70% e 19 finalizações contra apenas duas do adversário, a equipe não conseguiu converter em vitória. Este desempenho reacendeu discussões sobre o papel de Neymar na seleção brasileira, especialmente após sua última participação em campo há oito meses, quando se lesionou gravemente durante um jogo contra o Uruguai pelas Eliminatórias da Copa do Mundo 2026.

Desde então, Neymar tem se recuperado de uma cirurgia no joelho esquerdo, com previsão de retorno em agosto de 2024. Sua ausência na atual Copa América nos Estados Unidos tem levado a seleção a passar por mudanças sob o comando de Dorival Júnior, com novos talentos como Rodrygo, Vinicius Júnior e Endrick assumindo papéis importantes. Apesar disso, Neymar, aos 32 anos e vinculado ao Al-Hilal da Arábia Saudita, ainda é visto como peça essencial para o ciclo até o Mundial de 2026.

Para Silas, ex-jogador e comentarista, Neymar deveria ter um lugar garantido na seleção, destacando sua capacidade única quando está em plena forma física. Ele reconhece que Neymar pode não ser unanimidade devido à sua personalidade e às polêmicas fora de campo, mas argumenta que dentro das quatro linhas ele é fundamental para o time brasileiro.

Rodrygo, atualmente com a camisa 10 que era de Neymar, também expressa seu respeito e espera pelo retorno do colega. Ronaldo e Rivaldo, por outro lado, veem na ausência de Neymar uma oportunidade para outros jogadores se destacarem e ganharem espaço na equipe nacional.

Enquanto isso, a seleção brasileira enfrenta o Paraguai nesta sexta-feira, 28 de junho, no Allegiant Stadium em Las Vegas, buscando mostrar um bom desempenho mesmo sem um dos seus principais jogadores.

Fonte: Estadão

Compartilhe

Esportes

Ex-segurança de Schumacher exigia R$ 81 milhões para não divulgar fotos e histórico médico

Publicado

em

portal plural ex segurança de schumacher exigia r$ 81 milhões para não divulgar fotos e histórico médico
Crédito: Alexander Hassenstein/Bongarts/Getty Images
banner plano0 gold15 topo humberto pluralNuveraFAST AÇAÍAcademia Persona

Um ex-segurança de Michael Schumacher tentou extorquir a família do heptacampeão de Fórmula 1, ameaçando vazar fotos e o histórico médico do ex-piloto, que não é visto em público desde dezembro de 2013, após sofrer uma grave lesão cerebral em um acidente de esqui nos Alpes Franceses.

Segundo o diário alemão Bild, um homem identificado como Markus F., de 52 anos, exigiu 15 milhões de euros (cerca de R$ 81 milhões) da família de Schumacher para não divulgar o material. De acordo com documentos da investigação acessados pelo jornal, Markus tinha aproximadamente 1.500 arquivos da vida privada do ex-piloto. Ele trabalhou como segurança da família por pelo menos cinco anos e foi dispensado em 2021.

Markus F., dono de uma empresa de consultoria em TI (Tecnologia da Informação), estava endividado e buscava se recuperar financeiramente aplicando o golpe na família de Michael Schumacher. Para isso, ele contratou um colega segurança, Yilmaz T., de 53 anos, que foi responsável por contatar a família com a ameaça.

Yilmaz foi preso pela polícia alemã junto com seu filho Daniel, de 30 anos. Durante o depoimento, Yilmaz revelou o envolvimento de Markus F., o mentor do golpe. Daniel foi liberado na última segunda-feira (8) após pagar uma fiança de 10 mil euros (aproximadamente R$ 59 mil). Markus e Yilmaz permanecem sob custódia das autoridades alemãs.

Fonte: CNN Brasil
Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Esportes

Conheça Pablo Fernandez, técnico interino do Inter

Publicado

em

portal plural conheça pablo fernandez, técnico interino do inter
Foto: Rafaela Frison/S.C. Internacional
banner plano0 goldFAST AÇAÍNuvera15 topo humberto pluralAcademia Persona

Após a demissão de Eduardo Coudet, o Internacional está em busca de um novo treinador para comandar a equipe na retomada da Copa do Brasil. Enquanto isso, é provável que Pablo Fernandez assuma como técnico interino para o confronto decisivo contra o Juventude no próximo sábado (13), no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul. O Inter precisa reverter a derrota por 2 a 1 sofrida para a equipe de Roger Machado para avançar na competição.

Na terça-feira seguinte (16), o Inter terá um compromisso nos playoffs da Copa Sul-Americana contra o Rosario Central, da Argentina, onde Pablo Fernandez deve continuar à frente da equipe.

Quem é Pablo Fernandez?

Pablo Fernandez, que deve assumir a função de técnico interino do Inter, tem 49 anos e estava à frente do time sub-20 do clube. Com um histórico como jogador de futsal e futebol de campo, ele acumula 15 anos de experiência como treinador. Fernandez possui a Licença PRO da CBF e a Licença B da ATFA (Associação de Treinadores do Futebol Argentino).

Fernandez tem uma carreira extensa nas categorias de base, com passagens por clubes como Santos e Athletico-PR. Ele também fez parte das comissões técnicas principais no Bahia e no Red Bull Bragantino II (anteriormente Red Bull Brasil), além de ter trabalhado no São José e no Desportivo Brasil. Em Salvador, Fernandez integrou a comissão técnica de Roger Machado, atual técnico do Juventude, nos anos de 2019 e 2020.

Papel Importante no Inter

Contratado pelo Inter em março deste ano, Pablo Fernandez chegou com a missão de reestruturar a categoria sub-20 do clube. Sob seu comando, o Inter se destacou ao utilizar jogadores sub-17 na categoria superior, totalizando mais de 3.000 minutos de jogo para esses jovens atletas.

Em seu último jogo, na quarta-feira (10), Fernandez levou o time a uma vitória por 3 a 1 sobre o Atlético-GO, com gols marcados por jogadores nascidos em 2007, que completam 17 anos este ano, demonstrando o compromisso do Inter em dar espaço aos jovens talentos.

Estatísticas na Carreira

Ao longo de sua carreira, Pablo Fernandez acumulou 503 jogos, com 270 vitórias, 118 empates e 115 derrotas. Seus times marcaram um total de 990 gols e sofreram 497.

Fonte: Jornal o Sul

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Esportes

Paris 2024: pela primeira vez, delegação do Brasil para Olimpíada tem maioria feminina

Publicado

em

portal plural paris 2024 pela primeira vez, delegação do brasil para olimpíada tem maioria feminina
Foto: Divulgação/COB
15 topo humberto pluralAcademia PersonaFAST AÇAÍNuverabanner plano0 gold

Pela primeira vez na história, a delegação brasileira para uma Olimpíada será composta majoritariamente por mulheres. O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) anunciou nesta quinta-feira (11) que a equipe para Paris está definida, contando com 277 atletas: 153 mulheres (55%) e 124 homens (45%).

Este é o terceiro maior contingente de atletas que o Brasil já enviou a uma edição dos Jogos Olímpicos, ficando atrás apenas de Rio 2016 (462) e Tóquio 2020 (302), e empatado com Pequim 2008. Atenas 2004 era a delegação mais equilibrada em termos de gênero até então, com 125 homens (50,6%) e 122 mulheres (49,4%).

Paris 2024 será também a primeira edição com igualdade de gênero no número de participantes. O Comitê Olímpico Internacional (COI) estabeleceu um total de 10.500 vagas, divididas igualmente entre 5.250 mulheres e 5.250 homens.

“Há dois ciclos olímpicos, após identificar uma oportunidade de crescimento no esporte feminino, o COB começou a investir especificamente nas mulheres. Isso incluiu não apenas as atletas, mas também um esforço para aumentar o número de treinadoras e gestoras. Com esse objetivo, foi criada, em 2021, a área Mulher no Esporte no COB. Esta estratégia realmente deu certo, resultando em mais atletas se destacando internacionalmente,” afirmou Mariana Mello, gerente de Planejamento e Desempenho Esportivo do COB e subchefe da Missão Paris 2024.

Os esportes coletivos foram cruciais para essa mudança nos números. As equipes femininas garantiram vagas no futebol, vôlei, handebol e rúgbi, enquanto os times masculinos se classificaram no vôlei e basquete.

Fonte: Jornal o Sul

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Compartilhe

[DISPLAY_ULTIMATE_SOCIAL_ICONS]

Trending

×

Entre em contato

×