Mulher é roubada e estuprada na saída de supermercado – Portal Plural
Connect with us

Mulher é roubada e estuprada na saída de supermercado

 

 

Responsável foi localizado por policiais e identificado pela vítima

Câmeras de segurança flagraram a ação de um criminoso em Ferraz de Vasconcelos, cidade na região metropolitana de São Paulo.

As imagens mostram um carro branco reduzindo a velocidade. Um homem estaciona o veículo e caminha até a entrada lateral de um supermercado.

Em outro ângulo, o homem anda pelo estacionamento do local à procura de uma vítima. Ele vê uma mulher carregando o carro com compras e vai em direção ao veículo dela, fora do alcance das câmeras. A mulher estava acompanhada do filho, uma criança de 6 anos que estava no banco de trás do carro.

“A vítima foi levada com seu filho. No caminho, foi parado o veículo. A criança ficou no carro. Aí, ele saiu com a vítima, entrou em outro supermercado e obrigou a vítima a efetuar aproximadamente R$ 4 mil em saques”, explicou o delegado Osvaldo Marcondes Filho ao Brasil Urgente.

Em outras imagens, o criminoso é flagrado circulando ao lado da mulher de mãos dadas, como se os dois fossem um casal – um disfarce para que ninguém notasse o que realmente acontecia.

Após o assalto, o criminoso abandonou a criança em frente a uma padaria e levou a mulher até o final de uma rua sem saída, onde a estuprou.

“Aí, se evadiu com o veículo”, acrescentou o delegado. “A vítima, após o estupro, já retornou a pé, justamente no local onde foi deixado seu filho. E graças a Deus encontrou a criança, que estava sendo amparada por clientes de um barzinho. Aí foi chamada a polícia.”

Os policiais encontraram Renê Ferreira através de câmeras de trânsito.

“Do supermercado onde ele abordou a vítima, ele saiu de um veículo Kadett branco. Puxamos aqui pelo nosso sistema Detecta, constatamos veículos que passavam logo após o veículo da vítima, e, verificando esses veículos, encontramos um veículo Kadett”, disse o delegado Marcondes.

“Aí a gente já viu que esse veículo Kadett realmente era do autor, porque o veículo, pelo sistema Detecta, transitava aqui em Guaianazes (na cidade de São Paulo). Ele utilizava o próprio veículo no nome dele. E a vítima reconheceu ele sem a menor dúvida como o autor do roubo e do estupro.”

O homem agia sempre da mesma forma: escolhia vítimas mulheres, de preferência com filhos. Ele atacava quando elas colocavam compras dentro do porta-malas. O acusado tem 20 passagens policiais, entre furto, receptação e roubo. De acordo com a polícia, o criminoso não agia sozinho.

“Havia um segundo autor, o que é o normal, de praxe, que dava cobertura. A gente verifica realmente isso. O modus operandi dele é assaltos, e posteriormente ele passa os veículos das vítimas a uma outra quadrilha, que é também assalta e faz receptação de veículos roubados”, descreveu o delegado.

A polícia continua a investigação para localizar o coautor do crime e a quadrilha de roubo de veículos. “E procurando também outras vítimas, porque há outras vítimas, e até talvez outras vítimas de roubo com estupro”, acredita o delegado Marcondes. “Não acredito que essa seja a única vez.”

 

FONTE: BAND

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×