Ministro da Cidadania negocia a vinda da Fundação Varkey para o Brasil – Portal Plural
Connect with us

Política

Ministro da Cidadania negocia a vinda da Fundação Varkey para o Brasil

Publicado

em



 

Ministro da Cidadania negocia a vinda da Fundação Varkey para o Brasil. Entidade internacional apoia programas para melhorar a educação no mundo, como foco especial em crianças com deficiência

O Seminário Internacional “How Kids Learn” (Como as Crianças Aprendem – em tradução livre) reuniu na Inglaterra, no último final de semana, 30 especialistas de diversas partes do mundo para discutir métodos e tecnologias que possam auxiliar na melhoria da educação. O ministro da Cidadania, Osmar Terra, foi um dos palestrantes do evento, que também contou com representantes de China, Estados Unidos, Alemanha e Canadá, entre outros. Terra apresentou o programa Criança Feliz, do governo federal, que orienta as famílias sobre as melhores maneiras de estimular o desenvolvimento emocional e cognitivo das crianças.

Da troca de experiências pode nascer uma parceria para dinamizar o programa brasileiro e aperfeiçoar outras ações de educação, principalmente as voltadas para crianças com deficiência. Osmar Terra negocia a vinda para o Brasil de uma operação da Fundação Varkey. A entidade internacional, com sede no Reino Unido, atua de maneira filantrópica no apoio a programas e iniciativas que ajudem na qualificação de professores, no acesso de crianças à tecnologia e no compartilhamento de metodologias que potencializem o aprendizado. “O nosso objetivo é fazer com que a expertise da Fundação Varkey, que é muito voltada para a educação, e está se voltando cada vez mais para a educação de crianças com deficiência, e crianças no início da vida, que eles possam colaborar com a gente lá no Brasil, levando a experiência deles, capacitação de professores, principalmente para crianças com deficiência e para crianças na primeira infância, para nos ajudar nos nossos programas”, destacou o ministro.

A Fundação Varkey já atua em Uganda, Gana e Argentina. É ela também que realiza todos os anos o Global Teacher Prize, prêmio que reconhece o melhor professor do mundo, considerado o Oscar da educação.

CRIANÇA FELIZ – Coordenado pelo Ministério da Cidadania, o Criança Feliz promove o desenvolvimento adequado na primeira infância, por meio de visitas domiciliares e integrando ações nas áreas da saúde, assistência social, educação, justiça, cultura e direitos humanos. O programa está presente em 2.620 municípios entre os 4.195 elegíveis e já atendeu, até o momento, 640.103 crianças e 125.620 gestantes. No total, foram realizadas mais de 20,3 milhões de visitas por cerca de 18,7 mil profissionais.

Pelo trabalho realizado, o Programa Criança Feliz foi premiado pela Cúpula Mundial de Inovação para a Educação – WISE Awards 2019 como uma das iniciativas mais inovadoras do mundo em educação. Este ano, a WISE recebeu 481 inscrições, sendo 15 finalistas. Ao todo, seis projetos foram premiados.

A entrega do prêmio será realizada durante a reunião da Cúpula Mundial de Inovação para a Educação, entre 19 e 21 de novembro de 2019, em Doha, no Catar. Além das oportunidades de promoção e criação de redes de trabalho, cada iniciativa vitoriosa receberá U$ 20 mil.

Para o ministro da Cidadania, Osmar Terra, o apoio às famílias e às crianças nos primeiros mil dias de vida pode mudar o futuro das novas gerações. “O programa Criança Feliz teve um apoio decisivo do presidente Bolsonaro e da primeira-dama, Michelle Bolsonaro. Neste governo, vamos chegar a um milhão de crianças acompanhadas ainda esse ano”, reforçou Terra.

Parceria para aperfeiçoar o cinema nacional – Além da palestra na área de educação, o ministro Osmar Terra aproveitou a passagem por Londres para reunir-se com a CEO do British Film Institute (BFI), Amanda Nevil. Eles discutiram possibilidades de expandir a parceria já firmada com a instituição. Dentro do acordo de cooperação, que já resultou em seis coproduções com a BFI, Terra pretende ampliar a parceria com interesse especial no modelo inglês de desenvolvimento de novos talentos por meio de cursos que criam oportunidades para jovens de 16 a 18 anos.

O programa da BFI atua em 50 localidades no Reino Unido levando qualificação profissional para jovens que não sabem como ingressar na indústria cinematográfica. O orçamento da instituição britânica é de cerca de 50 milhões de libras investidos na capacitação técnica e desenvolvimento de talentos. “Os talentos estão em todos os lugares, mas falta qualificação técnica. Nós investimos para induzir e criar oportunidades para que esses jovens tenham acesso à indústria cinematográfica, algo que eles nunca imaginaram”, afirmou a CEO Amanda Nevill. A British Film Institute mantém o maior acervo cinematográfico do mundo.

O ministro Osmar Terra elogiou o trabalho da BFI na criação de oportunidades para jovens. “O que mais me chamou a atenção foi a possibilidade de buscar novos talentos, a metodologia que eles utilizam para isso. Creio que podemos fazer no Brasil também”, ponderou. Terra falou do edital #amorpelobrasil, ação do Ministério da Cidadania que incentiva jovens de 12 a 18 anos a ingressarem no setor audiovisual, e da ideia de criar uma Escola de Cinema no Brasil. “É um desafio que passa pela descoberta de talentos e pela sua formação. Estamos trabalhando com a ideia de uma escola nacional de cinema e de centros de formação disseminados no País, também, para a busca de novos talentos”, declarou.

Na ocasião, o ministro da Cidadania ainda propôs a realização de uma semana de cinema inglês no Brasil e vice-versa, a fim de promover um intercâmbio de informações entre os profissionais das áreas de roteiro, fotografia, montagem, entre outros segmentos, e incrementar a parceria já existente. “O cinema inglês é disseminado e respeitado no mundo todo. Queremos buscar um pouco dessa experiência. Pode ser muito útil para os produtores brasileiros trabalharem com essas parcerias”, afirmou.

Texto e fotos de Klécio Santos
Compartilhe
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Política

Governo não tem plano para resgatar brasileiros, diz embaixador

Publicado

em



O secretário de Comunicação e Cultura do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Leonardo Gorgulho, disse nesta quarta-feira (24) que, até o momento, o Brasil não tem um plano de resgate para retirar os brasileiros que estão na Ucrânia.

Os ataques da Rússia à Ucrânia começaram na madrugada desta quinta-feira (24). Segundo o Itamaraty, cerca de 500 brasileiros estão no país.

“Sobre a existência de plano de resgate, não há plano de resgate, não há da parte do Brasil e de qualquer outro país”, afirmou o embaixador.

O governo brasileiro estuda implementar um plano de evacuação por via terrestre, mas ainda não há data nem ponto de encontro definidos.

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Política

PROFESSORES DE ALECRIM COBRAM O CUMPRIMENTO DA LEI DO PISO

Publicado

em



O Ministério da Educação anunciou, no dia 27 de janeiro, o novo valor do Piso Salarial Profissional Nacional para os Profissionais do Magistério Público da Educação Básica (PSPN). Em 2022, o valor será corrigido e o piso da categoria será de R$ 3.845,63, um aumento de 33,24%.

Na noite do dia 03 de fevereiro, os professores da rede municipal de Alecrim estiveram presentes na sessão da Câmara Municipal de Vereadores de Alecrim, reivindicando o cumprimento da Lei do Piso Nacional do Magistério, e fazendo Repúdio a proposta de aumento de 13% apresentada pela administração pública municipal. Os educadores da rede municipal foram buscar apoio e foram bem recebidos em sua reivindicação pelos vereadores municipais.

A proposta de 13% foi encaminhada a comissão permanente para análise, mas os educadores discutem o valor apresentado, uma vez que o Presidente Jair Bolsonaro e o MEC já divulgaram o aumento, e que o valor deve ser retroativo a contar do dia 01 de janeiro.

Os Professores da rede apresentaram nota de Repúdio e deram um prazo de 30 dias para o cumprimento da Lei Nacional. Caso não ocorra acordo a demanda será encaminhada ao Judiciário e tomadas demais medidas necessárias.

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Pesquisa no RS mostra Edegar Pretto e Onyx Lorenzoni empatados

Publicado

em



O deputado estadual Edegar Pretto (PT) e o ministro de Trabalho e Previdência de Jair Bolsonaro, Onyx Lorenzoni (PL), aparecem técnicamente empatados na primeira pesquisa de intenção de voto para o governo do Rio Grande do Sul em 2022. A pesquisa do Instituto Atlas mostra que Pretto está 0,6% na frente de Lorenzoni, o que é considerado, um empate técnico – 18,6% contra 17,8%, respectivamente.

Na sequência, aparece o senador Luis Carlos Heinze (PP), na terceira colocação somando 9,2% das intenções de voto. O vereador de Porto Alegre e ex-deputado estadual, Pedro Ruas (PSOL) está 8,4%, ocupando a quarta colocação. Já o ex-deputado federal, Beto Albuquerque (PSB), aparece com com 7,8%. O vice-governador do Rio Grande do Sul e secretário de Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior (PSDB), está com 4,5%. Enquanto o deputado federal, Alceu Moreira (MDB), tem 3,5% das intenções dos eleitores.

A margem de erro do levantamento é de 3%. Foram entrevistadas 1.001 pessoas entre os dias 17 a 23 de dezembro.

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

PORTAL PLURAL LTDA
ME 33.399.955/0001-12

© 2022 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Entre em contato

×