Ministério da Saúde revela notificação de caso suspeito de coronavírus no RS – Portal Plural
Connect with us

Medicina & Saúde

Ministério da Saúde revela notificação de caso suspeito de coronavírus no RS

Infecção no Estado, no entanto, foi descartada, a exemplo de Minas Gerais, Santa Catarina e Distrito Federal

Reporter Cidades

Publicado

em

Júlio Croda revelou notificações de casos suspeitos do coronavírus no Brasil | Foto: Ministério de Saúde / Twitter / Reprodução / CP


O Ministério da Saúde concedeu uma entrevista coletiva no final da manhã desta quinta-feira para falar sobre o coronavírus, epidemia que matou 25 na China e que já registrou casos de pessoas infectadas em outros países, incluindo os Estados Unidos. O secretário substituto de Vigilância em Saúde da pasta, Júlio Croda, relatou que o ministério recebeu notificação de um caso suspeito no Rio Grande do Sul. A infecção, no entanto, foi descartada.

“Nós recebemos algumas notificações: a primeira recebida foi do Distrito Federal, em 18 de janeiro, que foi descartado pelos critérios da Organização Mundial de Saúde. Depois, recebemos notificações de Santa Catarina e Minas Gerais, em 21 de janeiro, desconsideradas pelo mesmo motivo. O Rio Grande do Sul também notificou um caso, mas também foi descartado”, disse Croda.

O secretário substituto explicou que a pasta quer que os estados continuem relatando a existência de casos suspeitos, tudo para esclarecer a veracidade da infecção. “O Ministério da Saúde quer que os estados informem qualquer suspeição, até para que possamos esclarecer se são ou não de coronavírus. É salutar esta conversa com os estados para o esclarecimento dos fatos”, afirmou.

Croda argumentou que o Brasil está preparado para diagnosticar a presença do vírus em solo brasileiro. “Nossa rede laboratorial está preparada para receber a amostra de um possível caso suspeito e dar os andamentos necessários para a realização do diagnóstico”, colocou. “A Anvisa tem os protocolos já estabelecidos em casos de pandemia e doenças importantes. É importante esclarecer que não há evidência para fazer triagem de temperatura em aeroportos”, acrescentou o secretário.

Correio do Povo

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Medicina & Saúde

Mulher é vitima fatal de dengue hemorrágica em Santo Ângelo

Reporter Cidades

Publicado

em



Uma idosa de 71 anos de idade morreu por dengue hemorrágica no município de Santo Ângelo. O anúncio foi feito pelo Secretário de Saúde de Santo Ângelo Dr. Luis Cavalheiro na manhã desta sexta-feira, dia 03.Segundo Cavalheiro, a paciente foi internada no Hospital Santo Ângelo no dia 21 de março e foi a óbito na última semana.

Santo Ângelo segue em alerta também em relação a dengue. Em boletim atualizado na quinta-feira, 02, pela 12ª Coordenaria Regional de Saúde a cidade já registra 70 casos confirmados. São mais 120 exames aguardando resultados do Lacen/RS.

Em toda a área de abrangência da 12ª CRS são 195 casos confirmados de dengue em 2020. O município com o maior número de casos é Cerro Largo que atingiu 111 notificações.Os principais sintomas da dengue: febre alta (38.5ºC), dores musculares intensas, dor ao movimentar os olhos, mal estar, falta de apetite, dor de cabeça e manchas vermelhas no corpo.

Podem surgir manifestações clínicas (sinais de alarme) correspondentes a uma complicação da doença potencialmente letal chamada dengue grave (conhecida anteriormente como dengue hemorrágica), que aparecem devido ao aumento da permeabilidade vascular e da perda de plasma, o que pode levar ao choque irreversível e à morte.

Confira os numeres de dengue da 12ª CRS:
Cerro Largo: 111
Santo Ângelo: 70
Guarani das Missões: 5
Dezesseis de Novembro: 1
Rolador: 1
Salvador das Missões: 2
São Luiz Gonzaga: 1
São Pedro do Butiá: 2
Ubiretama: 1

RADIOCIDADESA

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Medicina & Saúde

Caminhoneiros serão incluídos na campanha de vacinação contra gripe

Categoria é um dos grupos que entrará na segunda fase

Pável Bauken

Publicado

em

© Marcello Casal JrAgência Brasil

O Ministério da Saúde anunciou hoje (2) que incluirá na segunda fase da campanha de vacinação contra a gripe categorias que estão atuando em atividades essenciais ou em ações de prevenção e combate à pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Foram incluídos na segunda fase trabalhadores da segurança pública, caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e trabalhadores em portos. Os professores, que seriam contemplados nessa etapa, vão participar em momento posterior, dado o fato de que as aulas estão suspensas.

A campanha foi iniciada no dia 23 de março, com foco inicial voltado a idosos. A segunda fase terá início no dia 16 de abril. A terceira fase ocorrerá entre 9 e 22 de maio, da qual participarão crianças de 6 meses a 6 anos, grávidas, mães no pós-parto, população indígena, pessoas com mais de 55 anos e pessoas com deficiência.

Segundo o Ministério da Saúde, até agora, 15,6 milhões de pessoas foram vacinadas na campanha. Essa quantidade representa 62,6% do público-alvo que se pretendia alcançar na primeira etapa.

ebc

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Medicina & Saúde

Advogado liquidante da Abosco recebe alta de Hospital após ter sido diagnosticado com Coronavírus

Silvio Brasil

Publicado

em



Nesta quarta-feira, 02 de abril, o Advogado Liquidante do Processo da Abosco, Luiz Gustavo Schmidt, utilizou sua página no Facebook para agradecer as muitas manifestações de carinho recebidas durante sua internação no Hospital Moinhos de Vento após ter sido confirmado positivo para o Coronavirus (Covid19).

No ultimo dia 24 de março, o Programa Plural Entrevista reproduziu um vídeo, onde o advogado afirmou que estava recolhido em isolamento de vido a suspeita de coronavírus. Em sua página Luiz Gustavo Schmitz escreveu: “Aos familiares, amigos e profissionais da saúde: hoje tive alta do Hospital Moinhos de Vento e quero agradecer todas as mensagens de carinho e solidariedade que recebi após ter sido confirmado positivo para o Covid19. Agradecer também a equipe médica e a todo corpo clínico que não mede esforços na ajuda aos pacientes. Agora será apenas mais uma semana de isolamento e tratamento para ser considerado curado e imune. Em breve retornarei as atividades normalmente e finalizo agradecendo pelas orações e torcida de pessoas tão queridas. Vamos juntos, o Brasil não pode parar!”

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

×