Mercado vai valorizar mais comunicação do que capacidade técnica – Portal Plural
Connect with us

Geral

Mercado vai valorizar mais comunicação do que capacidade técnica

Publicado

em



 

Menos treinamento e mais relacionamento. No futuro, o mercado de trabalho vai valorizar mais habilidades interpessoais do que técnicas.

Essa é uma das conclusões do estudo do Institute for Business Value (IBV), feito pela International Business Machines Corporation (IBM) e divulgado no mês de setembro.

Segundo a publicação, nos próximos três anos, 120 milhões de trabalhadores nas dez maiores economias do mundo precisarão de recapacitação profissional como resultado do impacto da utilização de Inteligência Artificial e Automação Inteligente no mercado de trabalho. E essa capacitação não deve ser necessariamente técnica.

Só no Brasil, 7,2 milhões de profissionais terão que ser treinados em novas habilidades. E parte desse treinamento vai ter que vir do próprio empregador. “O mercado de talentos está saturado, há uma necessidade da empresa de olhar para a própria força de trabalho”, diz Christiane Berlinck, diretora de RH da IBM Brasil.

A pesquisa feita com quase 6 mil CEOs (sigla, em inglês para Chief Executive Officer – Diretor Executivo em português)  de 48 países indica que 59% reclamam de não contar com pessoas, habilidades ou recursos necessários para executar suas estratégias de negócios. Segundo o estudo, o tempo investido para capacitar um profissional em uma nova habilidade aumentou 10 vezes em apenas 4 anos. No Brasil, por exemplo, o tempo passou de quatro para 40 dias.

E porque esse movimento ocorre? “Num mundo com tarefas automatizadas a gente vai precisar de uma sofisticação do profissional para garantir a continuidade de capacitação. Na área de tecnologia tem ainda um agravante que a atualização é muito rápida dos sistemas. Talvez seja a indústria que primeiro sofra nesse ponto de escassez de talentos. E por isso a que mais investe na capacitação da força de trabalho”, comenta Christiane.

E não é só da capacitação técnica que a diretora de RH está falando. A parte dos 120 milhões de trabalhadores que tem mais chance de despontar deve investir também nas “soft skills”, que dizem respeito à personalidade e ao comportamento. As “hard skills” falam das habilidades técnicas: é saber programar, usar ferramentas e até, para quem, por exemplo, é jornalista, escrever um texto com coerência e sentido.

Segundo Daniel Goleman, no livro Inteligência Emocional, as “soft skills” são as capacidades mentais, emocionais e sociais que as pessoas adquirem ao longo da vida. São conquistadas por vivências, contexto cultural, educação.

A escola, a universidade, o grupo de amigos, e como se relacionar com todos esses agentes, fazem parte do pacote desenvolvido pelas “soft skills”. Se essas características começam a se desenvolver já na infância, requerem atenção durante toda a vida, em especial para quem quer trabalhar em um ambiente corporativo.

Nesse cenário, a pesquisa concluiu que enquanto novas aptidões estão surgindo rapidamente, outras estão se tornando obsoletas. No caso do Brasil, em 2016 habilidades críticas eram “capacidade de se comunicar efetivamente em um contexto de negócios” e “Recursos técnicos CTEM – ciência, tecnologia, engenharia e matemática”. Já em 2018, as duas principais habilidades procuradas foram as comportamentais “gerenciamento de tempo e capacidade de priorizar” e “disposição de ser flexível, ágil e adaptável às mudanças”.

Para Goleman, as habilidades comportamentais mais importantes são: colaboração, flexibilidade, trabalhar sob pressão, comunicação eficaz, orientação para resultados e liderança de equipe. O autor sugere ainda características que profissionais precisam ter para desenvolver a inteligência emocional como “método emocional de autogerenciamento” (por exemplo, meditação), gerenciamento do tempo (saber priorizar) e apostar na cultura do feedback (permitir que as pessoas avaliem suas habilidades).

Para Christiane, desenvolver as habilidades técnicas e as interpessoais é também trabalho das empresas pois isso significa criar um ambiente de trabalho mais flexível, colaborativo e empático.  “Esse mapa de talentos é limitado, se as empresas não fizerem nada para cobrir essa necessidade de mão de obra existe o risco da própria organização não conseguir crescer o seu negócio por falta de pessoas qualificadas”, comenta.

AGB

Compartilhe
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Geral

Espetáculo da Orquestra Jovem de Santa Rosa é realizado na prefeitura

Publicado

em



A Orquestra Jovem de Santa Rosa realizou na manhã dessa segunda-feira (08), o evento “Música no Hall”, em comemoração ao aniversário de Santa Rosa. A atividade foi idealizada pela Secretaria de Educação e Cultura e ocorreu no Palácio Municipal 14 de Julho. O espetáculo teve a participação de secretários e servidores municipais, da Presidente da Câmara de Vereadores de Santa Rosa, Cleo Brinhol e do Vice-Prefeito Aldemir Ulrich.
Durante o evento, a orquestra apresentou diversas músicas. O final da manhã foi embalado ao som de Violino, Viola de Orquestra, Violoncelo e Piano. A Secretária de Educação e Cultura, Lires Zimmermman, parabenizou os músicos pelo belíssimo espetáculo, “Ficamos felizes em apoiar projetos como este, pois com certeza, fazem a diferença na vida dos jovens, na sociedade e na parte cultural do nosso município”.
A Orquestra Jovem de Santa Rosa é um projeto realizado através do convênio entre a Associação Mantenedora Coral e Orquestra Jovem de Santa Rosa e a Prefeitura de Santa Rosa, através da Secretaria de Educação e Cultura. O projeto congrega crianças, jovens e adultos possibilitando o crescimento musical desde o nível básico até o mais avançado. Os participantes aprendem sobre música, por meio da prática de instrumentos, canto coral, concertos e apresentações, com o objetivo de desenvolver noções básicas de linguagem musical e também o refinamento do gosto musical, a sensibilidade, o intelecto e o emocional.
Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

WhatsApp implanta saída à francesa, modo invisível e bloqueio de print

Publicado

em



Mudanças visam, segundo a Meta, aumentar a segurança e a privacidade dos usuários
A Meta, holding que abriga Facebook, Instagram e WhatsApp, anunciou nesta terça-feira, 9, mudanças no comunicador instantâneo. A ideia dos novos recursos, segundo a empresa de Mark Zuckerberg, é dar ao usuário mais controle sobre suas mensagens. Além da criptografia de ponta a ponta, mensagens que se autodestroem, backups dos bate-papos, verificação em duas etapas e a capacidade de bloquear e denunciar chats indesejados, agora também será possível sair “à francesa” de grupos, escolher quem pode ver quando estamos online e bloquear captura de tela. As mudanças serão implantadas em diferentes prazos.
Sair dos grupos silenciosamente
Agora, é possível sair de um grupo silenciosamente, sem fazer grandes alardes. Em vez de notificar todo o grupo, apenas os administradores serão notificados. Esse recurso começará a ser lançado para todos os usuários este mês.
Escolha quem pode ver quando você está online
Outro recurso que vinha sendo muito solicitado é a capacidade de selecionar quem pode e quem não pode ver quando um usuário está online. Isso começará a ser implementado este mês.
Bloqueio de captura de tela
Também está sendo habilitado o bloqueio de captura de tela para mensagens de visualização única – o print não será mais eterno. Este recurso ainda está em fase de testes e a empres avisa que será lançado em breve.
Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Abertas inscrições para cursos os gratuitos a distância no IFFar Santa Rosa

Publicado

em



O IFFar publicou, no dia 03/08, edital com objetivo de selecionar interessados para cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC) na modalidade a distância e sem mediação. São ofertadas 3.200 vagas. As inscrições são gratuitas e vão até 22 de agosto.
Os cursos FIC sem mediação são cursos online realizados sem o acompanhamento de um tutor ou professor. Assim, o estudante tem autonomia para gerenciar o tempo de estudo, acessando os materiais e conteúdos disponíveis de acordo com seu ritmo de aprendizagem e disponibilidade de tempo.
A seleção será por ordem de inscrição, por campus ofertante e por curso. Os candidatos classificados terão a matrícula efetivada automaticamente. Todas as informações sobre o processo estão no edital nº 253/2022.
O IFFar Campus Santa Rosa oferta os seguintes cursos:
Assistente Administrativo (160h) – 80 vagas
Microempreendedor Individual (160h) – 80 vagas
Produtor de Plantas Aromáticas e Medicinais (200h) – 80 vagas
Programador de Dispositivos Móveis (200h) – 80 vagas
AS INSCRIÇÕES DEVERÃO SER REALIZADAS NO LINK
Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

PORTAL PLURAL LTDA
ME 33.399.955/0001-12

© 2022 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Entre em contato

×