Menina de 11 anos é vítima de estupro coletivo e família é ameaçada de morte – Portal Plural
Connect with us

Geral

Menina de 11 anos é vítima de estupro coletivo e família é ameaçada de morte

Publicado

em

Agência Brasil A família foi ameaçada após os criminosos serem presos


Após os criminosos serem detidos, a família foi ameaçada e precisou deixar o lar onde viviam
Em Belo Horizonte , uma criança foi vítima de um estupro coletivo cometido por três jovens e o crime foi filmado. Após o ato, a família da menina ainda teve que deixar às pressas a casa onde vivia, pois estava sendo ameaçada depois que os suspeitos foram detidos. As informações são do portal BHAZ.

De acordo com o jornal, o crime aconteceu no último domingo (18), na Zona Norte de BH . Segundo as autoridades, a menina de 11 anos brincava com os amigos na rua e, em um determinado momento, eles foram embora e chegaram quatro adolescentes que ela conhecia.

Entretanto, esses meninos, com idades entre 12 e 13 anos, a pegaram com violência pelo braço e a arrastaram para um local mais isolado. A criança disse que tentou escapar diversas vezes, mas não conseguiu. Ao ser arrastada e ter sua roupa tirada à força, a menina foi vítima de um estupro coletivo.

O crime foi filmado

De acordo com as investigações, um comerciante de 23 anos presenciou a cena e decidiu filmar o crime. No entanto, como foi indicado pela polícia, ele não tinha o intuito de denunciar, e sim de divulgar nas redes sociais. Dessa forma, o pai e a mãe da menina descobriram o que havia acontecido, foram até a casa dos responsáveis para tirar satisfação e acionaram a Polícia Militar.

Investigação

Três dos rapazes envolvidos no crime foram apreendidos pela PM – o quarto se apresentou entre o fim de domingo e o início da madrugada de segunda. Eles disseram que a criança de 11 anos abordou o grupo e realizou os atos sexuais. Uma das mães dos suspeitos chegou a dizer às autoridades que conhecia a “fama” da garota de 11 anos.

O homem que filmou a cena também foi detido e levado à delegacia. Porém, após as detenções, a família da criança foi ameaçada. “Ou vocês se mudam daqui ou a gente volta e mata todos vocês”, teria dito um conhecido do grupo ao visitar a família. Então, precisaram abandonar o lar às pressas.

Solidariedade

Chocados com toda a situação, os empregadores da mãe da vítima resolveram criar uma vaquinha online, com o intuito de quitar o aluguel do novo lar e equipar novamente a residência.

Fonte:  iG

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Instituições buscam contribuir com autonomia, inclusão social e produtiva de PCD’s

Publicado

em



No próximo 3 de dezembro lembra-se o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência (PCD), uma forma de ampliar a compreensão dos assuntos relativos à deficiência e, sobretudo, mobilizar para a defesa da dignidade, dos direitos e do bem-estar das pessoas. O assessoramento às PCD’s ampliou e se qualificou nos últimos anos, com vistas à sua inclusão social e atendimento às suas demandas. As Associações dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes) são importantes referências na realização deste trabalho e, diante disso, a Emater/RS-Ascar procura contribuir através de seus serviços para que projetos sejam realizados em 40 instituições do Estado.

 

Na região de Santa Rosa, há um trabalho continuado realizado pela Emater/RS-Ascar em conjunto com as Apaes de Boa Vista do Buricá, Santo Antônio das Missões e Tucunduva. São promovidas, principalmente, ações de assistência educacional na área de segurança alimentar, saúde, saneamento e economia doméstica voltadas a pessoas com deficiências.

 

As ações socioassistenciais oferecidas gratuitamente aos usuários e seus familiares são viabilizadas em parceria também com administrações municipais e Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr). Tem-se a clareza também da importância de promover a geração de renda e qualidade de vida destas famílias, com orientações em relação à produção de alimentos, alternativas sustentáveis de produção e boas práticas de fabricação e aproveitamento integral dos produtos por eles produzidos, fazendo com que haja agregação de valor e renda, principalmente ampliação do seu nível de autonomia. Busca-se ainda, promover a integração das famílias em vulnerabilidade social da área rural ao mercado de trabalho e também auxiliar no acesso a mercados para comercialização dos produtos por elas produzidos.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Emater/RS-Ascar celebra Dia Nacional da Extensão Rural

Publicado

em



Presente em todos os municípios gaúchos, Instituição oficial de Aters comemora avanços no rural gaúcho.

 

Para comemorar o Dia Nacional da Extensão Rural e o Dia do Extensionista, celebrados em 06 de dezembro, a Emater/RS-Ascar vai realizar uma série de atividades em todo o Estado. Além de uma live para os extensionistas, com a presença do presidente da Emater/RS, Edmilson Pelizari, e da Prosa do Saber Extensionista, os escritórios da Instituição vão promover, durante o dia, encontros com as famílias de agricultores e demais públicos assistidos, bem como com representantes de entidades parceiras e com a imprensa.

O objetivo é avaliar e divulgar as ações de Assistência Técnica e Extensão Rural e Social (Aters) prestadas pelos extensionistas na melhoria das condições de vida no meio rural, cujo propósito justifica a fundação, em 1948, da primeira Emater do Brasil, em Minas Gerais.

A segunda instituição de Extensão Rural, criada em 2 de junho de 1955, foi a Associação Sulina de Crédito e Assistência Rural (Ascar), que, 22 anos depois,  em março de 1977, passou a atuar com a Associação Riograndense de Empreendimentos de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), igualmente uma sociedade civil de direito privado, sem fins lucrativos, se tornando, a Emater/RS-Ascar, a Instituição oficial de Extensão Rural do RS, sendo referência no Brasil na prestação de serviços de Aters.

Sobre o serviço oficial de Extensão Rural para a agricultura familiar do RS, essa condição foi confirmada em 16 de julho de 2020, quando, a partir de parecer da Procuradoria Geral do Estado (PGE), e em conformidade com a Lei de Aters (14.245/13), foi alterado o regime jurídico de contratação da Emater/RS-Ascar pelo Governo do Estado, feito através da Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr).

 

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

IFFar oferta 35 vagas para o curso Técnico em Alimentos

Publicado

em



As inscrições vão até 04 de janeiro. O curso é para quem tem 18 anos ou mais e ainda não concluiu o ensino médio.

 

As inscrições para o Processo Seletivo 2022 dos Cursos Técnicos de Nível Médio na modalidade de Educação de Jovens e Adultos (Proeja) do IFFar vão até 4 de janeiro de 2022.Os cursos Proeja são direcionados para quem tem mais de 18 anos e ainda não finalizou o Ensino Médio.

No Campus Santa Rosa, são ofertadas 35 vagas para o Curso Técnico em Alimentos. O curso é da modalidade Integrada, ou seja, os estudantes irão fazer o Ensino Médio junto com a formação profissional. É totalmente gratuito e as aulas presenciais são no turno da noite.

Os candidatos podem se inscrever até o dia 4 de janeiro de 2022, através da entrega de documentos por e-mail ou de forma presencial. Não há prova nem sorteio de vagas. A seleção é realizada através de análise socioeconômica.

As inscrições podem ser feitas de duas formas: preenchimento e envio da ficha de inscrição por e-mail, com cópia dos documentos, para [email protected]; ou via envelope lacrado entregue na recepção ou guarita do Campus.

Os documentos necessários para qualquer forma de inscrição são cópia da: Carteira de identidade (RG); CPF; Comprovante de residência; Comprovante de conclusão do ensino fundamental (Histórico de Conclusão com Certificado de Conclusão) e Formulário de inscrição.

As informações completas sobre as inscrições estão disponíveis no Edital nº 374/2021, que rege a seleção (www.ingresso.iffarroupilha.edu.br/proeja).

Dúvidas sobre a seleção devem ser encaminhadas para [email protected] ou esclarecidas pelos telefones (55) 2013 0201 ou 2013 0231, das 08h às 12h e das 13h às 17h.

 

 

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

PLURAL AGÊNCIA DE PUBLICIDADE LTDA
ME 33.399.955/0001-12

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Entre em contato

×