Menina de 10 anos morre ao participar em desafio do TikTok – Portal Plural
Connect with us

Mundo

Menina de 10 anos morre ao participar em desafio do TikTok

Reporter Global

Publicado

em



 

 

Corpo foi encontrado pela irmã mais nova

 

 

Uma menina italiana, de dez anos, morreu esta quarta-feira (20), ao participar num desafio compartilhado na rede social Tik Tok.

O desafio em causa consiste em prender a respiração o máximo tempo possível, havendo quem o faça até desmaiar.

Antonella decidiu aderir ao desafio e colocou um cinto ao pescoço para ajudá-la a segurar a respiração, noticia o El Mundo.

A menina fez o desafio através no banheiro de sua casa, de onde gravou todo o momento.

O corpo da menina foi encontrado pela sua irmã de cinco anos. Antonella foi transportada para o Hospital Infantil de Palermo, mas não sobreviveu.

O ‘Blackout Challenge’, como é conhecido, já teria provocado episódios semelhantes anteriormente. Os pais da jovem teriam tido conhecimento do mesmo através da sua outra filha, de 9 anos, que explicou que Antonella morreu por querer participar neste desafio.

Os pais de Antonella decidiram doar os seus órgãos para que possam salvar a vida de outras crianças.

 

 

FONTE: Noticias ao Minuto

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

Primeiro policial a chegar ao local do acidente diz que Tiger Woods “tem sorte de estar vivo”

Reporter Regional

Publicado

em



Primeiro policial a chegar ao local do acidente de Tiger Woods na tarde de terça-feira, Carlos González afirma que o golfista tem sorte de estar vivo após a colisão. O oficial disse ter encontrado o americano lúcido, apesar de preso às ferragens do carro. O policial também afirma que o local é conhecido por acidentes sérios, devido ao excesso de velocidade dos motoristas.

– Esse trecho específico da estrada é um dos nossos pontos problemáticos. Eu tenho feito isso há um tempo. Já vi colisões fatais no trânsito. Foi uma sorte que o Sr. Woods conseguiu sair dessa com vida – afirmou González.

Tiger Woods foi submetido a uma cirurgia bem sucedida à noite em decorrência das fraturas sofridas no acidente com seu carro em Los Angeles na terça-feira. De acordo com um comunicado médico divulgado já na madrugada desta quarta, o astro do golfe teve lesões expostas em duas partes da perna direita e foi necessária a introdução de uma haste na tíbia atingida com a finalidade de estabilizar os ossos reparados. As lesões nos ossos do pé e tornozelo foram estabilizadas com uma combinação de parafusos e pinos.

– O Sr. Woods sofreu lesões ortopédicas significativas na extremidade inferior direita, que foram tratadas durante uma cirurgia de emergência por especialistas do Harbor-UCLA Medical Center em trauma ortopédico. As fraturas expostas cominutivas que afetam as porções superior e inferior da tíbia e dos ossos da fíbula foram estabilizadas pela inserção de uma haste na tíbia. Lesões adicionais nos ossos do pé e tornozelo foram estabilizadas com uma combinação de parafusos e pinos. O trauma no músculo e tecido mole da perna exigia a liberação cirúrgica da cobertura dos músculos para aliviar a pressão devido ao inchaço – informou o doutor Anish Mahajan, diretor médico do Diretor Médico do Harbor-UCLA Medical Center, na Califórnia.

Além de reproduzir o parecer divulgado, a conta oficial de Tiger Woods acrescenta no post os agradecimentos da família à assistência e dedicação de todo corpo médico, funcionários do hospital e o Corpo de Bombeiros, além do apoio e mensagens de amigos e fãs. O comunicado é encerrado com um pedido de privacidade a Woods e sua família.

Carro do golfista é rebocado e retirado do local do acidente — Foto: Reuters

Esta não é a primeira vez que Tiger Woods se envolve em um acidente de carro. Em 2009, o golfista bateu com um SUV perto de sua casa, na Flórida. Em 2017, foi preso depois que policiais o encontraram desmaiado ao volante. À época, Tiger disse que havia tomado medicamentos prescritos horas antes, sem imaginar os efeitos.

Na carreira, Woods já venceu 15 Majors, conjunto de torneios considerados os mais importantes do mundo. Chamado, por muitos, como o melhor golfista de todos os tempos, ele é o segundo maior campeão de Major da história, ficando atrás apenas do também americano Jack Nicklaus, com 18 conquistas.

Após um período de 11 anos de seca, Woods voltou a conquistar um torneio de peso em 2019, no Aberto dos Estados Unidos, em Augusta, um dos 4 majors do circuito mundial de golfe. A conquista o incentivou a buscar uma vaga olímpica nos Jogos de Tóquio. Woods, porém, sofre com problemas nas costas desde 2015. As lesões o tiraram dos Jogos do Rio 2016, quando o golfe voltou a fazer parte do programa olímpico depois de décadas de ausência. Em janeiro, passou pela quinta cirurgia nas costas, o afastando das Olimpíadas deste ano.

Fonte: G1

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Mundo

Produzido 100% no Brasil, satélite Amazonia-1 entrará em órbita dia 28

Dados obtidos na missão serão compartilhados com comunidade científica

Pável Bauken

Publicado

em

© Divulgação/Inpe

O Brasil está prestes a colocar em órbita o primeiro satélite de observação da Terra totalmente projetado, integrado, testado e operado pelo país. O lançamento do Amazonia-1 será à 1h54 (horário de Brasília) do dia 28 de fevereiro, na missão PSLV-C51, da agência espacial indiana Indian Space Research Organisation (ISRO).

Com 6 quilômetros de fios e 14 mil conexões elétricas, o satélite integra a Missão Amazônia, que tem, por objetivo, “fornecer dados de sensoriamento remoto para observar e monitorar o desmatamento, especialmente na região amazônica”, além de monitorar a agricultura no país.

Trata-se de um satélite de órbita Sol síncrona (polar), que vai gerar imagens do planeta a cada 5 dias. Sob demanda, poderá fornecer dados de um ponto específico em 2 dias – o que, segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), ajudará na fiscalização de áreas que estejam sendo desmatadas, bem como na captura de imagens onde haja maior ocorrência de nuvens.

De acordo com o instituto, o novo satélite possibilitará também o monitoramento da região costeira, de reservatórios de água e de florestas (naturais e cultivadas). Há, ainda, a possibilidade de uso para observações de possíveis desastres ambientais.

“Os dados estarão disponíveis tanto para comunidade científica e órgãos governamentais quanto para usuários interessados em uma melhor compreensão do ambiente terrestre”, informa o Inpe. O Amazonia-1 será o terceiro satélite brasileiro de sensoriamento remoto em operação. Os dois primeiros são o CBERS-4 e o CBERS-4A.

A Missão Amazônia pretende lançar, em data a ser definida, mais dois satélites de sensoriamento remoto: o Amazônia-1B e o Amazônia-2. “Os satélites da série Amazonia serão formados por dois módulos independentes: um módulo de serviço – que é a Plataforma Multimissão (PMM) – e um módulo de carga útil, que abriga câmeras e equipamentos de gravação e transmissão de dados de imagens”, detalha o Inpe.

Plataforma Multimissão

Além de ajudar no monitoramento do meio ambiente, a missão ajudará na validação da Plataforma Multimissão como base modular para diversos tipos de satélites. Essa plataforma representa, segundo o Inpe, “um conceito moderno de arquitetura de satélites, que tem o propósito de reunir em uma única plataforma todos os equipamentos que desempenham funções necessárias à sobrevivência de um satélite, independentemente do tipo de órbita.”

Entre as funções executadas pela plataforma estão as de geração de energia, controle térmico, gerenciamento de dados e telecomunicação de serviço – o que possibilitará a adaptação a diferentes cargas úteis, além de reduzir custos e prazos no desenvolvimento de novas missões.

São Paulo - O satélite Amazonia 1 embarcou nesta terça-feira (22) para a Índia, onde será lançado ao espaço em fevereiro de 2021. O embarque aconteceu em um avião B777 da Emirates no aeroporto de São José dos Campos/SP (SJC)

São Paulo – O satélite Amazonia 1 embarcou nesta terça-feira (22) para a Índia, onde será lançado ao espaço em fevereiro de 2021. O embarque aconteceu em um avião B777 da Emirates no aeroporto de São José dos Campos/SP (SJC) – Divulgação/Inpe

“Essa competência global em engenharia de sistemas e em gerenciamento de projetos coloca o país em um novo patamar científico e tecnológico para missões espaciais. A partir do lançamento do satélite Amazonia-1 e da validação em voo da PMM, o Brasil terá dominado o ciclo de vida de fabricação de sistemas espaciais para satélites estabilizados em três eixos”, informa o Inpe.

Entre os ganhos tecnológicos que a missão deverá render ao país, o Inpe destaca, além da validação da PMM, a consolidação do conhecimento do país no ciclo completo de desenvolvimento de satélites; o desenvolvimento da indústria nacional dos mecanismos de abertura de painéis solares, o desenvolvimento da propulsão do subsistema de controle de atitude e órbita na indústria nacional e a consolidação de conhecimentos na campanha de lançamento de satélites de maior complexidade.

ebc

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Mundo

Mulher afirma que engravidou de “rajada de vento” na Indonésia

Reporter Global

Publicado

em



 

 

Siti Zainah, de 25 anos, disse que ficou grávida após uma rajada de vento na Indonésia.

 

Ela afirmou que percebeu a gravidez uma hora antes de dar à luz. A criança nasceu na última semana, na cidade de Cianjur, em West Java. O caso é investigado pela polícia local.

A mulher relatou ao jornal Times Now que estava na sala de sua casa quando “sentiu” a rajada de vento. “Depois da oração da tarde, eu estava deitada de bruços e, de repente, senti uma rajada de vento entrar na minha vagina”, contou.

Zainah foi levada as pressas para uma clínica de saúde comunitária, onde o parto foi realizado. “Fui ao local com o chefe da subprefeitura e o chefe do distrito. A mãe e o bebê estão em condições saudáveis ​​e o parto foi normal. O sexo do bebê é feminino e ela pesa 2,9 quilos”, revelou Eman Sulaeman, diretor da clínica. Segundo ele, Siti provavelmente teve uma “gravidez enigmática”, que é quando uma mulher não sabe que está grávida até entrar em trabalho de parto.

De acordo com o Daily Star, após o nascimento da criança, policiais visitaram a casa de Zainah para iniciarem a investigação. “A questão é que queremos esclarecer as notícias confusas sobre a mulher grávida que deu à luz de uma maneira considerada não natural. Não queremos que este assunto crie rumores selvagens entre o público”, explicou um porta-voz da polícia.

 

FONTE: ISTO É

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


error: Conteúdo protegido, para ter acesso seja nosso parceiro entre em contato no whats (55) 984161736
×