MEC vai liberar R$ 125 milhões adicionais para universidades – Portal Plural
Connect with us

Ensino

MEC vai liberar R$ 125 milhões adicionais para universidades

Pável Bauken

Publicado

em



 

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou hoje (29) que o governo vai disponibilizar R$ 125 milhões em recursos extras para as universidades federais. De acordo com o ministro, 65% dos recursos serão destinados para a aquisição de painéis solares e o restante para a conclusão de obras paradas ou em andamento.

“Estamos liberando recursos para investimentos em energia fotovoltaica renovável e isso vai liberar orçamento na veia para as universidades”, disse o ministro.

Os recursos, advindos de remanejamento do orçamento da Secretária de Educação Superior (Sesu), serão distribuídos para todas as 63 universidades federais, que em média receberão cerca de R$ 2,5 milhões. Mas, segundo o secretário de Ensino Superior, Arnaldo Lima, terão acesso a um volume maior de recursos as universidades que estiverem melhor classificadas em um ranking do ministério que avalia a qualidade e desempenho e que tenham o menor custo por aluno.

Para tanto, as universidades foram classificadas em cinco faixas. Quanto maior for a pontuação no ranking, maior será o volume de recursos recebidos.

De acordo com a assessoria do ministério, o objetivo é beneficiar as universidades que possuem menores condições orçamentárias de realizar esse tipo de investimento. A estimativa do Ministério da Educação é que após a implantação dos painéis haja uma redução média nas contas de luz das universidades de até 25,5 milhões por ano.

Mercosul

Durante a coletiva de imprensa para anunciar a liberação dos recursos, o ministro disse ainda que o Brasil não vai mais participar das reuniões do Mercosul, grupo que reúne Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Venezuela, que tratam de educação.

Segundo o ministro a decisão foi motivada por não haver “resultados concretos” das reuniões. O ministro também afirmou que, na prática, a decisão não muda a relação do Brasil com o Mercosul.

“Depois de 28 anos que o Brasil está participando na área educacional do Mercosul, a decisão do governo é a partir de hoje começar a discutir apenas relacionamentos bilaterais com Argentina, Paraguai e Uruguai”, disse Weintraub. “Tudo que tiver de iniciativa na área de educação vai ser mantida a única coisa é que essas reuniões não vão acontecer mais com a presença do Brasil”, afirmou.

Para Weintraub, a realização de reuniões bilaterais são mais efetivas. “Numa conversa bilateral conseguimos avançar muito mais rapidamente. Na reunião [do grupo] que tivemos hoje apenas o ministro [da Educação] do Paraguai veio, a Argentina mandou alguém da Embaixada e o Uruguai não mandou ninguém”, disse.

AGB
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ensino

Ministério da Educação divulga selecionados na primeira chamada do Prouni 2021

Reporter Global

Publicado

em



 

 

O MEC (Ministério da Educação) divulgou, nesta terça-feira (19), a relação dos candidatos aprovados na primeira chamada do Prouni (Programa Universidade para Todos) de 2021.

 

 

Os selecionados terão até o dia 27 de janeiro para comprovar as informações prestadas na inscrição. O resultado da segunda chamada será divulgado em 1º de fevereiro. A lista está disponível no site.

Neste ano, o programa oferece bolsas para 13.117 cursos em 1.031 instituições de ensino, localizadas em todos os estados e no Distrito Federal. Só para cursos na modalidade de educação a distância, a oferta é de 52.839 bolsas. No total, mais de 162 mil bolsas estão sendo ofertadas nesta edição do Prouni.

 

Critérios

Para ter acesso à bolsa integral, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal de até 1,5 salário mínimo (R$ 1.650) por pessoa. Para a bolsa parcial, a renda familiar bruta mensal deve ser de até 3 salários mínimos por pessoa (R$ 3.300).

É necessário também que o interessado tenha cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou da rede privada, desde que na condição de bolsista integral. Professores da rede pública de ensino também podem disputar uma bolsa, e, nesse caso não se aplica o limite de renda exigido dos demais candidatos.

É preciso ainda que o candidato tenha feito a edição mais recente do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), tenha alcançado, no mínimo, 450 pontos de média das notas e não tenha tirado zero na redação.

Neste ano, excepcionalmente, os interessados serão selecionados de acordo com as notas do Enem de 2019, uma vez que as provas do Enem 2020 foram adiadas em razão da pandemia da Covid-19 e apenas o primeiro dia de provas foi realizado.

Os candidatos não convocados nas duas primeiras chamadas devem manifestar interesse em continuar no processo seletivo entre os dias 18 e 19 de fevereiro. A lista de espera estará disponível para consulta em 22 de fevereiro.

 

 

FONTE: O Sul

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Ensino

Conheça o sistema de correção do Enem

Reporter Global

Publicado

em

No próximo domingo, os candidatos resolverão as questões de ciências da natureza e de matemática Foto: Agência Brasil

 

 

O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) utiliza um sistema de correção chamado TRI (teoria de resposta ao item). Mesmo com o gabarito em mãos, não é possível saber a pontuação final do exame. O sistema, conhecido como um método “antichute”, pode ser usado a favor dos estudantes, principalmente nas provas de exatas, que serão aplicadas no próximo domingo (24).

 

 

“A dica geral é que acertar as questões fáceis dá mais pontos para o estudante. Como ele pode lidar com isso? Focando em acertar as questões fáceis. Na prática, na hora da prova, isso significa pular as questões difíceis. O Enem é uma prova que tem muitas questões e pouco tempo para resolver cada questão. Então, se perder muito tempo em uma questão difícil, isso não vai dar muito ponto no final e não vai valer tanto a pena”, explica o diretor de ensino do cursinho on-line Me Salva!, André Corleta.

No último domingo (17), os estudantes fizeram as provas de linguagens, ciências humanas e redação. Em meio à pandemia de coronavírus, o índice de abstenção ficou em 51,5%. No próximo domingo, os candidatos resolverão, em cinco horas, as questões de ciências da natureza e de matemática. Ambas provas objetivas, de múltipla escolha. Cada uma com 45 questões.

As questões do Enem são escolhidas a partir de um banco do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), que é frequentemente abastecido com novas questões. Cada questão é testada antecipadamente com um grupo de estudantes e classificada de acordo com a dificuldade. Por causa disso, é possível compor várias provas do Enem, com questões diferentes, mas com o mesmo nível de dificuldade.

Na hora da correção, segundo o professor de física do pré-vestibular on-line Descomplica Rafael Vilaça, o TRI vai levar em consideração a coerência da prova, ou seja, é esperado que um estudante que acerte questões muito difíceis, acerte também as muito fáceis. Se isso não acontecer, o sistema pode entender que ele chutou a questão e, por isso, ele pontuará menos nessa questão do que estudantes que tenham mantido certa coerência esperada. “A primeira dica é, então, identificar as questões fáceis de cada disciplina”, diz Vilaça.

“Essa metodologia funciona muito bem quando se tem essa diferenciação entre questões fáceis e difíceis explícita. Isso acontece mais no segundo dia de prova, quando se tem matemática e ciências da natureza. Entre as humanidades [no primeiro dia de prova] é mais difícil”, complementa Corleta. Questões que demandam muitos cálculos e operações complexas são, geralmente, mais difíceis.

Vilaça orienta os estudantes a, caso não saibam uma questão, pular para outra. No fim da prova, se sobrar tempo, o estudante deve voltar nessas questões e tentar resolvê-las. “Sempre estimulo os alunos a tentar fazer as questões teóricas, não que sejam mais fáceis, mas levam menos tempo e fazem com que se garanta as questões fáceis e teóricas e, também, uma coerência na prova”, diz.

Para o professor, nenhuma questão deve ser deixada em branco. Em último caso, o estudante deve chutar. “O chute é sempre melhor que deixar em branco. Nunca deixe. Porque, mesmo que não esteja tão coerente a prova pelo fato de ter chutado a questão, se chutar e tiver a sorte de acertar, isso não significa que perderá ponto, mas que a questão valerá menos. Se deixar em branco, é zero.”

 

 

FONTE: O Sul

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Ensino

Comunidade tem acesso a mais de 200 mil títulos na Bumom

Pável Bauken

Publicado

em



Não importa a época do ano: um dos locais mais procurados na Unijuí é, com certeza, a Biblioteca Mario Osorio Marques, que dispõe de mais de 200 mil títulos de livros e outros materiais bibliográficos, além de uma ampla estrutura para atender à comunidade. Em 2020, para se ter uma ideia, mesmo com a pandemia de covid-19 e com as aulas acontecendo de forma remota, a equipe registrou uma circulação de cerca de 60 mil empréstimos, renovações e devoluções de livros. Muito se deve às mudanças que também ocorreram no espaço.

“No ano passado, em função da pandemia, a Biblioteca buscou formas alternativas para atender os estudantes, professores e egressos. Desde o fechamento do espaço do acervo por decreto municipal, em março de 2020, o atendimento foi feito nos três turnos do dia, de segunda a sexta-feira, pelo e-mail [email protected]. Por meio dele, era possível fazer a solicitação e reserva de material. Passamos a trabalhar com horário agendado e com os protocolos sanitários necessários”, explicou Laura Dalpiaz, coordenadora da Bumom.

A pandemia também fez com que a equipe adotasse um sistema de “quarentena de livros”. Ou seja: os livros que chegavam eram separados e assim permaneciam por cinco dias, até que estivessem livres de covid-19, caso tivessem sido infectados. A medida foi adotada para proteger todos os usuários.

Desde 2019, a Biblioteca disponibiliza mais de 18 mil livros eletrônicos a partir das bibliotecas virtuais contratadas – Pearson e Minha Biblioteca. O acesso a esses e-books está sendo feito de forma gradativa, via intranet, e vários cursos já dispõem desse benefício. A Bumom também mantém o repositório institucional online com mais de 6 mil títulos de documentos acadêmicos e e-books autorizados, disponíveis gratuitamente a toda a comunidade via site.

“Além disso, a Bumom é credenciada junto ao Portal de Periódicos Capes, tendo o acesso privilegiado a textos completos, disponíveis em mais de 45 mil publicações periódicas, internacionais e nacionais, e a diversas bases de dados que reúnem desde referências e resumos de trabalhos acadêmicos e científicos até normas técnicas, patentes, teses e dissertações, dentre outros tipos de materiais, cobrindo todas as áreas do conhecimento”, reforçou Laura. Os estudantes e professores da Unijuí podem fazer seu cadastro e usufruir desse benefício. No site da Biblioteca há um vídeo tutorial para o acesso.

Capacitações 

Uma mudança, ocasionada em razão da pandemia, foi o formato das tradicionais capacitações sobre a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e o Portal de Periódicos Capes, que desde abril de 2020 foram feitas via Meet, nas salas de aula virtuais e síncronas dos professores que agendaram esse serviço, sendo mais um benefício para estudantes Unijuí de todos os níveis e campi. A própria Biblioteca também organizou webinários para a comunidade acadêmica interessada, nos meses de maio, agosto e setembro. Ao todo, foram 35 meets, com 1.253 participantes.

Outra novidade da Biblioteca, no ano passado, foi o empréstimo de chromebooks aos estudantes que não possuíam equipamentos para acompanhar o ensino remoto online.

O tempo de isolamento social também possibilitou, pela primeira vez, a participação das bibliotecárias em uma reunião da ABNT, realizada de forma online com pessoas de todas as regiões do Brasil, que tratou sobre a atualização da norma de citação, que deve ser publicada no início do primeiro semestre deste ano.

Unijuí se despede do ex-diretor do MADP, professor Danilo Lazzarotto

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

ENQUETE

Trending

© 2020 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


error: Conteúdo protegido, para ter acesso seja nosso parceiro entre em contato no whats (55) 984161736
×