Mais de 4 mil cirurgias em 2019 no Bloco Cirúrgico do Hospital Vida & Saúde – Portal Plural
Connect with us

Destaque

Mais de 4 mil cirurgias em 2019 no Bloco Cirúrgico do Hospital Vida & Saúde

Pável Bauken

Publicado

em



 

O Bloco Cirúrgico do Hospital Vida & Saúde, faz parte da Rede de Urgência da Instituição. O setor conta com 7 salas cirúrgicas. Nos seis primeiros meses desse ano foram realizadas 4.309 cirurgias, 382 a mais que o mesmo período do ano passado. Esse aumento representa 60 cirurgias a mais por mês.

Dos procedimentos realizados, boa parte foi em ginecologia e obstetrícia, ortopedia e traumatologia, cirurgia geral, urologia, e em especial um aumento na oftalmologia. O Enfermeiro Paulo Matte, destaca que diversas ações têm sido desenvolvidas para qualificar ainda mais o atendimento no setor como ampliação da adesão do protocolo de cirurgia segura, implementação da sistematização da assistência de enfermagem perioperatória(SAEP), aquisição de equipamentos e aplicação da escala de avaliação de risco. Para ele, o primeiro semestre foi muito positivo, “Avaliamos o primeiro semestre como muito produtivo na realização de cirurgias e na qualidade do serviço prestado, estamos sempre investindo no treinamento das equipes e efetivação na realização dos protocolos de segurança e qualidade”, destaca Paulo Matte.

A expectativa para o segundo semestre é manter a produção cirúrgica, primando pela qualidade dos serviços prestados, com o intuito de sempre realizar um trabalho de qualidade para os pacientes da região. Hoje 58,83 % são pacientes de Santa Rosa e 41,16 % de outros municípios da região.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Cine Drive-In Sesc, na Arena Via Certa divulga filmes

Serão exibidos Coringa (21/08) às 20h, O Vendedor de Sonhos (22/08) às 20h, e Pé Pequeno (23/08) às 19h.

Pável Bauken

Publicado

em



O Clube FENASOJA, em parceria com SESC e Cine Globo promovem o “Cine Drive-in Sesc, na Arena Via Certa”, do Parque de Exposições Alfredo Leandro Carlson, em Santa Rosa, na sexta-feira, 21, no sábado, 22, e no domingo, 23. Serão exibidos três filmes, Coringa (21/08) às 20h, O Vendedor de Sonhos (22/08) às 20h, e Pé Pequeno (23/08) às 19h.

Os ingressos limitados começam a ser comercializados a partir da segunda-feira, 17 de agosto, no Cine Globo, a R$ 15,00 por veículo, com direito a quatro pessoas. Clientes que possuem o aplicativo do cinema também podem comprar de forma on line. No dia cada pessoa deverá doar 1kg de alimento não perecível, que será arrecadado na entrada do parque e destinado para as instituições cadastradas no Programa Mesa Brasil Sesc.

Segundo o presidente de Promoções da FENASOJA 2020, Miguel Nedel a ação tem a parceria do Clube FENASOJA, do Sesc , do Cine Globo, com o apoio da Prefeitura de Santa Rosa, e da Fundação Municipal de Saúde. “A ideia é proporcionar uma experiência diferenciada para a comunidade, oportunizando o acesso a cultura. O ingresso terá o preço acessível de R$ 15,00 por veículo, e os participantes ajudarão quem precisa com a doação de alimentos”, explica Miguel.

O presidente da FENASOJA 2020, Elias Dallalba destaca que os associados do Clube FENASOJA têm direito a o acesso gratuito. “O associado do Clube, se dirige até o ponto de venda, apresenta o cartão virtual e retira o ingresso. Ele precisa apenas entregar o alimento na entrada o evento”, explicou Elias. Dallalba salienta que quem ainda não se associou, pode fazer isso antes de adquirir o ingresso, e já será contemplado. “Pensamos numa forma de contemplar a comunidade e em especial a o sócio do Clube FENASOJA”, reiterou.

O evento cumprirá todas as medidas de segurança estipuladas pelos órgãos públicos de saúde, e as pessoas permanecerão dentro de seus veículos. Nedel salienta que na entrada do Parque será aferida a temperatura das pessoas. Também serão ofertados lanches e bebidas. “Teremos a disposição da comunidade lanches e bebidas como hambúrguer e o PipoTruck. As pessoas permanecerão em seus carros, e serão atendidas por garçons”, explicou. Os cardápios e demais informações sobre o evento serão encaminhados individualmente para quem adquirir o ingresso e nas redes sociais.

O presidente da Comissão de Bilheteria da feira, Ivan Squinzani lembra os veículos serão adequados no local conforme a ordem de chegada, e para isso a orientação é para que as pessoas cheguem duas horas antes do início da sessão. “Na sexta-feira e no sábado os portões abrem às 18h e no domingo às 17h, pois teremos a medição da temperatura e o recolhimento dos alimentos. O acesso será pelo Portão 3, ao lado da RBS TV”, adiantou Ivan.

É a segunda vez que o SESC de Santa Rosa traz para a cidade o evento e desta vez será na Arena Via Certa, no Parque de Exposições. A expectativa é que mais de 2.400 pessoas vivenciem a experiência do Cine Drive-in Sesc nas três noites do evento.

Cine Drive-in Sesc

No dia 26 de julho deste ano, o Sesc Santa Rosa realizou sua primeira sessão de cinema de rua, em formato drive-in, com o filme “O Menino da Porteira”. O evento ocorreu no estacionamento do Supermercado Stok Center e reuniu cerca de 300 pessoas, divididas em 75 veículos. A equipe da FUMSSAR foi parceira na recepção, aferindo a temperatura das pessoas e distribuindo máscaras e álcool e gel. O Pipo Truck do Cine Globo garantiu que as pessoas adquirissem pipoca, bebidas e outros alimentos sem que precisassem sair de seus automóveis. A sessão seguiu todas as orientações de distanciamento e foi uma realização do Sistema Fecomércio Sesc Senac RS, com patrocínio de: Sicredi União, Sindilojas Santa Rosa, Hortigranjeiros, Metalúrgica Marks, Lojas Acordare e Unopar, polo Santa Rosa.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Secretaria da Agricultura doa 400 quilos de carne bovina a entidades beneficentes da região de Santa Rosa

Pável Bauken

Publicado

em

A carne foi inspecionada por um médico veterinário e considerada apta ao consumo humano - Foto: Divulgação Seapdr

Cerca de 400 quilos de carne bovina desossada foram doados pela Secretaria da Agricultura, Pecuária, e Desenvolvimento Rural (Seapdr) a quatro entidades beneficentes da região de Santa Rosa nesta sexta-feira (14/8). São elas: Associação Hospitalar de Boa Vista do Buricá, Lar Bom Pastor de Ivagaci, Sociedade Beneficente de Amparo ao Idoso de Crissiumal e Hospital de Caridade de Crissiumal.

Conforme o coordenador da Regional de Santa Rosa da Seapdr, Felipe Weiler, a carne foi inspecionada por um médico veterinário e considerada apta ao consumo humano. “Ela é proveniente do abate sanitário de quatro bovinos apreendidos durante a Operação Sentinela, realizada na região”, explica.

Weiler conta que os bovinos foram abatidos pelo Frigorífico Cispoa 913, localizado no município de Boa Vista do Buricá, que conta com inspeção e fiscalização veterinária da Seapdr. “A operação de desossa, embalagem e entrega do alimento contou com o apoio do frigorífico. Tudo foi acompanhado pela inspetoria veterinária local”, garante.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Rio Grande do Sul é oficialmente zona livre de aftosa sem vacinação

Pável Bauken

Publicado

em

A estimativa é de que em torno de 12,5 milhões de cabeças, entre bovinos e bubalinos, deixem de ser vacinadas no Estado - Foto: Fernando Dias/Ascom Seapdr

O Rio Grande do Sul está oficialmente livre da febre aftosa sem vacinação. A Instrução Normativa 52/2020 foi publicada nesta sexta-feira (14/8) pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). O anúncio ocorreu na última terça-feira (11/8).

A estimativa é de que em torno de 12,5 milhões de cabeças, entre bovinos e bubalinos, deixem de ser vacinadas no Estado, assim como não será mais necessária a aplicação de 20 milhões de doses anuais de vacina, já que a imunização ocorria em duas etapas: rebanho geral e para animais com até 24 meses.

O secretário da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do Estado, Covatti Filho, comemorou a decisão. “Como zona livre de febre aftosa sem vacinação, poderemos abrir novos caminhos para exportação. Temos uma fatia de 70% do mercado internacional que ainda podemos atingir”, projetou. O reconhecimento será encaminhado para a área técnica da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). Após análise, o pedido precisa ser ratificado na assembleia geral da OIE, que acontece em maio de 2021 na França.

Entre os mercados que se abrem estão Chile, Coreia do Sul, Estados Unidos, Filipinas e Japão. Além disso, a China, que hoje só importa carne sem osso do Rio Grande do Sul, pode abrir espaço para carne com osso e miúdos.

“Ser livre de aftosa é o maior degrau da condição sanitária da produção e será um fator benéfico e de atratividade para novos mercados”, destaca o presidente do Fundesa e diretor executivo do Sindicato das Indústrias de Produtores de Suínos (Sips), Rogério Kerber. De acordo com ele, os ganhos não se limitarão à cadeia produtiva de bovinos. Na área de suínos, os ganhos poderão chegar a R$ 600 milhões/ano, e o setor de lácteos terá mais chances para se apresentar ao mercado internacional.

A Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) também publicou nesta sexta-feira (14/8) a nota técnica DDA 3-2020 (veja abaixo na íntegra), assinada pela diretora do Departamento de Defesa Animal, Rosane Collares Morais. O documento destaca que “o principal impacto da norma atual é a proibição de ingresso de animais vacinados (bovinos e búfalos) vindos de áreas que permanecem com vacinação”.

Nota técnica DDA 3-2020

Foi assinada em 11 de agosto de 2020 a Instrução Normativa MAPA 052/2020 (publicada em 14 de agosto), que reconhece o Rio Grande do Sul, Paraná e Estados e Municípios integrantes do Bloco I do Plano Estratégico do PNEFA 2017-2026 como livres de febre aftosa sem vacinação. Esta é uma fase de transição, iniciada em maio de 2020 com a proibição de manter vacinas dentro do território do Estado, após a realização da etapa de vacinação antecipada (março-abril/2020). A Instrução Normativa entra em vigor em 1º de setembro de 2020.

O principal impacto da norma atual é a proibição de ingresso de animais vacinados (bovinos e búfalos) vindos de áreas que permanecem com vacinação, situação já estabelecida em abril com a publicação da IN SDA MAPA 37/2020. No entanto, a condição sanitária ainda não está nivelada com Santa Catarina – que detém reconhecimento internacional de livre sem vacinação – o que só acontecerá quando o RS obtiver o mesmo.

No momento, estamos em fase de encaminhar o pleito de reconhecimento, um relatório padronizado previsto no Código Sanitário, para a apreciação do comitê de febre aftosa da OIE ainda em 2020. Seguindo o cronograma atual, é possível a obtenção de reconhecimento internacional em maio de 2021, durante a Assembleia Geral da OIE.

Nesse período, o DDA segue trabalhando na adequação das medidas ainda não concluídas, de acordo com o proposto no Plano de Ação da QualiSV, e em consonância com o Plano Estratégico do PNEFA 2017-2026.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

ENQUETE

O que você achou do site novo do Portal Plural?

Trending

×