Acesse aqui
Rádio Web Portal Plural
Mais de 33 mil veículos fiscalizados na Viagem Segura de Natal – Portal Plural
Connect with us

Uncategorized

Mais de 33 mil veículos fiscalizados na Viagem Segura de Natal

Pável Bauken

Publicado

em



 

A 111ª edição da Viagem Segura, realizada neste Natal, fiscalizou 33,4 mil veículos entre a zero hora de sexta-feira (20), e a meia-noite de quarta-feira (25). A ação conjunta do Comando Rodoviário da Brigada Militar nas rodovias estaduais, da Brigada Militar e agentes das prefeituras nos municípios e da Polícia Rodoviária Federal nas BRs registrou, em seis dias, 18,2 mil infrações, recolheu 625 veículos e 275 Carteiras Nacionais de Habilitação irregulares. A Balada Segura somou seus esforços aos da Viagem Segura, com blitze também  no Litoral.

No que se refere ao combate à alcoolemia no volante, 7.158 foram convidados a realizar testes de etilômetro e a imensa maioria (95,7%) zerou o bafômetro. Isso indica que programas como a Viagem e a Balada Segura estão cumprindo seu papel social. A diretora institucional do DetranRS, Diza Gonzaga, destaca que, no período de festas e veraneio, a vida não tira férias. “Nós queremos que você deixe de dirigir depois de beber, não porque pode ser multado. Nós queremos que todos cuidem de si, dos seus e dos outros por amor a vida! Há tanto a viver que não temos porque arriscar. São tantas alternativas: o motorista da rodada, taxi, aplicativos, dormir no sofá da casa do amigo… Tudo está valendo para que dessas férias fiquem só saudades e boas lembranças”, enfatiza.

Os 305 condutores flagrados desrespeitando o Código de Trânsito Brasileiro (4,2%) em relação a álcool e direção foram autuados, pagarão multa de R$ 2.934,70 e terão suspensão do direito de dirigir por um ano (além da retenção do veículo e do documento). Os testes identificaram 105 motoristas alcoolizados, sendo que 23 foram levados a delegacias da Polícia Civil por crime de trânsito.  Outros 200, que se recusaram o exame do etilômetro, também foram autuados, como determina a legislação.

Mesmo com todo o trabalho preventivo de educação e fiscalização empregado na Viagem Segura, ocorreram nas ruas e estradas gaúchas 11 óbitos no local, em seis dias. Foram resultado de nove acidentes com vítimas fatais do total de 249 acidentes ocorridos. Dos 167 acidentes com lesões resultaram 255 feridos.

Sobre a Viagem Segura

Um dos principais programas de segurança no trânsito do estado, a Viagem Segura reúne órgãos de fiscalização e instituições parceiras para prevenir acidentes nos feriados e principais datas comemorativas. Polícia Rodoviária Federal (PRF), Brigada Militar (BM), Comando Rodoviário da BM (CRBM), DetranRS e Polícia Civil reforçam a fiscalização e promovem ações de conscientização com o apoio da ANTT, DNIT, Cetran/RS, DAER, EGR, Metroplan e Famurs, além de representantes da sociedade civil organizada.

Desde seu lançamento, em 2011, foram abordados 5.846.380 veículos, o que corresponde a mais de 84% da frota do RS, que é de 6.938.080 (até outubro/2019).

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Uncategorized

Hospitais do Estado conseguem conter casos de Covid-19

Reporter Plural

Publicado

em

Hospital Psiquiátrico São Pedro - Foto: Ivan de Andrade / Palácio Piratini

O último relatório semanal sobre a presença da Covid-19 nos hospitais administrados pelo Estado não apresentou nenhum novo caso positivo de coronavírus. Fazem parte do levantamento o Hospital Psiquiátrico São Pedro, o Hospital Colônia Itapuã e o Hospital Sanatório Partenon.

De 10 a 16 de outubro, foram registrados apenas oito casos suspeitos que demandaram a realização de testes, todos no Hospital Psiquiátrico São Pedro. Destes, apenas um funcionário ainda aguardava o resultado na segunda-feira (19). Os outros resultados deram negativo. Nos outros dois hospitais não foi preciso realizar nenhum teste, por não existir pessoas com suspeita de Covid-19 entre pacientes e funcionários.

Do início da pandemia até o dia 2 de outubro, 72 pacientes e 120 servidores testaram positivo nas três instituições. Cinco pacientes no São Pedro e cinco no Hospital Colônia Itapuã foram a óbito. Para o controle dos casos, diversas ações foram tomadas pela Secretaria da Saúde do Estado (SES/RS). Planos de contingência foram elaborados em março de 2020 e instituídos a fim de frear a transmissão do vírus entre profissionais, pacientes e residentes.

Todas as medidas necessárias foram tomadas para que se evitassem novos contágios. Entre as principais ações foram implementadas a diminuição da circulação de pessoas, vigilância nos pontos de entrada, distribuição de equipamentos de proteção individual (EPIs), condutas de isolamento, capacitação continuada das equipes, testagem, monitoramento e higienização dos espaços. Em cada um dos hospitais, a SES/RS criou um espaço separado para fazer a triagem e a assistência às pessoas que apresentaram sintomas ou foram confirmados com Covid-19.

A diretora do Departamento de Coordenação dos Hospitais Estaduais (DCHE), Suelen Arduin, disse que “as direções administrativas e técnicas, além das Comissões de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH), contribuíram junto à SES neste processo, para obter estes resultados”.

FONTE  SAUDE/GOV-RS

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Uncategorized

Polícia Federal investiga grupos suspeitos de aplicar golpe para sacar FGTS emergencial

Reporter Plural

Publicado

em

Ilustração Google

Criminosos criam falsos cadastros no aplicativo da Caixa e têm acesso às contas das vítimas. Caixa diz aprimorar sistema e orienta beneficiários a procurar agências em caso de suspeita.


Criminosos sacam indevidamente FGTS emergencial

Criminosos sacam indevidamente FGTS emergencial

A Polícia Federal investiga quadrilhas que vendem e compram informações pessoais de brasileiros para fraudar o aplicativo Caixa Tem, da Caixa Econômica Federal, e roubar o saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Os criminosos usam o aplicativo oficial e acessam as contas.

A jornalista Suelen Fontoura foi uma das vítimas. Ela revela que foi checar o saldo do FGTS e viu que havia sido feito um saque. Após falar sobre o caso nas redes sociais, Suelen recebeu relatos de outras vítimas.

Os criminosos cadastram um e-mail falso no aplicativo e só eles podem abrir. Suelen revela que, quando tentou mudar a senha, foi informada de que havia um e-mail cadastrado que não era o dela.

“Primeiro, eu não acreditei. A gente vê esses golpes a toda hora e eu não acreditei que eu tinha caído em um golpe”, afirma.

Desempregada, Cleide de Almeida Leite da Costa também foi vítima do golpe. Ao notar que o dinheiro tinha sido retirado de sua conta, ela foi até uma agência da Caixa para pedir ressarcimento. Na unidade, porém, foi informada que o setor de segurança não verificou fraude e que o dinheiro não seria reembolsado.

Questionada, a Caixa afirma que está melhorando os critérios de segurança no aplicativo Caixa Tem e orienta os beneficiários que tenham sido vítimas do golpe a procurarem uma agência para contestar o saque portando documento de identificação e CPF.

Caso o pedido seja negado, é possível solicitar reanálise na agência.

Falhas no sistema de autenticação

 

Especialista em segurança, Fábio Ramos afirma que a forma de evitar o golpe é baixar o aplicativo e fazer o cadastro primeiro:

“E se elas não fizerem, a gente está vendo, em um intervalo de um dia, o criminoso faz o cadastro e chega no dinheiro antes dela”.

Ramos ainda critica o sistema de autenticação criado pela Caixa.

“Existe uma aposta muito grande de que essas informações pessoais seriam conhecidas só pelas pessoas, só pelo beneficiário, mas, talvez, eles tenham esquecido que os criminosos são superatentos e têm mais informações do que se imagina”, diz.

Na internet, bandidos anunciam e vendem números de CPF. Ainda de acordo com o especialista, a estimativa é que 600 contas sejam saqueadas por semana.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Uncategorized

Suspeito de estuprar mulheres durante assaltos é preso em Porto Alegre

Reporter Plural

Publicado

em

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Nove vítimas realizaram o reconhecimento pessoal do suspeito. Crimes ocorreram nos últimos dois anos.

A Polícia Civil divulgou, nesta segunda-feira (19), a prisão preventiva de um suspeito de estuprar mulheres durante assaltos em Porto Alegre. O homem, de 44 anos, foi preso no final da tarde de sexta-feira (16), em uma casa no bairro Santa Tereza.

O suspeito estuprava as vítimas durante roubos a estabelecimentos comerciais ocorridos na Capital. Os ataques ocorreram nos últimos dois anos, nos bairros Cavalhada, Cristal, Guarujá, Tristeza e Vila Nova.

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito agia de duas formas. Mulheres sozinhas eram abordadas em estabelecimentos comerciais, como lojas, mercados e salões de beleza, mas o investigado também agia nas ruas. Conforme a polícia, ele segurava as mulheres e as ameaçava com facas. Depois, usava lacres plásticos para imobilizar as vítimas e estuprá-las. Na sequência, roubava celulares e notebooks das vítimas.

Na residência onde ocorreu a prisão, policiais apreenderam equipamentos eletrônicos, além de facas, roupas, calçados e bonés. O suspeito já havia sido preso em 2003, por um caso de estupro durante um roubo em Viamão.

Após a prisão, nove vítimas realizaram o reconhecimento pessoal, identificando o suspeito como o autor dos crimes. A investigação contou, ainda, com o apoio do IGP (Instituto-Geral de Perícias), por meio da análise de material genético colhido em três casos de estupro.

A diretora do Departamento de Polícia Metropolitana (DPM), delegada Adriana Regina da Costa, informou que as investigações duraram dois meses. Os inquéritos policiais serão concluídos pelas 6ª e 13ª Delegacias de Polícia da Capital.

Fonte: Agora RS

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

© 2020 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×