Libertadores passa pelo jogo contra o Athletico, afirma Caetano – Portal Plural
Connect with us

Esportes

Libertadores passa pelo jogo contra o Athletico, afirma Caetano

Publicado

em



 

O diretor-executivo do Inter, Rodrigo Caetano, quer uma mobilização especial para o reencontro com o Athletico-PR, na próxima quinta-feira. Para ele, a classificação colorada à Libertadores passa por um bom resultado contra o time paranaense, algoz vermelho na final da Copa do Brasil.

Para o jogo, Caetano evitou tratar como uma revanche, mas não deixou de citar a derrota na Copa do Brasil como fator para mobilizar grupo e torcida. “Temos um jogo contra um time que nos tirou um título dentro de casa”, ressaltou.

“Tínhamos a possibilidade de um título. O adversário teve capacidade de nos vencer nos dois jogos finais. Hoje, quem tem ainda mais aspirações na competição, somos nós. O Inter é que tem o desejo de se colocar na parte de cima e ir para Libertadores do ano que vem. Passa por quinta-feira essa possibilidade ser aumentada”, complementou o dirigente. “Espero que consigamos vencer esse adversário qeu ainda não conseguimos vencer esse ano.”

Inter e Athletico enfrentam-se às 21h30min na próxima quinta-feira. Para o jogo, o clube fez promoção de ingressos: todos os associados podem ir à partida desde que façam o check-in. Já os não-sócios têm 50% de desconto.

CP
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Ter público nos estádios já é possível no Brasil? Especialistas respondem

Com uma série de restrições, Conmebol liberou o retorno gradual de torcedores nos mata-matas da Libertadores e da Copa Sul-Americana

Publicado

em



A Conmebol divulgou, no último domingo (11), uma série de recomendações visando à volta dos torcedores aos estádios a partir das fases de mata-mata da Libertadores e da Copa Sul-Americana. O informe despertou o interesse de alguns clubes brasileiros participantes das competições e de torcedores, que estão afastados dos estádios há mais de um ano.

Desde a primeira interrupção do futebol no país, em março de 2020, apenas dois grandes jogos de futebol levaram espectadores para dentro dos estádios: a final da Libertadores, no fim de janeiro, entre Palmeiras e Santos, e a decisão da Copa América, que aconteceu no último sábado (10), entre Brasil e Argentina. Ambas as competições estavam sob tutela do Conmebol e foram decididas no Maracanã.

O SBT Sports conversou com infectologistas sobre o tema. Os dois entrevistados disseram que não é possível restabelecer a volta de torcedores aos estádios no atual cenário da pandemia. Apesar de a campanha de imunização estar avançando no país, ela ainda não garante que a incidência do vírus esteja suficientemente baixa.

“O cenário ideal para o retorno das atividades com público seria quando uma parcela significativa da população estivesse vacinada e que a incidência do vírus em todas as regiões estivesse abaixo de, no máximo, cinco casos por 100 mil habitantes. Esse número precisa estar estabilizado durante um período longo”, afirmou o infectologista Carlos Starling.

“Mesmo se falando em uma situação em que parte da população já está vacinada e mesmo que sejam feitos testes antes dos jogos, como aconteceu na final Copa América, não é seguro. Essas estratégias não garantem que as pessoas não estejam infectadas. A vacinação diminui casos graves ou fatais da doença, mas não garante que não haverá infecção e não te impede de transmitir o vírus. A testagem, por sua vez, pode acusar falso-negativo. Isso acontece entre 20% e 30% dos testes”, explicou o infectologista Alexandre Naime.

Dentre os clubes brasileiros que participam da Libertadores e da Sul-Americana, apenas o Flamengo manifestou publicamente o interesse em liberar a entrada de torcedores no Maracanã. Com a negativa da Prefeitura do Rio, o Rubro-Negro quer levar o jogo para o Mané Garrincha, em Brasília. “Estamos aguardando a análise”, disse Gustavo Rocha, chefe da Casa Civil do Distrito Federal, em coletiva. “É possível ter público”, acrescentou.

Alexandre Naime alerta que a taxa de transmissão em um jogo pode ser desastrosa. “Uma pessoa infectada pode transmitir para seis, oito ou até dez pessoas. Começamos a ver melhora com um Rt abaixo de 1. O ideal é que ele esteja menor que 0,3. Nesse cenário é quase improvável ter uma pessoa infectada no local.”

Já Starling considera que o retorno do público aos estádios esteja ligado à permissão para que qualquer outro tipo de aglomeração aconteça. Para ele, isso vai depender, no Brasil, um país gigantesco, do perfil da epidemia em cada região. O problema, porém, é que a liberação em apenas alguns estados causaria favorecimento a determinados times.

Os últimos dados divulgados pelo Ministério da Saúde registram tendência de que em número casos confirmados e morte em razão da Covid-19. Esses números, no entanto, ainda continuam elevados. Foram 45.022 novos casos registrados em 24 horas e 1.605 óbitos.

O que foi visto na Eurocopa

Estádio lotado, sem máscaras, sem distanciamento social. Se no Brasil, segundo os infectologistas, essa realidade é distante, fora do país o cenário é diferente. A final da Eurocopa, disputada no último domingo (11), levou mais de 65 mil torcedores ao icônico estádio de Wembley, em Londres, para coroar o título da Itália sobre a Inglaterra nos pênaltis

E os italianos foram além. A torcida não ficou apenas no estádio. Eles tomaram as ruas de Roma para ver o desfile da grande campeã. De acordo com o zagueiro Bonucci, a festa aconteceu após um pedido do elenco. “Devemos esse sucesso aos torcedores. Ganhamos as negociações para poder fazer essa isso por eles. A taça é deles”, disse, em entrevista à Sky Sports.

Diferente do cenário brasileiro, a situação da pandemia está controlada na Itália e o país já tirou até a obrigação do uso de máscaras ao ar livre. Na segunda-feira, foram registrados 887 novos casos e 12 mortes em razão da Covid-19, de acordo com a Universidade Johns Hopkins, na Itália. A preocupação agora é com a variante Delta, motivo pelo qual as autoridades de saúde chegaram cogitar o veto ao desfile da seleção, mas acabaram cedendo.

Nos países que controlam a Covid-19, arquibancada cheia não preocupa. Em contraste com a disputa da Copa América, realizada no Brasil, a Eurocopa marcou a volta da festa das torcidas nos estádios. Cada uma das 11 cidades-sede estabeleceu regras para receber o público.

A Puskás Aréna, na Hungria, recebeu 100% da sua capacidade total – 60 mil fãs. Outros estádios exigiram o uso de máscara e distanciamento, mas contaram com no mínimo 25% das arquibancadas ocupadas.

Veja alguns exemplos:

Allianz Arena – Alemanha – Até 22% (14,5 mil)

Johan Cruyff Arena, na Holanda – Até 25% (12 mil)

Parken – Dinamarca – Até 45% (15,9 mil)

Estádio Olímpico de Baku – Azerbaijão – Até 50% (31 mil)

Gazprom Arena – Rússia – Até 50% (30,5 mil)

Fora da Europa

Regiões da Austrália que já vivem um cenário pós-pandemia também liberaram até 100% da capacidade de seus estádios. É o caso do governo da Nova Gales do Sul, região onde está Sydney, que localiza alguns dos principais estádios. Em Victoria, onde fica Melbourne, a autorização foi de 75% da capacidade. O país da Oceania registrou a primeira morte de 2021 relacionada a uma infecção local do coronavírus no último domingo (11).

Apesar do controle em algumas regiões, a pandemia ainda está longe de acabar, assim como alertou o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, ponderando que há “vários motivos para ser otimista”.

A maioria dos governantes segue em alerta por causa da variante Delta. Um exemplo é o Japão, que entrou em novo estado de emergência faltando menos de duas semanas para a realização dos Jogos Olímpicos, com início marcado para o próximo dia 23. O governo chegou a pedir às pessoas que apoiassem os atletas de casa.

SBT

 

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Prefeitura abre inscrições de Escolinha de Futsal e Futebol de Campo

Publicado

em



Retomada das atividades físicas. A Secretaria de Esportes esta divulgando as escolinhas de futsal e futebol de campo. A divulgação começou nessa semana, com visitas as escolas do município.

A intenção da Prefeitura é promover as inscrições para as atividades. As escolinhas vão acontecer nos Ginásios Esportivos: João Batista Moroni, Pedro Deon, e Livio Cecconi. Na modalidade de futebol de campo as atividades vão acontecer no Estádio Carlos Denardin. O Secretário de Esporte, Fernando Classmann, destacou durante as visitas que a retomada das atividades presenciais está ocorrendo aos poucos e seguindo todos os cuidados com a saúde, “Aos poucos vamos retomando nossos projetos seguindo os protocolos de segurança. Convidamos as crianças para participarem dessas atividades que são ainda mais importantes, depois que as crianças tiveram que ficar tanto tempo em casa sem poder jogar”.

As atividades vão ser desenvolvidas para crianças e jovens dos 8 aos 13 anos de idade de forma gratuita para a comunidade. Nesta semana, as visitas de divulgação estão sendo realizadas nas escolas Nossa Senhora de Fátima no bairro Sulina e Santa Rosa de Lima no centro. As inscrições podem ser feitas na Secretaria Municipal de Esporte ou pelo telefone 3512-5892.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Esportes

Prefeitura do Rio libera 10% de público no Maracanã na final da Copa América entre Brasil e Argentina

Publicado

em



 

A prefeitura do Rio de Janeiro autorizou a participação de público no Maracanã durante a final da Copa América.

A presença de torcedores convidados será limitada a 10% da capacidade do estádio. O jogo entre Brasil e Argentina ocorrerá neste sábado (10), às 21h.

A decisão foi publicada na edição desta sexta-feira (09) do Diário Oficial do município. O pedido de liberação foi analisado e aceito pela Secretaria Municipal de Saúde. O público deverá obedecer um espaçamento mínimo de dois metros entre cada pessoa ou família.

A Conmebol ficará responsável por fazer testes de Covid-19 em todas as pessoas que forem entrar no estádio para assistir ao clássico.

FONTE: O SUL

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Powered by WhatsApp Chat

×