Laboratório Russo, que armazena vírus do Ebola, HIV, e Varíola, explode – Portal Plural
Connect with us

Uncategorized

Laboratório Russo, que armazena vírus do Ebola, HIV, e Varíola, explode

Publicado

em



 

Segundo algumas autoridades russas, uma explosão de gás provocou um incêndio em um complexo laboratorial. No local, estavam armazenados perigosos vírus, como o Ebola. Entretanto, o Centro Estadual de Pesquisa em Virologia e Biotecnologia, mais conhecido como Vector, em Koltsovo, na região de Novosibirsk, na Sibéria, negou a gravidade do fato. Em suma, refutando que o incêndio tenha exposto as pessoas aos patógenos armazenados no local. Entre eles, alguns dos mais mortais de todo o planeta.

Segundo o que informou o laboratório russo, tudo ocorreu enquanto uma sala, de inspeção sanitária, no quinto andar da instalação, estava passando por reparos, quando um cilindro de gás explodiu. Durante a era soviética, no local, eram realizadas pesquisas secretas de armas biológicas e, agora, ele é um dos principais centros de pesquisa de doenças da Rússia.

A explosão rapidamente espalhou o fogo pelo sistema de ventilação do edifício. Um dos trabalhadores do complexo laboratorial sofreu queimaduras de terceiro grau. Ele precisou ser levado ao hospital após a explosão, que quebrou o vidro das janelas da instalação. O Vector é um dos dois lugares do mundo em que o vírus da varíola está armazenado. O outro local se trata de um laboratório de alta segurança, nos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, em Atlanta.

De acordo com o portal RT, foram necessários 13 carros de bombeiros e 38 homens da brigada, para conseguir conter e combater o incêndio. Cerca de 30 metros quadrados foram afetados pelo incêndio. Segundo o prefeito de Koltsovo, nenhum material biologicamente perigoso foi liberado na explosão.

Incidentes

Esta não é a primeira vez que acontece um incidente no complexo laboratorial russo. Em 2004, uma colaboradora do Vector, Antonina Presnyakova, morreu depois de espetar a mão com uma agulha que continha o vírus do Ebola. Na época, a imprensa alegou que a morte de Presnyakova foi a única causada pelo vírus na história do país. Durante a década de 1970, programas soviéticos de desenvolvimento de armas causaram surtos de antraz e varíola. Entretanto, eles foram encobertos pelo governo russo.

Na década de 1990, o Vector passou por grandes dificuldades, ocasionadas pela falta de investimento. O que causou forte preocupação de que pesquisadores pudessem estar vendendo seus conhecimentos ou amostras biológicas a outras organizações e governos, como a Coreia do Norte e o Iraque. Sabe-se que o complexo laboratorial já abrigou cepas altamente contagiosas do vírus da gripe aviária e hepatite.

Os últimos casos naturais de contagio de varíola ocorreram em 1977. Em 1980 a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou a doença como erradicada globalmente. A mazela pode ter matado cerca de 300 milhões de pessoas, no século XX.

Nos anos 2000, treinamentos sobre como responder a possíveis ataques terroristas que foram realizados. Em 2006, foi encontrado, próximo ao Vector, um esconderijo de armas, incluindo lançadores de granadas. Na época, as investigações concluíram que ele supostamente pertencia a um grupo da máfia.

O Vector realizou investigações, para descobrir as causas da explosão. No entanto, o governo russo deixou claro que o incidente não representa nenhum tipo de ameaça à população.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Fonte: Fatos Desconhecidos

Compartilhe
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Uncategorized

Fim de semana do Dia dos Pais começa com tempo firme em parte do RS

Publicado

em



O tempo segue firme em quase todo o Rio Grande do Sul neste sábado (13). As temperaturas seguem baixas ao longo do dia em todo território gaúcho, em razão da influência da massa de ar frio.

No domingo (14), data em que é comemorado o Dia dos Pais, a chuva deve retornar em grande parte do Estado. A instabilidade deve se espalhar pelo território gaúcho ao longo do dia, começando pela região das Missões e pela Fronteira Oeste.

 

REGIÃO NOROESTE:

O sábado será de tempo firme com sol entre nuvens. No domingo, o sol aparece, com chance de chuva a qualquer hora do dia.

Os termômetros variam entre 11°C e 19°C no sábado e entre 14°C e 18°C no domingo.

 

SANTA ROSA:

Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora. Os termômetros variam entre 13°C e 22°C.

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Queda nas temperaturas em todo RS nesta sexta-feira

Publicado

em



A instabilidade começa a perder força e o tempo volta a ficar firme em quase todo o Rio Grande do Sul nesta sexta-feira (29). Uma frente fria que se formou na Argentina avança pelo Rio Grande do Sul. Essa condição climática causa a entrada de ar polar no Estado. Assim, as temperaturas diminuem em todo o território gaúcho. O dia será marcado pelo frio, mesmo com o predomínio do sol em quase todas as regiões.

REGIÃO NOROESTE :

A sexta-feira (29) será marcada por tempo firme, com névoa ao amanhecer.

 

SANTA ROSA:

Dia de sol com algumas nuvens e névoa ao amanhecer. Noite com poucas nuvens. Os termômetros variam de 8°C a 16°C

 

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Uncategorized

Defesa Civil e Inmet emitem alerta para risco de chuva intensa e temporal no RS

Publicado

em



O Rio Grande do Sul está sob alerta de temporal neste sábado (16). A Defesa Civil e o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiram avisos de risco de temporais, com possibilidade de vento acima dos 60 km/h e granizo em todo o Estado ao longo do dia. Moradores de Porto Alegre e região receberam alerta via SMS da Defesa Civil estadual, indicando chuva constante, acompanhada de descargas elétricas e acumulados elevados. O comunicado do Inmet também vai nessa linha, com alerta para rajada de vento entre 60 km/h e 100 km/h, granizo, queda de árvores e alagamentos. O Inmet informa que o temporal deve ser mais intenso em municípios das regiões SulNoroesteOeste, Leste e Central.

A previsão da Climatempo corrobora essa projeção. Os maiores acumulados devem ser registrados no Norte, nas regiões da Serra metropolitana de Porto Alegre, na Fronteira Oeste, na Campanha e no Sul, segundo a empresa.

A meteorologista Fabiene Casamento, da Climatempo, afirma que a chuva foi intensa em pontos da Fronteira Oeste e do Norte entre a madrugada e o início da manhã deste sábado. A instabilidade diminuiu ao longo da manhã, mas volta com força na maior parte do Estado à tarde, segundo a especialista. Fabiene afirma que os temporais ocorrem diante de uma frente fria e de um ciclone extratropical.

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

PORTAL PLURAL LTDA
ME 33.399.955/0001-12

© 2022 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Entre em contato

×