Julgamento de mãe e madrasta pelo assassinato de menino Miguel, tem início nesta quinta-feira
Connect with us

Plantão 24H

Julgamento de mãe e madrasta pelo assassinato de menino Miguel, tem início nesta quinta-feira

Publicado

em

portal plural julgamento de mãe e madrasta pelo assassinato de menino miguel, tem início nesta quinta feira
Foto: Divulgação/ Reprodução internet

  • FAST AÇAÍ
  • Academia Persona

O julgamento de Yasmin Vaz dos Santos Rodrigues e sua companheira, Bruna Nathiele Porto da Rosa, acusadas pelo desaparecimento e morte de Miguel dos Santos Rodrigues, de sete anos, tem início no Fórum de Tramandaí às 9h. As rés, que permanecem detidas desde o incidente, enfrentam acusações de homicídio triplamente qualificado, tortura e ocultação de cadáver.

Durante a sessão, espera-se a seleção dos sete jurados da comunidade para formar o Conselho de Sentença, que decidirá a culpa ou inocência das acusadas. Depoimentos de nove testemunhas, seguidos pelos interrogatórios das rés, darão prosseguimento ao julgamento. A expectativa é que ambas prestem seus relatos, com Yasmin já tendo apresentado sua versão durante a fase de instrução.

De acordo com a defesa de Bruna, ela alega não ter tido participação direta na morte de Miguel. As próximas etapas incluem debates, com o Ministério Público tendo duas horas e meia para suas alegações, seguidas de possíveis réplicas e tréplicas, podendo estender os debates por até nove horas.

As defesas buscam garantir um julgamento justo, com a advogada de Yasmin destacando a importância da análise criteriosa das provas periciais pelos jurados. Por outro lado, o advogado de Bruna pretende demonstrar que ela não foi diretamente responsável pela tragédia.

Ao final do julgamento, os jurados decidirão sobre a culpa das rés em cada crime, e o juiz pronunciará a sentença. Em caso de condenação, a pena será determinada pelo magistrado, não pelos jurados. O processo promete ser longo e detalhado, com as partes buscando esclarecer todos os aspectos do caso em busca da justiça.

Compartilhe

Geral

Após liberdade concedida, Erika Souza fala sobre a morte de seu tio Paulo

Publicado

em

portal plural após liberdade concedida, erika souza fala sobre a morte de seu tio paulo
Foto: Reprodução/ Redes Sociais
  • FAST AÇAÍ
  • Academia Persona

Erika de Souza Vieira Nunes, de 42 anos, é sobrinha de Paulo Roberto Braga, falecido aos 68 anos. Ela se tornou protagonista de uma imagem que chocou o Brasil inteiro. No vídeo, Erika é vista levando seu tio em uma cadeira de rodas até o banco para sacar um empréstimo de 17 mil reais, enquanto Paulo Roberto já estava sem vida.

Após duas semanas de prisão, Erika foi libertada na quinta-feira (2). “Foram dias horríveis longe da minha família. Vivi momentos da minha vida que não suportava mais. Muito difícil. Foi horrível eu não perceber que meu tio estava morto. Eu não sou essa pessoa que estão falando, não sou esse monstro”, desabafou emocionada.”

Erika detalhou que sua relação com Paulo Roberto era excelente e que ele era independente. “Ele tinha uma mente boa. Não era cadeirante e eu não era sua cuidadora”, esclareceu. Ao ser questionada se notou que Paulo Roberto estava frágil demais para sair de casa, ela afirmou: “Não, porque ele me pediu para ir”.

A respeito do momento dentro do banco, Erika relatou que não conseguia lembrar-se muito bem devido ao uso regular de medicamentos controlados, como zolpidem. Ela explicou que, às vezes, tomava mais do que a dose prescrita.

Quanto à condição de saúde de Paulo Roberto, Erika revelou que ele havia sido internado em uma unidade de saúde estadual por uma semana antes da ida ao banco, mas não recebeu orientações claras dos médicos após a alta. “Me deram uma receita de um remédio de cinco dias, eu comprei o remédio e a fralda. Eu pensei que ele ia ter uma melhora, que era só uma pneumonia”, contou.

Na semana seguinte, o Ministério Público denunciou Erika, alegando que ela agiu de forma consciente e voluntária, demonstrando total desprezo e desrespeito por Paulo Roberto. A juíza Luciana Mocco aceitou a denúncia e Erika se tornou ré por tentativa de estelionato e vilipêndio de cadáver. No entanto, a prisão preventiva foi revogada pela magistrada, considerando que Erika é ré primária, possui residência fixa e não representa risco para a ordem pública em liberdade. Além disso, a juíza mencionou que Erika tem problemas de saúde mental e precisa cuidar de sua filha, que tem necessidades especiais.

Paralelamente, a Polícia Civil do Rio de Janeiro abriu outro inquérito para investigar se Erika cometeu homicídio culposo, quando não há a intenção de matar.

Fonte: G1

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Plantão 24H

Tragédia na ERS 342: Vítima fatal em colisão de caminhões em Três de Maio

Publicado

em

portal plural homem morre em acidente entre caminhões na ers 342 em três de maio
Foto: Paulo Marques Notícias
  • FAST AÇAÍ
  • Academia Persona

Na manhã desta segunda-feira (29), um grave acidente de trânsito na RS-342, em Três de Maio, envolvendo dois caminhões resultou em uma morte. O incidente ocorreu por volta das 7h20min, próximo à lombada física próxima ao bairro Carolina.

Os caminhões, um pertencente a uma empresa de bebidas de Independência e o outro da Banda Corpo e Alma, de Horizontina, estavam seguindo no sentido de Independência para Três de Maio quando houve uma colisão traseira que afetou o caminhão de bebidas. Em decorrência do impacto, o veículo girou na pista e acabou colidindo com uma árvore à beira da rodovia.

As duas pessoas a bordo do caminhão foram socorridas por equipes do Corpo de Bombeiros e do SAMU. Infelizmente, o motorista de 44 anos não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

Os membros da equipe de som da Banda Corpo e Alma estavam retornando da cidade de Sobradinho. Felizmente, os quatro ocupantes não sofreram ferimentos.

A Brigada Militar está controlando o tráfego na área para permitir o registro posterior do Comando Rodoviário da Brigada Militar.

Fonte: Paulo Marques Notícias

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Plantão 24H

Traficante expulsa a própria mãe de casa e usa local para atividades criminosas no RS

Publicado

em

portal plural traficante expulsa a própria mãe de casa e usa local para atividades criminosas no rs

  • Academia Persona
  • FAST AÇAÍ

Um traficante expulsou a própria mãe de casa para usar o local como ponto de tráfico de drogas, na região central de Canoas. A atividade ilícita estava sob investigação da Polícia Civil, que nesta quinta-feira (25), deflagrou a Operação Retomada.

Durante cumprimento de mandado de busca e apreensão a Polícia Civil prendeu três indivíduos em flagrante e apreendeu 7,7kg de maconha em tijolos e diversas porções; 320g de cocaína; 88g de crack; 80g de haxixe; 72 comprimidos de ecstasy; R$273 em dinheiro; uma pistola calibre 9mm; três carregadores; um revólver calibre .38; 55 munições; duas balanças de precisão; cadernos com anotações do tráfico; e um carro, apontado como sendo utilizado para tele-entrega de drogas.

O nome da operação foi definido por conta da expulsão da mulher da própria residência. A casa teria sido escolhida por ser um ponto estratégico e chamaria pouca atenção para as atividades de depósito, distribuição e venda ilegal de entorpecentes e de armas.

 

Fonte: Grupo Independente.
Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Compartilhe

[DISPLAY_ULTIMATE_SOCIAL_ICONS]

Trending

×

Entre em contato

×