Juiz recusa pedido da defesa de Lula por mensagens da Spoofing – Portal Plural
Connect with us

Geral

Juiz recusa pedido da defesa de Lula por mensagens da Spoofing

O acesso às mensagens foi determinado pelo ministro Lewandowski

Pável Bauken

Publicado

em

© Marcello Casal JrAgência Brasil


O juiz substituto Waldermar Cláudio de Carvalho, responsável pelo plantão da 10ª Vara Federal de Brasília, negou à defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva o acesso às mensagens da Operação Spoofing, que apura a invasão de celulares de autoridades por hackers.

O acesso às mensagens foi determinado pelo ministro Ricardo Lewandowski, em 28 de dezembro. A defesa de Lula solicitou então que o conteúdo fosse entregue, mas Cláudio de Carvalho negou, sob o argumento de que esse tipo de pedido não pode ser apreciado durante o regime de plantão.

O magistrado de primeira instância escreveu “não ter sido demonstrada a urgência ou excepcionalidade necessária” para que o pedido fosse atendido durante seu plantão. Para sustentar o argumento, ele citou resolução do CNJ que disciplina o tipo de matéria que devem ser decidida pelos juízes durante o recesso judicial. O juiz seguir parecer do Ministério Público Federal (MPF), que se posicionou contra o compartilhamento.

A decisão foi assinada em 31 de dezembro. No mesmo dia, a defesa de Lula acionou o Supremo, alegando que o juiz se negou a cumprir a decisão de Lewandowski. Os advogados do ex-presidente reclamaram que apenas oficiaram a 10ª Vara para que a liminar fosse cumprida, e que não caberia seque ter pedido manifestação do MPF sobre o assunto.

Após receber as informações da defesa, Lewandowski chegou a oficiar novamente, no último dia ano, o juízo da 10ª Vara Federal. O ministro escreveu que sua ordem de compartilhamento é expressa e “deve ser cumprida independentemente de prévia intimação ou manifestação do MPF”.

A defesa de Lula quer acesso às mensagens sob o argumento de que nelas há diferentes menções aos processos contra o ex-presidente na Operação Lava Jato, conforme série de reportagens da imprensa.

Nas conversas, há por exemplo trocas de mensagens entre o ex-coordenador da Lava Jato no Paraná, o procurador Deltan Dallagnol, e o ex-juiz Sergio Moro, antigo titular da 13ª Vara Federal de Curitiba, responsável pela operação.

Na decisão de 28 de dezembro, Lewandowski ordenou o compartilhamento no prazo de dez dias, sob supervisão de peritos da Polícia Federal (PF), das mensagens arrecadadas pela Operação Spoofing que digam respeito a Lula “direta ou indiretamente, bem assim as que tenham relação com investigações e ações penais contra ele movidas na 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba ou em qualquer outra jurisdição, ainda que estrangeira”.

ebc

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Regimento San Martín intensifica as medidas de prevenção à COVID-19

Reporter Regional

Publicado

em



Desde o início da pandemia da COVID-19, o 19º Regimento de Cavalaria Mecanizado “Regimento San Martín”, vem constantemente repassando orientações ao seu efetivo sobre as formas adequadas de proteção e prevenção ao novo Coronavírus.
Para contribuir com as medidas de segurança, o Regimento conta com uma equipe de saúde treinada para realizar a triagem dos militares que chegam para o início do expediente, bem como durante todas as refeições. Além disso, esta Organização Militar possui uma equipe de descontaminação e desinfecção que realiza um trabalho de higienização de veículos e das instalações no interior do aquartelamento.
Cabe destacar, ainda, que o Comando do Regimento sempre orienta realizar as atividades de instrução em ambientes abertos, respeitando o espaçamento entre os militares e o uso contínuo e obrigatório de máscara por parte de todos os seus subordinados.
O objetivo destas ações é manter vivas as orientações aos subordinados quanto às medidas de proteção e de prevenção ao contágio da doença.

Fonte: 19º Regimento de Cavalaria Mecanizado “Regimento San Martín”.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Instituto penal do Noroeste Gaúcho registra marca histórica: 72% dos presos trabalham

Reporter Regional

Publicado

em



Durante o dia, o pátio de sol está com poucos detentos. À noite, nas celas, apenados cansados depois de um dia de trabalho. Esta é a realidade atual do Instituto Penal de Ijuí, que nunca em sua historia registrou tantos presos dos regimes aberto e semi-aberto empregados.

Hoje a casa prisional possui 158 apenados. Deste 114 detentos (72%) exercem algum tipo de atividade, sendo 94 apenados com trabalho externo, ganhando algum tipo de remuneração, e 20 com atividades internas sem remuneração.

O administrador do presídio, revela que o IPI está sempre atento em colocar os presos no mercado de trabalho. Parcerias são buscadas com empresar do setor privado e setor público. ” A inserção dos detentos e a busca por uma profissionalização faz com que, consequentemente, após o termino da pena, o apenado posso desenvolver uma vida lícita e largar o mundo da criminalidade”, explica

O dinheiro recebido pelos presos que realizam trabalhos externos, ajuda no custeio das despesas de suas famílias, ” Sabemos que muitos destes presos percebem que há outros meios de manter seus familiares sem ser através da criminalidade”.

Segundo informações, percebesse uma melhora no comportamento e disciplina dos detentos, ” por ocupar a sua mente, cansar e poder ver a sua família, o comportamento muda. Há o respeito entre eles e com os agentes. Pois para o preso isso é interessante, além da ressocialização, o apenado que trabalha tem a remissão de 1 dia de pena para cada 3 dias de serviço”, conclui o Chefe de Segurança do Instituto  Penal de Ijuí.

Fonte: Radio Progresso de Ijuí.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Mega-Sena acumula e próximo concurso pode pagar R$ 40 milhões

Pável Bauken

Publicado

em

Mega Sena voltou a acumular em sorteio realizado nesta quarta-feira | Foto: Marcelo Casal Jr. / Agência Brasil / Divulgação

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.362 da Mega-Sena, realizado nesta quarta-feira (14) no Espaço Loterias Caixa, no Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo. Os números sorteados foram 03 – 20 – 22 – 32 – 35 – 50. O próximo concurso, no sábado (17), deve pagar R$ 40 milhões.

A quina teve 41 ganhadores e cada um receberá R$ 75.848,58. A quadra teve 3.883 acertadores e pagará o prêmio individual de R$ 1.144,10.

As apostas podem ser feitas até as 19h do dia do sorteio nas lotéricas de todo o país ou pela internet, no site da Caixa. A aposta simples, com seis dezenas, custa R$ 4,50.

Agência Brasil

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


error: Conteúdo protegido, para ter acesso seja nosso parceiro entre em contato no whats (55) 984161736
×