Japoneses identificam proteína que impede replicação da Covid – Portal Plural
Connect with us

Good News

Japoneses identificam proteína que impede replicação da Covid

Publicado

em



 

Uma equipe de cientistas da Universidade de Hokkaido, no Japão, identificou uma proteína que impede a replicação da Covid, ou seja, poderá conter a doença.

 

A descoberta liderada pelo professor Akinori Takaoka do Instituto de Medicina Genética, mostrou que a RIG-I, uma molécula biológica que detecta vírus de RNA, restringe a replicação do SARS-CoV-2 em células pulmonares humanas.

E ela pode ajudar até mesmo pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica- DPOC, entre elas, bronquite e enfisema, um fator de risco para a Covid-19.

A equipe registrou a descoberta em um estudo, publicado este mês no jornal Nature Immunology.

Defesa

Em outras palavras, os cientistas da Universidade de Hokkaido descobriram uma nova resposta defensiva ao SARS-CoV-2 que envolve o receptor de reconhecimento de padrão viral RIG-I.

Patógenos microbianos em nosso corpo são detectados por proteínas chamadas receptores de reconhecimento de padrões (PRRs), que também desencadeiam respostas imunológicas a esses patógenos.

As infecções virais são detectadas por um subconjunto de PRRs; os cientistas concentraram sua atenção na proteína RIG-I, que pertence a este subconjunto.

RIG-I é conhecido por ser crítico para a detecção e resposta a vírus de RNA, como o vírus da gripe.

Experimentos

Em experimentos realizados em linhas de cultura de células, os cientistas descobriram que havia pouca resposta imune inata ao SARS-CoV-2 nas células pulmonares, sugerindo que a via de sinalização que leva à resposta imune foi abortada.

No entanto, a replicação viral foi suprimida.

Os cientistas investigaram o papel do RIG-I e descobriram que sua deficiência causava um aumento na replicação viral. Outras experiências confirmaram que a supressão da replicação viral era dependente de RIG-I.

Trabalhos adicionais devem ser feitos para descobrir fatores ou condições que modulam os níveis de expressão de RIG-I e podem levar a novas estratégias para controlar a infecção por SARS-CoV-2.

Bloqueia a replicação

“Descobrimos que os níveis de proteína de RIG-I podem ser significativamente regulados de uma maneira dependente da dose após o tratamento com tretinoína nessas células derivadas de pacientes com DPOC”, explicam os pesquisadores, na pesquisa.

Os estudiosos acreditam que a RIG-I diminui a replicação do coronavírus devido a um elemento estrutural que ela carrega chamado domínio helicase.

Ele interage com o material genético do malfeitor e bloqueia uma enzima responsável por tirar “cópias” do vírus, chamada de polimerase.

 

FONTE: SÓ NOTICIA BOA

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Good News

Professor dá os próprios sapatos para aluno não perder formatura

Publicado

em



 

Um professor que é capaz de agir como um verdadeiro pai para proteger o aluno.

 

Foi assim a atitude de John Butler, um educator da Lousiania, EUA, ao ver seu aluno passar constrangimento por não ter sapatos para participar da formatura.

John ficou descalço e deu os próprios sapatos para o aluno Daverius Peters. Ele tinha sido barrado na cerimônia, porque estava calçado com um tênis surrado que violava o código de vestimenta da cerimônia.

Assim que soube que o aluno tinha sido impedido de entrar, Butler não pensou duas vezes para que Peters pudesse pegar o tão sonhado diploma da High School de Boutte.

“Eu esperava que a recepcionista ao me ver com Peters liberasse a entrada dele, mas ela insistiu em não deixar este jovem entrar”, disse Butler ao The Washington Post .

“[A formatura] foi o momento mais importante da vida dele até aquele ponto e eu não iria deixá-lo perder isso por nada.”

A troca de sapatos

O professor então trocou seu mocassim tamanho 11 pelo tênis tamanho 9 do aluno. Tudo isso a tempo de Peters correr para a fila de formatura e receber seu diploma.

A família de Peters ficou surpresa ao notar a mudança de sapatos, mas entendeu o ato de empatia do professor, que impediu que uma celebração alegre se transformasse numa situação desagradável.

“Não fiquei surpreso porque o Sr. Butler é esse tipo de pessoa”, disse um Peters agradecido.

“Na escola, se você está tendo um dia ruim, ele é quem vai te tirar da aula, andar pela escola com você e conversar com você”, lembrou o formando.

Um salve aos professores desse planeta!

 

FONTE: SÓ NOTICIA BOA

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Good News

60 currículos jogados no lixo são resgatados e 14 pessoas arrumam emprego

Publicado

em



 

Não vamos discutir aqui o que passa na cabeça de quem joga currículos no lixo.

 

Nosso papel é ressaltar a boa atitude de quem resgata esses papéis, refaz os currículos e recoloca todos no mercado.

O Kaká D’Ávila fez tudo isso e o melhor: 14, das 62 pessoas donas dos currículos resgatados, já arrumaram emprego.

“Refiz todos que estavam amassados, tirei cópias e levei em locais que tinham vagas, 14 já foram contratados”, contou Kaká ao Só Notícia Boa.

Os currículos foram encontrados há duas semanas. Kaká refez todos eles e criou na semana passada o “Porta Joias de Currículos”, uma caixinha que pede: “contrate essas joias.

Perguntamos por que ele pegou os currículos do lixo?

“Fiz apenas o que todos deveriam fazer diante dessa situação! Atrás de cada folha de papel tem uma vida, que merece respeito”, disse.

Gratidão

Um deles, que não teve o nome divulgado, mandou uma mensagem ao Kaká para contar a boa nova e agradecer.

“Ele deixou de comer para gastar com cópias do currículo, foi a pé largar os currículos nas empresas, e infelizmente foram parar no lixo! Mas graças a Deus ele teve um final feliz! Foi contratado para uma vaga de Estoquista”, comemorou Kaká.

Drive-Thru do Desempregado

Os currículos foram jogados no lixo em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, onde Kaká D’Avila é vereador e também conhecido por fazer delivery de currículos.

Há tempos ele coleta currículos das pessoas e distribui em locais com vagas abertas.

Em março, além do Drive-Thru do Desempregado, ele também começou a doar cafezinhos para pessoas que ficam horas nas filas de emprego.

É isso, cada um ajuda como pode e todos saem ganhando.

Parabéns Kaká!

“Do lixo para a vitória!” como você disse!

 

 

FONTE: SÓ NOTICIA BOA

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Good News

Coca-Cola doa parte das vendas em apps de delivery para combater a fome

Publicado

em



 

A Coca-Cola vai doar parte das vendas em apps de delivery para a campanha Brasil Sem Fome. É a ação “Por Todas as Mesas”.

A meta é alcançar os 2,5 milhões de refeições com bebida para a ONG Ação da Cidadania no prazo de dois meses. As doações serão contabilizadas a partir dos aplicativos parceiros: Uber Eats, Ifood, Rappi, Aiqfome e Wabi.

Para cada pedido que incluir uma bebida da Coca-Cola, realizado dentro dos aplicativos parceiros, a empresa doará R$ 0,50 para a campanha.

“A iniciativa faz parte de novo conjunto de ações do Sistema Coca-Cola Brasil que soma R$ 9,5 milhões para fazer chegar alimentos às populações mais vulneráveis em todo o país”, informa a página da empresa.

“Estamos usando o poder convocatório da marca Coca-Cola, aliada à capilaridade da cadeia de varejo do Sistema Coca-Cola Brasil, para convidar as pessoas a se juntarem a nós nessa agenda tão urgente de auxílio aos mais vulneráveis”, disse Silmara Olívio, head de Relações Corporativas da Coca-Cola.

Ajuda a pequenos restaurantes

Além disso, a marca ainda pensou em uma forma de apoiar o pequeno restaurante que atende pelos aplicativos.

Eles vão disponibilizar R$ 1 milhão em vouchers de R$ 5 para pedidos realizados para os pequenos empreendedores que estiverem participando da campanha. O desconto será aplicado pelo restaurante em pedidos avulsos, independentemente da campanha.

“Com esta iniciativa, nosso olhar também está voltado para o estímulo ao pequeno comércio, segmento muito afetado pela pandemia”, explica Silmara.

Entrega das refeições

A ação Por Todas as Mesas terá duração de dois meses, incialmente. As refeições serão entregues no decorrer da campanha e alguns meses após esse prazo.

A distribuição ficou por conta da ONG Ação da Cidadania, através da campanha Brasil Sem Fome. A instituição conta com uma rede de mais de 2 mil entidades parceiras espalhadas por 26 estados e Distrito Federal.

“Juntamos a sede com a vontade de comer. Nós da Ação da Cidadania e toda nossa rede de comitês estamos felizes e satisfeitos com esta inédita parceria com a Coca-Cola Brasil. Quando empresas que têm propósito se conscientizam do apoio que podem proporcionar às famílias que vivem em situação de vulnerabilidade, toda a sociedade sai ganhando”, afirma o diretor executivo da Ação da Cidadania, Kiko Afonso.

Foto: divulgação

FONTE: SÓ NOTICIA BOA

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

ENQUETE

Trending

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×