Inter perde de virada para Católica, mas avança em 2º na Libertadores – Portal Plural
Connect with us

Geral

Inter perde de virada para Católica, mas avança em 2º na Libertadores

Publicado

em

Ilustração Google


Em um jogo intenso e bem disputado, o Internacional se classificou às oitavas de final da Copa Libertadores, mesmo com a derrota por 2 a 1 para a Universidad Católica, em Santiago, pela rodada final do Grupo E, nesta quinta-feira. E voltará ao País com alguma sensação de frustração, não só pela derrota, mas também porque poderia ter ultrapassado o rival Grêmio e garantido o primeiro lugar da chave, mas acabou sendo batido muito em função de falhas da sua defesa.

O Inter, afinal, ficou com oito pontos, contra 11 do tricolor gaúcho, que empatou por 1 a 1 com o América de Cali, o quarto, com seis e eliminado. Já a Católica, com sete, vai disputar a Sul-Americana, por ter sido a terceira colocada da chave.

Tendo o foco divido com o Brasileirão, no qual emplacou série de quatro vitórias para assumir a liderança, o Inter atuou com um time misto. Mas chegou a dominar o adversário e abriu o placar. Só que pecou por ter sido vazado na sequência, depois de erro de Musto. E não conseguiu transformar a sua pressão na parte final do segundo tempo em chances de gol, ainda sendo vazado após falha de Cuesta.

O adversário do Inter nas oitavas de final da Libertadores será um dos oito vencedores de grupo da Libertadores, sendo determinado através de sorteio, marcado para esta sexta-feira. Mas já é certo que Cuesta e Rodinei, suspensos, não vão atuar pois receberam o terceiro cartão amarelo na derrota, que encerrou série invicta de sete jogos da equipe.

O JOGO – De olho no duelo de domingo com o Flamengo, decisivo para o time manter a liderança do Brasileirão, o técnico Eduardo Coudet escalou o Inter cheio de reservas, especialmente do meio-campo para frente. O time até levou alguns sustos no começo, mas logo exibiu superioridade, mesmo sem a sua formação principal.

O time tocava bem a bola, quase sempre passando pelos pés de D’Alessandro e Nonato. Porém, faltava ser mais incisivo para criar chances de gol, tanto que a primeira surgiu em chute do argentino, aos 17 minutos. É verdade que Pinares respondeu na sequência, acertando o travessão, mas logo o time gaúcho abriu o placar. E foi com um pênalti convertido por D’Alessandro, após Pinares cortar cruzamento com o braço, aos 23.

O gol deveria dar tranquilidade do Inter, mas a resposta da Católica foi imediata. No minuto seguinte, forçou erro de Musto e Zampedri aproveitou. Avançou até finalizar, com a bola desviando em Cuesta, encobrindo Marcelo Lomba. E a igualdade pareceu desarticular o Inter por alguns minutos. O time só não sofreu a virada porque Lomba fez difícil defesa em bela bicicleta de Puch para o time chileno, que terminou a etapa inicial tocando melhor a bola.

A retomada do segundo tempo repetiu o ritmo do primeiro, com vontade dos dois lados e até mesmo algumas jogadas ríspidas. Com a intenção de buscar a vitória, Coudet colocou Edenilson, Marcos Guilherme e Thiago Galhardo em campo, tentando tornar a equipe mais intensa no campo de ataque.

O Inter também adiantou o seu posicionamento e perdeu uma chance com Yuri Alberto, com Huerta salvando em cima da linha, mas pouco criava. E também correu riscos, como quando Zampedri não conseguiu finalizar cara a cara com Lomba. Aos 43, não houve jeito. Cuesta tentou proteger a bola, mas, pressionado, caiu. Moledo ainda cortou o cruzamento de Puch, mas Zampedri, sozinho e de bicicleta, mandou para as redes.

FICHA TÉCNICA

UNIVERSIDAD CATÓLICA 2 X 1 INTERNACIONAL

UNIVERSIDAD CATÓLICA – Dituro; Rebolledo, Lanaro, Huerta e Parot; Fuenzalida, Saavedra e Pinares; Lezcano, Zampedri e Puch. Técnico: Ariel Holán.

INTERNACIONAL – Marcelo Lomba; Rodinei, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Uendel (Matheus Jussa); Musto, Nonato (Galhardo), D’Alessandro (Praxedes) e Peglow (Marcos Guilherme); William Pottker (Edenilson) e Yuri Alberto. Técnico: Eduardo Coudet.

GOLS – D’Alessandro, aos 23, Zampedri, aos 24 minutos do primeiro tempo. Zampedri, aos 43 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Mauro Vigliano (Fifa/Argentina).

CARTÕES AMARELOS – Pinares, Huerta, Zampedri, Parot, Ariel Holán, Fuenzalida (Universidad Católica); Victor Cuesta, D’Alessandro, Rodinei e Matheus Jussa (Internacional).

LOCAL – Estádio San Carlos de Apoquindo, em Santiago (Chile).

 

FONTE: CONTEUDO ESTADAO

Geral

Patrões têm até hoje para pagar a primeira parcela do 13º salário

Publicado

em



A primeira parcela do 13º salário será paga a 51 milhões de trabalhadores do mercado formal até esta terça-feira (30). A outra metade da remuneração extra precisa ser depositada até o dia 20 de dezembro.

Instituída pela Lei 4.749, de 1965, a gratificação natalina beneficia todos profissionais que atuam com carteira assinada, incluindo funcionários domésticos, urbanos e rurais.

Fonte: terra

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Mais de 27 mil horas de treinamentos na Prefeitura

Publicado

em



Capacitar, qualificar e oportunizar o aprimoramento. Estes são objetivos da Gestão, que busca com isso melhorar a eficiência e qualidade no atendimento público. Para isso, diversas ações estão sendo realizadas desde o início do ano, visando a melhoria continua no atendimento prestado para os contribuintes de Santa Rosa.

Nesse sentido, a Prefeitura tem realizado treinamentos em todas as áreas de serviços do município, totalizando mais de 27 mil horas neste ano. Se somadas as horas de treinamento da Fundação Municipal de Saúde já foram realizadas 59.469 horas.

Entre os vários treinamentos já realizados, um dos destaques foi para o de preenchimento da caderneta dos veículos. Após uma auditoria, foi percebido a maior atenção e até mesmo controle do uso. Esta atividade teve abrangência em 100% dos motoristas, operadores de máquinas e suas chefias.

Para o Secretário de Gestão, Ademir Rosa, este assunto era recorrente em sindicâncias e solicitações do Ministério Público, “A Secretaria de Gestão, através de seus propósitos, vem intensificando a importância da elaboração dos procedimentos padrões e também na execução de treinamentos aos servidores. Este é mais um que foi realizado e estamos alcançando o nosso objetivo, mostrando que podemos avançar ainda mais”.

Todas as semanas, são realizados treinamentos em diversas áreas, com destaque para a digitalização dos processos que já oportunizou um grande avanço no atendimento da Prefeitura. O projeto para 2022 é avançar ainda mais com o Planejamento Estratégico.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Jeferson alerta Santa Rosa para abismo entre lucro da nova empresa e ganho do município

Publicado

em



O deputado estadual Jeferson Fernandes (PT) ficou horrorizado ao ter acesso aos números referentes às projeções de arrecadação da empresa que comprar a Corsan com serviços de água e esgoto nos municípios. Um aplicativo do Sindiágua/Sindicato faz o cálculo e permite visualizar o lucro estrondoso que o futuro dono da Companhia terá em detrimento dos municípios que assinarem os aditivos com esta nova empresa. “A discrepância de valores é assustadora. É vergonhoso deixar uma empresa privada lucrar bilhões e oferecer poucos milhões aos municípios, sendo que é a população quem vai pagar esta conta”, indignou-se o parlamentar, que está divulgando o aplicativo aos demais 306 municípios aos quais o governo vem pressionando para romper com a Companhia.

Preocupado com o caso de Santa Rosa, que possui na atualidade um vantajoso contrato com a Corsan, Jeferson fez os cálculos e confirmou o mau negócio que a assinatura de um aditivo com a nova empresa representaria para o município. A estimativa é de que, ao longo de 41 anos de novo contrato, os novos donos da Corsan poderão arrecadar mais de R$ 3,4 bi, ao longo de 41 anos de vigência, enquanto o município, no mesmo período, se cobrar 5% pela outorga dos serviços de água e esgoto, poderá ganhar cerca de R$ 173 milhões no mesmo período. “E não há garantia ainda de que se receba este valor, porque os aditivos que estão sendo assinados agora, na verdade não são com a Corsan. Se assinados estes novos contratos, a Corsan deixa de existir. Uma empresa que ainda nem se sabe qual é poderá ou não cumprir esses acordos com os quais sequer se comprometeu”, alertou o deputado.

O aplicativo também simula a projeção de ganhos caso Santa Rosa, ao invés dos 5% pela outorga, opte por cobrar 1 vez e meia de faturamento mensal do município, que é de R$ 6,8 milhões. “Ainda assim, Santa Rosa ficaria com um valor anual de R$ 10,2 milhões, chegando a R$ 418 milhões ao longo de 41 anos, o que nem se compara com os R$ 3,4 bi da empresa privada”, reforçou Jeferson.

Para o parlamentar, os cálculos evidenciam a falácia do governo, que justifica a necessidade de venda da Corsan pela suposta incapacidade da Companhia de realizar os investimentos determinados pelo novo Marco do Saneamento. “Os números não mentem; mas o governo, sim. Somei a arrecadação dos 40 maiores municípios atendidos pela Corsan e cheguei a R$ 180 bi para a empresa privada. E Leite alega que a Corsan precisa ser vendida porque não teria R$ 10 bi para investir no setor. É um engodo que não resiste à calculadora”, frisou.

Além disso, o deputado lembra que a assinatura dos aditivos contratuais, sem a devida apreciação da matéria pelas Câmaras de Vereadores nega à comunidade entendimento sobre “o que está em jogo”. “O governo gastou R$ 6 milhões para que renomados escritórios de advocacia digam aos prefeitos que não há necessidade de apreciação dos aditivos nas Câmaras. Mas, na verdade, o prefeito que o fizer desta forma, arcará sozinho com a responsabilidade pelo que ocorrer ou não com o saneamento. E pior: pode ser penalizado futuramente por renúncia de receita, como bem mostram os cálculos”, finalizou.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

PLURAL AGÊNCIA DE PUBLICIDADE LTDA
ME 33.399.955/0001-12

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Entre em contato

×