Infectologistas projetam baixo risco de novo coronavírus chegar ao Brasil – Portal Plural
Connect with us

Destaque

Infectologistas projetam baixo risco de novo coronavírus chegar ao Brasil

Reporter Global

Publicado

em

O uso de máscaras tem sido a prevenção mais eficaz para evitar o contágio na China | Foto: Nicolas Asfouri / AFP / CP


Os cientistas estão cada vez mais preocupados com um novo vírus, que está se espalhando na Ásia e já matou 17 pessoas na China, deixando mais de 500 infectados, conforme dados oficiais. Nesta quarta-feira, o Ministério da Saúde do Brasil rechaçou a afirmação da Secretária da área de Minas de que havia um caso suspeito no Brasil porque “não se enquadra na definição da Organização Mundial da Saúde (OMS)”. De acordo com o médico infectologista do Hospital Moinhos de Vento Diego Falci, há a probabilidade do agente patológico denominado 2019-nCoV chegar ao País, mas ele considera que ela seja pouca.

“Evidente que ela existe. Mas a gente ainda considera baixa do ponto de vista de transmissão sustentada”, comenta, explicando que os pacientes infectados no Japão, na Coreia do Sul, em Taiwan, na Tailândia e nos Estados Unidos foram contaminados quando estavam na China ou após contatos com pessoas que estiveram lá. “Agora, os casos importados podem ocorrer em qualquer pessoa que tenha visitado aquela região”, avalia.

Falci frisa que ainda não há registros de transmissão do vírus fora do epicentro, a megalópole com 11 milhões de habitantes de Wuhan. Os casos mais recentes provavelmente incluem algumas das infecções homem-a-homem da “primeira geração”. Se as pessoas forem infectadas recentemente em outros locais onde o vírus já apareceu, incluindo Japão, Tailândia, Pequim e Shenzhen, provavelmente farão parte de uma segunda.

Para o professor titular de infectologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs), Luciano Goldani, o Ministério da Saúde do Brasil deve ficar atento e adotar as mesmas medidas que os Estados Unidos, por exemplo, com a identificação de quem chega das regiões onde a contaminação é registrada. Estes mecanismos – que englobam questionários e a medição da temperatura corporal – são totalmente eficazes, segundo Goldani.

Ao mesmo tempo em que prega cautela no alarmismo, o médico comenta que a dimensão da propagação do vírus pode ser outra. “Nós sabemos que a China tem um regime muito fechado, as informações as vezes não chegam na totalidade, chegam fragmentadas, do ponto de vista da comunidade internacional. Então, a gente não tem certeza se esse número de casos que está sendo reportado, notificado, se ele realmente representa a realidade”, alerta.

Nesse mesmo sentido, um grupo liderado por pesquisadores do Imperial College London estima que, com base em suas simulações de viagens dentro e fora de Wuhan, cerca de 1.700 pessoas foram infectadas pelo coronavírus. Para conter a disseminação, as autoridades iniciaram uma espécie de “quarentena”: moradores da cidade foram instruídos a não sair, e as atividades no aeroporto, estações de trem, redes de ônibus, metrô, balsa e transporte de longa distância serão suspensas a partir das 10 horas da amanhã, no horário local.

Semelhanças com SARS
Há comparações do novo agente patológico com a síndrome respiratória aguda grave (SARS), surgida igualmente na China, mas em 2019. O vírus transmissor também é da família coronavírus. Embora o quadro clínico seja muito semelhante, a transmissibilidade ainda é desconhecida. “O que parece é que esse vírus atual tem uma taxa de mortalidade menor. O SARS tinha uma mortalidade mais alta, em torno de 10%”, explica Falci.

Goldani salienta que, apesar das semelhanças entre os vírus, há testes apropriados e eficazes para diferenciar o coronavírus. Segundo Goldani, o mais recentes deles usa a própria secreção respiratória por meio da saliva ou da coriza. Naturalmente, os coronavírus causam infecção respiratória em animais, com uma pequena porcentagem que também pode causar doenças em humanos e que circula, eventualmente, na população. Eles podem eventualmente sofrer mutações, que lhe conferem a capacidade de infecção entre humanos. Por serem patógenos mais rudimentares, seu genoma também está organizado de forma muito mais simplória. E, assim, não têm mecanismos de reparo do material genético.

“Quando ele se multiplica, podem ocorrer erros de transcrição, ou seja, quando ele tá copiando o seu RNA para outros vírus. Organismos mais organizados multicelulares eles tem isso. Já o vírus não tem, ele carece desses mecanismos. Então, as mutações que podem ocorrer ao acaso, elas acabam não sendo reparadas e elas vão se fixar nos genomas dos futuros vírus que estão surgindo”, esclarece Falci sobre as mutações. Então isso implica maior atenção. “É por isso que os casos começaram a surgir mesmo depois de que o mercado onde começou todo esse problema foi fechado”, analisa Falci.

Após o paciente ser infectado, os sintomas devem se manifestar de 10 a 14 dias. Goldani ainda ressalta que não há vacinas para o coronavírus disponíveis à população. Em casos de suspeitas e de infecção, cabe à equipe médica dar o suporte e o tratamento aos sintomas. Para prevenir o contágio, os brasileiros devem evitar espaços fechados e fazer o uso de álcool gel. Já quem ocupa as áreas infectadas, como a cidade de Whuan, é obrigatório o uso de máscaras.

Correio do Povo

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Confirmados mais 4 casos de coronavírus em Horizontina

Portal Plural News HZ

Publicado

em



O COES – Comitê de Emergência em Saúde para Enfrentamento ao Corona Vírus, divulgou na tarde deste dia 09 de Julho seu boletim de número 113 de informação continuada à comunidade.

Nesta Quinta-Feira, temos 4 novos casos confirmados para COVID 19 no município. Todos já estavam em monitoramento clínico e isolamento domiciliar por pertencerem ao mesmo núcleo familiar. Assim os casos da infecção no município agora são em número de 30.

No boletim de hoje tivemos ainda 9 altas do monitoramento clínico e isolamento domiciliar, porém ocorreram 16 novas inclusões por contatos com confirmados ou Síndromes Gripal leve.

Continuamos com UM CASO SUSPEITO de SÍNDROME RESPIRATÓRIA AGUDA OU GRAVE – SRAG, que aguarda resultado do exame do Lacen e um paciente CONFIRMADO internado na UTI em Santa Maria.

O número de pessoas monitoradas por SÍNDROME GRIPAL LEVE – SG, ou contatos com suspeitos ou confirmados nesta data é de 41.

RELATÓRIO TÉCNICO DE REGISTROS COES 19/03 a 09/07
-30 casos de COVID 19 confirmados sendo;
-23 TOTALMENTE CURADOS.
-04 EM ISOLAMENTO DOMICILIAR:
-01 PACIENTE INTERNADO UTI EM SANTA MARIA.
-DOIS ÓBITOS: Paciente de 58 anos com comorbidades, ocorrido dia 01/06 e Paciente 74 anos, com comorbidades em 29/06. Ambos do sexo masculino.

CASOS SUSPEITOS
Síndrome Respiratória Aguda Grave: 01
Síndrome Gripal Leve/Contatos com suspeitos ou confirmados em monitoramento: 42
TESTES APLICADOS: 182 Pacientes (até 04/07)

ATENÇÃO!
-Pacientes monitorados não devem sair de casa. Quem tiver qualquer sintoma de gripe, precisa informar obrigatoriamente o serviço municipal de saúde. Dúvidas com relação aos sintomas ligue para o COES: (9-9938 4212). Das 7h ás 22h inclusive sábados e domingos.
– A Região Fronteira Noroeste seguirá em bandeira Laranja, de risco médio para contágio do novocorona vírus. Use a máscara de proteção individual sempre que for a locais com outras pessoas. Jamais tire a máscara para conversar com outra pessoa. Lave as mãos frequentemente com água e sabão ou sabonete líquido ou use álcool gel sempre que tocar em objetos de uso comum.
-Cumprimente as pessoas a distância evitando abraços, beijos e apertos de mãos. Não compartilhem chimarrão. Não faça aglomerações com jantas, almoços com presença de quem não mora em casa”.

OBSERVAÇÃO:
A Prefeitura Municipal através da equipe de fiscalização estará com acompanhamento da Brigada Militar, fazendo o cumprimento dos decretos do Estado e do Município para respeitar as regras do distanciamento social.

DENÚNCIAS:
Em caso de flagrante desrespeito às regras sanitárias do distanciamento social controlado, com pessoas aglomeradas sem uso de máscaras ou aglomerações festivas não permitidas, denuncie: O telefone é 9-9927-6755.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Serviço TELECOVID-19 tem tido aumento de demanda

Pável Bauken

Publicado

em



O objetivo da criação do teleatendimento, FUMSSAR/UNIJUÍ/14ª CRS, é oferecer suporte técnico e orientações de assuntos relacionados ao COVID-19, a toda população de Santa Rosa e dos demais municípios integrantes da 14ª Coordenadoria Regional de Saúde e, tem finalidade de evitar aglomerações e a busca desnecessária nas Unidades Básicas de Saúde e/ou outros serviços.

Os profissionais atendentes, estão alinhados com os objetivos, buscando oferecer orientações rápidas e seguras dos assuntos relacionados ao COVID-19, esclarecendo a população sobre os fluxos de acompanhamento das pessoas com sintomas, orientando a população com relação ao uso correto de EPIs e também sobre o distanciamento físico e social

O atendimento é de segunda-feira a sexta-feira, no turno da manhã das 08:00h às 11:30 h e no turno da tarde das 13:30 h às 17:30 horas pelo telefone 55 3511 52 22

Para Ademir Rosa, Diretor de Gestão Estratégica, o serviço está consolidado e tem a credibilidade da população. Os dados mostram que a procura do serviço fez o número de atendimento aumentar em torno de 30% no último mês. “Este aumento leva em conta o aumento dos casos positivos, dos casos suspeitos que tivemos nos últimos dias e dos monitoramentos das altas hospitalares”. Foram atendidos mais 260 casos de pessoas com sintomas e que buscavam orientações sobre como fazer o distanciamento e uso de EPIs. Sabemos que qualquer atendimento reflete não somente o indivíduo, mas toda a família, o que representa uma abrangência até 5 vezes maior.

Ademir ainda ressalta a importância da UNIJUÍ, dos profissionais da FUMSSAR, da equipe de Residência Multiprofissional e Médica e da 14ª Coordenadoria no apoio e condução desta atividade.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Ingresse no EaD da Unijuí com 30% de bônus nas três primeiras mensalidades

Pável Bauken

Publicado

em



A Unijuí está com ingresso aberto para novas turmas de Ensino a Distância até o dia 11 de setembro de 2020. São 15 cursos nas áreas de Gestão e Educação. E a Universidade preparou uma novidade especial para quem ingressar nesta modalidade: 30% de bônus nas três primeiras mensalidades. Este bônus pode ser acessado para os ingressantes pelo Vestibular da Modalidade ou pelas diversas opções de ExtraVestibular. Confira todos os detalhes e faça sua inscrição neste link.

Mais sobre o Ensino a Distância da Unijuí

A organização do estudo ocorre em módulos. Cada módulo é composto por três disciplinas, duas de 80 horas e uma de 40 horas, no entanto, alguns módulos podem possuir quatro disciplinas, sendo três de 40 horas e uma de 80 horas, totalizando 200 horas a cada módulo concluído. Uma das disciplinas terá o objetivo de integrar todos os conhecimentos trabalhados a cada módulo. Esses Projetos Integradores trabalharão a pesquisa por meio da interdisciplinaridade, proporcionando ao estudante um perfil profissional conectado com a realidade.

As avaliações são parte do processo de aprendizagem e acontecem ao final de cada módulo. A cada disciplina você irá construindo seu aprendizado por meio de materiais, fóruns e trabalhos até culminar na avaliação final. Suas provas são agendadas com antecedência e você precisará comparecer à sede ou a um polo da Universidade três vezes ao ano para realizá-las. Mas não se preocupe! É você quem escolhe a data e horário mais adequados, de acordo com a sua organização pessoal.

Contate um Polo perto de você:

Ijuí

(55) 3332-0200 Ramal: 2430

(55) 99108-5034

[email protected]

Rua do Comércio, 3000

Santa Rosa

(55) 3511-5200 Ramal: 4430

(55) 99106-8499

[email protected]

Rodovia RS 344, KM 39, 1100

Bloco C – Bairro Timbaúva

Panambi

55) 3375-4466 Ramal: 6430

(55) 99108-5034

[email protected]

Rua Prefeito Rudi Franke, 540

Bairro Arco Iris

Três Passos

(55) 3522-2122 Ramal: 8430

(55) 99108-5034

[email protected]

Rua Ricardo Rücker, 235

Centro

Palmeira das Missões

(55) 3742-6207

(55) 98405-6862

[email protected]

Rua República, 414, Bairro Operário

Tenente Portela

(55) 3551-1989

(55) 99960-2678

[email protected]

Av. Itapiranga, 117, Centro

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

×