Connect with us

Medicina & Saúde

IMC: você sabe calcular seu peso adequado?

Pável Bauken

Publicado

em



 

A fórmula matemática serve para qualquer pessoa, mas os valores considerados como referência para a classificação do estado nutricional variam para crianças, adolescentes, adultos, idosos e gestantes.

Saiba como calcular o seu IMC (Índice de Massa Corporal)

Para calcular o IMC, divida o seu peso (em quilos) pela sua altura (em metros) elevada ao quadrado, ou seja, altura x altura. Veja a fórmula:

O Saúde Brasil tem uma ferramenta que faz este cálculo automaticamente para você. Insira suas informações a direta e clique em “calcular”.

De acordo com a faixa etária, outras medidas corporais também são recomendadas para um diagnóstico mais adequado, como perímetro da cintura, da panturrilha, entre outros.

A classificação do estado nutricional por meio das medidas corporais é um dos subsídios para o diagnóstico do estado de saúde do indivíduo e, quando necessário, deve ser complementado com análise e outros aspectos (clínicos, sociais e ambientais) pelos profissionais de saúde.

* Em adultos, o padrão internacional para diagnóstico da obesidade é o IMC, mas em crianças e adolescentes, a classificação de sobrepeso e obesidade segundo o IMC é mais arbitrária, não se relacionando com morbidade e mortalidade da forma como se define obesidade em adultos. Já os idosos possuem pontos de cortes de IMC diferenciados devido à alteração da sua composição corporal.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Medicina & Saúde

Morador da China busca atendimento após ter quadro febril em São Leopoldo

Reporter Cidades

Publicado

em

Caso tratado como suspeita de coronavírus foi registrado na UPA de São Leopoldo | Foto: Stephany Sander / Especial CP

A suspeita de um caso de coronavírus na cidade de São Leopoldo, no Vale do Sinos, causou apreensão aos moradores que buscaram atendimento médico na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Scharlau entre a noite da segunda-feira e a manhã desta terça. Segundo pessoas que estavam sendo atendidas na unidade, os funcionários passaram a usar máscaras de proteção no rosto após a entrada de um paciente por um acesso diferente da unidade. Tratava-se de um morador da China, que está há cerca de 10 dias no Brasil visitando familiares. Ele apresentou quadro febril na noite da segunda-feira e ficou internado em observação na UPA mas não apresentou evolução no quadro compatível com o coronavírus. 

O homem deve ser liberado nesta tarde para seguir tratamento médico em casa. O Centro de Vigilância em Saúde do Estado  e a Secretaria Estadual de Saúde foram notificadas e, de acordo com a Secretaria de Saúde de São Leopoldo, o atendimento seguiu o protocolo do Ministério da Saúde para prevenção do possível contágio tanto por parte dos funcionários que atenderam homem, quanto aos demais pacientes que aguardavam atendimento médico no local. 

Correio do Povo

Mantemos seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam esse serviço possível. Veja nossa Política de Privacidade para mais informações.

Continue Lendo

Destaque

UTI Neonatal teve 203 atendimentos

Pável Bauken

Publicado

em



A UTI Neonatal, do Hospital Vida & Saúde que é cadastrada na Central de Leitos realizou 203 atendimentos em 2019. Esse número foi praticamente o mesmo de 2018, em função do número de leitos e da taxa de ocupação que se manteve em 97%. O setor recebe pacientes de todas as regiões do estado.

Em relação aos atendimentos de 2019, 58% foram meninos e 42% meninas. Número bem semelhante também ao ano de 2018. As principais causas de internações foram prematuridade e disfunção respiratória. Para a Enfermeira responsável Lissandra Maicá Ruedell, o ano que passou foi de muitos avanços e melhorias para esse setor, “Avançamos muito na qualificação da equipe, concretizando protocolos de segurança. Para 2020, a expectativa é manter estes treinamentos, objetivando aperfeiçoar cada vez mais a equipe e oferecer um atendimento seguro e qualificado aos recém-nascidos”.

Em 2019, foi instituída a “Hora do Soninho” que estabeleceu em cada turno, uma hora para estimular o pleno descanso dos bebês, importante para o crescimento e desenvolvimento. Outra ação do ano passado foi a criação de um horário específico de visita para os avós, com intenção de estimular o contato e fortalecer a inclusão do bebê com a família.

Mantemos seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam esse serviço possível. Veja nossa Política de Privacidade para mais informações.

Continue Lendo

Medicina & Saúde

Ministro confirma primeiro caso suspeito de coronavírus no Brasil

Reporter Cidades

Publicado

em

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, durante entrevista coletiva para atualizar o boletim sobre o novo coronavírus da China | Foto Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Ministério da Saúde confirmou hoje (28) o primeiro caso suspeito de coronavírus no país e elevou o nível de atenção para Alerta de Perigo Iminente para a presença do vírus no país. De acordo com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, uma estudante de 22 anos que esteve na China está internada, em Belo Horizonte, em observação. 

“O que muda é o grau de vigilância nessa fase. Aumenta a nossa vigilância de portos e aeroportos, triagem de pacientes, o uso de determinado equipamentos de proteção, mas o nosso foco principal nessa fase é a vigilância”, disse Mandetta, em entrevista coletiva para falar sobre as medidas tomadas pelo governo para evitar a entrada do vírus no país.

“Nessa fase a gente tem um olhar com muito mais atenção para dentro do país, para identificar se o vírus está circulando em território nacional, e outro [olhar] muito presente em informações técnicas e científicas a respeito do comportamento do vírus”, disse Mandetta..

Suspeita de coronavírus

A estudante brasileira viajou para a cidade de Wuhan no período de 29 de agosto de 2019 a 24 de janeiro deste ano. Ela está em observação e, de acordo com o ministro, o estado dela é estável. Caso a infecção por coronavírus seja confirmada, o nível de alerta no país sobe para de Emergência de Saúde Pública Nacional, quando há a possibilidade de o vírus já estar em circulação no país.

“Ela está em isolamento e os 14 contatos mais próximos estão sendo acompanhados. O nome, por motivos óbvios não deve ser divulgado, por respeito a pessoa, seus familiares e sua privacidade,” disse o ministro.

Investigação

De acordo com dados apresentados na coletiva do comitê de operações de emergência do Ministério da Saúde, no período de 3 a 27 de janeiro foram analisados 7.063 rumores de pessoas com coronavírus, dos quais 127 rumores exigiram a verificação mais detalhada. Dessa verificação, 10 casos se enquadraram inicialmente na definição de caso suspeito. Desses, nove foram descartados e o único caso tratado como suspeito é o da paciente internada em Belo Horizonte.

O ministro informou ainda que, após a Organização Mundial de Saúde (OMS) ter aumentado o nível de alerta em relação ao cenário global do novo coronavírus para Alto, o governo vai passar a tratar como casos suspeitos os das pessoas que estiveram em toda a China, não apenas na província de Wuhan, nos últimos 14 dias e que apresentarem sintomas respiratórios suspeitos.

EBC

Mantemos seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam esse serviço possível. Veja nossa Política de Privacidade para mais informações.

Continue Lendo

Trending

×